Rota do Champagne na França: um roteiro imperdível!

Rota do Champagne França | Cada região vinícola da França tem seu charme. Mas entre tantas opções interessantes, a região de Champagne-Ardenne é uma das mais curiosas para se visitar.

Para descobrir os segredos da produção do vinho com borbulhas, explorando a rota do Champagne na França, é muito fácil. Basta viajar 2 horas de carro de Paris, ou 45 minutos num trem TGV até a cidade de Reims.

Mas o que a gente recomenda mesmo é alugar um carro para explorar o roteiro por Champagne com mais flexibilidade. A bebida mais glamurosa do mundo é a marca registrada da região, mas Champagne-Ardenne tem muitas outras belezas escondidas pelas estradas.

Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Gastronomia, paisagens impressionantes, muita tradição: a rota do Champagne na França tem muito a oferecer! Por ali, o champagne é paixão e os produtores locais tem muita história pra contar. Entre maisons centenárias e estradas que cortam colinas e vinhedos, o vale do Marne é um deleite para todos os sentidos.

Pegue a sua taça, se acomode confortavelmente. Chegou a hora de se apaixonar pela rota do Champagne na França.

Em que parte da França fica a região de Champagne?

A região de Champagne fica no nordeste da França, a leste de Paris e fazendo fronteira com a Bélgica ao norte.

Para quem vem de Paris, são apenas duas horas de carro ou 45 minutos de trem de alta velocidade (TGV) para chegar na região de Champagne França.

Para saber exatamente onde fica Champagne na França, observe o mapa ilustrativo: a região de Champagne está representada em vermelho.

Mapa da França mostrando em que parte da França fica a região de Champagne
Foto: Reprodução Wikipedia

Com isso, fica muito fácil visitar a região de Champagne saindo de Paris. Todos os anos, a região recebe um grande número de turistas, seja para um bate-e-volta de um dia ou para uma viagem de alguns dias explorando as diferentes cidades da região de Champagne-Ardenne.

Leia também: Mapa da França: descubra em que região da França ficam os lugares turísticos

Agora que você já sabe em qual parte da frança fica a região de Champagne, vamos falar um pouco sobre o que encontrar por lá.

A região de champagne se divide em quatro departamentos: Aube, Ardenas, Alto Marne e Marne.

O Vale do Rio Marne ficou famoso por ser a única região do mundo com a combinação perfeita de clima, solo e variações de uva para produzir champagne. A região de Champagne-Ardenne é a detentora do cobiçado AOC – Apellation d’Origine Contrôlée, uma espécie de garantia de origem produtora.

Na prática, isso quer dizer que tem muita gente por aí fazendo espumante. Mas somente uma região do mundo pode dizer que produz champagne.

Rota do Champagne na França: como explorar

Se você está planejando uma viagem para a região de Champagne na França, precisamos deixar uma coisa clara: não existe apenas uma Rota do Champagne na França.

Na verdade, o escritório de turismo local cataloga 6 diferentes rotas turísticas, que englobam as diferentes cidades da região de Champagne França.

– Rota de Champagne #1: Reims a Epernay (Montanhas de Reims)
– Rota de Champagne #2: Reims ao Maciço de Saint-Thierry
– Rota de Champagne #3: Epernay ao Vale do Rio Marne
– Rota de Champagne #4: Côte des Bar
– Rota de Champagne #5: Côte de Blancs
– Rota de Champagne #6: Colinas de Viltry

Em todas as rotas, as estradas são pavimentadas e completamente sinalizadas para turistas. Por todo lugar, há placas em preto e dourado indicando os caminhos da Route touristique du Champagne. 

São cerca de 600 km de território francês, onde você pode explorar diferentes paisagens, cepas de uvas e produtores do verdadeiro Champagne.

Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Cidades da região de Champagne França

As principais cidades da região de Champagne na França são Reims e Epernay. A rota do champagne que comunica as duas cidades se chama Rota das Montanhas de Reims. É o caminho mais tradicional, mais procurado pelos turistas.

Além de Reims e Epernay, Há outras cidades para conhecer na região de Champagne, como Hautvillers, Troyes e Château-Thierry.

Nas rotas que passam pelas cidades da região de Champagne você vai encontrar mais de 300 maisons de champagne e cerca de 5000 famílias de pequenos produtores.

Leia também: O que fazer em Reims, na França

Champagne França: conhecendo Reims e Epernay

A Rota de Champagne conhecida como Montanhas de Reims é o percurso mais procurado pelos turistas, justamente porque conecta as duas cidades mais famosas da região de Champagne na França: Reims e Epernay.

As estradas cinematográficas da rota do champagne cruzam vinhedos, castelos e igrejas. Além disso, os amantes de história podem se deliciar ao longo do caminho com um respeitável conjunto de monumentos que são Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO.

A cidade de Reims é conhecida como a capital cultural da região, com sua catedral gótica e museus cheios de história e arte. Já Epernay é a capital do champagne, graças aos 100 quilômetros de caves subterrâneas – túneis escavados no subsolo da cidade, usados para maturação da bebida.

Na nossa viagem, escolhemos Reims como cidade-base para explorar a região de Champagne (pela boa oferta de hospedagem e infra-estrutura).

Confira ofertas de hospedagem em Reims

Roteiro de Reims a Epernay: passo a passo

Apenas 27km separam as cidades de Reims e Epernay. Mas nós vamos deixar de lado o caminho mais rápido.

Escolhemos viajar de carro pela região. A melhor dica que posso te dar é que, se você puder, alugue um carro para percorrer as estradas e ver as paisagens da região. São de cair o queijo.

Para alugar um carro na França, fizemos uma cotação online gratuita no site da RentCars e deixamos o carro reservado para nós. É possível pagar em reais (sem IOF) e parcelar o valor. Retiramos o carro em Paris e fizemos o trajeto até Reims com ajuda do GPS. Correu tudo sem problemas.

Clique aqui para fazer cotação de aluguel de carro na França

Saindo do caminho principal e percorrendo as estradas menores, fizemos o caminho entre Reims e Epernay em aproximadamente 90 km, explorando os vales e montes repletos de parreiras e maisons de champagne.

Essa é uma pequena adaptação feita por nós ao roteiro oficial Montagnes de Reims, que é um pouco menor. Como só íamos percorrer este circuito, aproveitamos para incluir atrações de outras rotas que estavam nas proximidades, fazendo nosso próprio roteiro na região de Champagne!

Como o trajeto é curto, essa rota pode ser percorrida em 1 ou 2 dias, dependendo do seu ritmo e quantidade de tempo em cada parada.

Não esqueça de reservar um tempo para explorar a cidade de Reims, que tem muito a oferecer. O ideal é pelo menos um dia para explorar a cultura e gastronomia da cidade.

1) Comece por Reims

Viajar pela Rota do Champagne na França pede um pouco de planejamento. Se você tem apenas 1 dia na região de Champagne, precisa se planejar com antecedência.

Nossa dica é que, antes de viajar, você agende pela internet a visita a uma maison de champagne em Reims (pela manhã bem cedo) e outra em Epernay (para o meio da tarde). A maioria das casas oferece visitas em inglês, algumas até em português.

Maisons tradicionais em Reims: Pommery, Mumm (a da Fórmula 1), Taittinger (nossa escolha), Veuve Cliquot, Ruinart.

Comece o roteiro do champagne na França em Reims, no tour da Maison de champagne da sua escolha. Nós visitamos a Maison Taittinger, uma das mais tradicionais casas de Champagne de Reims.

A Maison Taittinger está dentro da região de Reims que foi tombada pela UNESCO como patrimônio da humanidade. E apesar dos anos, conseguiu se manter como uma empresa familiar.

Maison Taittinger em Reims - Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

O tour nas caves demora entre 1 e 2 horas de forma geral, então agende o horário mais cedo possível para aproveitar melhor o dia.

Reserve um outro dia no roteiro por Champagne-Ardenne para conhecer a cultura e gastronomia de Reims. Veja nossos posts com dicas super bacanas sobre o que fazer em Reims e como economizar em Reims com o Reims City PASS.

2) Explore as estradas e vilarejos da região de Champagne

Ao fim do tour em Reims, pegue a estrada e se apaixone pelo clima rural da região de Champagne-Ardenne.

Como visitamos no outono, um pouco depois da colheita, o tom amarelado das parreiras predominava. A estrada corta colinas, florestas e vinhedos. Você vai passar por dentro do Parque Natural Regional das Montanhas de Reims, uma área super preservada e repleta de espécies únicas na região.

Há alguns vilarejos ao longo do caminho. Que tal escolher algum deles para descobrir uma Champagne mais intimista, menos conhecida, mas sempre apaixonante?

Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Nessa rota, você passa pelas vilas de Gueux, Villedommange (onde, no topo de uma colina, fica a capela Saint-Lié, com uma vista privilegiada de toda a planície) e Hautvillers.

Cada vilarejo está cheio de pequenos produtores de champagne esperando para serem descobertos. Grande parte dos pequenos produtores não requer agendamento para visitas.

Muitos moradores transformaram suas casas em aconchegantes Bed and Breakfast. Já imaginou se hospedar em meio aos vinhedos?

3) Explore Epernay

Ao chegar em Epernay, visite a Avenue de Champagne, considerada a rua mais cara da França e Patrimônio da Humanidade pela UNESCO!

Sabe por quê essa rua é tão valorizada? Já imaginou quanto custa todas as garrafas de champagne que estão armazenadas nas caves subterrâneas das maisons de champagne dessa rua? Pois é.

Depois siga para a casa de champagne que você escolheu para fazer um tour. Não esqueça de reservar antecipadamente!

Maisons tradicionais em Epernay: Moët & Chandon (nossa escolha), Perrier-Jouët, Boizel, de Venoge, Vranken, Pol Roger, Mercier, G.H. Martel.

Chegue na Maison de Champagne com antecedência. As casas são muito pontuais e você pode perder o tour por chegar atrasado.

Maison Moet & Chadon em Epernay - Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

4) Mais um pouco dos arredores da região de Champagne

Na hora de voltar a Reims, que tal explorar mais um pouco as belezas de Champagne-Ardenne? Incremente seu roteiro na região de Champagne passando por Verzy, um dos vilarejos mais antigos da região de champagne. Nos arredores da vila, está a floresta de faias de troncos contorcidos, uma espécie protegida e única na região.

E bem ali ao lado fica Verzenay, outro ponto de interesse no percurso. O farol de Verzenay funciona ao mesmo tempo como mirante e ambiente para degustação de Champagne (junto com um pequeno museu dedicado à bebida).

De lá até Reims, a estrada segue encantando a cada curva!

Leia também: Dicas de francês para viajantes

Farol de Vernezay - Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Dicas para visitar a Região de Champagne

Esse é o terroir da região de Champagne-Ardenne! Percorrer essas rotas e visitar as casas de Champagne vai te ajudar a entender o que faz do champagne uma bebida única no mundo.

Com os produtores, você vai aprender a diferença entre um champagne assemblage e um Blanc des Noirs. E ainda o que significa um champagne vintage e um não-vintage. A Rota do Champagne na França é cheia de belezas e segredos que merecem ser explorados!

Qual a melhor época para visitar a região de Champagne?

Para aproveitar a beleza dos vinhedos e curtir a região com tempo bom, o indicado é visitar Champagne-Ardenne entre a primavera e o outono. Aproveite os meses de maio até outubro.

A colheita de uvas é em outono e dura apenas 3 semanas. Milhares de trabalhadores vem para a região nessa época, para trabalhar de forma itinerante, colhendo as uvas de vinha em vinha. É um espetáculo para os sentidos.

Mas atenção: as estradas ficam cheias de caminhões transportando as uvas, por isso redobre os cuidados na estrada.

Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Com o fim da colheita, se encerra a temporada de visitação na região. Os turistas vão embora e as maisons de champagne começam a trabalhar duro para processar a safra e transformar as uvas em champagne!

É preciso estar atento para as datas do fim de temporada, para não ‘dar a viagem perdida’. Antes de programar a viagem, entre no site das casas de champagne que você quer visitar para conferir que elas estão recebendo visitantes.

Quanto tempo para conhecer a região de Champagne?

Pela proximidade de Paris, eu diria que Champagne-Ardenne é uma das regiões com maior potencial turístico da França. Isso porque muita gente escolhe fazer o bate e volta de Paris para Reims, a maior cidade da região.

Só tem um dia na região? Em um dia você pode se concentrar em Reims, visitando uma ou duas casas de champagne na cidade e aproveitando a parte gastronômica, cultural e arquitetura da cidade.

Pode também fazer esse roteiro de Reims a Epernay de carro, conhecendo uma Maison de champagne em cada cidade e aproveitando os arredores. Infelizmente assim você vai ter pouco tempo para conhecer as cidades em si.

Alugue um carro na França (faça uma cotação gratuita)

Dois dias em Champagne-Ardenne? Dedique um dia a Reims, quem sabe até já adiantado a visita a Maison de champagne da cidade. No dia seguinte, faça o roteiro que indicamos, de Reims até Epernay.

Rota do Champagne de Reims e Epernay

Tour pela Região de Champagne: por conta própria ou com agência?

Dá pra conhecer Champagne-Ardenne por conta própria, mas é preciso se programar muito bem para começar o dia bem cedo. O ideal é sair de Paris já com as visitações nas casas de champagne agendadas.

Para otimizar o tempo e relaxar com o planejamento, você pode comprar um tour pela região de Champagne com duração de um dia inteiro. O guia que te leva de Paris a Reims, e fica responsável por todo o passeio. Aqui está uma opção:

Tour pela região de Champagne + degustação (saída de Paris)

Para quem tem pressa e pouco tempo, o bate e volta é uma boa opção para ter um gostinho da região. Mas o que realmente vai valer a pena é dormir pelo menos uma noite em Champagne-Ardenne, para assim conhecer com calma um pouco das cidades e pelo menos duas casas de champagne.

Veja onde se hospedar em Reims

Como ir de Paris a Reims?

A principal dica é alugar um carro para explorar a região de Champagne-Ardenne. Isso vai ter dar flexibilidade e aproveitar o melhor das cidades e arredores.

Nós alugamos um carro em Paris usando a RentCars, uma empresa que faz a comparação de preços entre as locadoras do destino (dá pra pesquisar e reservar carros no mundo todo com eles!).

Clique e faça uma cotação gratuita de aluguel de carro na França

Pegamos a estrada e marcamos o GPS para evitar pedágios – usamos o Waze aproveitando a internet do chip de dados internacional que compramos.

Pela rota sem pedágios, você vai fazer o caminho mais longo – que é super agradável e eu recomendo! Estradas bem conservadas e charmosas, cruzando vez ou outra uma pequena cidade pitoresca! Uma road trip na França é uma viagem para nunca mais esquecer!

Em cerca de 2 horas, estávamos em Reims, a cidade que escolhemos como base em Champagne-Ardenne.

Maison Moet & Chadon em Epernay - Rota do Champagne na França: de Reims a Epernay

Lembrando que, de carro, ‘não dá pra beber e dirigir’. Algumas casas de champagne com maior estrutura, como a Moet et Chandon, ofereciam teste de bafômetro (!) depois da degustação, e pediam que os visitantes esperassem um tempo quando extrapolavam os 0,45% de nível alcóolico permitido por lei na França.

Quem prefere ir de trem, basta pegar um TGV (trem de grande velocidade) em Paris para chegar em Reims ou Epernay, em cerca de 45 minutos a 1 hora.

O inconveniente do transporte público é que a mobilidade será prejudicada. Para circular entre as cidades, ou entre as atrações e casas de champanhe, você vai precisar de um taxi ou um tour contratado.

Como escolher as casas de champagne para visitar?

Não faltam opções de casas de champagne para visitar, tanto em Reims quanto em Epernay. Escolha sabiamente. Tem alguma marca que você é fã? Aproveite para visitar!

Compre sempre o tour com degustação. Uma ou duas taças para brindar no tour sai bem mais em conta do que comprar uma garrafa fechada, mesmo comprando direto com as casas de champagne.

Mas a melhor dica é essa: tente visitar uma casa maior e uma outra mais familiar. Assim você tem duas visões completamente diferentes do processo de produção. Quem me deu essa dica foi o blog Suas Próximas Viagens, num post incrível sobre a região de Champagne que eu li quando estava programando meu roteiro.

Quando escolher as maisons que quer visitar, faça a reserva online. A maioria delas oferece essa opção no site, e é melhor fazer com antecedência de algumas semanas para garantir a vaga. Algumas casas mais famosas são bem disputadas.

Onde se hospedar?

Nós escolhemos usar a cidade de Reims como base para explorar a Rota do Champagne. Dormimos duas noites no apart-hotel Séjours & Affaires Reims (que incluía cozinha equipada, TV, wi-fi e academia).

O apart-hotel fica pertinho da estação de trem de Reims (Gare Centre) e a 15 minutos de caminhada da Cathedral de Notre Dame de Reims e centro da cidade.

Quer mais opções de hospedagem na Rota do Champagne?

> Veja aqui ofertas de hospedagem em Reims
> Veja aqui outras ofertas de hospedagem em Epernay

Está planejando conhecer Paris e outras regiões da França? Confira todos os nossos posts sobre a França!

_______
Foto de capa: Pixabay.

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *