Termas de Puritama: banhos termais no deserto do Atacama

Depois de vários dias enfrentando altitude, sol, frio e outros perrengues no deserto do Atacama, não vou mentir pra vocês: a gente tava bem cansado.

Até ali, havíamos realizado 6 passeios em 5 dias na região de San Pedro de Atacama! Um roteiro apertado que a gente planejou pra tentar conseguir aproveitar ao máximo as belezas do deserto mais árido do mundo.

Deixamos para conhecer as Termas de Puritama no nosso último dia no Atacama e foi como ganhar um ‘day spa no deserto’!

Puritama na língua dos locais significa águas quentes e a região é usada há anos pelos antigos moradores como uma fonte de águas medicinais. Aproveitamos para testar as propriedades da água em um tour que é zero esforço e máximo relaxamento nas águas mornas mais famosas do Atacama!

Termas de Puritama, no Chile

Termas de Puritama: como conhecer

O passeio até as Termas de Puritama é um dos mais simples de fazer no Atacama. Tão simples que normalmente as agências não oferecem guias, apenas um transfer até lá.

As termas estão dentro de propriedade privada e a visitação ocorre em turnos. Em geral, quem visita de manhã (9-13h) paga mais caro, quem visita a tarde (14-18:30h) pega um preço mais camarada.

Você pode visitar as Termas de Puritama por conta própria, de carro ou de bike – a atração fica a apenas 28km de San Pedro de Atacama. Quem compra o transfer com as agências conta com uma van que te leva no turno no começo do turno desejado, e volta com o grupo no final do horário de visitação daquele grupo.

Termas de Puritama, no Chile

Nós optamos pelo transfer e fomos visitar as Termas de Puritama à tarde, no nosso último dia no deserto. A gente já estava a mais de 20 dias viajando pela América do Sul, então imaginem nossa alegria em relaxar por algumas horas nas águas termais de Puritama!

A van saiu de San Pedro às 14h e seguimos pela via B-245 por 30 minutos até chegarmos às termas.

Termas de Puritama, no Chile

Termas de Puritama: Como é por lá!

As Termas de Puritama é um  dos locais mais organizados do Atacama, na verdade! A área de estacionamento geral é numa colina e o pessoal tem que descer uma boa ladeira até a entrada das termas. Mas nossa van (e outras agências) tinham um passe para ir até bem perto da entrada, então nos livramos da subida de volta para o estacionamento no fim do passeio!

Termas de Puritama, no Chile

Às 14:30 a gente já tinha chegado nas termas. Quando desembarcamos, o motorista nos avisou para estar de volta na van por volta das 18h – tempo mais que suficiente para curtir tudo por lá.

As Termas de Puritama, na verdade, são 8 poços rústicos de águas termais que se formaram ao longo do percurso do rio , com cerca de 33oC de temperatura. No começo eu achei que fosse ser estranho ficar na ‘água quente’ no meio do calor da tarde no deserto, mas pra ser bem honesta com vocês: foi uma das experiências mais gostosas do Atacama!

Termas de Puritama, no Chile
Termas de Puritama, no Chile
Termas de Puritama, no Chile

A gente nadou, tirou fotos, aproveitou as mini-cachoeiras, relaxou muito com a vista e o banho nas águas mornas. Em alguns lugares, a paisagem é deslumbrante e você inclusive pode encontrar alguns animais – vimos vários patos! A conversa também é boa, já que todo mundo por ali entra na vibe relax e se solta pra falar da viagem e outras coisas boas, mesmo com desconhecidos. Um clima muito bacana!

Todas as construções foram pensadas para preservar a harmonia entre o meio-ambiente e os visitantes. A dica é andar pela passarela rústica fque vai lado a lado com os poços, seguindo o fluxo de água. Assim você dá uma boa olhada em todos eles e escolhe seu favorito. Nós ficamos no primeiro e no segundo, que estavam mais vazios e com a temperatura da água bem agradável pra gente!

Termas de Puritama, no Chile

Quando cansamos de ficar ‘de molho’, já era fim de tarde e hora de voltar pra van. Fomos trocar de roupa nos vestiários – muito bem organizados, por sinal. Lá em Termas de Puritama também tem uma pequena área de convivência e alimentação, mas não tem nada à venda – cada um leva o seu.

Dicas para ajudar na sua visita:

Quanto custa o tour Termas de Puritama?

Compramos o transfer até as Termas de Puritama com a agência BaseCamp Andes Wild Adventures (Toconao 492), em San Pedro de Atacama. Esse tour não inclui guia. O motorista leva a gente até lá, espera até o fim do turno e leva a gente de volta até San Pedro de Atacama. Pagamos CLP 13500 por pessoa pelo transfer, No local, pagamos mais CLP 9000 para entrar na propriedade onde estão as termas.

O preço para o ingresso varia de acordo com o dia da semana e o horário da visita:
– Segunda a domingo (manhã): CLP 15000
– Segunda a quarta (tarde): CLP 9000
– Sábados, domingos e feriados: CLP 15000

Conseguimos um desconto no valor do transfer com a agência, porque fecharmos todo o pacote de passeios com eles. O valor do transfer sem desconto é de CLP 15000 (setembro / 2017).

Para mais detalhes, veja o post sobre os custos de viagem para o Deserto do Atacama.

Termas de Puritama, no Chile

O que levar para as Termas de Puritama

Esse é o passeio mais relax do Atacama! O passeio dura meio-dia e funciona todos os dias, durante o ano inteiro! Quem visita as Termas de Puritama à tarde (horário mais barato) chega de volta a San Pedro por volta das 19h. Veja a lista de essenciais para levar para as Termas de Atacama:

  • 1 litro de água por pessoa
  • lanches (o passeio não inclui nenhum tipo de alimentação)
  • protetor solar, óculos escuros
  • roupa de banho, toalha e uma roupa para usar na volta para San Pedro
  • Casaco corta-vento, touca e luva (caso você sinta frio na volta, com o por do sol)
  • chapéu (ou outra coisa que proteja a cabeça)
  • dinheiro para pagar as taxas de entrada na atração

As Termas de Puritama oferecem estrutura com banheiros e vestiários.

* Nossas dicas te ajudaram? Que tal reservar seu hotel aqui pelo site? Somos parceiros do Booking.com! Este post contém links afiliados dos hotéis que nos hospedamos em San Pedro de Atacama (Restaurante e Residencial Chiloé) e Santiago do Chile (Chili Pepper Hostel). Reservando por esses links, você não paga nada a mais e nós recebemos uma pequena comissão do Booking.com. Isso ajuda a financiar as despesas do blog! Se quiser dar uma olhada em outros hotéis nas cidades que nos hospedamos pelo Chile, pesquise e reserve por esses links: San Pedro de Atacama | Santiago do Chile. A gente agradece! 🙂

Quer saber mais sobre nosso mochilão pela América do Sul?

Veja aqui todos os posts do Fui Ser Viajante no Chile!

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *