Cenários de filmes em Londres: filmes para ver antes de viajar pra lá

Filmes para ver antes de ir a Londres | Que Londres é uma cidade altamente ‘instagramável’ e cinematográfica, todo mundo já sabe. Nesse post, vamos falar dos vários cenários de filmes em Londres!

Confesso que é uma tarefa difícil escolher apenas 10 filmes que se passam em Londres para colocar nessa lista. Afinal, são muitas as cenas icônicas e locais que já participaram como cenários de filmes em Londres.

Você pode dar um passeio por onde James Bond pilotou um helicóptero, ou quem sabe conhecer a lavanderia onde Daniel Day-Lewis beijou Gordon Warnecke em Lambeth.

O que não falta é variedade, por isso não importa qual seu tipo de filme favorito: há um cenário de filme em Londres esperando por você.

Leia também: Cenários de filmes para visitar em Nova York

Trazemos aqui uma breve lista para que você possa viajar um pouquinho para Londres através dos filmes. Essa também é uma ótima lista de filmes para ver antes de viajar para Londres.

Chegou a hora de viajar com os filmes, antes mesmo de sair de casa! Vamos nessa?

Viaje sem sair de casa: filmes que tem Londres como cenário

Há muitas locações de filme pela capital britânica. Separamos algumas que consideramos clássicas e marcantes para compor essa lista.

Que você possa (re) visitar Londres em cada um desses filmes, seja (re) assistindo ao obra ou planejando sua próxima viagem!

Um lugar chamado Notting Hill

Comecemos por um dos primeiros filmes que vem à cabeça de muita gente quando se pensa em Londres, principalmente por quem curte comédias românticas.

O filme é sobre o dono de uma livraria britânica que se apaixona por uma estrela de cinema americana. Tendo como pano de fundo um dos bairros mais bonitos de Londres, é um filme que pode facilmente ser assistido repetidas vezes.

Nas cenas de abertura do filme, o personagem de Hugh Grant (William Thacker) percorre o Portobello Road Market em Londres.

Este mercado mundialmente famoso vale uma visita não apenas por ser uma importante locação de filme em Londres, mas também porque o mercado em si é simplesmente lindo e cheio de antiguidades.

Portobello Road Market em Londres
Foto: 5477687 por Pixabay 

Outro cenário de filme em Londres que aparece em Um lugar chamado Nothing Hill é o Nobu Restaurant.

Esse é um dos restaurantes japoneses mais famosos do mundo e já apareceu em inúmeros filmes, sendo Notting Hill apenas um deles. Neste filme, os personagens de Hugh Grant e Julia Roberts marcam um encontro aqui.

Infelizmente, a icônica residência onde Will morava em Nothing Hill (a charmosa casa de porta azul) é uma propriedade particular e seu interior não pode ser visitado.

No entanto, a bela fachada ainda pode ser admirada do lado de fora! Anote o endereço: 280 Westbourne Park Road. Inclusive, a casa já foi propriedade do famoso roteirista Richard Curtis.

A porta azul da casa ficou tão famosa após as filmagens de Notting Hill, que foi leiloada e os lucros obtidos foram dados à caridade.

No entanto, a falta de porta azul confundiu muitos visitantes da área à procura dos locais de filmagem e ela foi substituída mais uma vez.

Note que até mesmo na foto disponível no Google Street View tem gente tirando foto em frente a ela:

Porta azul do filme Um lugar chamado Nothing Hill
Foto: Google Streat View

Da mesma forma, não fique confuso se alguns dos lugares mostrados no filme não forem exatamente como você se lembra na vida real.

Por exemplo, não há uma “Travel Book Company” na Portobello Road, que era a livraria de William. Na época das filmagens, o local era uma loja de antiguidades, que se tornou uma loja de móveis, e agora é uma loja de lembrancinhas.

Porém, espertamente, o local se chama ‘Notting Hill, 142 Portobello Road’ e replica descaradamente o tipo de letra e o esquema de cores do título do filme.

Quer ver o filme? Um Lugar Chamado Notting Hill está disponível no Telecine Play.

O Discurso do Rei

Nesse filme, Colin Firth interpreta o rei George VI que, para lidar com uma gagueira, procura Lionel Logue, um fonoaudiólogo australiano interpretado por Geoffrey Rush.

Os homens se tornam amigos enquanto trabalham juntos. Depois que seu irmão abdica do trono, o novo rei confia em Logue para ajudá-lo a fazer sua primeira transmissão de rádio em tempo de guerra na declaração de guerra da Grã-Bretanha na Alemanha em 1939.

Com essa premissa simples, o drama acaba sendo um filme muito interessante e marcado por grandes interpretações, tanto que Colin levou o Oscar de Melhor Ator pelo papel.

O filme começa com a dolorosa tentativa do então duque de fazer o discurso de encerramento na “Exposição do Império” de 1925. O cenário era o antigo estádio de Wembley, que foi demolido em 2003 para dar lugar ao novo estádio.

Sem poder contar com o estádio Wembley da época, a cena foi filmada em dois locais distintos – ambos em West Yorkshire, e não exatamente em Londres.

Em Londres, o duque e a duquesa (Helena Bonham Carter) moravam em 145 Piccadilly, perto do Hyde Park Corner. A casa real foi destruída em um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial, mas a casa vista no filme fica em 33 Portland Place.

Lancaster House foi usada como locação para os interiores do Palácio de Buckingham quando o Rei caminha para fazer seu discurso e tirar fotografias oficiais.

Aliás, o próprio palácio de Buckingham também aparece em diversos outros cenários de filmes em Londres, afinal, é a principal construção não apenas londrina, mas britânica.

Palácio de Buckingnham - cenários de filmes em Londres
Foto: Dimitris Vetsikas por Pixabay 

Outro dos cenários de filme em Londres que ficou famoso, o ‘Conselho de Adesão’ no St. James’s Palace, que é o local onde o novo rei é intimidado pelos retratos de ex-monarcas, fica no Drapers Hall, na Throgmorton Street.

E por fim, as ruas que representam a Londres da época da guerra, através das quais Logue é levado para o Palácio de Buckingham, são os jardins do Old Royal Naval College, em Greenwich.

Quer ver o filme? O Discurso do Rei está disponível na Amazon Prime Video.

Coisas Belas e Sujas

Já vimos uma comédia romântica e um drama. Passamos agora para um thriller com ênfase em crimes, com bons cenários de filmes em Londres para você visitar.

A sinopse é a seguinte: ‘Um imigrante nigeriano que vive em Londres descobre uma rede de contrabando de órgãos, mas não pode denunciar os responsáveis à polícia, pois está no país em situação ilegal.’

Grande parte do filme se passa no movimentado mercado Ridley Road, em Hackney, próximo de onde Okwe (Chiwetel Ejiofor) e Senay (Audrey Tautou) vivem.

Okwe trabalha para uma empresa de táxis que fica sob a ponte ferroviária em Southwark, que você provavelmente também se lembra de ter visto como cenário de filmes em Londres.

Enquanto andam no cemitério londrino Bunhill Burial Ground, 38 City Road, Okwe revela a Senay que é casado. Esse é um dos ‘cantinhos secretos’ mais curiosos de Londres e pode despertar sua curiosidade para uma visita.

Bunhill Fields em Londres
Foto: Alison Day via Flickr [Attribution-NoDerivs 2.0 Generic (CC BY-ND 2.0)]

Originalmente o lugar era muito maior do que o que vemos hoje. O cemitério foi restaurado como um parque depois de ter sido severamente danificado por bombas durante a Segunda Guerra Mundial.

Esse acaba sendo um passeio incomum mas bastante cultural, já que alguns artistas famosos estão enterrados por lá, como John Bunyan, Daniel Defoe, William Blake e Isaac Watts.

Quer ver o filme? Coisas Belas e Sujas está disponível para ser comprado / alugado no Google Play Filmes ou no YouTube.

Closer – Perto Demais

Mais um drama com tema adulto repleto de cenários de filmes em Londres. As ‘complexas relações’ entre quatro pessoas se desenrolam sobre o pano de fundo cinzento da cidade de Londres.

Cabe dizer que a cidade é o personagem que permanece constante durante todo o filme – o úncio que não acaba pior do que quando a história começou.

Muitas pessoas não gostam dos temas pesados deste filme, mas é curioso ver os jogos mentais distorcidos que os amantes jogam entre si em ‘Closer’.

Quando Dan e Alice, personagens de Jude Law e Natalie Portman, estão em um hospital após ela ter sido atropelada.

A parte externa do edifício que serviu como locação original era um prédio que ficava em 1 Seething Lane, bem atrás do Edifício da Autoridade do Porto de Londres. Desde então, o local foi reconstruído para se tornar um restaurante.

Mas dentro da trama, o local era apenas uma referência a um outro lugar em Londres: o hospital St. Bart’s, que ficam em outra parte da cidade.

Você vai entender a referência ao ver que, de lá, Dan aponta para a cúpula da St. Oaul’s Cathedral, que fica no horizonte do St. Bart’s.

Também saindo de lá, o casal passeia pela King Edward Street e por um pedacinho do Postman’s Park, dois lugares que ficam nos arredores do St. Bart’s.

Por fim, os dois também fazem uma viagem de ônibus ao longo do Thames Embankment, até o escritório do jornal em que Dan trabalha, que é na Trinity Tower na Thomas More Square.

O médico Larry (Clive Owen), é atraído para conhecer a mulher com quem ele teve uma conversa online no Aquário Sealife, no County Hall, na margem sul, sob a London Eye.

Apesar de ter sido enganado na conversa, ele acaba conhecendo Anna (Julia Roberts) a partir daí.

Os quatro se encontram na exposição fotográfica de Anna, realizada na Whiteleys, em Bayswater.

Essa foi a primeira loja de departamentos de Londres e hoje se tornou um shopping completo com seu próprio cinema e até boliche.

Larry se recusa a assinar papéis de divórcio no Portrait Restaurant, o restaurante na cobertura da National Portrait Gallery, com uma vista fantástica para a Trafalgar Square.

Por fim, quando Dan tem um momento de revelação no Postman’s Park a placa onde se lê o nome ‘Alice Ayres’, existe na vida real.

Cenários de filmes em Londres - Postman's Park
Foto: Morgaine via Flickr [Attribution-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-SA 2.0)]

Quer ver o filme? Closer – Perto demais está disponível para ser comprado / alugado no Google Play Filmes ou no YouTube.

Extermínio

Em tempos de pandemia de Covid-19, é impressionante muita gente começou a procurar filmes, séries e documentários que tratem de algum tipo de contaminação, que acabe trazendo algum tipo de cenário pós apocalíptico.

Extermínio (que originalmente se chama 28 days later) pode entrar nessa categoria de filme. E como se passa na Inglaterra, partindo de Londres, aqui está ele em nossa lista de cenários de filmes em Londres, e como dica de filmes para ver antes de viajar pra lá.

E é um tanto arrepiante ver como um filme de 2002 pode, de certa forma, mostrar um mundo pós-apocalíptico parecido com o que vivemos em 2020…

A trama segue um homem que acorda de um coma 28 dias após uma espécie de apocalipse zumbi e encontra uma Londres completamente deserta.

Durante mais ou menos os primeiros 15 minutos, o personagem principal vagueia pelas ruas vazias de Londres. A cidade parece calma e pacífica na ausência de pessoas.

O hospital deserto, claramente uma alusão ao Hospital St. Thomas, em Westminster, é uma mistura do Hospital Central Middlesex, em Acton Lane, e do (não-operacional) Hospital Greenwich District.

Em uma incrível façanha para a filmagem no local, o tráfego da manhã foi retido por breves momentos durante vários dias para capturar as cenas impressionantes de uma cidade estranhamente vazia.

Jim (Cillian Murphy) atravessa a ponte Westminster da margem sul em direção ao Parlamento.

ponte Westminster, em Londres, cenários de filmes
Foto: Adam Derewecki por Pixabay 

Subindo a Whitehall, ele passa por um clássico ônibus vermelho londrino virado (para minimizar a interrupção, o ônibus de dois andares foi habilmente posicionado e removido em 15 minutos).

A entrada da igreja toda pichada é da Igreja de St. Anne, em Newell Street, Limehouse, onde Jim é atacado pelo padre enfurecido.

Por fim, Jim escapa por pouco de uma multidão de infectados depois que um punhado de sobreviventes explode um posto de gasolina na Ilha dos Cães (a curva no rio Tamisa ao norte de Greenwich).

Quer ver o filme? Extermínio está disponível no Telecine Play.

Um lobisomem americano em Londres

Se você é fã do gênero Terror, aqui vai encontrar alguns dos cenários de filmes em Londres mais clássicos do cinema.

Um Lobisomem Americano em Londres é considerado uma das grandes obras do cinema e mescla os gêneros terror e comédia.

O longa é mais conhecido pela cena de transformação de um homem em um lobisomem – cena esta que é considerada uma das mais impressionantes da história do cinema, especialmente quando se trata de um filme de 1981.

Mas não é apenas isso, há uma ótima história, simples e assustadora, que é uma crítica sobre o modo como os estrangeiros são recebidos e tratados na Londres da época.

Um problema que, infelizmente, ainda se mantém atual quando se trata do assunto imigrantes e refugiados.

Mas, voltando a falar das locações de filmes em Londres, também é possível reconhecer muitas delas no filme (que além de Londres também foi gravado no País de Gales).

Começando pelo hospital em que o protagonista David Kessler (David Naughton) se recupera de uma mordida de lobo.

O local utilizado foi o Hospital de Maternidade Princess Beatrice que fica na Finborough Road. O prédio ainda está lá e agora é um albergue para os sem-teto.

Um quarteirão a leste, na esquina da Coleherne Road, você pode ver o apartamento da enfermeira Alex Price (Jenny Agutter), onde David se transforma.

O diretor John Landis precisou usar todo seu talento para filmar grandes cenas em locais impossíveis, realizando uma cena de caos e massacre no meio da Piccadilly Circus (o principal centro comercial de Londres).

Picadilly Circus, cenários de filmes em Londres
Foto: StockSnap por Pixabay 

Já nos momentos conclusivos do filme, temos o beco escuro onde o lobo é finalmente encurralado, que ‘se parece’ com West End, ao sul do Tâmisa, perto da Park Street (que também aparece em diversos outros filmes quese passam em Londres).

Quer ver o filme? Um Lobisomem Americano em Londres está disponível na Amazon Prime Video.

Invasão à Londres

Você é mais chegado a filmes de ação? Então você provavelmente vai curtir Invasão à Londres, que é uma continuação para Invasão à Casa Branca.

https://youtube.com/watch?v=SHnGT6xYP2U

Gerard Butler interpreta Mike Banning, agente do Serviço Secreto, encarregado de proteger o presidente dos EUA, interpretado por Aaron Eckhart, enquanto terroristas atacam o funeral do primeiro-ministro em Londres.

Mais uma vez nesta lista, temos a St. Paul’s Cathedral. Ela aparece justamente no momento citado acima, quando o primeiro-ministro britânico morre e os líderes do mundo vão para Londres para seu funeral.

St. Paul Cathedral, cenário de filmes em Londres
Foto: Zoltán Takács por Pixabay 

Para as cenas dramáticas de helicóptero envolvendo o presidente e seu guarda-costas as equipes de filmagem usaram a Somerset House, perto de The Strand.

O Hyde Park é um espaço amplo e aberto no meio de Londres. Consegue pensar em lugar melhor do que esse para um pouso forçado de um helicóptero? C

ontudo, o Parque Langley, em Buckinghamshire, também foi usado como ‘dublê’ para alguns momentos das cenas.

Como base para a organização terrorista, foi utilizado um prédio abandonado na esquina da Broadwick Street e Lexington Street, em Soho.

Ainda no trailer do filme, já é possível ver a ponte que liga Battersea e Chelsea sendo dramaticamente destruída.

Assim como as pontes, o famoso e importante metrô londrino também não poderia ficar de fora. Vamos vê-lo quando o presidente e seu guarda-costas enfrentam uma gangue de terroristas em uma estação deserta.

Mas nem toda a cidade é vítima do terrorismo. Isso porque o Battersea Park foi usado pela equipe de filmagem como o dublê de um parque em Washington DC, onde Banning e o Presidente fazem uma corrida.

E por fim, vale observar que nem tudo foi realmente filmado em Londres.

Algumas vezes quando vemos ruas notáveis em Mayfair, Soho e a parte leste da cidade de Londres sendo destruídas, estamos olhando para cenários construídos na Bulgária.

Até mesmo um modelo em escala da catedral foi construído por lá para servir de locação para este filme.

Quer ver o filme? Invasão à Londres está disponível na Amazon Prime Video.

O Retorno de Mary Poppins

Estava sentindo falta de um musical? Pois aqui está ele!

Dar sequência ao amado clássico dos anos sessenta sempre seria uma tarefa difícil mas O Retorno de Mary Poppins até que o fez com dignidade.

Diferente do original de 1964, que foi filmado inteiramente nos estúdios da Disney na Califórnia, a sequência de 2018 não apenas foi produzido no Reino Unido, como também usa alguns cenários de Londres da vida real.

Existem locações vistas durante o número de abertura, enquanto Jack (Lin-Manuel Miranda) anda de bicicleta no início da manhã, desligando as luzes da rua.

Começando pelo Thames Embankment (digitalmente aprimorado), passando pelas Houses of Parliament, a rota de Jack é um tanto estranha…

Saindo do aterro, em frente a Westminster, ele está imediatamente no East End, na Blossom Street, em Spitalfields, a nordeste da estação Liverpool Street.

A Tower Bridge, ao sul, aparece inevitavelmente ao fundo, enquanto Jack percorre o caminho do Tâmisa ao lado da Tower of London, antes de seguirmos novamente para o oeste, no coração de Westminster.

Tower Bridge em Londres
Foto:  Richard Ley por Pixabay

Jack passa pelo pub Two Chairmen, no Queen Anne’s Gate, que não apenas é importante por ser o pub mais antigo de Westminster, mas também por estar tão perto da sede do governo, que já foi palco de várias maquinações políticas.

Finalmente, chegamos aos arredores da família Banks e ao parque ao lado de sua casa, que é o famoso jardim do Pinewood Studios em Buckinghamshire.

Quer ver o filme? O Retorno de Mary Poppins está disponível na Amazon Prime Video.

Driblando o Destino

Este é um filme com uma temática não tão comum e que se passa em uma parte da cidade também não tão explorada em filmes.

Ele fala sobre duas garotas jogando futebol em Hounslow, uma parte de Londres que não é tão familiar para a maioria das pessoas.

Essa criativa história foi um grande sucesso, fazendo mais de 76 milhões de dólares em bilheteria contra um modesto orçamento de 6 milhões.

É no coração do West End de Londres que Jess (Parminder Nagra) compra secretamente chuteiras, na Soccer Scene (46 Carnaby Street).

Depois disso ela relaxa na Three Greyhounds, na Old Compton Street, no coração do que é hoje a Gay Village de Londres, no Soho.

O Yeading FC, clube de futebol real de Southall, é o local onde Jess treina com Joe (Jonathan Rhys-Meyers) e o Barra Park, a oeste em Hayes, é o parque em que ela mostra para os rapazes do que é capaz ao jogar futebol.

Não muito longe, a oeste, o reluzente templo sikh (religião comum entre indianos) com cúpula dourada, onde um casamento ‘tumultuado’ acontece, é Central Gurdwara, que fica na esquina da Norland Road, em Notting Hill.

Central Gurdwara, Londres, cenário de filme
Foto: Tom Parnell via Flickr [Attribution-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-SA 2.0)]

Além das locações diferenciadas e história interessante, este filme que originalmente se chama Bend it like Beckham, é uma boa oportunidade para ver a atriz Keira Knightley em início de carreira.

Ela realmente fez as cenas em que joga futebol e, segundo consta, tinha habilidade.

Quer ver o filme? Driblando o Destino está disponível para ser comprado / alugado no Google Play Filmes ou no YouTube.

Simplesmente Amor

Para concluir esta lista, voltamos às comédias românticas. Este filme com elenco estelar, conta nove histórias que se entrelaçam mostrando as complexidades da emoção que nos conecta: o amor.

As histórias dos vários personagens do filme se desenrolam em um cenário com tema de Natal que é difícil não notar.

É bem interessante acompanhar como é uma temporada de Natal britânica, que por sinal é muito diferente da norte americana (que normalmente vemos nos filmes) e também da nossa, brasileira.

O filme abre e fecha no Aeroporto de Heathrow, com a narração de Hugh Grant (o queridinho das comédias românticas britâncias).

Aeroporto de Heathrow, Londres
Foto: graceful por Pixabay 

Depois de se encontrar com sua esposa Karen (Emma Thompson), na vizinha St. Christopher’s Place, Harry (Alan Rickman) compra um colar para Mia (Heike Makatsch).

A galeria “South Bank”, administrada por Mark (Andrew Lincoln), não está na South Bank, é claro. Era um escritório vazio na Great Sutton Street.

O que realmente está na margem sul, a leste da ponte de Waterloo, é a Gabriel’s Wharf, uma seção do Queen’s Walk.

Em frente ao restaurante Riviera, você encontrará o banco no qual o viúvo Daniel (Liam Neeson), durante uma conversa franca, descobre que seu filho está apaixonado.

Um pouco mais a leste, fica o complexo Oxo Tower Wharf, lar de Mark, onde ele deixa Juliet (Keira Knightley) com o vídeo do casamento.

Ele sai do apartamento na entrada traseira do edifício do cais na Barge House Street.

O funeral da esposa de Daniel é realizado em St Paul’s Clapham, na Rectory Grove, ao sul do Tâmisa.

Momentos mais felizes são desfrutados em uma igreja em Mayfair, quando Peter (Chiwetel Ejiofor) casa com Juliet, na Capela Grosvenor, logo atrás do elegante Dorchester Hotel na Park Lane.

E por fim, temos o momento ‘conto de fadas’ do filme.

O Primeiro Ministro (Hugh Grant) percebe que está apaixonado pela nova integrante de sua equipe Natalie (Martine McCutcheon), na véspera de Natal.

Então corre para procurá-la no que ele chama “final desonesto de Wandsworth” (em tradução livre). Na verdade é na Poplar Road, em Herne Hill, que ele acaba a encontrando.

Quer ver o filme? Simplesmente Amor está disponível tanto na Amazon Prime Video quanto na Netflix.

A cidade no cinema: cenários de filmes em Londres

É claro que existem diversos outros filmes que se passam em Londres. Alguns deles até mais famosos que esses citados.

Alguns também tem partes de sua trama filmadas por lá, mas não por completo ou em sua maior parte, como os filmes da saga Harry Potter, conforme já contamos aqui.

A idea desse post foi tentar colocar filmes diferentes, de gêneros diferentes ou com locações diferentes, que se passam em Londres.

Se vocês gostaram dessa lista e querem mais posts como esse, é só dizer aí nos comentários que podemos fazer uma segunda parte.

Ou mesmo fazer um post com dicas de filmes sobre o próximo lugar para onde você vai viajar. Que tal? Assim como você pode assistir esses filmes antes de viajar para Londres, pode ver filmes relacionados ao seu próximo destino também!

Diz pra gente nos comentários quais outros lugares que você quer ver uma lista de filmes aqui no blog!

Planeje sua viagem

Seguro viagem para Europa

Não esqueça que o seguro viagem é obrigatório para toda viagem para a Europa. Você precisa escolher um seguro com cobertura mínima de € 30.000,00. 

Na hora de fazer a compra de seguro viagem, eu sempre uso o site da Real Seguros. Esse site funciona como um comparador de preços entre as seguradoras. 

Basta colocar o destino e as datas da sua viagem, que você descobre facilmente qual o seguro que oferece o melhor custo-benefício pra você.

> Faça uma cotação com a Real Seguros e aproveite o super desconto de até 16% no seguro viagem (11% OFF pelo link + 5% de desconto para pagamento em boleto).

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, pode ler mais sobre Seguro Viagem aqui no site.

Onde se hospedar em Londres

Depois de conferir esses cenários de filmes em Londres, está planejando uma viagem para lá?

Confira algumas outras opções de hospedagem bem localizadas em Londres:

– Park Plaza Victoria London

– The Z Hotel Victoria

– Fielding Hotel

Ainda não achou seu hotel ideal em Londres?

Veja aqui mais opções de hotéis e pousadas em Londres e escolha o seu.

Planeje sua viagem

Foto em destaque: paulohabreuf por Pixabay 

Thiago Amaral
Thiago é um professor de Inglês que, apesar dos seus (já) 30 e poucos, ainda vai ser jornalista. Não viaja tanto quanto gostaria, mas também um dia o fará. Por ora, se arrisca escrevendo sobre assuntos aleatórios e eventualmente viaja com sua esposa Marcela e filha Alice. E por isso foi convidado a escrever (eventualmente) neste blog: para dar dicas e contar sobre a experiência de viajar em família e com criança.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Juliana disse:

Eu viajo muito através dos filmes e amei ver essa sua lista com os cenário de alguns que se passam em Londres. Ainda não conheço a cidade, mas um roteiro cinematográfico é essencial para mim. Gostei da variedade de filmes apresentados. Um Lugar Chamado Notting Hill é um dos meus favoritos, assim como Harry Potter, que como bem disse, não foi inteiro gravado por lá.

Klécia disse:

UM lugar chamado Notting Hill é um clássico atemporal né? <3

Débora disse:

Quanto filme incrível! Eu amo visitar cenários de filmes quando viajo. Visitei vários desses locais em Londres, mas a maioria eu nem sabia que já tinham aparecido em filmes, rs. Outro lugar que amei visitar foi o Museu de História Natural, que apareceu em Uma Noite no Museu 2 🙂

Klécia disse:

Nossa, sim! Esse museu é incrível e sempre aparece em filmes!