O que fazer em Aruba: roteiro de 4 dias

O que fazer em Aruba | Aruba é sensacional. Conhecida por locais e turistas como ‘the happy island‘, ou ‘a ilha feliz’, já dá pra sentir como é o clima do lugar, certo?

A ilha tem uma excelente estrutura para receber o turista. São bons hotéis e resorts, baladas, lojas de marcas internacionais e, claro, praias fantásticas.

Nossas dicas sobre o que fazer em Aruba são baseadas em nossa experiência de 4 dias na ilha, e esperamos que te ajude a montar seu roteiro para conhecer essa ilha fantástica.

Algumas curiosidades de Aruba

A ilha de Aruba separou-se das Antilhas Holandesas em 1986 e tornou-se uma dependência autônoma do Reino dos Países Baixos.

A capital é Oranjestad e as línguas oficiais da ilha são o holandês, o inglês e o papiamento.

letreiro Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

O papiamento é uma língua falada nas ilhas caribenhas de Aruba, Curaçao e Bonaire, o chamado ABC do Caribe.

Tem umas expressões em papiamento que gostei muito, como ‘Dushi’ (expressão para chamar algo/alguém de querido) e ‘Bonbini’ (que significa Bem-vindo!).

Isso foi uma excelente impressão que tivemos em Aruba: as pessoas (especialmente os prestadores de serviço) eram sempre muito simpáticas e prestativas. Transmitiam mesmo essa alegria pela qual a ilha quer ser conhecida.

No quesito estrutura para turismo, Aruba é bem diferente da vizinha ilha de Curaçao.

O sistema de transporte público funciona na ilha, é mais fácil conseguir encontrar pessoas falando inglês (além de muitos americanos por todo lado).

Uma enorme diferença está na organização do serviço de táxis, que são devidamente identificados e possuem taxímetro e/ou tabela visível de preços por bairro. Em Curaçao, o táxi podia ser qualquer carro, e quase sempre tínhamos que negociar o preço com o motorista).

Onde ficar em Aruba

Muita gente escolhe ficar em Palm Beach, o bairro mais badalado da ilha e onde estão os hotéis e restaurantes mais famosos. Essa parte da ilha tem muitos resorts e hotéis badalados, você pode ver algumas das opções de hotéis disponíveis em Palm Beach aqui.

Como queríamos um pouco de sossego (além de pagar um pouco menos pela hospedagem), escolhemos ficar em Eagle Beach, no hotel MVC Eagle Beach Hotel.

O hotel era bem simples mas bastante funcional. Tem um restaurante (Tulip Restaurant) aberto para todas as refeições e onde tomamos o café da manhã – pago à parte.

Para chegar na praia, é só atravessar a rua em frente ao hotel.

Durante o dia, o hotel disponibiliza cadeiras, toalhas e espreguiçadeiras para uso dos hóspedes.

O quarto tem frigobar e o supermercado SuperFood fica bem pertinho. Avisamos antes de chegar que estaríamos em lua de mel, e o hotel nos deu uma garrafa de espumante.

Os pontos negativos: a piscina é muito, muito pequena e não há elevador – ficamos no segundo andar, a mala era grande e a escada de acesso era em caracol.

Aruba tem um programa de incentivo ao turismo que oferece alguns mimos para casais em Lua de Mel.

Os hotéis conveniados oferecem upgrade de quarto, champagne, algumas outras alegrias para os noivos. Veja mais detalhes do programa One Happy Honeymoon.

O que fazer em Aruba:  roteiro de 4 dias

Dia 1 – O que fazer em Aruba

Tarde em Eagle Beach e noite em Palm Beach

A viagem para Aruba foi a partir de Curaçao, pela empresa aérea Insel Air.

Saindo do Brasil, você pode optar por vôos da Avianca (com conexão em Bogotá) ou da Copa Airlines (com conexão no Panamá).

Chegamos em Aruba no começo da tarde, almoçamos no Tulip Restaurant (restaurante do nosso hotel) e aproveitamos a tarde em Eagle Beach.

Eagle Beach é uma praia bem grande e bonita. Apesar de ficar bem ao lado da badalada Palm Beach, ela é bem diferente de sua vizinha.

A praia é pouco concorrida, então é ótima pra relaxar. A água é de um azul lindo, quentinha e sem ondas, com areia branquinha.

Curtimos a água que tava uma delícia, e caminhamos bastante pela areia, admirando os hotéis e condomínios residenciais com suas extensões para a areia.

Em Eagle Beach você encontra lindos Divi-divi, árvore símbolo de Aruba, na região mais próxima a Palm Beach.

Divi-divi em Eagle Beach, Aruba
Foto: Helmut Mueller por Pixabay 

Nessa área há uma maior estrutura na praia: banheiros públicos e bebedouro gratuitos, quiosques, bares e opção de aluguel de cadeiras e guarda-sol.

Quanto mais afastado dessa área, menos estrutura de apoio na praia.

A noite, fomos a Palm Beach para curtir um pouco da região mais badalada da ilha. Bons restaurantes e bares, muitas lojinhas, música, é uma região bem movimentada. Jantamos no Hard Rock Café Aruba.

Hard Rock Café Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Dia 2 – O que fazer em Aruba

Palm Beach, California Lighthouse, Alto Vista Chapel, Philip’s Animal Garden e praia tour – parte 1

Decidimos alugar um carro para conhecer a ilha, porque tudo ficava meio distante de Eagle Beach.

O pessoal do hotel providenciou o aluguel e pegamos um confortável Hyundai Accent, que atendeu super bem.

Começamos o dia por Palm Beach, conhecendo o Paseo Herencia Mall, um pequeno shopping com poucas lojas mas com muitos restaurantes bacanas.

Lá vimos Lacoste, Swatch, Times Square, Pandora, e outras lojas de marcas internacionais. O ambiente do shopping é aberto e a decoração é interessante, vale o passeio. A fonte no centro do pátio fica iluminada à noite, bem bonita.

Um detalhe é que o shopping não tem estacionamento próprio. Tem um estacionamento pago num prédio vizinho (1 florin por hora) e há as vagas na rua, pagas em parquímetro.

Demos uma volta a pé por Palm Beach, que estava bastante movimentada. Foi até meio estranho ver uma praia tão cheia depois das praias desertas de Curaçao.

Mas se você gosta de agito, Palm Beach é o seu lugar!

Como estávamos de carro, aproveitamos para fazer um tour na Ilha, por conta própria.

Pegamos o mapa que veio com o aluguel do carro e dirigimos até a ponta noroeste de Aruba, para visitar um antigo farol chamado California Lighthouse.

California Lighthouse, Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

A vista de lá é muito linda! Ao lado do farol existe um restaurante italiano muito charmoso, chamado La Trattoria el Faro Blanco, mas que infelizmente estava fechado na hora que passamos.

Seguimos pela estrada principal que margeia a costa oeste de Aruba, em direção ao sul.

Fomos fazendo um ‘praia tour’, parando nas praias ao longo da estrada e curtindo cada uma um pouquinho.

Visitamos Arashi Beach, Boca Catalina, Malmok Beach, Hadicurari Beach (essas, uma mais linda que a outra!). Por fim, chegamos em Palm Beach de novo (mas dessa vez nos concentramos na praia em si, e não no centrinho).

Praias de Aruba, O que fazer em Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Depois desse rolé de praias, partimos para explorar o interior da ilha. Nossa primeira parada foi uma pequena capela numa região mais elevada e bastante isolada da ilha, chamada Alto Vista Chapel.

Alta Vista Chapel
Foto: Fui Ser Viajante

O lugar é bem isolado e bonito. Chamam a atenção a vegetação típica de deserto e o silêncio. Lá, encontramos poucos turistas e alguns locais vendendo objetos religiosos.

Perto da capela fica o Philip’s Animal Garden, uma iniciativa que começou como abrigo de animais abandonados e hoje é também um centro de reabilitação de abrangência mundial, que recebe vários animais diferentes e exóticos que precisam de cuidados. É possível visitar.

Philip's Animal Garden
Foto: Fui Ser Viajante

Dia 3 – O que fazer em Aruba

Praia tour – parte 2

Continuamos nosso roteiro de ilha tour em Aruba. Nesse dia, pegamos a mesma estrada na costa oeste da ilha, agora seguindo para o sul de Palm Beach.

Passamos por San Nicolas, a segunda maior cidade de Aruba, e chegamos em Seroe Colorado Point, um lugar no meio do nada, com uma vista espetacular do mar.

Seroe Colorado Point, Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Neste ponto, a estrada se bifurca. Primeiro fomos para a esquerda e encontramos os imensos cata-ventos responsáveis pela geração de energia em Aruba, o Vader Piet Windpark.

Vader Piet Windpark. Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

De volta à estrada e para a direita, chegamos até as praias de Boca GrandiRodger’s Beach e Baby Beach, a praia mais ao sul da ilha.

