Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas: o Atacama technicolor

Apenas um dia depois de conhecer o Salar de Tara, aquele lugar que se tornou minha principal referência quando penso em beleza no Deserto do Atacama, a gente já estava embarcando para mais uma aventura inesquecível. Parece clichê em se tratando do deserto mais famoso do Chile, mas o tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas veio também recheado de paisagens lindas e ganhou um lugar especial no meu coração.

Cores. Foi nesse dia que avistei as cores mais lindas do Deserto do Atacama. A paleta de cores dos lugares que visitamos em Piedras Rojas e nas Lagunas Altiplânicas não fica devendo a nenhuma aquarela. Cada cenário valeria um quadro, mas como eu não sei pintar, vou mostrar essas belezas em forma de fotos, combinado?

Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas: o Atacama Technicolor

Quem gosta um pouquinho de cinema deve saber que o Technicolor foi uma técnica de coloração cinematográfica. As películas eram trabalhadas para dar bastante saturação nas cores. Quando for sua vez de embarcar para esse passeio, se prepare para ir das telas de cinema direto para as paisagens do deserto. Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas é um show a parte de cores intensas e únicas por todo lado!

Saímos cedinho, por volta das 7:30h, com nosso guia da agência BaseCamp (que acumulava as funções de guia e motorista do grupo) e mais 8 turistas prontos para enfrentar mais um dia de aventura no deserto. Embora as condições do tour Piedras Rojas não sejam tão extremas quanto o Salar de Tara, a gente também chega a mais de 4000 metros de altitude em um passeio de dia todo, com temperaturas que vão do sol de derreter até o vento de congelar. Mais um dia para sair de casa preparado para todas as temperaturas!

Viajamos um bom tempo na Ruta 23, mas agora para leste de San Pedro de Atacama, no caminho para a fronteira do Chile com a Argentina.

Vai viajar para o Chile? Faça sua cotação de seguro viagem com a Seguros Promo e aproveite o desconto de 5% com o cupom FUISERVIAJANTE5 (link afiliado).

Salar do Atacama: nossa primeira parada

Aqui tivemos uma surpresa. A maioria dos grupos segue direto para Piedras Rojas, parando em um ponto da estrada para o café da manhã. Mas nosso guia tinha escolhido um lugar especial para nosso ‘desayuno’. Ele estacionou o carro e quando vimos, estávamos no Salar do Atacama!

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Bem diferente do Salar de Tara, o Salar de Atacama oferece uma pequena estrutura para visitantes. Ele é gerenciado por uma comunidade local e tem entrada paga (2500 pesos chilenos por pessoa), por isso oferece uma pequena estrutura para visitantes, como banheiros e canteiros delimitados para passeios dentro da área protegida.

Tivemos uma pequena conversa sobre a importância desse ecossistema para a região do Atacama, mas nada muito longo. Nosso guia voltou para a van para preparar nosso café da manhã e a gente foi circular pelos canteiros do Salar de Atacama. O trajeto é auto-explicativo, com placas que indicam por exemplo a localização e formação geológica dos vulcões da região, além de um pequeno aquário com artêmias, pequenos crustáceos de mais ou menos 1cm de comprimento, que são a base alimentar dos flamingos.

Por falar em flamingos, o Salar de Atacama fica dentro da Reserva Nacional Los Flamencos. E a verdade é que esses curiosos animais são a grande atração do Salar de Atacama. Caminhando, chegamos bem perto da Laguna Chaxa, povoada de artêmias – e de flamingos, claro!

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Tivemos sorte, nosso guia nos ajudou a diferenciar os três principais tipos de flamingos do Atacama, o flamingo andino, o flamingo de James e o flamingo chileno. Quando a câmera já estava cheia de fotos dessas criaturas lindas, voltamos para a van para o café da manhã oferecido pelo tour, que incluía pães, frutas, pasta de abacate, geleia, café e chá. Que bela maneira de começar o dia!

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Salar de Atacama - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas: um susto e muitos tons de vermelho

Mais um bocado de estrada e chegamos em Piedras Rojas. O local já estava bem cheio, com muitos carros parados numa espécie de estacionamento improvisado na natureza. Nosso guia nos alertou para ter cuidado: caminhar com atenção porque o terreno em Piedras Rojas é traiçoeiro. De repente terra firme, de repente uma terreno instável que pode te engolir até o pescoço.

