Fui Ser Viajante

O que fazer em Haarlem: bate-e-volta a partir de Amsterdam

Compartilhar

Como fica bem pertinho de Amsterdam, Haarlem é uma cidade fácil de incluir no roteiro pela Holanda. Charmosa e bem pequena, dá para conhecer a capital da província da Holanda do Norte em um bate-e-volta. E o que fazer em Haarlem em um dia? A boa notícia é que você não precisa de muito tempo por lá para descobrir as melhores atrações da cidade! Em apenas um dia, você vai acabar encantado com o charme de uma das mais simpáticas cidadezinhas da Holanda!

Essa região do norte da Holanda é famosa pela produção de tulipas e Haarlem ficou conhecida como Bloemenstad, ou cidade das flores, porque é uma das cidades mais antigas e importantes por ali. Mas nem só de flores vive Haarlem. Com direito a canais, passeios de bicicletas, pontes e museus cheios de história, a cidade tem a cara da Holanda.

Leia também: O que fazer em Delft, na Holanda

O que fazer em Haarlem: dicas para um bate-e-volta

Nossa passagem por Haarlem foi bem curta: reservamos nosso último dia na Holanda para conhecer a cidade. Saímos de Amsterdam bem cedinho e em menos de 30 minutos chegamos em Haarlem.

Dirigir na Holanda é fácil. Dureza é o estacionamento, que é muito (muito!) caro na maioria das cidades. Em Haarlem não foi diferente. Gastamos uma nota para parar na rua, perto do centro da cidade. A melhor opção (em Haarlem e em todas as outras cidades da Holanda) é procurar um estacionamento público, que sempre oferece um preço mais em conta. E pra se deslocar pela cidade, é super tranquilo fazer tudo a pé. Ou no melhor “mood holandês”, de bike! 😀

Grote Markt, a principal praça de Haarlem

Nossa primeira parada foi a Grote Markt, ou ‘grande praça’ de Haarlem. Como chegamos bem cedo, a praça ainda estava bem vazia e pudemos dar uma boa olhada nos prédios históricos que ficam ao redor da praça principal de Haarlem. Tem muita gente que considera essa a praça mais bonita da Holanda, e dá pra entender o porquê!

Bem no meio da praça, a catedral gótica de São Bavão é o primeiro destaque. Além da beleza arquitetônica, fizemos uma visita guiada pelo interior da igreja e descobrimos muitas curiosidades sobre a história de Haarlem! Sabia que o jovem Mozart tocou o órgão dessa igreja?

Continuando o passeio pela Grote Markt, ainda encontramos outros prédios que chamam a atenção. Um dos mais curiosos é o  Hoofdwacht, o prédio mais antigo de Haarlem. Ao longo de tantos anos, já funcionou como cadeia, loja de arte e sede de reuniões. Em algumas semanas do ano, o prédio abre para visitação.

Também vale destacar duas construções do século 17: a antiga prefeitura de Haarlem, que também já foi palácio de caça do conde William II (o mesmo que construiu o lindo Het Binnenhof em Haia) e o Vleeshal, o antigo açougue que hoje abriga uma das sedes do Frans Hals Museum, o museu mais importante de Haarlem. Essa parte do museu é dedicada a exposições fotográficas e arte contemporânea. No subsolo do Vleeshal ainda funciona o Museu Arqueológico de Haarlem, que abre de quarta a domingo e conta um pouco sobre a idade medieval e a idade da pedra.

Agora uma dica importante. Quer saber o melhor dia da semana você deve visitar Haarlem?

Essa é fácil: Segundas e sábados! Somente nesses dias você vai ter oportunidade de visitar uma das melhores atrações de Haarlem:

A feira de rua na Grote Markt!

Programamos tudo para visitar Haarlem em um sábado e foi a melhor opção para o nosso roteiro! Enquanto a gente caminhava pela praça, pessoas foram chegando e a feira de rua na Grote Markt começou a acontecer. Pães artesanais, muito queijo e um cheiro de pizza fresquinha tomaram conta de tudo. Também tinha barracas de artesanato e roupas, um feira de rua clássica, sabe?

E claro que não podia faltar a comida típica holandesa! Na feira, uma das opções mais procuradas é o haring, ou arenque salgado, o prato de rua mais típico da Holanda. Não importa se você come no pão com cebola e picles ou prefere provar no jeito original, segurando o peixe pela cauda e mandando ver. O haring é um prato bem típico da Holanda e vale a pena viver essa experiência!

