Primeiro aniversário do blog: um ano de descobertas e aventuras

Lembro exatamente quando o Fui Ser Viajante virou realidade nas nossas vidas. Era setembro de 2016, a gente estava num ônibus indo de Colonia del Sacramento a Montevideo, no Uruguai. Era o nosso primeiro mochilão juntos. A primeira viagem longa com mochila nas costas, descobrindo pedaços da América do Sul pela Argentina e Uruguai. Dentro do ônibus, a gente decidiu: vamos criar um blog de viagem. Esse dia parece ontem e, de repente, a gente já está fazendo um ano de blog!

A vontade de ter um blog de viagem sempre existiu. Até ameaçou virar realidade algumas vezes. Foram vários roteiros de viagem que eu escrevi para os amigos, sem nenhum compromisso, em um blog gratuito do wordpress. Eu sempre gostei de escrever, contar histórias, mas o compromisso de fazer isso rotineiramente num blog de viagem não cabia na rotina do trabalho. O sonho sempre ficava pra depois…

Até que em agosto a rotina mudou, o trabalho mudou. E nessa viagem de ônibus pelas estradas do Uruguai, nasceu o Fui ser viajante. Naquele mesmo dia, compramos o domínio. Voltando pra casa, foram semanas estudando sobre hospedagem, sobre construção de sites e templates.

Preparamos a página do Facebook, o Twitter e o Instagram. Ajustamos alguns textos antigos e preparamos alguns da última viagem, o mochilão pela Argentina e Uruguai. Queríamos começar o blog com algumas histórias e dicas prontinhas 🙂

Em 25 de novembro de 2017, fizemos o lançamento oficial do Fui Ser Viajante. Ainda existia a vergonha de divulgar, mas a timidez foi diminuindo aos poucos. Com o tempo, o blog foi ganhando a nossa cara, o nosso jeito. Viagens de casal, econômicas e cheias de história, cultura, gastronomia e cervejas pelo mundo. Uma busca incessante pelos cenários mais incríveis do planeta. De viver experiências reais e locais. Descobrir sempre mais. E, no meio de tudo, contar nossas histórias e dicas por aqui.

Um ano de blog Fui Ser Viajante

Um ano de blog Fui Ser Viajante: o que rolou por aqui

Nem dá pra acreditar que um ano de blog passou tão rápido! Se tem uma coisa que a gente não pode negar, é que muita coisa mudou nesse tempo. Pra começar, aprendemos muito mais do que jamais sonhamos sobre programação, técnicas de blogagem, mecanismos do Google e muitas outras coisas que não estavam na programação inicial de ser blogueiro. Aprendemos que blogar é um trabalho nada fácil, que exige muita dedicação e estudo, mas que a recompensa vem quando alguém comenta que adora o blog, que o post ajudou ou que começou a sonhar com um destino depois de ver ele aparecer por aqui.

Nesse ano, passamos a fazer parte da RBBV, a Rede Brasileira de Blogs de Viagem. Foi quando tivemos a real dimensão de quanta gente bacana tem por aí, trabalhando no mundo dos blogs de viagem. Conhecemos bastante gente na blogosfera. Fizemos amizades que hoje vão muito além da tela do computador.

Tiramos a poeira da câmera, que estava há tanto tempo guardada no armário. Ela começou a nos acompanhar pelo mundo, porque também viajamos muito esse ano, claro! Conhecemos a Europa pela primeira vez, passando por Roma e Grécia. Conhecemos um pedaço da incrivelmente linda Chapada dos Veadeiros. Fizemos a maior viagem das nossas vidas, com 25 dias na estrada, visitando Peru, Bolívia e Chile. E teve muito mais, longe e perto de casa. Por aqui, aprendemos a nos aventurar para redescobrir um Rio de Janeiro cheio de belezas e encantos, que a gente quase esquece no dia-a-dia.

Nesse ano, nasceu também o Legendi Mundi, nossa volta ao mundo com a literatura escrita por mulheres, um projeto que a gente acredita muito. Com ele, buscamos incentivar a produção literária feminina e a quebra de paradigmas, para que cada vez mais encontremos livros produzidos por essas mulheres incríveis nas estantes das nossas casas.

Um ano de blog Fui Ser Viajante

O Fui Ser Viajante, de agora em diante

Uma coisa que nunca vai mudar: nossa vontade de explorar o mundo! A gente promete que essa curiosidade pelo desconhecido vai sempre estar por aqui. Que o nosso novo ano venha recheado de destinos – alguns já estão até garantidos no nosso passaporte!

A gente vai continuar a contar as histórias por aqui. Que venham cada vez mais posts com dicas, aventuras e experiências, pelo mundo ou pelo nosso bairro. Muita história, muita aventura, cenários inesquecíveis e muita comida gostosa mundo afora. Tudo registrado com essa máquina fotográfica que virou nossa melhor amiga 🙂

Depois desse ano, a gente só tem a agradecer a vocês, que viajam com a gente por aqui. Agradecer pela torcida e pela companhia. Estamos soprando as velinhas, torcendo pra que vocês sempre continuem com a gente. Que cada vez a gente ganhe mais e mais amigos viajantes. E fiquem à vontade, a casa é da gente! Comentem, compartilhem, contem suas histórias. Esperamos inspirar e sermos inspirados por vocês, sempre!

Parabéns pelo seu um ano de blog, FSV 🙂 Que nunca faltem aventuras no seu caminho. Que a cada dia, a gente ganhe o sonho de mais um destino pra desbravar. Que venham muitos outros anos pra você, e muitos mais amigos para viajar junto!

Foto em destaque: Pixabay.com.

 

Salve esse post no seu Pinterest pra lembrar do nosso site sempre que for planejar sua viagem! 😊

 

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Analuiza disse:

Que nunca faltem aventuras, pois suas aventuras são nossa certeza de viajar junto, com muita poesia e delicadeza. Parabéns e vida longa ao Fui Ser Viajante. 🙂 bjinhos

Klécia disse:

Obrigada, Aninha! 🙂 Da mesma forma pra viagem no EPM!!

Mapa na Mão disse:

Parabéns Klécia pelo lindo blog e lindos relatos. E que venham muitos e muitos anos. Beijos querida.

Daniel Toffetti disse:

Que legal, gente! To quase com 1 ano tb e percebi que nao é nada fácil mesmo… boa sorte pra nós!

Abraços,

Daniel do https://poltrona22.com/

Klécia disse:

Passa muito rápido, einh Daniel?! Boa sorte pra gente! 🙂