Fui Ser Viajante

Parque das Aves em Foz: porque você precisa conhecer

Foto: Parque das Aves (site de divulgação)

Compartilhar

Vale a pena conhecer o Parque das Aves em Foz do Iguaçu? | Tem lugares que a gente conhece e ficam na cabeça da gente.

Com o Parque das Aves em Foz foi assim: impossível conhecer esse lugar e não voltar pra casa emocionado.

O Parque das Aves fica bem ao lado do lado brasileiro do parque das Cataratas do Iguaçu, ou seja, você pode combinar as duas atrações em um dia.

Se você está se perguntando se vale a pena, minha resposta é um grande SIM.

Leia também:
+ Restaurantes em Foz do Iguaçu: onde comer em Foz
+ Visita ao lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu
+ Cataratas do Iguaçu: como é a visita do lado argentino

Quem acompanha o blog há mais tempo pode estranhar essa resposta, porque sabe que eu evito há anos frequentar zoológicos e outras instituições onde animais são mantidos em cativeiro com o propósito de entretenimento humano.

Então por que eu apoio a visita ao Parque das Aves em Foz? Eu vou te responder nesse post.

Parque das Aves em Foz: por que vale a pena visitar?

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu, a única instituição do mundo focada na conservação das aves da Mata Atlântica brasileira, acolhendo especialmente aves recuperadas do mercado clandestino de animais, que foram machucadas e não tem condições (temporárias ou permanentes) de serem reintegradas ao ambiente.

Com isso, confesso que a ideia desse post não é apresentar mais uma atração turística de Foz do Iguaçu para você.

>> Reserve seu hotel em Foz do Iguaçu com desconto no Booking.com <<

Escrevo com segundas intenções, que vou deixar bem claras logo no início do post: quero ajudar a divulgar esse trabalho super importante de preservação e recuperação que vem sendo realizado pelo Parque das Aves.

Ao visitar o Parque das Aves em Foz do Iguaçu, você apoia essa iniciativa também. E ainda pode ver e viver uma experiência imersiva dentro da floresta – o parque tem 16 hectares de Mata Atlântica e mais de 1.400 aves, de cerca de 150 espécies.

Desse total, mais de 50% dos animais foram proveniente de apreensões.

Parque das Aves: para onde vão os animais recuperados do tráfico no Brasil

A gente sabe que o tráfico de animais silvestres é um problema muito sério no Brasil. Infelizmente, nossa rica biodiversidade desperta a ganância de pessoas que retiram os animais de seu habitat natural para vender em um mercado ilegal multi-milionário.

Os animais capturados das formas mais cruéis acabam indo parar em zoológicos, circos ou coleções pessoais. Muitas vezes, são mortos para retirada de pele, penas, dentes. 

De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a realidade é tão triste que aproximadamente 90% dos animais silvestres morrem logo depois de retirados de seu habitat natural.

Isso acontece principalmente pelas cruéis condições de transporte. Quando a fiscalização consegue interceptar esse tráfico, muitas vezes encontram os animais extremamente debilitados e precisando de cuidados para recuperação.

Alguns acabam sem condições de conseguir retornar à natureza e precisam de um lar permanente. Daí você sabe onde esses animais vão parar?

Se o bichinho for uma ave, tem grandes chances dele ser encaminhado para o Parque das Aves em Foz do Iguaçu.

Alugue seu carro em Foz pagando menos!
Clique e compare o preço das locadoras. A cotação é grátis!

Como os animais chegam ao Parque das Aves?

Cerca de 50% das aves que são encaminhadas ao Parque das Aves em Foz do Iguaçu são provenientes de apreensões realizadas pela Polícia Ambiental, Polícia Federal e pelo IBAMA.

O Parque também recebe aves debilitadas que sofreram acidentes e filhotes que foram entregues aos órgãos ambientais após caírem de seus ninhos.

A estrutura do Parque das Aves impressiona. Há hospital e uma equipe de veterinários, biólogos e tratadores que vão dar todo o cuidado que as aves precisam para a recuperação.

Os ambientes do parque simulam o habitat de cada espécie. Quando são consideradas inaptas para o regresso à natureza, recebem um lar permanente no parque em viveiros construídos em meio à Mata Atlântica, que é o lar original da maioria das aves que chegam por lá.

O pessoal do Parque das Aves em Foz também se especializou em atividades de reprodução de espécies vulneráveis e ameaçadas, e cerca de 43% das aves que você vai encontrar ao visitar o Parque das Aves nasceram através desse cuidado.

Isso é muito bom para a preservação de espécies ameaçadas de extinção. Existe por lá um projeto bem legal que busca a reprodução de jacutingas, que são devolvidas à natureza em uma reserva protegida.

Outra espécie envolvida nos projetos de reprodução é o mutum-do-sudeste, espécie estimada em apenas 250 indivíduos ainda na natureza. Muito legal, né?

Um pouco da história do Parque das Aves

O Parque das Aves pertence à iniciativa privada. Ele foi fundado em 1994 em Foz do Iguaçu pelo casal Anna e Denis.

Anna era veterinária e Dennis se apaixonou por aves na Namíbia. Eles vieram para o Brasil já com o propósito de abrir um parque sobre aves.

Eles conseguiram a inauguração 11 meses depois de chegarem ao Brasil, depois de todas as licenças ambientais e da aquisição do terreno florestal de 16 hectares – esse que comentei que fica bem em frente ao Parque Nacional do Iguaçu.

Para possibilitar a criação do parque, a área foi recuperada com a retirada de detritos e espécies invasores e plantação de vegetação nativa de floresta sub-tropical.

A própria Anna demarcou as trilhas e os locais onde seriam os viveiros. As primeiras aves vieram de doações. Logo, o IBAMA começou a enviar os animais confiscados do mercado negro para o Parque das Aves.

Alguns números legais sobre o Parque das Aves

Hoje o Parque das Aves é o maior viveiro de araras da América do Sul.

Além disso, lá está a maior colônia de ararajubas e os maiores plantéis de psitacídeos (que são aves como as araras, papagaios, cacatuas, agapórnis e outras) e de jacutingas em exibição no mundo.

Só em 2012, o parque plantou mais de 2500 árvores de mata nativa, ajudando na preservação e recuperação da nossa mata atlântica. Todo ano, mais de 500 mil pessoas visitam o parque.

Experiências no Parque das Aves: o que fazer por lá

Em paralelo com todas as atividades de preservação e recuperação dos animais, o Parque das Aves organizou algumas experiências para oferecer aos visitantes, buscando sempre promover a conscientização sobre a necessidade de cuidar do nosso ecossistema.

1) Passeio

É a experiência mais básica, que está incluída no ingresso comum do Parque das Aves (R$45 inteira, R$22 a meia-entrada).

Você caminha pelas trilhas demarcadas pela Mata Atlântica dentro do Parque das Aves e pode entrar nos 4 viveiros de imersão, com as aves passando bem pertinho de você.

É uma oportunidade única, de arrepiar. Você vai ver aves lindonas demais, como a jacutinga, o mutum-de-alagoas, harpias, tucanos e araras. No caminho, ainda aparecem alguns répteis.

O final do percurso te leva para o lago dos flamingos, onde o restaurante do complexo convida para um lanchinho com uma vista encantadora.

Clique aqui e veja o mapa interativo do passeio no Parque das Aves.

Mapa do Parque das Aves

2) Backstage

A experiência Backstage leva o visitante para conhecer os bastidores do trabalho de recuperação e conservação.

Esse tour dura 1:30h, que você vai passar alimentando tucanos e flamingos, visitando áreas restritas e aprendendo ao vivo como funciona o trabalho do Parque das Aves.

Esse ingresso dá direito a um ingresso extra, para você visitar o Parque das Aves em uma outra ocasião.

São 4 saídas diárias (7:30h, 10:30h, 14h e 16h) e o tour custa R$200,00 por pessoa. No horário das 7:30h, o Parque das Aves ainda está fechado para o público em geral e você poderá viver uma experiência ainda mais exclusiva.

3) Forest

No Forest Experience do Parque das Aves, você vai fazer parte de uma celebração na floresta, junto com os índios guaranis.

Há dança, comida, cerimoniais, tudo para promover uma breve imersão na cultura indígena. A experiência acontece somente à noite, ao lado de uma fogueira, seguindo a tradição da celebração que acontece na aldeia quando os Guaranis recebem um visitante.

A Forest Experience custa R$250,00, dura 2:30h e acontece nas noites de terça e quinta no Parque das Aves em Foz.

Passeio no Parque das Aves: como foi nossa experiência

Como o Parque das Aves fica a 200 metros da portaria do Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas brasileiras, decidimos visitá-lo logo depois de visitar o parque das cataratas.

Compramos o ingresso básico, para viver a experiência do Passeio no Parque das Aves.

Nossa visita durou cerca de 1-2 horas. Seguimos por dentro da mata, acompanhando as trilhas muito bem sinalizadas.

Os diferentes viveiros vão aparecendo pra gente entre as árvores e é sempre uma emoção encontrar mais uma ave diferente no caminho.

Alguns viveiros são só de observação, outros permitem que a gente entre e fique ainda mais pertinho das aves. Lembrando que não é permitido tocar, nem alimentar os animais.

As principais atrações do Passeio Parque das Aves são o Viveiro Pantanal (com muitas aves adaptadas ao ambiente aquático), o Viveiro Floresta (com aves típicas da Mata Atlântica), o Paraíso das Ararajubas, o Covil dos Répteis e Refúgio das Harpias, a maior ave de rapina do mundo.

O passeio segue pelo Viveiro das Araras (dá pra entrar lá, com mais de 100 araras sobrevoando nossa cabeça, é uma coisa linda!). Se você chegar na hora da alimentação, fica ainda melhor. Acontece por volta das 13:30h e as aves ficam ainda mais ativas nesse momento.

Outro lugar surpreendente é o Reino das Borboletas, o Viveiro das Araras Mansas, das Cobras Mansas e das Corujas.

Outras atrações são a réplica da árvore da vida, ou Yggdrasil. De acordo com a mitologia nórdica, essa árvore é o eixo central do mundo e em suas frutas estão as respostas das grandes perguntas da humanidade.

Árvore da Vida

No final da trilha, chegamos no restaurante, chamado de Tropicana. Ele fica em frente ao Lago dos Flamingos, e comer com essa vista com certeza é a melhor forma de terminar nosso passeio!

Lago dos Flamingos

Ingressos Parque das Aves e horário de funcionamento

O Parque abre todos os dias, das 8:30h às 17hs.

Para brasileiros e estrangeiros, o preço do ingresso básico (Passeio) é de R$45,00. Pessoas com mais de 60 anos e estudantes (com comprovação) tem direito à meia-entrada (R$22).

As experiências Forest e Backstage tem preços diferenciados.

Saiba mais:
Site: http://www.parquedasaves.com.br
Endereço: Av. das Cataratas, BR-469, Km 17.1 – Foz do Iguaçu/PR
Tel: 45 3529-8282

Nota de esclarecimento

Já expliquei ao longo do post, mas vale reforçar aqui.

Nós não aprovamos o aprisionamento de animais para fins de entretenimento humano. Já participamos de algumas atrações desse tipo, mas hoje temos outra postura e evitamos esse tipo de turismo. Normalmente não incluímos atrações com animais em nossos roteiros.

Existe toda uma discussão ética sobre isso, exatamente por não sabermos em que condições os animais foram capturados e estão sendo mantidos. Vale pensar um pouco sobre quem ganha com a promoção de atrações que exploram e aprisionam animais.

Antes de visitar qualquer atração, fica a dica para analisar a iniciativa para evitar oferecer incentivo ou apoio indireto a instituições que machucam / exploram animais.

Quanto ao Parque das Aves em Foz, destacamos o trabalho deles aqui porque acreditamos na importância das ações para manejo e preservação das aves da mata atlântica brasileira.

O Parque das Aves não retira animais da natureza e se esforça para devolver ao seu habitat o maior número de espécies resgatadas.

Acreditamos que iniciativas como esta ajudam a combater os prejuízos trazidos pelo mercado ilegal de animais silvestres. Como achamos o projeto muito legal e importante, consideramos que vale a divulgação!

Post publicado em: 14 de dezembro de 2016.
Post atualizado em: 18 de setembro de 2019.

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀

  Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
  Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
  Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha 10% de desconto em qualquer seguro do site!
 Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: TicketbarGet Your Guide

Sair da versão mobile