Roteiro de carro em Portugal: de Lisboa a Porto em 10 dias

Lisboa a Porto de carro | Confesso que Portugal era um destino-desejo há muito tempo. Um país que tem uma história tão conectada com o Brasil, que fala a mesma língua… Quanto dos costumes e da cultura brasileira nasceu da influência portuguesa?

Pelos anos de escola e com a TV, a gente tem uma imagem idealizada dos nossos colonizadores, mas seria esse o mesmo Portugal que a gente encontra do lado de lá do oceano? Eu mal podia esperar para ver!

Queria muito viver a experiência de conversar com os portugueses, saber o que eles achavam do Brasil.

Também queria ter um gostinho das principais rotas culturais e tradições do país, para fazer um verdadeiro mergulho na história portuguesa, sabe?

7 maravilhas de Portugal: definindo nosso roteiro de Lisboa a Porto

Quando comecei a planejar essa viagem, descobri na internet uma lista com as 7 maravilhas de Portugal. Os portugueses votaram para escolher seus favoritos em diferentes categorias: natureza, gastronomia, praias, aldeias, doces…

Tem uma lista pra cada e confesso que fiquei horas lendo onde encontrar cada uma delas.

Infelizmente vi que algumas dessas listas seriam difíceis de visitar em apenas 10 dias em Portugal.

Mas fiquei muito satisfeita ao descobrir que eu poderia cumprir duas: as 7 maravilhas dos monumentos históricos e as 7 maravilhas dos doces portugueses.

Pastéis de Belém: pontos turísticos de Lisboa
Foto: Fui Ser Viajante

Pronto, peguei o mapa e fui fazendo a rota de Lisboa a Porto, marcando onde ficavam os monumentos mais relevantes do patrimônio arquitetônico português, e também quais os doces que eu precisava provar e onde encontrá-los.

Você sabia que cada cidade portuguesa tem sua própria tradição doceira, e que de norte a sul, você pode provar um tanto de receitas diferentes?

E foi assim que eu defini a base desse roteiro de 10 dias em Portugal, escolhendo fazer uma viagem de carro de Lisboa a Porto, definindo quais cidades e atrações visitar e quais doces provar.

Eu fiquei apaixonada por tudo que vi e provei nessa viagem. Espero que essas dicas também te ajudem a conhecer e se apaixonar por Portugal, como aconteceu com a gente!

De Lisboa a Porto: roteiro de 10 dias em Portugal

Para esse roteiro de Lisboa a Porto, nosso vôo de ida e de volta foi pelo Aeroporto de Lisboa.

Mas você também pode realizar esse roteiro sem problema (até mais facilmente) se você fizer a chegada por Lisboa, e a volta pelo Porto (ou vice-versa).

Dia 1: Lisboa

Com nosso vôo chegando na madrugada em Lisboa, a gente já conseguiu aproveitar o primeiro dia inteiro em Lisboa.

Como estávamos viajando em 3 pessoas (Rafa, eu e minha mãe), decidimos alugar um apartamento para economizar na hospedagem.

Onde se hospedar em Lisboa?

Dica de hotel em Lisboa: Hello Lisbon Marquês de Pombal

Para começar essa jornada de Lisboa a Porto, escolhemos o Hello Lisbon Marquês de Pombal, que fica bem perto do Parque Eduardo VII em Lisboa.

Essa região é bem residencial em Lisboa, com muitos mercados e outros serviços nas redondezas.

Como chegamos de madrugada, a comodidade do self-checkin foi essencial. Dormimos um pouco e saímos cedo para começar o primeiro dia em Lisboa.


Para tomar café, fomos até uma unidade da Padaria Portuguesa, que ficava bem pertinho. Essa rede tem várias filiais pela cidade e ótimos produtos. Já dá pra começar o dia com um pastel de nata ou um delicioso Pão de Deus.

Nesse primeiro dia em Lisboa, decidimos fazer um roteiro histórico pelo centro antigo da cidade.

Visitamos atrações como o Elevador de Santa Justa, a Praça do Rossio, a Praça da Figueira, andamos no tradicional bonde 23 até o Miradouro Portas do Sol, onde desembarcamos para visitar o Castelo de São Jorge e caminhar pelo delicioso bairro de Alfama.

Miradouro Portas do Sol: o que fazer em Lisboa
Foto: Fui Ser Viajante

O dia ainda rendeu mais passeios pelo bairro do Chiado, a Praça do Comércio e depois fomos caminhando pela orla até o Cais do Sodré, terminamos o rolé no Time Out Market para fechar o dia.

Jantamos um bacalhau delicioso no mercado de produtores e de sobremesa teve um pastel de nata em outra casa muito tradicional de Portugal, a Manteigaria.

Foi um dia cheio, e vai ter um post exclusivo para contar nosso rolé completo pelos bairros tradicionais do centro de Lisboa. Fiquem ligados.

Dia 2: Lisboa

Nosso segundo dia em Lisboa foi todo dedicado a Belém, um dos bairros mais famosos da cidade e onde estão algumas das atrações mais desejadas do nosso roteiro pelas maravilhas de Portugal.

Em Belém, você pode visitar dois monumentos da lista das 7 maravilhas de Portugal: a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos.

O que fazer em Lisboa: pontos turísticos de Lisboa
Foto: Fui Ser Viajante

Também pode provar o doce mais tradicional de Lisboa, quiçá de Portugal: o famoso pastel de Belém produzido na Fábrica dos Pastéis de Belém. Conta a tradição que o resto é tudo pastel de nata, pastel de Belém só esse aqui, o original.

Você pode deixar um dia inteiro, ou metade de um dia para conhecer Belém. Para ver todas as atrações que visitamos no bairro, confira nosso post com dicas de o que fazer em Belém, Lisboa.

Na volta, aproveitamos para visitar o LX Factory, uma antiga fábrica que foi transformada num enorme espaço criativo a céu aberto, com artistas, exposições, lojas de decoração e restaurantes descolados em Lisboa. Vale conhecer.

Dia 3: Lisboa / Cascais

Começamos nosso último dia em Lisboa visitando uma atração que ficava bem pertinho do nosso hotel: o Parque Eduardo VII.

Tiramos fotos no mirante do parque e aproveitamos uma caminhada também no parque vizinho, o Jardim Amália Rodrigues, que tem algumas estátuas de Botero expostas no jardim.

Nesse dia, pegamos o carro. Foi a primeira vez que precisamos nos deslocar e não usamos metrô ou fomos a pé. Fomos até o Centro Comercial Vasco da Gama, para passear no teleférico de Lisboa, que fica na região revitalizada para a Feira Internacional de Lisboa (Expo98).

Teleférico de Lisboa e Parque das Nações: o que fazer em Lisboa
Foto: Fui Ser Viajante

Essa parte da cidade é bem bonita e moderna, diferente da Lisboa histórica. Caminhar entre os edifícios dessa região te dá uma outra perspectiva da cidade. Lá também fica o Oceanário, o Cassino e um centro de convenções.

Ainda voltamos para perto do centro de Lisboa, para visitar a Casa dos Bicos, um antigo casarão de grande importância histórica para Lisboa – e onde hoje funciona a Fundação José Saramago.

Esse dia foi o mais “fora de tom” do roteiro, porque as atrações ficavam bem distantes umas das outras (e estacionar na rua do centro de Lisboa não é lá muito fácil, a dica é parar nos estacionamentos).

Mas eram lugares que eu queria muito conhecer, por isso ficou assim.

O que eu recomendo para você que está montando seu roteiro de Lisboa a Porto é pensar se você quer realmente conhecer essas atrações mais afastadas ou se vale a pena montar um roteiro mais “fácil” para o último dia em Lisboa, que dê pra fazer a pé.

Como as malas já estavam no carro desde quando saímos do hotel pela manhã, depois de visitamos a Casa dos Bicos pegamos a estrada para sair de Lisboa.

Seguimos na direção de Cascais, onde a gente ia pernoitar essa noite.

Mas antes de chegar no hotel, já aproveitamos o carro para visitar duas atrações famosas da cidade e que ficam longe do centro: o Cabo da Roca e a Boca do Inferno.

Onde se hospedar em Cascais?

Dica de hotel em Cascais: Cascais Jasmim Doce

O hotel que nos hospedamos em Cascais ficava longe do centro, mas foi uma escolha maravilhosa.

A família que nos recebeu era muito simpática, e o enorme casarão parecia uma antiga escola, ou casa de artes. Era lindo e muito tradicional, com azulejos maravilhosos.

Ficamos em um quarto para três pessoas, mas era tudo muito acolhedor e nos atendeu muito bem. A hospedagem não incluia café da manhã.