Depois, que tal uma sobremesa? Escolhi uma porção bem farta de poffertjes, uma panquequinha coberta com manteiga e açúcar, que as crianças holandesas adoram – e eu também! 😀 Rafa escolheu um Stroopwafel de caramelo, um tipo de waffle com melaço que está por toda parte da Holanda. Tem maneira melhor de começar o dia?

Eu não sou de comprar muita coisa em viagens… Mas tenho que confessar que era meu último dia na Holanda e o clima animado da Grote Markt amoleceu meu coração! Acabei trazendo um conjuntinho desses porta-copos super divertidos pra casa!

Compras e um cafezinho em Haarlem

Muito além da feirinha da Grote Markt, Haarlem é um pequeno paraíso para quem quer levar uma lembrancinha pra casa! Pouca gente sabe, mas Haarlem é considerado o melhor destino para compras na Holanda!

Ao redor da Grote Markt, você pode encontrar muitas ruas de circulação exclusiva para pedestres, repletas de lojas de grife, boutiques e casas de moda. Uma tentação depois da outra! E por todo lado, a cidade está repleta de cafeterias charmosas para descansar entre uma atração e outra! Mesas na calçada, movimento, artesanato lado a lado com marcas internacionais: esse é o clima maravilhoso das ruas de Haarlem!

História, cultura e museus de Haarlem

Quem topa um programa cultural? Nós decidimos que queríamos um passeio ao ar livre no nosso último dia na Holanda. Por isso deixamos os museus um pouco de lado, para fazer um city tour histórico em Haarlem.

No escritório de turismo da cidade (VVV Haarlem), que fica bem na Grote Markt, compramos um folder para uma visita auto-guiada pelos principais monumentos de Haarlem. Custou baratinho (menos de 1 euro) e foi ótimo para descobrir muitas curiosidades da cidade, aprender sobre lugares históricos e explorar a cidade! O folder é cheio de informação (e dá dizer que o tour completo é meio cansativo). Mas dá pra fazer tudo no seu ritmo, pulando atracões ou simplesmente parando e aproveitando o clima de Haarlem! Foi uma boa opção para conhecer a história da cidade!

Mas se você prefere conhecer um museu, Haarlem tem algumas opções bem interessantes. Já falamos do mais importante de todos, o Frans Hals Museum, museu municipal de Haarlem. São duas sedes em prédios separados (Hof e Hal), que ficam a uma curta distância de caminhada. Na Grote Markt, a visita ao Hal é cheia de fotografia e arte contemporânea. Já a arte holandesa clássica (aquela da Era de Ouro) você encontra no Hof, que funciona numa antiga casa de idosos com uma arquitetura linda, bem pertinho do centro!

Se você gosta de história, pode visitar a casa de Corrie ten Boom (Corrie ten Boom Huis) em Haarlem. Corrie sobreviveu aos campos de concentração nazistas e ajudou muitos judeus a se esconderem na sua casa para escapar da perseguição. A visita é gratuita e emocionante. Você pode conferir detalhes sobre como funciona a visitação na Corrie ten Boom Huis no blog Espiando pelo Mundo.

Outra opção é o Teylers Museum, que fica bem às margens do icônico rio Sparne de Haarlem. Esse é simplesmente o museu mais antigo da Holanda! O prédio é lindo de morrer, e aguenta firme desde 1794. Lá dentro a pegada mais científica, e o forte do museu é a coleção de história natural, com fósseis e minerais. Mas também há espaço para pinturas e desenhos de Da Vinci no Teylers!

Leia também: Conheça o Rijksmuseum em Amsterdam

Canais, casas e bicicletas: o charme de Haarlem

Já que você está às margens do Rio Spaarne, é hora de aproveitar a melhor vista de Haarlem! Aproveite todo charme dessa pequena cidade holandesa e tire muitas fotos dos barcos, pontes e bicicletas! Atravesse para um lado e para o outro, se perca pelas bonitas ruas e encontre a beleza das casas que margeiam os canais de Haarlem. Impossível não se apaixonar pela cidade!

É possível alugar um barco para percorrer os canais, ou mesmo entrar em uma excursão em um dos barcos que percorrem as rotas turísticas dos canais de Haarlem todos os dias.

Molen de Adriaan e Amsterdamse Poort

Aproveite que você está passeando às margens do rio Spaarne para visitar Catarijnebrug, a bonita ponte sobre o rio Spaarne, que oferece uma das mais bonitas vista da cidade. Ali ao lado está o Molen de Adriaan, o moinho de vento de Haarlem. Tem coisa mais holandesa que um moinho de vento?

O moinho de Haarlem é lindo e super bem localizado, com vista para o rio Spaarne. É possível visitar o interior, onde funciona um pequeno museu.

Foto: IMBiblio | Flickr

Seguindo para além do Spaarne, em uma pequena caminhada você chega em outro ponto turístico e histórico de Haarlem: a Amsterdamse Poort, um dos antigos portões da cidade de Haarlem. A construção é considerada um monumento nacional, resistindo aos anos e invasões que a cidade viveu.

Jopenkerk: bebendo cerveja local numa antiga igreja

Haarlem tem uma alma cervejeira. Por séculos, a cidade carregou o título de cidade com mais cervejarias da Holanda! Mas a febre do momento é a Jopenkerk, a cervejaria local que funciona dentro de uma antiga igreja!

É isso mesmo! Já imaginou beber cerveja dentro da igreja? Pois é, em Haarlem isso é possível! E foi esse o principal motivo que nos levou a visitar a cidade hahaha.

Passamos uma tarde bem gostosa por lá. De meio dia às três eles servem pratos de almoço, mas ficamos só nos petiscos. Pra um programa bem holandês, uma porção de bitterballs acompanhada de uma cerveja Jopen é a melhor forma de se despedir da cidade! Inclusive, essa história da cerveja Jopen é bem antiga! A receita original data de 1504, mas estava perdida e só recentemente foi encontrada nos arquivos da cidade. Por isso, a partir de 1994, a Jopen original voltou a ser produzida na cidade – pra nossa alegria! E você pode provar essa cerveja com gosto de história ali na Jopenkerk!

Além dessa igreja-bar, a Jopenkerk tem uma outra sede, mais nova, que fica na região industrial de Haarlem. É lá que acontece a maior parte da produção da cerveja hoje em dia, e onde a marca organiza a visitação e tour guiado na cervejaria. Fomos até lá pra conhecer e fazer o tour, que acontece sempre aos sábados. Porém, não agendamos com antecedência e tava tudo lotado. Puff! Ficamos devendo para outra vez em Haarlem!

Como chegar em Haarlem?

Haarlem fica pertinho de Amsterdam. Somente 24km de estrada separam as duas cidades, por isso um bate-e-volta Amsterdam – Haarlem é bem possível!

Você pode fazer o percurso de trem (15 minutos, 4,30 euros de passagem). Para consultar horários, visite o site da empresa holandesa de trens. A estação de trem de Haarlem fica bem pertinho do centro, e ainda é uma coisa linda de se ver! A arquitetura é de babar e já foi até cenário de filme!

Outra opção é ir de carro, aproveitando a facilidade das curtas distâncias na Holanda. Foi assim que escolhemos viajar pelo país! o/

Para alugar um carro na Holanda, fizemos uma cotação com a RentCars, e escolhemos facilmente a opção com melhor custo-benefício para nossas datas. Ao alugar com a RentCars, você sempre cota o valor já com seguro. Você pode pagar em reais (sem IOF) e ainda dividir o valor da fatura.

Onde ficar em Haarlem?

Se você planeja ficar por mais de um dia, Haarlem oferece boas opções de hospedagem. Procure ficar perto do centro (nos arredores da Grote Markt) pela facilidade.

Você também achou hospedagem na Holanda super caro? Uma opção para quando os preços em Amsterdam estiverem surreais: pesquise opções de hospedagem em Haarlem! Como fica tudo muito perto, dá pra ficar numa cidade e visitar a outra, sem problemas!

Veja ofertas de hospedagem em Haarlem com o Booking.com

Não esqueça do Seguro Viagem!

Seguro Viagem é obrigatório em toda viagem para a Europa. Na hora de planejar o que fazer em Haarlem, aproveite e faça uma cotação de seguro com a Seguros Promo. O site faz uma uma comparação de preços entre as empresas seguradoras. Você consegue achar facilmente o melhor preço e cobertura disponível para as datas da sua viagem. Leitores do blog ganham 5% de desconto com nosso cupom FUISERVIAJANTE5. E quem paga no boleto bancário ainda ganha mais 5% de desconto!

 

Sair da versão mobile