Roteiro Paris: 5 dias na Cidade Luz

Roteiro 5 dias em Paris | Ah, Paris! Românticos, artistas, boêmios, sonhadores: todos encontram seu lugar na Cidade das Luzes.

Até eu, que nunca acreditei que fosse cair de amores pela cidade, hoje me encontro aqui, uma viajante saudosa das minhas longas caminhadas pelas ruas parisienses.

Sim, é verdade: me perdi de amores por Paris. Tropecei no maior dos clichês, quem diria! Escrever esse roteiro de 5 dias em Paris me enche de saudosismo. Foi mesmo uma viagem incrível e a cidade me pegou de jeito.

Entenda, não é que a cidade seja sem defeitos. Não é isso. Paris tem problemas sérios, alguns que ela não sabe muito bem como lidar. Você vai ver ou ouvir sobre eles aqui e ali: imigrantes, pequenos furtos, sujeira e abandono nas partes “menos turísticas” da cidade.

Mas não deixe que isso te desanime ou te assuste. A maioria das grandes cidades (especialmente as européias) vem passando por situação semelhante. E de todas elas, nenhuma tem a luz de Paris. Então olhe com atenção todo o conjunto. Posso te afirmar que o saldo de Paris é muito positivo!

Já dizia Van Gogh em 1887: “Não há nada além de Paris, e por mais difícil que a vida possa ser aqui, o ar francês limpa o cérebro e faz bem, muitíssimo bem.”

Minha sugestão: para viajar comigo nesse post, entre no clima. Coloque “La vie en rose” para tocar na vitrolinha, pegue uma taça de vinho e se permita flanar (o mais francês de todos os verbos) pelas linhas desse roteiro de 5 dias em Paris.

Leia também:
+ Onde se hospedar em Paris
+ Paris Museum Pass: vale a pena?
+ 16 bate e volta para fazer saindo de Paris
+ Como chegar no Castelo de Versailles
+ Mapa da França: conheça as principais regiões turísticas

Roteiro 5 dias em Paris: especial para uma primeira viagem

Paris tem uma aura mágica. É bem possível pensar que todos os sonhos (especialmente os de amor) podem se realizar na Cidade Luz. Talvez seja culpa do cinema… Quem não se embriagou de arte e poesia ao imaginar La Belle Époque de Woody Allen em Midnight in Paris, por exemplo?

Talvez por toda essa atmosfera de sonhos e arte criada ao redor da cidade, Paris seja o maior sonho de viagem de tanta gente. “Paris responde a tudo que um coração deseja.”, como dizia Chopin.

Confesso que minha alma cética demorou a acreditar que Paris pudesse realmente me conquistar. Fiz jogo duro e recomendo que você faça também. Nunca vá esperando tudo de uma viagem: não importa qual o destino. Não crie expectativas demais – é sempre melhor quando sobra espaço para o destino te surpreender.

Esse roteiro de 5 dias em Paris tem os clássicos, essenciais para uma primeira viagem. Em Paris você não pode (nem deve) fugir dos clichês. Com 5 dias em Paris, você vai ter tempo de explorar muito bem todo o circuito básico da Cidade Luz.

Viaje tranquilo, seguro viagem é essencial! Ganhe 5% de desconto na Seguros Promo com o cupom FUISERVIAJANTE5 e mais 5% OFF para pagamentos em boleto. Faça já sua cotação!

Mas como detestamos esse negócio de ‘fazer igual a todo mundo”, também incluímos muitas dicas de uma ‘Paris fora do óbvio’ nesse roteiro de Paris em 5 dias. Lugares menos conhecidos mas que valem a pena visitar.

Atenção: Algumas atrações de Paris (como museus) fecham em determinados dias da semana (principalmente segunda-feira). É importante levar isso em consideração na hora de decidir encaixar o roteiro de um dia em determinado dia da semana.

Dia 1 Roteiro Paris

Melhor dia: quarta e sexta-feira. Evite: terça-feira.

Manhã:

  • Torre Eiffel de diferentes ângulos
  • Arco do Triunfo
  • Champs-Elysées

Tarde:

  • Musée du Louvre
Roteiro Paris 5 dias - Museu do Louvre

No primeiro dia em Paris, o mais difícil é controlar a ansiedade. Vem aquele sentimento de urgência para ver a Torre Eiffel, caminhar na Champs-Elysées, tirar uma foto em frente ao Arco do Triunfo.

E é exatamente isso que recomendo para seu primeiro dia. Não guarde essa vontade, você atravessou um oceano para estar ali, em frente aos maiores cartões-postais da cidade. Então vamos encontrá-los nesse primeiro dia em Paris!

Dica esperta viajante:
Se você vai a Paris pela primeira vez, é uma boa ideia se hospedar pertinho da Torre Eiffel. Você vai passar por ela várias vezes, de dia e de noite. Vai ficar mais fácil chegar cedinho por lá, antes de todos para fotos vazias e lindas! Yay!

Quer pagar quanto no hotel?
Dica ostentação: Os hotéis das imediações da Torre Eiffel mesmo são caríssimos, como era de se esperar. Mas não dá pra dizer que é um mau investimento abrir a janela e dar de cara com a Torre Eiffel, não é mesmo? Se você tem o dinheiro e o sonho, ficam como sugestões o Shangri-lá Hotel, o Pullman Paris Tour Eiffel ou o super instagramável Le Metropolitan.
Dica econômica bacanuda: Se você não pretende investir tudo isso na hospedagem, mas ainda assim gostou da ideia de hospedar perto da Torre Eiffel, a minha dica é o Au Pacific Hotel. Você não vai ter vista da torre, mas vai estar a uma pequena caminhada de distância do maior monumento de Paris.

Torre Eiffel de diferentes ângulos:

Vamos começar nosso primeiro dia em Paris bem cedo e caminhar bastante. Uma roupa confortável é essencial.

Dê uma olhada na hora que o sol vai nascer (isso muda muito ao longo do ano em Paris) e se prepare para sair de casa o mais pertinho possível do nascer do sol, se você estiver interessado em ver e fotografar os arredores da Torre Eiffel sem a multidão de sempre.

Existem dezenas de lugares que rendem boas fotos da Torre Eiffel. Você pode escolher um, ou fazer um pequeno circuito de atrações como eu fiz. Fica tudo razoavelmente perto e vale a caminhada, então eu iria na segunda opção se fosse você.

Comecei pela Ponte Bir-Hakeim (a mesma ponte que aparece no filme Inception), fui até a escadaria da Avenue de Camöens e segui até os jardins e a esplanada do Trocadéro.

De lá, é só seguir até o Champ de Mars, bem aos pés da torre. Um lugar fantástico para fazer um piquenique incrivelmente fotogênico em Paris. Duvido você arrumar um lugar mais lindo para o seu primeiro café da manhã na cidade!

Se quiser subir pelos andares da Dama de Ferro, esse é um ótimo momento. O acesso é liberado às 9h (21 de junho – 2 de setembro) ou 9:30h (resto do ano).

Você precisa comprar o ingresso com antecedência e escolher se vai subir de escada ou elevador, até o segundo piso ou até o topo do monumento. Dê preferência aos ingressos “fura-fila” para economizar tempo.

Arco do Triunfo

Quando terminar a visita à Torre Eiffel, você pode caminhar pela Avenue Kléber e, em aproximadamente 30 minutos, você estará em frente ao outro cartão-postal de Paris: o Arco do Triunfo!

Embora caminhar pelas ruas de Paris seja sempre minha maior recomendação, tem gente que não curte esticar as canelas, e está tudo bem. Você pode pegar o metrô linha 1 (estação Trocadéro) e descer na estação seguinte (estação Kléber), economizando alguns passos.

Quer outra dica bacana? Visitar o Arco do Triunfo por dentro é muito legal. Vou fazer um post só pra contar nossa experiência, mas por hora fiquem com essa: o memorial dentro é bem interessante e a vista do topo é uma das mais incríveis de Paris. Honestamente, até melhor que a da torre. Sabe por quê?

Porque tem uma coisa que a vista da Torre Eiffel não tem. Não dá pra ver o skyline de Paris com a Torre Eiffel de cima da Torre Eiffel, não é mesmo? E não pode haver céu de Paris sem a Torre Eiffel, convenhamos.

A fila para comprar o ingresso de acesso ao Arco do Triunfo na hora é sempre enorme. Mas não desanime. Você pode comprar o ingresso do Arco do Triunfo antecipado (sem fila). Ou se você tiver o Paris Museum Pass, o Arco do Triunfo está entre as atrações incluídas no cartão de desconto.

Compre aqui o Paris Museum Pass e aproveite entrada VIP nas principais atrações de Paris. Nós usamos e aprovamos o cartão e você pode conferir nosso post review do Paris Museum Pass bem aqui.

Champs-Elysées

Assim que você descer do terraço do Arco do Triunfo, seguimos flanando pelas ruas parisienses. E agora a rua é ainda mais especial: prepare-se para pisar na glamurosa Champs-Elysées!

Há quem defenda que essa é La plus belle avenue du monde. Não precisamos concordar que a Avenida dos Campos Elísios em Paris é A mais bonita, mas ela definitivamente tem seu charme.

Cafés, charmosos cinemas, lojas de marcas internacionais, restaurantes, vitrines tentadoras. Champs-Elysées é sobre poder, glamour e sonhos. É uma artéria pulsante de Paris e nenhuma viagem à Cidade Luz estará completa sem ela.

Mesmo sem comprar absolutamente nada, nos sentimos empoderado ao caminhar por aquelas calçadas. Experimente o sentimento! Sinta a cidade. E se tiver um dinheiro no bolso, pare da Ladurée e compre uma caixinha de macarons – nada pode ser mais parisiense!

Dica esperta viajante: o macaron de lavanda (lavender em inglês) é inacreditável!

> Reserve sua hospedagem em Paris! Aproveite as ofertas! (abre em uma nova aba)”>>> Reserve sua hospedagem em Paris! Aproveite as ofertas!

Musée du Louvre

O Museu do Louvre é um dos maiores clássicos de Paris. Seja para tirar uma foto em frente às famosas pirâmides ou entrar e dar uma espiadinha na Monalisa, você vai passar por lá durante seu roteiro em Paris.

Honestamente, o Museu do Louvre não é meu tipo de museu (logo eu, a Loka dos museus haha). Mas me permitam me explicar. Ele é grande. MUITO grande.

Dizem que, se você parar em frente a cada uma das obras do Louvre por apenas 10 segundos, você levaria cerca de três meses para ver todas as obras do museu.

Então acabe com as expectativas de visitar todo o Museu do Louvre em uma tarde, um dia ou até 2 dias. Esse museu não foi feito para ser terminado.

Minha estratégia é pegar o mapa do museu (são 5 andares) e escolher o tipo de arte que mais te interessa. Concentre-se aí e, quanto ao resto do museu, desapegue, “let it go“.

Quem sabe numa próxima viagem você vai querer voltar a visitar o Louvre.

Para uma primeira viagem, acredito que uma tarde seja suficiente para apreciar bastante, sem chegar a exaustão. Porque não sei vocês, mas depois de muito tempo realmente prestando atenção e vendo tanta coisa interessante, minha cabeça poderia explodir hahaha.

Por que recomendo esse roteiro para quartas e sextas? Porque são os dias da semana que o Museu do Louvre fica aberto até mais tarde (21:45h da noite). Nos demais dias da semana, ele fecha às 18h, exceto às terças, quando nem abre. Aproveite para visitar o Louvre nesses dias para curtir as exposições sem o aperto do relógio.

Você pode comprar o ingresso do Museu do Louvre antecipado (faça isso, evite filas). Ou novamente aproveite o Paris Museum Pass, que inclui acesso ao museu.

Dia 2 Roteiro Paris

Evite: segunda-feira.

Manhã:

  • Pont Alexander III
  • Les Invalides
  • Petit Palais
  • Place de la Concorde

Tarde:

  • Musée de L’Orangerie
  • Jardins de Tuileries
  • Palais Royal
  • Galeries Lafayette (e antigas galerias de Paris*)
Roteiro Paris 5 dias - Galerias Lafayette

Pont Alexander III

Desembarque do metrô na estação Invalides e você vai estar bem ao lado das duas primeiras atrações desse dia. O enorme conjunto de prédios que formam Les Invalides (sede do Museu da Armada) e a cenográfica Pont Alexander III, a ponte mais bonita de Paris.

Vamos começar o roteiro pela ponte, aproveitando que o dia está começando e ela (ainda) não vai estar abarrotada de turistas. Caminhe de um lado a outro, aprecie a vista da Torre Eiffel, desça as escadarias e caminhe um pouco às margens do Rio Sena. Tire mil fotos, essa ponte vale a pena!

Les Invalides

O caminho da ponte até a entrada de Les Invalides já impressiona. O museu então, é de cair o queixo. Se você tem alguma curiosidade sobre exércitos e armamentos, Napoleão Bonaparte, guerras mundiais e outros temas bélicos, esse museu é pra você.

Se essa não for sua pegada, diria que ainda vale uma passadinha pela arquitetura. Ou mesmo para visitar o imponente túmulo de Napoleão Bonaparte, no subsolo de uma igreja dentro do complexo de edifícios.

Mas aí não se dê ao trabalho de entrar e vasculhar tudo. Les Invalides são muitos museus dentro de um prédio, e você gastaria facilmente um dia inteiro para explorar tudo ali.

Coisa boa: Les Invalides também está incluído no Paris Museum Pass.

Petit Palais

No prédio do Petit Palais funciona o museu de belas artes de Paris. Prepare-se para um encontro emocionante com Delacroix, Rodin e muitas outras estrelas da arte.

Mas atenção: Definitivamente, não dá tempo de visitar o acervo de Les Invalides e do Petit Palais em um só dia. Você precisa escolher o que tem mais a ver com você.

Como dei bobeira e fiz esse roteiro numa segunda-feira, minha escolha foi fácil: o Petit Palais não abre às segundas. Mas claro que passei em frente para registrar uma foto em frente a essa que considero uma das fachadas mais bonitas de Paris.

Place de la Concorde

Ali pertinho, bem no cruzamento final da Champs-Elysées, você pode visitar uma das maiores praças públicas de Paris.

A Place de la Concorde é muito relacionada com a história da cidade de Paris. Era ali que aconteciam as execuções durante a Revolução Francesa.

Nos arredores da praça, você vai encontrar inúmeras barracas de crepe e outras delícias francesas. Anote a dica: faça como um local.

Compre um crepe e caminhe até o Jardim de Tulieries, bem ali do lado. Sente numa das fotogênicas espreguiçadeiras verdes às margens da fonte principal do parque, relaxe e curta um almoço tipicamente francês.

Musée de L’Orangerie

Dentro do Jardim de Tulieries, você encontra um outro museu imperdível em Paris: Musée de L’Orangerie.

Foi meu museu favorito na cidade, por vários motivos. Não é absurdamente grande, o que é ótimo para não deixar a gente cansado demais. Contém obras excepcionais, que valem totalmente o ingresso e vão ocupar seu tempo – como se o museu fosse enorme.