O que fazer em Aruba: praias de Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

É difícil escolher, mas Baby Beach é com certeza uma das praias mais lindas de Aruba.

Foi nela que mais demoramos, era fim de tarde e foi uma delícia. O mar estava uma piscininha, com aquele azul incrível.

Praias de Aruba, Baby Beach
Foto: Fui Ser Viajante

Mas não se engane, a praia tem fortes correntes nas laterais, e está toda sinalizada para ninguém marcar bobeira e ser arrastado.

Tentamos continuar o caminho para leste após sair de Baby Beach. Pela estrada, demos de cara com um enorme cemitério…

Sem saber do que se tratava, já no por do sol, foi até meio macabro percorrer alguns quilômetros de cruzes de frente para o mar, e aquele lugar não estava em nenhum de nossos mapas.

Só descobrimos o que se tratava em casa, procurando pela internet. O local funciona como um ‘Pet Cemetery‘, um cemitério para cachorros e gatos.

Parece que a história começou quando os trabalhadores da velha refinaria de Aruba iam até lá para enterrar seus bichinhos. Depois a tradição se espalhou entre os moradores da ilha.

Dia 4 – O que fazer em Aruba

Arirok National Park, Oranjestad e praias urbanas

O Parque Nacional Arirok fica do lado leste da ilha de Aruba. Ele é enorme (quase 20% do território da ilha) e tem muitas atrações naturais, além de praias lindas e mais selvagens.

Na entrada do parque cobraram uma pequena taxa e nos entregam um mapa com as rotas que são possíveis percorrer com carro de passeio. Isso é importante porque o parque tem várias praias e pontos turísticos acessíveis apenas em carros com tração nas 4 rodas.

Outro detalhe sobre as praias do parque: elas são lindas, mas possuem correntes muito fortes. A maioria não é recomendada para banhistas.

O que fazer em Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Com essas restrições, fizemos assim nosso roteiro dentro do parque: primeiro, visitamos as ruínas da mina de ouro de Bushiribana.

Esse é um lugar incrível, que já foi considerado sagrado pelos nativos da ilha e despertou nossa curiosidade.

A mina foi construída em 1825 e funcionou apenas por dez anos. Hoje, por todo terreno, existe uma mística acerca de desejos e pedras.

Bushiribana Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Você faz um desejo e empilha uma pedra nas ruínas, formando totens. São várias e várias pilhas de pedras, inacreditavelmente equilibradas, desafiando a gravidade e os fortes ventos que sopram por ali.

Em seguida visitamos a Natural Bridge, uma ponte natural de pedra sobre o mar. Achamos o local bonito mas bem sujo, com muito lixo no mar. Existe um pequeno restaurante no local, com uma lojinha de souvenirs.

Natural Bridge Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Fomos em seguida a duas cavernas, que ficam uma ao lado da outra: Fontein Cave e Quadirikiri Cave.

Havia guias para visitação nas duas cavernas.

A Quadirikiri possui uma entrada na beira do penhasco e duas câmaras grandes em forma de cúpula, que são iluminadas com luz solar através de buracos no teto.

Quadriquiri cave, Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Já Fontein Cave é bem conhecida por seus desenhos de nativos Arawak nas paredes.

Fontein Cave, Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Por fim, ainda passamos num outro ponto indicado no mapa, a formação rochosa Ayo Rock, perto da vila de Ayo. No entanto, o lugar não convenceu, chamou pouco nossa atenção.

Conta a lenda que o povo nativo Arawak costumava visitar estas formações rochosas para que eles pudessem ouvir tempestades se aproximando da ilha.

Chegou a hora de voltar para o litoral e ver mais algumas praias em Aruba. Fiquei realmente impressionada por essas três praias de paisagens fortes e memoráveis que visitamos dentro do Parque Arirok: Andicuri Bay, Boca Prins e Dos Playa.

As três são lindas, mas não são recomendadas para banhistas, por conta das fortes correntes.

Praias de Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Na saída do parque passamos de novo pelo Vader Piet Windpark e seguimos até a praia de Mangel Halto.

A região é bem bucólica, mas naquele dia estava acontecendo uma “festinha local”, com comidinhas na praia e muita música. Ficamos lá um tempo e em seguida rumamos para Oranjestad.

Passeamos pelo centro de Oranjestad, capital da ilha, que é cheio de lojas de marcas internacionais.

O que fazer em Aruba, Oranjestad
Foto: falco por Pixabay 

Se você quiser fazer compras, recomendamos o centro de Oranjestad e as lojas de Palm Beach, as regiões com maior concentração de boas lojas em Aruba. No centro, visite também o Renaissance Aruba Resort and Casino e o Renaissance Mall.

Dependendo da cotação do dólar na época da sua viagem, dá pra encontrar bons negócios em Aruba.

No centro de Aruba, você encontra os famosos letreiros para fotos!

Letreiro Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Por fim, visitamos ainda as praias “urbanas” Surfside Beach e Nikki Beach.

Essas são as praias mais próximas ao aeroporto e tem uma água calminha, boa pro nado.

Nessa região você encontra uma maior estrutura de restaurantes e hotéis, facilitando o serviço. Essas praias são bastante frequentadas pelos visitantes dos cruzeiros.

praias Aruba
Foto: Fui Ser Viajante

Outras dicas de Aruba

Outra opção bacana em Aruba é visitar De Palm Island Aruba, uma pequena ilha privada nas proximidades de Aruba.

Confira o relato da Luciana do blog Let’s Fly Away sobre a De Palm Island e veja se vale a pena incluir no seu roteiro!

Aruba é muito preparada para o turismo. Tudo é muito bem sinalizado, há muitas dicas nos sites do governo sobre o que fazer na ilha, e gostamos bastante do atendimento e prestação de serviços.

A estrutura da ilha nos surpreendeu, sendo bem mais desenvolvida que Curaçao neste quesito.

Para mais informações sobre o que fazer em Aruba, você pode dar uma olhada no site oficial do turismo da ilha.

O site é muito bom, com bastante informação, mapas e dicas. Existe também um aplicativo para celular que funciona offline, vale a pena para pegar mapas e indicação de pontos turísticos.

Planeje sua viagem

Certificado Internacional de Vacinação

Antes de embarcar para Aruba, confira se algum dos aeroportos onde você vai fazer conexão na América do Sul exigem a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela.

Nosso vôo foi pelo aeroporto de Bogotá, um dos destinos onde é necessário apresentar esse documento, caso seja requisitado na imigração.

Depois de tomar a vacina, você pode emitir o seu certificado online, de modo fácil e simples. Veja aqui o passo-a-passo para emitir o certificado de vacinação online e peça o seu.

Onde se hospedar em Aruba

As duas regiões mais indicadas da ilha para hospedagem são Palm Beach (a praia mais badalada) e Eagle Beach (mais calma).

Veja aqui opções de hospedagem em Palm Beach e Eagle Beach

Outra opção muito escolhida por turistas é a hospedagem na capital, Oranjestad, pela facilidade de serviços nos arredores e possibilidade de achar hotéis mais em conta.

Veja hotéis disponíveis em Oranjestad

Seguro viagem para Aruba

Não é exigido seguro viagem para visitar Aruba. Mas como a gente sempre fala, seguro morreu de velho e a gente nunca embarca numa viagem internacional sem seguro.

Isso porque imprevistos acontecem em qualquer lugar e é melhor investir um pouco e ter cobertura garantida na viagem.

Na hora de fazer a compra de seguro viagem, eu sempre uso o site da Real Seguros. Esse site funciona como um comparador de preços entre as seguradoras. 

Basta colocar o destino e as datas da sua viagem, que você descobre facilmente qual o seguro que oferece o melhor custo-benefício pra você.

> Faça uma cotação com a Real Seguros e aproveite o super desconto de até 16% no seguro viagem (11% OFF pelo link + 5% de desconto para pagamento em boleto).

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, pode ler mais sobre Seguro Viagem aqui no site.

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Lulu Freitas disse:

Adorei esse roteiro! Aruba tem praias lindas e suas fotos fizeram jus. Vontade de cair nesse mar lindo.

Que lugar incrível para uma lua de mel heim? Você, seu amor e esse mar azul, não precisa de mais nada =D

Eu também adoro seguir viagem estilo aventureiro rs, pegar o mapa e me jogar no destino! Com certeza eu iria fazer um praia tour e iria buscar aquelas mais vazias!!

Klécia o que é aquela árvore Divi-divi? Que incrível, no meio da praia? Eu simplesmente amei, iria pegar um livro e passar algumas horas do lado dela. =D

Klécia disse:

Tem várias pela ilha, Mayte! São o símbolo de Aruba! Elas convidam mesmo pra sentar do lado com um livro né? E a lua de mel em Aruba foi sonho mesmo! Que vontade de voltar <3