Dia 4: Cascais / Sintra

Cascais é um balneário adorado pelos portugueses, que fica bem perto de Lisboa. Em cerca de 30 minutos de carro, você já chega na cidade e pode aproveitar o clima de vilarejo praiano e ruas charmosas.

Foi um dos destinos que eu mais gostei nessa viagem, e onde eu certamente passaria mais tempo se pudesse.

Marina de Cascais, Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

Mas para caber dentro de um roteiro de 10 dias de Lisboa a Porto, dá pra conhecer o melhor de Cascais em um dia. Visitamos o centro, passeamos na orla, conhecemos a antiga cidadela e a marina de Cascais.

Nosso post sobre o que fazer em Cascais em 1 dia está super completo e é ideal para quem está planejando um roteiro pela cidade.

Saímos de Cascais no meio da tarde, em direção a nossa próxima parada: Sintra. Mas na estrada, fizemos duas paradas interessantes:

A Casa da Guia (um encantador centro comercial onde fizemos um almoço tardio no restaurante Paladar da Guia, com vista para o mar) e a Praia do Guincho (para admirar o litoral de mar bravo e absurdamente lindo).

Onde se hospedar em Sintra?

Dica de hotel em Sintra: Casa de Hóspedes Dona Maria Parreirinha

Uma hospedagem básica, sem luxo mas segura e confortável, além de ser bem perto do centro histórico de Sintra.

Como chegamos em Sintra ainda com luz do dia (vantagens de viajar no verão, que tem dias mais longos), aproveitamos esse mesmo dia para já visitar uma das atrações mais visitadas da cidade, e uma das 7 maravilhas de Portugal: o Palácio Nacional da Pena.

O que fazer em Sintra Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

Ficamos cerca de duas horas lá. O Palácio não é muito grande, e deu pra conhecer todo o edifício. O que lamentei é que, com o sol se pondo e a atração fechando, não deu pra explorar os jardins e o exterior do palácio do jeito que eu gosto.

Hoje, deixaria essa atração para visitar no dia seguinte, sem pressa. E reservaria 2 dias inteiros para ficar em Sintra, que não fosse final de semana.

A cidade tem muito a oferecer (mesmo)! São muitas atrações, mas elas ficam distantes umas das outras, você gasta tempo com deslocamento.

E infelizmente, como visitamos em um final de semana, pegamos a cidade lotada de turistas (especialmente gente fazendo bate-volta de Lisboa).

À noite, ainda fomos dar uma volta pelo centro histórico da cidade – que estava bem movimentado. Jantamos no Tasca Saloia, uma bodega bem tradicional perto do Palácio de Sintra.

Inclusive, é interessante visitar o pátio desse palácio quando começa a escurecer e os turistas vão embora. Ótimo momento para conseguir boas fotos por lá!

No blog tem post com dicas de O que fazer em Sintra (para quem quer fazer bate e volta, ou passar 1, 2 ou 3 dias na cidade).

Dia 5: Sintra / Óbidos

Chegando na metade do nosso roteiro de Lisboa a Porto, reservamos o quinto dia de viagem para visitar outras atrações de Sintra. Começamos pela visita ao Castelo dos Mouros, no alto da Serra de Sintra.

Voltamos para o centro histórico de Sintra, almoçamos e passamos nas doceiras tradicionais da cidade para provar mais alguns doces portugueses: a queijada (na Queijada da Sapa) e os travesseiros de Sintra (na Casa Periquita).

Depois, aproveitamos que estávamos no centro para visitar o interior do Palácio Nacional de Sintra.

Palácio Nacional de Sintra, Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

O prédio já foi um dos palácios reais e foi construído com uma mistura de estilos e influências culturais. Hoje abriga um museu. Em mais ou menos 1-2 horas você consegue visitá-lo completamente.

Depois da visita, pegamos a estrada novamente, agora ruma a nossa próxima parada: Óbidos.

Óbidos é um pequeno vilarejo, totalmente murado. É uma volta no tempo, um verdadeiro mergulho na história de Portugal.

A vila é bem pequena e pode ser visitada em algumas horas. Mais uma vez, aproveitamos que era verão e conseguimos aproveitar a luz do sol até 21h para explorar a vila nesse mesmo dia.

Em Óbidos, você pode conhecer mais um item da lista das 7 maravilhas de Portugal: o Castelo de Óbidos, que hoje foi transformado em hotel.

Se você não for hóspede, só vai espiar pelo lado de fora, como a gente. Mas acredite: ver o castelo e caminhar pela antiga muralha já vale muito a pena!

ATENÇÃO: Se você tentar reproduzir esse roteiro em outra época do ano, considere o fator luz do sol. Provavelmente você terá que excluir alguma atração ou cidade se os dias forem mais curtos, como no inverno.

De toda forma, Óbidos é um destino ótimo para quem gosta de história. Se você é desse time, temos um post com dicas de o que fazer em Óbidos em 1 dia (ou metade de 1 dia).

Onde se hospedar em Óbidos?

Nossa intenção era dia dormir em Óbidos (dentro da cidadela) mas acabamos não encontrando hospedagem disponível e por um preço acessível dentro dos muros da cidade.

Optamos por nos hospedar num povoado vizinho (menos de 5 minutos de carro) – onde moram muitas pessoas que trabalham em Óbidos. Confira as instalações da Casa Azul de Óbidos, no localidade de Carregal.

Dia 6: Alcobaça, Batalha, Mira de Aire, Fátima

Esse dia do roteiro em Portugal foi dividido entre 4 atrações vizinhas, facilmente visitadas em 1 dia por quem está de carro. E o melhor: várias atrações dentro da lista das maravilhas de Portugal!

Começamos o dia na cidade de Alcobaça, visitando o Mosteiro de Alcobaça – mais uma das 7 maravilhas de Portugal.

Em seguida, visitamos a cidade vizinha de Batalha, para visitar o principal monumento da cidade, que também está na lista das maravilhas de Portugal: o Monastério de Batalha.

Em seguida, pegamos a estrada novamente para visitar uma atração um pouco diferente de tudo que a gente tinha colocado no roteiro até então.

As Grutas de Mira de Aire são as maiores grutas do país – e fazem parte da lista das maravilhas naturais de Portugal. Foi uma visita impressionante e eu fiquei muito feliz de ter incluído essa atração no roteiro!

Grutas de Mira de Aire, Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

Pra terminar o dia, passamos na cidade de Fátima, para visitar o Santuário das aparições de Nossa Senhora de Fátima – um dos lugares mais visitados de Portugal.

Curiosamente, o santuário é bem menor do que eu imaginava, e pode ser visitado em cerca de 2 horas com folga.

Mas se você planeja participar de alguma missa, terço ou confissão, reserve mais algumas horas e preste atenção na hora (lojas e serviços religiosos começam a ser encerrados às 19h).

Onde dormir em Batalha?

Para dormir, voltamos para a cidade de Batalha, a cidade mais estrutura dentre essas que visitamos na região. Pegamos um hotel bem no centro, perto do Monastério da Batalha e dos restaurantes.

Dê uma olhada nas instalações do hotel

Dia 7: Aveiro / Coimbra

Acordamos bem cedo e pegamos a estrada novamente. Dividimos o dia 7 entre duas cidades: Aveiro e Coimbra.

Aveiro é uma cidade pequena, que pode ser visitada em meio período, mas eu gostei tanto de lá que depois me arrependi de não ter ficado o dia inteiro.

Super charmosa, com muitos restaurantes e monumentos históricos, além do delicioso passeio de barco pela ria de Aveiro, a cidade me encantou completamente.

E tem mais: lá você prova muitos doces tradicionais. Não deixe de experimentar o mais gostoso de todos, os ovos moles de Aveiro.

Depois do almoço, por volta das 14h, pegamos a estrada novamente, agora para visitar e pernoitar em Coimbra.

Infelizmente a cidade é muito maior do que eu imaginava, e não deu pra conhecer muita coisa. Hoje, eu teria deixado a cidade de fora, e visitado Coimbra com mais tempo em outra oportunidade.

Com o pouco tempo que a gente tinha, visitamos a famosa Universidade de Coimbra, caminhamos pelo centro histórico e visitamos algumas igrejas antigas.

Claustro Igreja Sé Velha de Coimbra
Foto: Fui Ser Viajante

Aproveitamos para comer alguns doces tradicionais de Coimbra – como os Pastéis de Tentúgal e a Arrufada. E por fim, ainda acabamos o dia numa cervejaria local, a Praxis.

Aqui no blog tem um post com dicas de O que fazer em Coimbra – contando o que a gente visitou e o que ficou de fora. E se você puder, reserve pelo menos 1 dia inteiro para conhecer a cidade.

Dia 8: Guimarães

Já estamos chegando perto do fim da nossa viagem de carro em Portugal. Guimarães foi nossa última parada antes de chegar a Porto.

Paramos na cidade por dois motivos maravilhosos: 1) visitar o Castelo de Guimarães, a atração que faltava para a gente completar a lista de 7 maravilhas de Portugal; e 2) conhecer uma amiga querida que esse mundo de blogs de viagem me apresentou: a Ruthia, do blog O Berço do Mundo.

Castelo de Guimarães, Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

O Berço do Mundo me ajudou muito na hora de montar esse roteiro em Portugal – e recomendo que todo mundo que está viajando para o país consulte o blog para pegar as dicas maravilhosas que a Ruthia publica por lá.

Nosso dia em Guimarães foi o mais tranquilo do nosso roteiro. Geralmente as pessoas dividem 1 dia para conhecer Guimarães e Braga, mas nós optamos por conhecer apenas um dos destinos, com mais calma.

Era hora de descansar, aproveitar um tempo com amigos e descobrir a cidade que é considerada o berço de Portugal, onde o reino (e depois o país) nasceu!

Vai ter um post com dicas de o que fazer em Guimarães em 1 dia, aguardem.

Mas só pra dar um gostinho, esse dia teve mais doces portugueses (prove as tortas de Guimarães!), a visita ao Castelo de Guimarães, um delicioso almoço num restaurante estrela Michelin que custou €20 (!!!) e mais um tanto de atrações que descobrimos caminhando pela cidade.

Onde dormir em Guimarães?

Ficamos num hotel bem confortável e perto do centro: o Hotel Dom João IV.

Dia 9: Porto

Ah, o Porto! Chegamos no destino final da nossa viagem de carro por Portugal, e vamos passar dois dias inteiros na cidade.

É um tempo razoável. Porto é uma cidade intensa, que merece mais dias se você quer visitar tudo com mais calma. Dois dias dá pra ver o básico.

Uma dica: se você não precisa voltar para Lisboa, já entregue o carro ao chegar na cidade. O trânsito em Porto é confuso e lotado, os estacionamentos são caros e você pode facilmente passear pela cidade a pé e com transporte público / táxi. Não vale a pena dirigir dentro da cidade.

Nesse primeiro dia no Porto, exploramos o centro histórico, num roteiro que gosto de chamar de Rota dos Azulejos de Porto. Basicamente, fomos atrás das atrações mais icônicas do centro, muitas delas famosas pelos painéis de azulejos!

Estação de São Bento, Porto Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

Nosso roteiro incluiu atrações como a Sé Catedral do porto, a Praça D. João I, a Praça da Liberdade, a Estação Ferroviária de São Bento, o Mercado do Bolhão, a Capela das Almas, a Igreja de Santo Idelfonso, Igreja dos Clérigos e a Livraria Lello.

Ufa, andamos muito! Muito mesmo! Mas foi uma delícia de passeio. Pra terminar, caminhamos um pouco pelo Cais da Ribeira, apreciando a vista do Rio Douro, cartão-postal da cidade.

Onde se hospedar no Porto?

No Porto, ficamos hospedados no Hotel Almada. Comandado por uma senhora simpática, o hotel fica em um casarão antigo, com quarto acessível por escadas.

Mesmo assim, o quarto para 3 hóspedes que alugamos era bem espaçoso e atendeu bem. A localização era ótima, perto do metrô e a uma curta caminhada da Avenida dos Aliados e do centro do Porto.

Dia 10: Vila Nova de Gaia e Porto

No segundo dia no Porto, cruzamos a Ponte D. Luis I para visitar Vila Nova de Gaia, a cidade vizinha, famosa pelas casas de vinho do Porto.

De Lisboa a Porto de carro - Visitando Vila Nova de Gaia
Foto: Fui Ser Viajante

Fizemos a visita guiada com degustação na Cave Taylor, uma das mais tradicionais da cidade.

Depois aproveitamos para passear de teleférico (combinando com uma visita ao Mosteiro da Serra do Pilar e o Jardim do Morro, onde estava rolando uma feirinha de cervejas artesanais).

Almoçamos no mercado Beira-Rio e fizemos um passeio sem pressa pelas ruas de Vila Nova de Gaia antes de voltar ao Porto.

Quando chegamos de volta na cidade, fizemos mais um rolé a pé pela beira do Rio Douro, curtindo o movimento de Porto no fim de tarde.

Dia 11 (extra): paradas na volta para Lisboa

Eu sei que eu tinha prometido um roteiro de 10 dias, mas na verdade nós precisamos mais um dia para fechar esse roteiro.

Precisamos fazer a viagem de carro de volta para Lisboa, para pegar nosso vôo, lembra?

Então vou deixar as dicas desse dia como bônus, para quem precisa fazer esse percurso de volta.

Nós fizemos uma pequena visita a um lugar encantador, que fica nos arredores do Porto: a praia do Senhor da Pedra, um lugar maravilhosamente lindo, onde uma pequena capela foi construída sozinha, no meio da areia.

Desde que vi a foto da Capela do Senhor da Pedra na internet fiquei encantada, e aproveitei essa viagem de volta para dar uma passadinha por lá. E como valeu a pena!

Igreja de Nosso Senhor da Pedra, Portugal
Foto: Fui Ser Viajante

E já de volta à região de Lisboa, visitamos Almada, do outro lado do rio Tagus – frente a frente com Lisboa. O motivo foi um restaurante que eu tinha visto na Netflix, numa série chamada Somebody feeds Phill.

Ele tem um episódio todo dedicado a Lisboa, e indica esse restaurante do outro lado do rio, na cidade vizinha. E eu queria porque queria comer ali, com a vista do rio e da ponte 25 de abril, para me despedir de Lisboa e Portugal.

Acho que valeu a pena, né?

Restaurante Ponto Final - Almada - Portugal. Roteiro de Lisboa a Porto de carro
Foto: Fui Ser Viajante

Quer saber? Já estou com saudades dessa viagem! Queria fazer de novo essa rota de Lisboa a Porto, agora incluindo outras cidades.

Quem sabe, né? Portugal está pra sempre na lista de desejos agora, qualquer dia a gente volta!

Planeje sua viagem de Lisboa a Porto

Posts de destinos em Portugal

Esse post do roteiro em Portugal é apenas uma base para quem está começando a planejar a viagem de carro de Lisboa a Porto.

Escrevi para que você tenha ideia de como montamos o roteiro, as cidades que visitamos e quanto tempo ficar em cada lugar na viagem de carro que fizemos de Lisboa a Porto em 2019.

No entanto, para planejar essa viagem da melhor forma, você precisa visitar os posts específicos que escrevi sobre cada cidade e atrações em Portugal.

Ao longo do texto, já citei vários outros posts aqui do blog que podem te ajudar. Para ver a lista completa, consulte nosso índice de posts de Portugal e veja todos os posts que já escrevemos sobre o país.

Seguro viagem para Europa

Seguro viagem é obrigatório para toda viagem para a Europa. Para visitar Portugal, você precisa escolher um seguro com cobertura mínima de € 30.000,00. 

Na hora de fazer a compra de seguro viagem, eu sempre uso o site da Seguros Promo. Esse site funciona como um comparador de preços entre as seguradoras. 

Basta colocar o destino e as datas da sua viagem, que você descobre facilmente qual o seguro que oferece o melhor custo-benefício pra você.

> Faça uma cotação com a Real Seguros e aproveite o super desconto de até 16% no seguro viagem (11% OFF pelo link + 5% de desconto para pagamento em boleto).

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, pode ler mais sobre Seguro Viagem aqui no site.

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Carla Mota disse:

O nosso país é lindo demais, não é não? Eu adoro viajar para fora mas o melhor é depois regressar a Portugal, pegar no carro e fazer um roteiro por Portugal assim. Só surpresas boas.

Mariana Menezes disse:

Muito boa sua sugestão de roteiro de carro de Lisboa ao Porto. Eu fiz o contrário da última vez que estive em Portugal e passei por alguma das cidades que você citou! Já estou com vontade de voltar!

Que beleza este roteiro de Lisboa a Porto de carro! Você chegou a fazer orçamento se ficaria muito mais caro voos Brasil-Lisboa e Porto-Brasil?

Aline disse:

Tão legal ver o roteiro de 10 dias em Portugal dos outros. Escolhemos cidades diferentes para ficar e algumas diferentes para passear. Agora já quero fazer mais uma de carro pra ver a sua versão. Todo motivo, é um bom motivo, pra voltar a Portugal 😀