Na minha opinião, essa é exatamente a melhor fórmula para um bom museu: pequeno e com poucas obras, mas com tesouros tão valiosos que você poderia passar a vida ali dentro, admirando tudo – e ainda ir embora sem aquela sensação de estar deixando muita coisa sem ver para trás.

L’Orangerie foi projetado para abrigar As Ninféias de Monet. Os painéis ao redor das salas principais são de tirar o fôlego. É como se sentir em Giverny, parte da pintura, mais um detalhe na obra-prima do artista.

Vale totalmente a visita.

Para saber mais: nossa visita a Giverny e casa de Monet.

Jardim de Tulieries

Volte para os jardins e agora aprecie tudo com calma. Vagueie pra lá e pra cá, vendo turistas e locais convivendo neste que é um dos parques mais bonitos da capital francesa.

Caminhe até o final do parque, na esplanada do Musée du Louvre. Tire fotos do Arco do Triunfo do Carrossel du Louvre e atravesse a magnífica praça das pirâmides. Você já vai chegar na nossa próxima parada.

Palais Royal

Esse antigo palácio da realeza ao lado do Museu do Louvre tem entrada gratuita e é um dos meus lugares favoritos (e mais fotogênicos) de Paris.

Os pilares listrados de vários amanham rendem lindas composições para fotos divertidas e bem posadas. Já os jardins são tranquilos para relaxar.

Galerias Lafayette (e antigas galerias de Paris*)

Pegue o metrô linha 7 na estação Pirâmides e siga até duas estação depois, na Lafayette. Você vai estar em frente a uma das galerias de compras mais luxuosas de Paris.

Já vale a visita se você quer fazer umas comprinhas ou mesmo admirar a abóbada do teto, com seus vitrais maravilhosos. Mas a Lafayette é mais que isso: não deixe de subir até o último andar e aproveitar a vista do terraço – mais um belo lugar pra ver Paris do alto, e totalmente de graça. Fica aí uma boa dica para curtir o por do sol!

Ah, bem em frente às Galerias Lafayette está a Ópera Garnier. Se tiver tempo ou mais dias, pense em encaixar um espetáculo ou uma visita guiada numa das salas de espetáculos mais desejadas do mundo. Tem inclusive visitas guiadas noturnas!

Dica esperta viajante:
Prefere não pegar o metrô? Como já comentei aqui, caminhar em Paris é sempre uma boa ideia. No trajeto entre o Palais Royal até as Galerias Lafayette, pode fazer pequenas paradas nas antigas “passagens” parisienses. São antigas galerias da cidade, precursores dos nossos shoppings.
Você não vai encontrar mais o glamour de outrora, mas a visita à Galerie Viviene e Passage des Panoramas com certeza é uma baita aula de história! Duas boas sugestões fora do roteiro turistão pra acrescentar no seu roteiro em Paris!

Dia 3 Roteiro Paris

Roteiro pode ser realizado em qualquer dia da semana.

Manhã:

  • Catedral de Notre Dame (torres e igreja)
  • Ruas históricas da velha Paris
  • Shakespeare and Company
  • Saint-Chapelle

Tarde:

  • Quartier Latin
  • Jardins de Luxemburgo
  • Panteão de Paris
    OU
  • Musée d’Orsay
  • Torre Montparnasse
Roteiro Paris 5 dias - Catedral de Notre Dame

Hoje é dia de conhecer a parte mais antiga e histórica da cidade de Paris. Vamos para a Île de la cité, uma das duas ilhas naturais do Rio Sena que ainda existem dentro de Paris.

A outra ilha é a vizinha Île de Saint-Louis, mais residencial e menos turística – também vale o passeio se você tiver mais um dia e gostar de arquitetura!

Essa região contém remanescentes de uma Paris medieval, e dá pra dizer sem medo de errar que foi ali que nasceu a Paris que conhecemos hoje.

Catedral de Notre Dame

A maior estrela da Île de la Cité é a mundialmente famosa Catedral de Notre Dame de Paris. Você pode visitar o interior da igreja totalmente de graça – só chegue cedo porque a fila costuma atravessar a praça.

Mas se você quiser apimentar a sua visitar, a dica é reservar o seu lugar nos grupos de visita às torres da Notre Dame. Sim, alguns poucos corajosos sobem algumas centenas de degraus para ter direito a ver de pertinho os gárgulas e uma bela vista de Paris.

O acesso às torres é pago (€6 por pessoa), mas não pode ser comprado com antecedência. A melhor forma de reservar seu lugar é, no dia da sua visita, baixar o aplicativo JeFille e a partir das 7:30h da manha, reservar o horário da sua visita.

Chegando lá, é só procurar a entrada na praça, numa fila que se forma na lateral direta da igreja. Os grupos entram somente no horário marcado e, lá dentro, você é encaminhado para um balcão para pagar seu ingresso.

Está sem internet? Nessa mesma lateral da igreja você encontra dois totens, onde pode fazer a reserva do seu bilhete no local. Mas lá também só é possível reservar horários para o dia da visita.

Ruas históricas da velha Paris

A cidade que abriga a avenida mais famosa do mundo também tem espaço para ruas menores, cheias de passado e charme. Como contei mais acima, a Île de la Cité é a parte mais antiga de Paris.

Grande parte da Paris medieval do século X foi destruída pelas reformas do Barão Haussmann, que trouxe avenidas largas e modernidade para a Paris do século XIX.

Mas algumas pequenas ruas da Île de la Cité conseguiram, de alguma forma, sobrevier ao tempo. São ruas estreitas, com pavimento de pedra e arquitetura dos tempos medievais.

A poucos passos da Notre Dame e com apenas alguns minutos de caminhada, você vai completar o percurso da Rue de la Colombe, Rue de Ursins, Rue de Chantres, Rue Chanoinesse e rue Massillon.

Apesar de estar numa região muito procurada pelos turistas, esse pedacinho da Île de la Cité é quase secreto. Poucos turistas chegam por lá. Você vai poder fazer uma viagem no tempo, enquanto foge das multidões parisienses.

Livraria Shakespeare and Company

Vamos atravessar o Rio Sena, andando a poucos metros de distância da Île de la Cité. Nossa próxima parada é a Shakespeare and Company, a livraria mais famosa de Paris.

Se você é amante de livros, tem uma queda pela geração perdida de 1920, com Hemingway e cia, a Shakespeare and Company é uma parada obrigatória em Paris.

Até hoje, a livraria funciona como albergue de artistas e escritores, que se propõem a viver na livraria, trocando a hospedagem por um tempo de trabalho na loja.

Para saber mais sobre como funciona a Shakespeare and Company, leia nosso post exclusivo sobre essa famosa livraria de Paris.

E quando visitar a livraria, não deixe de escolher um livro para levar pra casa como lembrança da sua visita. Na hora de pagar, certifique-se que o atendente vai colocar o carimbo exclusivo da livraria no seu exemplar.

O livro que trouxe pra casa da Shakespare and Company é meu souvenier favorito de Paris.

Saint-Chapelle

Voltemos para Île de la Cité, para visitar um dos lugares mais bonitos e impressionantes da capital parisiense.

Roteiro Paris 5 dias - Sainte-Chapelle

A Saint-Chapelle de Paris é um tesouro da arquitetura gótica em Paris. Foiconstruída entre 1226 e 1270 por ordens do Rei Louis IX, para abrigar as relíquias da paixão de Cristo.

Compradas dos imperadores de Constantinopla, a posse dessas relíquias transformou Paris numa “Nova Jerusalém” para os olhos da Europa medieval.

O tempo não foi nada piedoso e as glórias desses tempos passaram, é verdade. Mas o que restou da antiga capela real ainda impressionante. Os vitrais, especialmente na capela superior, são qualquer coisa de maravilhoso. A luz do sol entrando pelos vidros coloridos é quase como a definição de céu e paraíso.

Voe pode comprar o ingresso avulso para visitar a Saint-Chapelle, ou ainda o ingresso combinado Saint-Chapelle e Conciergerie, outro prédio lindo que fica nas redondezas – juntos, esses dois prédios são hoje os únicos remanescentes do antigo palácio dos reis da França.

Pra ficar ainda melhor, tanto a Saint-Chapelle quanto o Conciergerie estão incluídos no Paris Museum Pass.

Dica esperta viajante:
Na saída, aproveite para dar uma passadinha na pequena e romântica Place Dauphine, que aparece no final do filme Como eu era antes de você e também em Midnight in Paris.
Logo em frente fica a Pont Neuf, simplesmente a ponte mais antiga que ainda cruza o Rio Sena.
Mais dois marcos históricos imperdíveis da antiga Paris na Île de la Cité.

Quartier Latin

Para a parte da tarde desse dia, deixo duas sugestões.

A primeira é continuar seu caminho pelo Quartier Latin. Depois da Shakespeare and Company, esse bairro de Paris ainda abriga inúmeras outras livrarias charmosas e cafés fotogênicos.

Pode ser uma ótima chance para tirar uma tarde e viver conforme as regras do mais francês de todos os verbos: flanar!

Anote algumas dicas de lugares super instagramáveis e gostosos para visitar no Quartier Latin: Le paradis du Fruit, Café le Buci, Da Rosa e The Bombardier. Para almoçar bem e com um preço em conta, também indico uma das filiais do italiano Ristorante del Arte.

Jardins de Luxemburgo

Deixe que a sua caminhada te conduza até os maravilhosos Jardins de Luxemburgo, mais um dos parques de Paris. Estátuas, lagos, espaço infantil e uma maravilhosa vista do Panteão de Paris. 

Permita-se surpreender pelo paisagismo dos Jardins de Luxemburgo, idealizados pela rainha Maria de Médici para criar ali em Paris um pedacinho de Florença, sua terra natal.

Panteão de Paris

Muita gente conhece o Pantão de Roma, mas sabia que Paris também tem um Panteão? O enorme edifício já foi uma igreja dedicada a Santa Genoveva, e hoje rende homenagem a todos os heróis da França, com direito a cripta com mausoléu de muitas personalidades francesas.

Não esperava muito, mas como o Panteão de Paris está incluído no Paris Museum Pass e a gente estava ali pertinho, decidimos visitar. E nos surpreendemos muito com a visita!

O prédio é mesmo muito lindo e é um belo lugar para aprender sobre a história francesa e seus heróis.

Museu d’Orsay

Nesse roteiro em Paris, precisei deixar uma opção extra nessa tarde porque não podia deixar de incluir o Museu d’Orsay no roteiro.

Sei que você já visitou alguns museus incríveis na cidade, mas Paris abriga algumas das melhores coleções de arte do mundo, por isso a lista de museus para visitar na cidade é sem fim.

É bem possível que o Museu d’Orsay seja um dos mais bonitos que você vai visitar na vida. O prédio de uma antiga estação de trem foi adaptado para abrigar obras de artistas famosos como Eugène Boudin, Paul Cézanne, Edgar Degas, Eugène Delacroix, Van Gogh, Monet e muito mais.

Não esqueça de passar no andar superior do museu, onde fica o restaurante, para tirar uma foto clássica dos relógios do Museu d’Orsay.

Compre seu ingresso para o Museu d’Orsay ou aproveite que essa é mais uma das atrações incluídas no Paris Museum Pass.

Roteiro Paris 5 dias - Museu d'Orsay

Torre Montparnasse

Eu sei, eu sei. Já demos muitas opções (algumas até gratuitas) para ver Paris do alto. Mas vai me dizer que você já cansou de apreciar os diferentes ângulos de Paris?

Para complementar essa tarde, depois de visitar o Museu d’Orsay, uma boa opção é pegar o metrô e ir até a Torre Montparnasse.

A torre Montparnasse tem 210 metros e é a segunda mais alta de Paris (perdendo apenas para a Torre Eiffel). Ela está numa localização mais afastada de todos os mirantes que já visitamos, por isso o skyline de Paris visto da Torre Montparnasse é bem diferente dos demais mirantes.

Outra vantagem: a torre Montparnasse fica aberta até boa parte da noite, então ali é um ótimo lugar para ver o por do sol e esperar mais um pouco para ver a Cidade Luz em todo seu esplendor.

Compre seu ingresso antecipado para a Torre Montparnasse em Paris

Dia 4 Roteiro Paris

Roteiro pode ser realizado em qualquer dia da semana. Finais de semana o bairro fica mais movimentado.

Manhã:

  • Moulin Rouge
  • Café des Deux Moulins
  • Cemitério de Montmartre
  • Muro do amor
  • Place du Tertre

Tarde:

  • Basílica de Sacre-cœur
  • Place de Vosges
  • Paradas fotográficas: Le Consulat, Le Vie en Rose, Vignes du Clos, Lamarck – Caulaincourt
Roteiro Paris 5 dias - Moulin Rouge

Montmartre de manhã

Chegou o dia de visitar o bairro mais boêmio de Paris. Montmartre é reduto de artistas, poetas e românticos. Você vai passar o dia subindo e descendo as ladeiras do bairro, enquanto encontra arte e poesia por toda parte.

Não precisa de roteiro definido. Na verdade, fuja deles. Montmartre foi feita pra ser explorada com olhares curiosos. Mais uma vez, flane!

volte mais tarde e assista um espetáculo por lá).

Os fãs da romântica Amelie Poulain vão ficar felizes em fazer uma paradinha no Café des Deux Moulins.

Os cemitérios de Paris são famosos por contarem a história da cidade e guardarem os restos mortais de personalidades que você provavelmente já ouviu falar.

De todos os cemitérios de Paris, o cemitério de Montparnasse é um dos mais fáceis de visitar, exatamente porque vai estar bem no seu caminho nesse dia do roteiro em Paris!

Não esqueça de passar no Wall of Love, um monument em homenagem ao amor. Há centenas de idiomas pra dizer Eu te amo, passe um tempo procurando a frase em português e tire uma foto!

Por fim, encontre o burburinho da Place de Tertre, com artistas, restaurantes, turistas e locais convivendo e explodindo em vibração. Esse é o coração de Montmartre e confesso que almoçar apreciando o movimento faz você sentir a verdadeira Paris por um momento!

Montmartre à tarde

Depois do almoço, chegou a hora de conhecer a estrela de Montmartre. No topo da colina, a imponente Basílica de Sacre-Cœur. A visita é gratuita, você só precisa pagar uma pequena taxa se quiser subir até a torre da igreja. 

Depois de visitar o interior da Basílica, faça uma parada na frente do templo. Ainda em cima das escadarias, pare um momento para apreciar a vista da cidade mais uma vez.

Para terminar o dia, passeie mais um pouco em Montmartre. Vou deixar como sugestão alguns lugares muito fotogênicos no bairro. Se você procurar essas localizações no Instagram, vai ver que são alguns dos lugares mais fotografados de Paris.

  • Fachada do restaurante Le Consulat,
  • Esquina da cafeteria Le Vie en Rose,
  • As redondezas da única vinícola urbana que restou em Paris, Vignes du Clos
  • A entrada de estação de metrô mais fotografada da cidade, Lamarck – Caulaincourt.

Dia 5 Roteiro Paris

Evite: segunda-feira.

Manhã:

  • Catacumbas de Paris
  • Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa
  • Le Bon Marché

Tarde: Bairro Le Marais + bônus

  • Canal Saint Martin
  • Cafeteria charmosa: Boot Cafe ou Merci
  • Place des Vosges
  • Rue Crémieux
  • Paname Brewing Company
Roteiro Paris 5 dias - Catacumbas de Paris

Para esse último dia em Paris, nosso roteiro é totalmente um Paris lado B. Vamos exporar algumas atrações incríveis da cidade, mas que são bem pouco comentadas / divulgadas.

Catacumbas de Paris

Pouca gente sabe que o subterrâneo de Paris esconde muito mais que as linhas de metro da cidade. As catacumbas de Paris são um impressionante complex de túneis e cavernas que guardam os ossos de antigos habitantes da cidade, exumados de cemitérios antigos e milimetricamente organizados nas profundezas da cidade.

A visita é impressionante e revela muitos segredos do passado de Paris. Só duas dicas importantes: leve um casaco, porque apesar de ser no subsolo, é bem frio lá embaixo! E na hora de comprar o ingresso, quem compra online e antecipado paga bem mais caro! A dica é comprar no local, no dia da visita.

Só que lá, a fila geralmente é bem grande e demorada, porque só pode entrar pouca gente por vez. Tente chegar cedo para pegar o primeiro grupo de ingressos, as catacumbas de Paris abrem às 10h todos os dias (exceto segundas-feiras).

Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa

Pegue o metro linha 4 (estação Denfert-Rochereau até a Estação Saint-Placide) para conhecer uma pequena e linda igrejinha de Paris. A Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa pode bem ser considerada um pedacinho do céu em Paris!

Le Bon Marché

Para quem adora fazer compras, Le Bon Marché é uma versão ainda mais refinada das Galerias Lafayette, bem ao lado da Capela da Medalha Milagrosa.

Mas nem só de grifes de roupas, relógios e perfumes vive o Le Bon Marché. O Mercado tem uma enorme variedade de opções gastronômicas. Permita-se provar pequenas porções das delícias expostas na vitrine. Quem sabe almoce por ali, petiscando e bebendo um bom vinho. 

Passe na Le Epicerie de Paris para comer um autêntico éclair. Tudo por ali é um pouco caro, mas vale economizar em outras experiências para ter provar os sabores do Le Bon Marché.

Le Marais

Vamos passar nossa última tarde em Paris passeando no encantador bairro Le Marais. O bairro não é exatamente turístico, mas é muito procurado pelos franceses para curtir bons restaurantes, bares, além de um cenário particularmente encantador.

Mais uma vez, pode passear sem rumo! Deixe as cores e sabores de Le Marais encantar você.

Amantes de Amélie Poulain podem, mais uma vez, encontrar um cenário emblemático do filme no fotogênico Canal de Saint-Martin.

Faça uma parada para um café bem francês em uma das cafeterias do bairro (Merci e Boot Café são muito amor, mas existem muitas outras!)

Dê uma passadinha na antiga Praça Real, hoje conhecida como Place des Vosges. O espaco provavelmente vai estar repleto de parisienses, adultos e crianças, vivendo a cidade.

Uma dica: É inacreditável a beleza de uma foto tirada com os grandes paredões arroseados do palácio como pano de fundo!

Dica bonus #1: Rue Cremieux

Já deu pra perceber que garimpei bastante os lugares mais fotogênicos de Paris para esse roteiro, não é  mesmo?

Pois eu tenho mais um pra acrescentar, e um dos mais lindos entre todos na minha opinião.

A pequena Rue Cremieux é uma rua puramente residencial, que passaria despercebida em qualquer outra cidade. Mas calhou de ser Paris, e de todas as fachadas das casinhas estarem pintadas com a paleta de cores completa!

Cores, charme, Paris: o resultado é que a rua é super procurada por fotógrafos em Paris, em busca de uma foto charmosa do local. Não podemos dizer que os moradores gostam muito dessa pequena invasão, por isso tente ficar longe das portas e janelas – tem pessoas morando ali!

Pra fugir um pouco dos fotógrafos, tente encaixar uma visita à Rue Cremieux bem no comecinho do dia, ou agora, no final do dia!

Dica bonus #2 Paname Brewing Company

Como turistas cervejeiros que somos, não poderíamos fazer um roteiro de Paris sem incluir uma dica de bom lugar pra beber cerveja em Paris, não é?

Pois bem, aqui está: o Paname Brewing Company fica afastado do centro, longe dos olhos de turistas. Mas vale a pena esticar até lá para fechar a visita a Paris com chave de ouro.

Às margens de um canal, escolher uma mesa na varanda do bar vai te dar a oportunidade de um por do sol inesquecível em Paris. Ótimo para os dias de temperature amena.

Se estiver frio, tudo bem. O ambiente interno é ótimo também, as opções de cervejas (locais e convidadas) são fartas e a comida é bem gostosa. Fica a dica cervejeira para o seu roteiro de 5 dias em Paris!

Dica bônus #3 Cosméticos e produtos de beleza

Ah, a França é um dos melhores destinos para quem procura produtos de beleza e cosméticos. Grandes marcas e variedade!

Se esse tipo de produto te interessa, tenho uma dica bacana. Confira esse post do blog No Mundo da Paula, que me inspirou com boas dicas de onde comprar cosméticos na França, de acordo com alguém que morou lá!

Dica bônus #4 Comidas típicas

Gosta de experimentar a comida local? Em Paris, uma imersão gastronômica é quase obrigatória!

Para não perder as dicas do que você precisa provar em Paris, confira esse post do blog Dicas de Paris sobre 25 coisas para comer em Paris.

5 dias em Paris é suficiente?

Amigos, acho que uma vida em Paris não seria suficiente! Mas sabemos que nosso tempo e dinheiro oferecem algumas limitações para a duração das nossas viagens, então um roteiro de 5 dias em Paris é um tempo satisfatório para conhecer o essencial na cidade.

Se você tiver mais um dia, pode optar por fazer um bate e volta no Palácio de Versailles (temos um post com todas as dicas de como ir de Paris a Versailles bem aqui).

Além dessa, existe um tanto de outros destinos bacanas para conhecer num bate e volta de Paris. Algumas opções são a Disneyland Paris, Giverny, Rouen (a cidade de Joana d’Arc), entre outras interessantes cidades francesas – e até Londres, se você quiser ter um gostinho da terra da Rainha.

Gostou das dicas de Paris? Que tal ajudar o blog?

Sabia que você pode ajudar nosso blog? Reserve seu hotel em Paris com os links aqui do site! Você aproveita as ofertas do Booking.com e ainda ajuda muito nosso site – sem pagar nada a mais por isso!

Fotos do post: Pixabay.

Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Marco Dutra disse:

Parabéns ! O roteiro de vcs foi fantástico , vou tentar repetí-lo . Senti falta de Versalhes, vcs não consideraram a vista ?

Oi Marco, fizemos Versalhes no dia que saímos de Paris. Alugamos um carro, fomos em Versalhes e de lá seguimos viagem pelo interior da França.
Temos esses posts sobre a visita ao Palacio de Versalhes Como ir para Versailles: o guia completo saindo de Paris e Palácio de Versailles: tudo sobre a visita
Grande Abraço

Joselma Soares da Silva Melo disse:

Amei conhecer Paris. Cidade encantadora pela arte arquitetônica e bela beleza natural que nós encanta.Seu roteiro ajudará muitos turistas que sonham em visitar essa cidade.
Parabéns!

Mara disse:

O roteiro de 5 dias melhor e mais completo da Web (parabéns).
Minha dúvida é se factível visitar todos esses lugares entrando no Louvre, D’Orsay e L’Orangerie (3/4 horas em cada)

Klécia disse:

Olá Mara! Tudo bem? Que bom que gostou do nosso roteiro. Esse foi exatamente o roteiro que fizemos na nossa primeira viagem para Paris, e nós entramos nos 3 museus que você citou. O L’Orangerie é o menor, acho q 2 horas você consegue cobri-lo. O Louvre nem se ficasse lá o dia inteiro. Ficamos mais ou menos 4 horas, e foi super cansativo e ainda ficamos devendo alguns andares. Foque no que quer ver e tente desapegar do resto (difícil mas necessário). D’Orsay é muito gostoso de passear e lindo, 3-4h creio ser suficiente mesmo, depende do quanto você gostar de lá. Basicamente é isso. Foram 5 dias muito cansativos (mesmo) mas valeu a pena. Abraço e boa viagem!

carol disse:

Nossa, amei as dicas.
Ja fui a Paris, mas sempre descobrimos coisas novas. Ajudou demais a compor meu roteiro.

Oi Carol, Paris é realmente uma cidade incrível, impossível não descobrir coisas novas em cada visita que fazemos por lá! Ficamos felizes que ajudamos a incluir novidades ao seu roteiro.
Abraços e boa viagem!

Karolyne disse:

Muito obrigada por tantos detalhes!! Amei as dicas!

Vanessa disse:

Klecia, eu ameiiii seu roteiro!!! Tem ideia do valor gasto na cidade,sem hospedagem? Obrigada!!!

Oi Vanessa, Os Custos da viagem varia muito dos passeios/ingressos e restaurantes que você escolher durante sua estadia! Nós sempre consideramos uma média de 100 euros por dia por pessoa (já com alguma margem)! Mas esse valor pode variar para mais ou para menos, dependendo das suas escolhas!
Abraços e boa viagem!

Giane disse:

Klécia adorei as dicas para fazer Paris em 06 dias, já estou com viajem marcada, depois postarei
como foi visitar a Cidade Luz

Oi Giane, Que ótimo que nossas dicas te ajudaram a organizar sua viagem! Esperamos seu relato!

Morgana disse:

Oláaaaa! Ainda nem fui para Paris, mas já gostaria de agradecer pelo roteiro! Meu trello está abastecido com boa parte das dicas que você deu. Ótimo post! 🙂

Klécia disse:

Uhuuuu, ficamos felizes demais em ajudar!

Viviane disse:

Amei as dicas!!!

Klécia disse:

Que maravilha Viviane! Boa viagem pra você!