Morretes: um passeio na história e gastronomia do Paraná

A atmosfera da cidade te dá uma nostalgia imediata: parece que a pequena Morretes parou no tempo. Você começa a respirar história desde o momento em que desembarca na velha estação de trem dessa cidadezinha da região litorânea do Paraná. A aula de história segue enquanto você vai caminhando pelas ruas de pedra ladeadas por casarões históricos preservados.

A cidade se chama Morretes por uma questão geográfica – o nome faz referência aos pequenos morros (morretes) que rodeiam o município. Mas não se engane com o ar bucólico: a cidade está sim bem preparada para o turismo.

Morretes

Você conhece o barreado?

Muita gente vem a Morretes para experimentar a culinária local. O prato típico, o barreado, tem origem açoriana e vem sendo preparado na região desde o século XVII, sempre seguindo o mesmo ritual: A carne bovina é temperada e cozida em panela de barro por cerca de 20 horas (!!!) até desmanchar. É preciso vedar a panela com uma massa de farinha e água para manter o vapor dentro da panela durante o cozimento. Depois de cozida, as fibras da carne se soltam, o que deixa o caldo grosso e saboroso.

Para servir, mistura-se esse preparo de carne com farinha de mandioca até obter a consistência típica que dá nome ao prato. Acompanham arroz e banana da terra. O prato é tão apreciado pelos paranaenses que muitas famílias de Curitiba descem a Serra do Mar durante os fins de semana apenas para saborear a iguaria nas cidades do litoral.

Fomos a Morretes no passeio de trem pela ferrovia Curitiba-Paranaguá (a gente contou os detalhes nesse post aqui). Como desembarcamos bem na hora do almoço, era hora de escolher um restaurante pra experimentar o famoso barreado. E restaurante é o que não falta em Morretes: São vários, de todos os tipos e tamanhos, todos especializados em barreado.

Barreado de Morretes

O barreado – não é lá muito bonito, mas achei bem gostoso!

Sugestão de restaurante!

Andamos um pouco até escolher um restaurante. Paramos no Villa Morretes pela fachada bonita do local (por total coincidência, este era o #1 da lista do Trip Advisor em Morretes, o que só descobrimos depois).

O restaurante merece mesmo a boa colocação na avaliação dos viajantes. O local é amplo, tem uma linda varanda nos fundos que dá vista para o rio Nhundiaquara, o serviço é bom e os pratos muito bem servidos. Se você escolher uma mesa na varanda, vai comer enquanto admira o burburinho das águas do rio. 🙂

O restaurante oferece pratos ‘a la carte’ ou duas opções de rodízio (barreado à vontade ou barreado+frutos do mar e acompanhamentos). Fizemos a opção de comer barreado+frutos do mar e não nos arrependemos. O barreado é um prato muito gostoso e o rodízio é muito bem servido. Saímos todos mais que satisfeitos. O restaurante oferece ainda a cachaça de banana (outro produto local).

Morretes

A decoração charmosa da varanda do Restaurante Villa Morretes.

Outras coisas a descobrir…

Com o fim do almoço, caminhamos pela cidade para aproveitar o restante da tarde. Paramos em alguns antiquários (pela cidade tem alguns, e mesmo que você não vá comprar nada, vale a visita porque eles tem muitas peças interessantes).

Morretes ainda guarda outras curiosidades: Você pode experimentar o sorvete de gengibre, que é plantado ali mesmo na região. Passamos por uma paleteria toda decorada em temas mexicanos no centro, também muito fofa, onde era possível provar o sorvetinho.

Os casarões antigos com arquitetura colonial também são um destaque à parte. Nossa visita a Morretes foi em um dia quente de abril e vimos várias crianças tomando banho de rio. Curtimos o resto do dia passeando sem pressa pelas ruas, que são muito fofas e transmitem uma calmaria que toma conta de todo mundo. Voltamos para Curitiba no final da tarde, de ônibus convencional que faz o percurso pela Estrada da Graciosa.

Morretes

Morretes

Leia também:
+ Curitiba a Morretes de trem pela Serra do Mar

#DicaRápida

Existem outros passeios interessantes em Morretes e região, como rafting, montanhismo, trilhas com cachoeira e passeios de bike, para você que tem mais tempo na cidade.

Morretes é uma cidade de clima quente. Você pode acabar saindo de Curitiba num dia bem frio, e pegar um calorzão em Morretes. Se esse for seu caso, é bom levar uma roupinha mais leve na bolsa, pra não passar aperto. Protetor solar e repelente também são uma boa pedida 😉

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
angiesantanna disse:

não teve uma vez que não passei mal aehauea o que me deixa feliz é o almoço, ai pega o ar condicionado do restaurante e tudo fica bem!

Fiquei triste por não conseguir ir até Morretes de trem, mas infelizmente nosso tempo era muito curto, mas só de ler seu post e ver essas fotos já vi que tenho que voltar, Klécia! rsrs.
Preciso comer barreado e visitar a cidade, se não minha experiência não fica completa!
Amei as dicas! <3
Beijos.

Klécia disse:

Certeza que você ia adorar, Paula! Eu achei a cidade uma gracinha! <3

Fabricio disse:

Eu fiz o clássico passeio de trem e adorei Morretes, pena que foi rapidão, gostaria de voltar e passa uma noite, talvez.

Klécia disse:

Sabe que também tô pensando em voltar pra pernoitar por lá? A cidade é uma graça!

Klécia, que delícia!

Eu fui para Morretes e provei o barreado e me deliciei, realmente muito gostoso! Penas não ter encontrado esse restaurante com vista para o rio, seria a cereja do bolo.
Sem muito tempo, passeamos pela cidade rapidamente e não consegui curtir muito esse ar bucólico dessa pequena e agradável cidade. Tá aí, bons motivos para retornar. =D

Vickawaii disse:

A descrição do barreado me interessou bastante, já na foto não achei lá muito apetitoso hehehe. Mas deve ser gostoso. Não fazia nem ideia de qualquer prato típico do Paraná!

Klécia disse:

É meio feinho né? hahah Mas garanto que é delicia demais!

Aiiii que delícia que deve ser esse barreado!!! Fiquei salivando aqui imaginando a carne desfiando de tão macia! nhammm

Klécia disse:

Bem assim mesmo, Lorraine 😀

Deisy Rodrigues disse:

Toda vez que vou pra Curitiba, fico de incluir Morretes mas não acontece, vou me planejar mais par poder comer o barreado.

Klécia disse:

Demorou um bocado pra eu conseguir fazer essa trip também, Deisy. Mas ainda bem que consegui, vale demais a pena!

Eu fico doida sempre que ouço falar desse barreado!! Quero muito conhecer Morretes por isso 😀 Adorei as dicas!

Klécia disse:

Você vai curtir demais, Kat! Vai lá sim!

Lendo o post antes de almoçar… podia comentar mil coisas, mas só consigo pensar no Barreado!!! QUERO AGORA!!

Klécia disse:

hahaha até hoje me dá vontade de comer tudo de novo! rs

Ju Garzon disse:

Não conhecia a cidade e achei uma fofura! Honestamente, eu passaria o tradicional barreado. Já não curto carne vermelha e tenho um “problema” com a consistência de certos pratos, não gosto de coisas desmanchando na boca, sabe? Mas fiquei com vontade de provar o sorvete de gengibre!

Klécia disse:

Então o barreado não é mesmo pra você, Ju. Mas se você gosta de peixe, as opções de lá eram muito boas tambem! E o sorvete é imperdível!

ahh Morretes é demais!! tirando o calor do inferno claro aheuae tanta coisa gostosa pra comer, adoro o barreado com banana!

Klécia disse:

hahahaha o calor de lá é um caso a parte ahahahahah, sofro só de lembrar! rs

Keul Fortes disse:

Adoro cidades como Morretes. Essas que dão a sensação que o tempo parou! Gosto muito de admirar casarões antigos e tenho certeza que adoraria conhecer essa cidade. Suas dicas me deixaram com mais vontade!

Klécia disse:

Morretes dá mesmo a sensação de uma cidade que parou no tempo, com muito charme! Você vai adorar a cidade!

Patricia disse:

Cada vez que eu leio um relato desse lugar eu tenho vontade de sair de casa e pegar esse trem na hora. Faz tempo que quero fazer esse roteiro e… ainda não fui. Mas daqui a pouco ele sai!

Klécia disse:

Vaiii, Patrícia! É uma delicia conhecer a cidade – e o barreado também! ? 😀

Taísa Meneguci disse:

Já estive em Morretes também, durante uma road trip que fiz pelo Paraná. O cidadezinha gostosa ❤ Fomos de trem até ela ..
O Barreado super me surpreendeu no sabor.. Eu comeria tudo de novo
Aí que saudades e nostalgia que me deu seu relato ❤

Klécia disse:

Morretes é um encanto! E o passeio de trem é outro passeio fantástico. Dá mesmo vontade de voltar e viver tudo de novo!