Melhores livros de viagem que eu já li – e recomendo!

Eu não resisto a passar por uma livraria sem dar uma conferida na sessão de livros de viagem. Amo conhecer um novo autor – viajante, ou acompanhar viajar sem sair do sofá através de um livro.

Com isso, minha coleção de livros de viagem só cresceu ao longo dos anos. E nesse post vou fazer a seleção dos melhores livros de viagem que já li – e que amei, por isso recomendo pra você ler também.

Preparados? Então vem comigo nessa viagem com livros!

Livros de viagem para inspirar sua próxima aventura

Uma viagem pelos países que não existem, por Guilherme Canever

Guilherme é brasileiro e coleciona um histórico de viagens que sinceramente me deixou de queixo caído. Vou listar alguns dos destinos que ele conheceu, e quero ver se você já ouviu falar de algum deles:

Ossétia do Sul, que tal? Ou quem sabe, Transnístria? Somalilândia? Abecásia? Nagorno-Karabakh? Não? Nenhum?

Pois é. Essa lista de nomes que você nunca ouviu falar são todos países independentes, mas não reconhecidos pela Organização das Nações Unidas.

Leia também: Legendi Mundi, uma volta ao mundo com livros escritos por mulheres

Cada um com sua bandeira, fronteira, moeda própria. Alguns até emitem visto para visitantes. Mas não “existem” como países perante a ONU – e para grande parte do resto do mundo, que nunca nem ouviu falar deles. Louco, né?

Mas não se assuste: essa lista de países invisíveis para a ONU tem nomes que você conhece também: Palestina, Kosovo, Tibete, Taiwan: todos nesse mesmo status de “países que não existem”.

Pois bem, Guilherme Canever visitou 16 desses países não reconhecidos pela ONU e transformou sua experiência em um livro – mais que necessário, por sinal!

É um livro que dá voz e espaço na mesa de discussão para culturas inteiras que, pelo menos para mim, estavam completamente desconhecidas. Povos, culturas, comidas, pontos turísticos – tem de tudo um pouco, num relato que tem um tom um tanto provocativo, pra tirar a gente do eixo mesmo.

Cada país foi tratado num capítulo próprio, e além das impressões do viajante, o livro ainda traz dicas turísticas sobre o que fazer por lá – porque agora que você conhece esses países todos, vai dizer que sua lista de viagem não aumentou?

Compre o livro: Uma viagem pelos países que não existem (Viagens pelo mundo)

Terra de cabinha: Pequeno inventário da vida de meninos e meninas do sertão, por Gabriela Romeu

Esse livro vai te levar para uma viagem pelo sertão do Brasil, mais precisamente no Cariri, um pequeno oásis verde no sertão nordestino.

Você sabe o que é cabinha? É como um dminutivo para cabra da peste -> cabrinha ou cabinha. É como são chamados os meninos e meninas no sertão do Cariri.

O livro fala sobre a vida dessas crianças no semiárido, em meio a pinturas rupestres, lendas de encantados e muita fé em Padim Padre Cícero.

No Cariri, menino vira rei. O brincar tem muitos outros sentidos. E é essa realidade única da infância no Cariri que é retratada no livro.

A obra reune histórias, causos, brincadeiras, receitas, versos e adivinhas tradicionais da região, contados pelos locais ou observados pela escritora viajante.

Compre o livro: Terra de cabinha: Pequeno inventário da vida de meninos e meninas do sertão

30 jours a Paris: guia para uma viagem autêntica, por Carol Pio

Comprei o livro da Carol na minha primeira viagem a Paris, atraída pelo convite para uma viagem autêntica.

Me surpreendi com a estética apurada do livro (que fotografia maravilhosa!), e mais ainda com os relatos afetivos da autora. Visitei muitos lugares citados por ela – que não estariam incluídos no meu roteiro sem o livro, com certeza.

E para os lugares clássicos, Carol também foi capaz de colocar seu olhar de viajante e apaixonada pela cidade. Confesso que minha paixão por Paris só aconteceu ao longo da viagem, e muito foi devido à narrativa tão conectada dela com a cidade. Um livro para experimentar a cidade de uma forma muito diferente dos guias convencionais.

Compre o livro: 30 Jours à Paris: Inspirações para uma viagem autêntica

A ilha: Um repórter brasileiro no país de Fidel Castro, por Fernando Morais

O repórter Fernando Morais lançou a primeira edição desse livro em 1976, depois de sua primeira viagem a Cuba – e foi um sucesso absoluto no Brasil, se tornando a obra de referência no país sobre a ilha de Fidel Castro, com 30 edições esgotadas.

Na época o Brasil vivia o regime militar, e a gente sabia muito pouco – ou nada – sobre Cuba. Houve muita polêmica, acusando o autor de fazer apologia a Revolução Cubana – dois estados proibiram a venda da obra, só pra dar um exemplo.

O curioso é que o jornalista visitou novamente a ilha de Cuba 25 anos depois da sua primeira viagem, e lançou uma reedição que compara os dois cenários.

Compre o livro: A ilha: Um repórter brasileiro no país de Fidel Castro

Na natureza selvagem, por Jon Krakauer

Possivelmente, esse é o livro mais famoso entre viajantes e pessoas que amam viajar. Um clássico dos livros de viagem, Na Natureza Selvagem conta a história real dos sonhos e aventuras de Christopher McCandless.

Filho de uma família com boas condições financeiras, Christopher um dia decide sair de casa em busca de viver com menos, e embarca numa jornada de sobrevivência no Alaska.

Sozinho na natureza selvagem, ele vai aprender muito – e também perder muito. Não vou dar spoiler, mas o livro é impactante de muitas formas.

A história verídica de Chris é contada no livro – parte com base nos diários encontrados no acampamento do viajante no Alaska. É a história de vida de um aventureiro solitário, em busca do seu “sonho de liberdade”.

Compre o livro: Na natureza selvagem

Cem dias entre o céu e mar, de Amyr Klink

A história de Amyr Klink ficou famosa: o navegador que pegou seu barco a remo e atravessou o Oceano Atlântico narrou suas aventuras em livro, desde os preparativos para a jornada inacreditável até o dia a dia no barco e a emoção da conquista.

São 3500 milhas de histórias, um mergulho na solidão, no medo, na aventura, na imensidão do horizonte azul. É com certeza um livro sobre superar limites – mas vai muito além.

Compre o livro: Cem dias entre céu e mar

Não conta lá em casa: Uma viagem pelos destinos mais polêmicos do mundo, por André Fran

Talvez você lembre desse nome por ter assistido ao programa do Multishow, no qual 4 amigos se aventuraram em conhecer destinos inusitados e perigosos ao redor do mundo.

Pois o programa virou livro, escrito por um dos aventureiros, o André Fran. Os relatos são ao mesmo tempo divertidos, comoventes e chocantes, e mudam nossa percepção sobre o papel do turismo – e sobre acessibilidade e segurança de sair de casa para conhecer alguns destinos.

Compre o livro: Não conta lá em casa: Uma viagem pelos destinos mais polêmicos do mundo

Lista colaborativa de livros de viagem: contribua!

Essa lista poderia seguir até o infinito: existem centenas de livros de viagem que valem a leitura – e certamente muitos deles eu ainda nem conheço!

Se você conhece algum livro de viagem que vale a pena ler e indicar, coloque o nome e o autor aqui no comentário desse post!

Leia também: Livros sobre o Rio de Janeiro para ler e ter na estante

Vou ficar muito feliz de ler sua indicação e trazer ela pra cá, lado a lado com esses livros de viagem que já li e recomendo!

Foto em destaque: StockSnap por Pixabay 

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *