Palácio Barolo em Buenos Aires: o prédio mais curioso da cidade!

Quem acompanha o blog sabe que eu sou completamente apaixonada por arquitetura, arte e literatura. Agora imagine poder juntar todas essas paixões em um único passeio? Isso é possível na visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires. E se você nunca ouviu falar desse prédio, se prepare!

O Palácio Barolo é um dos edifícios mais bonitos e curiosos de Buenos Aires. E quem faz a visita ganha de bônus uma vista 360 graus da cidade quando chega lá em cima!

Leia também: O básico de Buenos Aires: um roteiro de 3 dias

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Palácio Barolo em Buenos Aires: um pouquinho de história

A imponente construção chama atenção de quem passeia pela Avenida de Mayo, no coração de Buenos Aires. Não é pra menos, já que na época de sua inauguração (1923), o Palácio Barolo era o prédio mais alto da cidade e da América do Sul.

O arquiteto italiano Mario Palanti foi o responsável pela obra, construída a pedido do empresário têxtil Luigi Barolo. E a ideia nunca foi economizar na obra. O prédio do Palácio Barolo é puro luxo, por dentro e por fora!

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

O Palácio Barolo em Buenos Aires tem 24 andares, sendo 22 pisos e 2 subsolos. Foi o primeiro prédio de concreto armado a atingir 100 metros no mundo! O prédio foi equipado com 9 elevadores, 2 duas quais eram ocultos, para uso exclusivo de Barolo. No topo do edifício, foi colocado um farol giratório com mais de 300.000 luzes, que podia ser visto desde o Uruguai, do outro lado do Rio de la Plata. Impressionante, hein?

Reserve hotéis com desconto em Buenos Aires

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Um livro que virou edifício: A  história da Divina Comédia e o Palácio Barolo

Tanto Palanti quanto Barolo eram grandes admiradores do livro A Divina Comédia, a obra mais famosa do poeta italiano Dante Alighieri. Por conta disso, o prédio foi idealizado para conter várias analogias e referências a essa obra clássica da literatura. 

Veja algumas curiosidades que relacionam o livro e o Palácio Barolo em Buenos Aires:

– O Palácio Barolo tem 100 metros de altura. Esse é o número exato de cantos que tem o poema da Divina Comédia.

– Os 22 pisos do Palácio Barolo representam o número de estrofes dos versos na Divina Comédia.

– As nove abóbadas que dão acesso ao prédio do Palácio Barolo representam as nove etapas de iniciação e as nove hierarquias infernais da Divina Comédia.

– Na Divina Comédia, Dante Alighieri descreve o caminho de sua alma passando por estes três estágios: Inferno, Purgatório e Céu. Isso também está representado na arquitetura do Palácio Barolo em Buenos Aires, com seus andares divididos em três grandes grupos. A arquitetura dos andares inferiores se relaciona com o inferno, os andares do meio fazem referência ao purgatório e os andares superiores representam o céu.

Leia também: Buenos Aires além do básico: roteiro estendido de 5 dias ou mais!

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Como funciona a visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires?

Depois de pagar os bilhetes da visita guiada ao Palácio Barolo no guichê do andar térreo, nosso tour pelo palácio começou. A visita tem um tom teatral e é cheia de curiosidades e muita história.

O Inferno

A primeira parada é ali mesmo no térreo, onde a guia nos mostrou as principais referências ao inferno que estão presentes nos pisos inferiores do Palácio Barolo.

Os andares “do inferno” são mais espaçosos, com o pé direito muito alto, representando que é mais fácil viver em pecado. É também nos pisos inferiores que você vai encontrar os elementos arquitetônicos mais luxuosos do Palácio Barolo em Buenos Aires, como lustres, gárgulas e colunas cheias de detalhes.

No piso do andar térreo, existem detalhes em metal e vidro que representam chamas de fogo que nunca param de queimar no inferno. Nas paredes, várias inscrições em latim, retiradas da Bíblia e da Divina Comédia.

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

O Purgatório

Nosso grupo de visita guiada seguiu de elevador para o terceiro piso do Palácio Barolo em Buenos Aires. O Purgatório está representado dali do 3o até o 14o andar do Palácio Barolo.

É no purgatório que nossa alma começa a pagar pelos pecados. Por isso, esses andares receberam menos ornamentos estruturais. Logo percebemos que o hall principal do terceiro andar é bem mais estreito que o do piso térreo. Tudo planejado para mostrar que é preciso “sofrer” para ascender até o céu.

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

O Céu

Novamente pegamos o elevador, agora para o 14o piso do Palácio Barolo, onde temos acesso à escadaria que leva até o “céu”. É preciso que a alma padeça e sofra bastante, sendo redimida de todos os seus pecados para chegar lá.

Por conta isso, os andares superiores são muito estreitos! Em alguns pontos, a escadaria é tão apertada que só passa uma pessoa, por vezes tendo que se abaixar.

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

A recompensa principal vem quando chegamos lá em cima. No topo da escadaria está o imenso farol (que foi reformado recentemente em comemoração ao Bicentenário da Independência Argentina). Por analogia, ele representa os “Nove Coros Angelicais” descritos na Divina Comédia.

Toda a cúpula do farol é cercada por vidro, o que garante a vista. Só é meio apertado lá em cima, então o grupo teve que se dividir e não dava pra ficar muito tempo lá em cima.

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Buenos Aires do Alto: vista 3600 do alto do Palácio Barolo

Mas o melhor de chegar no céu, com certeza, é a vista!

Mas um pouco antes de chegar no último andar do Palácio Barolo em Buenos Aires, fazemos mais uma parada, agora num pequeno hall cercado de janelas. Dali, já temos uma vista privilegiada de Buenos Aires. Arrisco dizer que é uma das vistas mais bonitas da cidade!

Do alto do Palácio Barolo, é possível admirar os arredores da Praça do Congresso, a Avenida de Mayo e muito mais. Um panorama em 360o em torno do edifício!

Vale a pena fazer a visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires só pra chegar lá em cima e admirar a paisagem!

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Outros destaques da visita guiada ao Palácio Barolo

Desde até a sua inauguração e até hoje, o Palácio Barolo permanece como um prédio comercial em Buenos Aires, cheio de escritórios. Durante o tour, fazemos uma parada em um desses escritórios, que está mobiliado e decorado como na época da inauguração do prédio. Se você gosta de história, essa é uma parte bem curiosa da visita!

Não esqueça de comprar o seguro viagem antes da sua viagem internacional. É um investimento que evita muita dor de cabeça! Faça uma cotação com a Seguros Promo e aproveite 5% de desconto com o cupom FUISERVIAJANTE5. Ah, e quem paga no boleto ainda ganha mais 5% 😉

Outro destaque fica por conta da visita à sacada externa do Palácio Barolo, de onde podemos admirar a enorme parede de azulejos verdes que decora o exterior do edifício e, lá em cima, a cúpula com o farol!

Vista da cidade - Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Vale a pena fazer a visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires?

Esse foi um dos passeios mais interessantes que fizemos em Buenos Aires. Amantes de fotografia, arte, literatura e arquitetura não podem deixar essa atração de fora do roteiro! A visita guiada ao Palácio Barolo dura cerca de uma hora e é realizada em vários dias e horários (confira informações atualizadas no site da Barolo Tours).

Nós fizemos o tour no sábado à tarde, mas também existem opção de tour fotográfico, tour noturno e tour de ano novo no Palácio Barolo em Buenos Aires. 

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Gostou da história do Palácio Barolo? Descobrimos mais algumas curiosidades!

O Palácio Barolo foi inaugurado precisamente no dia  7 de junho, aniversário de Dante Alighieri. Barolo era tão aficcionado pelo artista italiano que mandou construir, no hall de entrada do Palácio Barolo, uma cripta em forma de condor, que representava Dante sendo elevado ao Paraíso.

A ideia era que ali fossem depositadas as cinzas do poeta, que seriam transportadas para Buenos Aires para escapar da guerra na Europa. Mas isso nunca chegou a acontecer e os restos de Dante permanecem até hoje em Ravena, na Itália.

A obsessão era tanta que há quem diga que até o local da construção foi cuidadosamente escolhido. O Palácio Barolo está no décimo terceiro quarteirão da Avenida de Mayo, o que se relaciona com a época em que A Divina Comédia foi escrita, no início dos anos 1300.

Visita guiada ao Palácio Barolo em Buenos Aires

Além de tudo isso, o projetista Palanti também usou inspirações indianas como referência para o Palácio Barolo, como o Palacio de los Vientos em Jaipur e o Templo Rajarani, em Bhubaneshvar.
E se você já foi a Montevidéu, deve se lembrar do bonito Palácio Salvo, na Plaza Independencia. Ele também foi projetado por Mario Palanti e inaugurado em 1928, 5 anos depois da inauguração do Palácio Barolo. Os dois edifícios são considerados prédios gêmeos, separados pelo Rio de La Plata. Supostamente, era até possível se comunicar com eles, usando o farol no topo do prédio. Bacana, né?

Visita Guiada ao Palácio Barolo

Site oficial do Palácio Barolo | Site da Palácio Barolo Tours
Endereço: Av. de Mayo, 1370, Monserrat, Buenos Aires.
É possível agendar a visita previamente, pelo e-mail (info@palaciobarolotours.com). No entanto, o pagamento é realizado no local no dia do tour guiado, somente em dinheiro (pesos argentinos).
Post publicado em: 3 de março de 2017.
Atualizado em: 11 de setembro de 2018.
Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Analuiza disse:

oi Klécia… Acredita que, em minha última visita a Buenos Aires fomos ao Barolo para fazer a visita guiada, mas chegando lá, surpresa desagradável e frustrante: só aceitava peso argentino e como era fim do dia já não tínhamos mais dinheiro e as casas de câmbio já tinham fechado?!. Quase chorei!!!

Outro fato curioso: encontrei uma amiga bem aí, neste mesmo dia (que também não tinha pesos suficientes para trocar conosco) e que mal encontro em Salvador?! rsrs Ela fez a visita.

Eu sou uma fã da Divina Comédia e da trajetória de Dante. Embora só tenha lido o Inferno até agora, considero uma obra espetacular!!! Só uma cabeça genial poderia ter produzido algo como aquilo.

O Barolo não te lembrou o Salvo em MVD?!

Eu já tinha muita vontade de ver o Barolo por dentro e depois do que li aqui, de todos estes detalhes incríveis e linda vista desta cidade que tanto gosto, tenho certeza de que quando voltar a BUE esta visita será uma prioridade!!!

beijocas

Klécia disse:

Ana,certeza que você gostará demais das histórias desse palácio. Que azar essa do dinheiro. Espero que você retorne em breve para passear pelos corredores mais misteriosos de BsAs.
Ana, o Palácio Salvo, na Plaza Independencia e o Barolo foram construídos pelo mesmo arquiteto, e são considerados prédios-irmãos. Dizem até que um farol existia no topo do Salvo, para se comunicar com o farol no topo do Barolo. Achei bem bacana! 🙂

Ester disse:

Antes de mais, muito obrigada pelo teu comentário no meu blog, Klécia!
Tal como tu sou uma apaixonada por história e literatura e (com alguma vergonha), confesso que nunca tinha ouvido falar deste opulento palácio! Adorei ler o relato da visita guiada e a descrição da decoração, dos pormenores e dos detalhes em referência à Divina Comédia! Parece ser lindíssimo!!

Klécia disse:

Muito obrigada a você, Ester! Fico feliz que tenhas gostado!

Joselma Soares da Silva Melo disse:

Amei essa reportagem, nunca tinha ouvido falar desse palácio.
Interessante para todos os viajantes, visitá-lo.

Klécia disse:

É muito lindo! Tanto o prédio quanto sua história! Merece mesmo a visita!

Carol Miranda disse:

Sou apaixonada por visitas guiadas e já anotei sua dica. Este passeio pareceu tudo de bom!

Klécia disse:

É tudo de bom sim! 🙂

Fui duas vezes em Buenos Aires e confesso que não conhecia o prédio e não sabia da visita guiada.
Achei super interessante! Com certeza vou incluir no roteiro na próxima vez.

Klécia disse:

Tomara que consiga visitar, Juliana! Vale a pena!

que vista genial essa do centro antigo! Esse edifício é um dos mais bonitos que já vi, bastante interessante a história por traz dele, uma pena não tê-lo visitado por dentro, fica pra próxima!

Klécia disse:

Å história dele é mesmo incrível Flávia! Fora que é muito lindo né?

Keul Fortes disse:

Nossa, adorei esse Palácio. Na próxima vez que eu for a Buenos Aires quero conhecer. A vista do alto é linda demais. Fiquei encantada! Parabéns pelo post.

Klécia disse:

A vista lá de cima é espetacular!

Adriana Magalhães Alves de Melo disse:

Que máximo, já fui a Buenos Aires trocentas vezes e não conhecia. Que interesante a escada estreita para chegar ao céu. É isso mesmo. Adorei o conceito do prédio.

Klécia disse:

Bem a calhar o formato da escada né? hehehe

Leo Vidal disse:

Preciso voltar a Buenos Aires e explorar mais o “fora do óbvio” e adorei a dica do Palácio Barolo. Parabéns pelo post completo.

Klécia disse:

Obrigada leo! Buenos Aires sempre tem mais alguma coisa a desvendar 🙂

Marcia disse:

Klecia, que dica legal! Nunca tinha ouvido falar desse prédio,acho que eu adoraria o passeio. Obrigada por compartilhar.

Klécia disse:

Que legal Marcia! Eu gostei muito mesmo, pra quem curte arquitetura e história é imperdível!

Lid Costa disse:

Adorei essa vista! Quando fui a Buenos Aires não conheci o Palácio Barolo, já coloquei aqui na lista para a próxima vez. Obrigada pelas dicas!

Klécia disse:

Vale a pena Lid! Tô torcendo pra que você consiga visitar!

paloma disse:

Prédio tem lindo. Também Sou fã de arquitetura e inclusive sou tecnica edificações e me apaixonei pela arquitetura. Sempre busco em minhas viagens conhecer locais assim. Inspirador!

Klécia disse:

Então certeza que você ia amar o palácio, Paloma! Tomara que você consiga visita-lo um dia!