A gente escuta e pensa: o guia está exagerando, claro. Saímos da van e fomos surpreendidos pelo vento forte e gelado e pela tonalidade contrastante do chão avermelhado com aquela água de um azul que só encontrei ali. Fomos andando mais pra perto da água, nos encantando e distraindo com as belezas das montanhas cobertas com um restinho do gelo daquela primavera que estava só começando. A gente já estava bem pertinho quando vrááá… O chão engoliu Rafa até o joelho! Foi preciso muito cuidado para sair dali, porque cada passo sem apoio externo só colocava ele mais para dentro da lama.

Quando enfim ele conseguiu sair, foi hora de limpar toda a calça cheia de lama. Sorte que ele estava com a bota impermeável que manteve os pés secos apesar de tudo. Também foi hora de ouvir um sonoro “eu avisei” do nosso guia!

Mas o susto passou e era hora de aproveitar esse cenário incrível. Mas para que palavras, se eu posso tentar mostrar a magia de Piedras Rojas em fotos?

Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Piedras Rojas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Lagunas Altiplânicas: poesia em cores

Viajamos para o Atacama em setembro. O gelo ainda estava derretendo com o calor da primavera que chegava e foi incrível ver os contrastes da paisagem que florescia em meio a restinhos de neve. Não demos sorte, chegamos uma semana antes da estrada para as famosas lagunas Miscanti e Miniques voltarem a receber visitantes com o fim do inverno. Mesmo assim, as lagunas altiplânicas não ficaram de fora do nosso roteiro!

Nosso guia nos levou para conhecer algumas outras lagunas nessa região do altiplano clineno, que já estavam abertas para visitação. Rapidinho minha frustração por não visitar as clássicas Miscanti e Miniques foi completamente superada pela beleza daquelas montanhas, pela paz e pelo silêncio nas margens daquelas paisagens desertas. Um paraíso, um pequeno oásis de beleza dentro desse universo, que parece mais incrível a cada dia no Atacama.

Lagunas Altiplânicas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Lagunas Altiplânicas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Lagunas Altiplânicas - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Toconao: uma última surpresa

O passeio tradicional acaba aqui. Passamos no marco do Trópico de Capricórnio para fotos e para dar uma olhada no lugar onde supostamente passava a lendária  trilha inca.

Trópico de Capricórnio - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Mas isso vem depois do almoço, incluído no tour. Nosso grupo dividiu a mesa em um pequeno restaurante perdido no meio da estrada, que era gerenciado por uma família com uma horta própria protegida por uma estufa no meio do deserto – essas surpresas do Atacama.

Conversamos sobre o mundo, de onde viemos e para onde íamos em seguida – nós 10 e o nosso guia-motorista. Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas foi o único tour que fizemos no Atacama que só tinha Rafa e eu de brasileiros. Foi bom para ouvir e aprender mais sobre o mundo, desde a Áustria e Estados Unidos até a quase vizinha Valparaíso.

Mas nosso guia nos reservava uma última surpresa. No caminho de volta, paramos em Toconao, um pequeno povoado que parece não esconder grandes surpresas. Uma praça com uma pequena igreja, casinhas de adobe, pessoas vivendo suas vidas no deserto.

Toconao - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Toconao - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Mas sabe qual foi a parte boa dessa parada surpresa? Mais conversa boa com os nossos amigos viajantes e com o povo de Toconao. Um sorvete numa tarde quente, num banquinho protegido do sol. Uma ‘caça à alpaca’, que descobrimos ser a tímida moradora de uma casa com quintal no fim da rua. Boas memórias de viagem para levar desse tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas!

Toconao - Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Mas depois de Toconao, acabou mesmo o dia. O guia-motorista nos levou de volta para San Pedro de Atacama. Chegamos no centro no final da tarde, a tempo de um croissant delicioso em La Franchuteria, a melhor padaria francesa que já encontramos em um deserto – haha!

Dicas para ajudar na sua visita:

Quanto custa o tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Atacama?

Compramos o tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas com a agência BaseCamp Andes Wild Adventures (Toconao 492), em San Pedro de Atacama. Pagamos CLP 35000 por pessoa pelo tour, mais CLP 2500 por pessoa para entrar no Salar de Atacama. Nós não fizemos, mas para quem vai visitar também as Lagunas Altiplânicas Miscanti e Miniques, paga-se CLP 5000 por pessoa de entrada.

O valor do tour conseguimos com desconto na agência, por fecharmos todo o pacote de passeios com eles. O valor sem desconto é de CLP 45000 (setembro / 2017).

Para mais detalhes, veja o post sobre os custos de viagem para o Deserto do Atacama.

Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

O que levar para o tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

Esse não é o tour mais extremo do Atacama, embora as condições sejam bem drásticas. Vai ter mais de 4000 metros de altitude então prepare o fôlego! Também pode esperar muito vento gelado e calor ao longo do dia. O passeio dura o dia inteiro então é bom ir preparado. Veja a lista de essenciais para levar no tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas:

  • 1 litro de água por pessoa
  • lanches (o passeio dura o dia todo, mas inclui café da manhã e almoço)
  • protetor solar, óculos escuros
  • bota impermeável e roupa confortável (pra quando estiver sol e super quente!)
  • Casaco corta-vento, touca e luva
  • chapéu (ou outra coisa que proteja a cabeça)
  • dinheiro para pagar as taxas de entrada nas atrações

Também é bom levar papel higiênico e alguns remédios para alguma emergência, lubrificante ocular e hidratante labial. E lembrar de sempre recolher todo o lixo, ok?

Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas no Deserto do Atacama

Turismo consciente em Piedras Rojas – e no mundo!

Atenção, galera! O ecossistema em Piedras Rojas é muito sensível. Toda essa região é área de proteção ambiental e precisa ser preservada para manter o equilíbrio do ambiente.

Recentemente, tivemos um problema com um brasileiro que decidiu praticar kitesurfe em Piedras Rojas. Ainda nesse mesmo dia, alguém decidiu pixar as pedras vermelhas. Por conta dessas ações, a atração Piedras Rojas foi fechada para turistas e assim permanece até hoje.

Esperamos que o ecossistema local se recupere logo! E que a gente aprenda a respeitar e conviver em harmonia com essa natureza maravilhosa que nos oferece tanto beleza!

 

* Nossas dicas te ajudaram? Que tal reservar seu hotel aqui pelo site? Somos parceiros do Booking.com! Este post contém links afiliados dos hotéis que nos hospedamos em San Pedro de Atacama (Restaurante e Residencial Chiloé) e Santiago do Chile (Chili Pepper Hostel). Reservando por esses links, você não paga nada a mais e nós recebemos uma pequena comissão do Booking.com. Isso ajuda a financiar as despesas do blog! Se quiser dar uma olhada em outros hotéis nas cidades que nos hospedamos pelo Chile, pesquise e reserve por esses links: San Pedro de Atacama | Santiago do Chile. A gente agradece! 🙂

Quer saber mais sobre nosso mochilão pela América do Sul?

Veja aqui todos os posts do Fui Ser Viajante no Chile!

 

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Fernanda Cristina disse:

Olá Klécia! Estarei indo pro Atacama de carro, vindo da Argentina, e como já vamos estar com carro, queria saber se conseguimos fazer esse tour sem agência e sem guia, só pagando as entradas. O que você acha? Abraço! E parabéns pelo blog!

Klécia disse:

Oi Fernanda, esse tour dá sim pra ir de carro e sem guia, só colocar no GPS. No entanto, tome cuidado com o lugar de estacionamento. Como falei no post, tem uma área de solo bem instável, e vocês podem acabar atolados se forem com o carro pra muito perto das lagunas. Melhor parar longe e ir andando 😉

Olá, amei todos os posts sobre o Atacama!!! Estava assustada com o preço das agências, mas vi que dá para fazer os mesmos passeios, por valores menores. Vou procurar a agência BaseCamp. As refeições dela são boas?? Obrigada mais uma vez!

Klécia disse:

Oi Larissa! Foram bem boas sim! Tudo bem servido e gostoso! Nós aprovamos 🙂

Que passeio mais lindo! Eu queria muito ter conhecido, mas era um dos mais caros e tive que deixar pra próxima. Tô doida pra voltar ao Atacama e fazer esse e outros rolês que tive que cortar da lista em 2015.

Lindo demais!

Klécia disse:

Esse lugar é surpreendentemente incrivel <3

post maravilhoso, a Atacama é algo que tirar o fôlego e simplesmente deslumbrante. gostei demais, como sempre. o meu abraço, Klécia.

Klécia disse:

Muito obrigada pelo carinho e pela visita, amigo! Atacama realmente é de sonhar!