Fui Ser Viajante

Visita guiada à Casa Rosada: um passeio pela história argentina

Compartilhar

Centro das atenções na movimentada Plaza de Mayo, a Casa Rosada em Buenos Aires é, provavelmente, o prédio mais emblemático da cidade.

O que pouca gente sabe é que dá pra fazer uma visita guiada na Casa Rosada, e que conhecer o prédio por dentro vale muito mais a pena do que você imagina!

Aposto que você já sabe que a Casa Rosada é, atualmente, o prédio-sede da presidência argentina. Mas a ligação da Casa Rosada com a história argentina vai muito além.

Foi da sacada da Casa Rosada que Eva Perón fez seu lendário discurso para os trabalhadores, em 1° de maio de 1952. A Casa Rosada também foi cenário de filme.

Se você ainda não assistiu Evita, fica a dica para ver antes de embarcar para Buenos Aires!

A Casa Rosada é um dos lugares mais fotografados da capital porteña. Quem resiste a uma foto em frente à Casa Rosada? Mas não fique só do lado de fora.

A dica de visitar o interior da Casa Rosada merece entrar no seu roteiro em Buenos Aires. Especialmente se você é fã de história e arquitetura, ou mesmo tem curiosidade de descobrir mais sobre nosso vizinho de fronteira.

> Reserve seu hotel em Buenos Aires! Aproveite as ofertas de hoje!

Casa Rosada: um pouco de história

Na época em que a Argentina ainda era uma colônia espanhola, o fidalgo Don Juan de Garay mandou construir a Fortaleza Real de San Juan Baltasar da Áustria no lugar onde hoje existe a Casa Rosada.

Ela foi construída logo após a fundação de Buenos Aires, em 1580. Fernando de Zárate, que sucedeu Juan de Garay no poder, mandou construir um fosso, uma ponte levadiça e altas muralhas, transformando-a num verdadeiro forte, com um vasto depósito de armas em seu interior.

Aproveite o desconto no Seguro Viagem!

Seguro Viagem é obrigatório em toda viagem para a Holanda e muitos outros países da Europa! Faça uma cotação com a Seguros Promo e aproveite 5% de desconto em qualquer seguro com o cupom FUISERVIAJANTE5

E tem mais 5% OFF para quem paga no boleto bancário!

Com a independência da Argentina, a fortaleza perdeu a razão de existir. Na metade do século XIX, foi ordenada a demolição do prédio para construção da Aduana Taylor.

Foi durante o governo de Domingo F. Sarmiento que decidiram pintar o prédio de rosa, a cor característica que permanece até hoje na Casa Rosada.

Foi Sarmento também quem ordenou a construção da sede do Palácio dos Correios, prédio vizinho que posteriormente foi incorporada ao edifício da sede do governo.

Existem várias histórias que tentam explicar a  origem da cor da fachada.

A mais provável é que a cor rosa foi o resultado da mistura de cal com sangue de boi, muito usado na época para acabamentos externos por conta da durabilidade.

Uma curiosidade sobre a Casa Rosada:

Você já percebeu que o prédio da Casa Rosada não é exatamente simétrico?

Em 1937, o presidente Agustin Pedro Justo resolveu demolir a Casa Rosada para liberar a vista desde a Praça de Maio até o rio, estendendo a Avenida de Maio até Puerto Madero.

A demolição começou no ano seguinte, pela destruição de 17 metros da ala sul (à direita na foto).

Em fevereiro de 1938, Roberto Marcelino Ortiz tornou-se presidente argentino e interrompeu a demolição do prédio. Porém, a ala sul nunca foi reconstruída, o que deixou o prédio ‘desigual’.

Visita Guiada à Casa Rosada – Como funciona

A Casa Rosada é a sede do poder executivo na Argentina. De segunda a sexta, o presidente chega para trabalhar nesse imponente prédio da Plaza de Mayo.

E aos sábados? Bem, essa é a vez dos visitantes entrarem para dar uma espiadinha dos bastidores do poder na Argentina!

A visita guiada à Casa Rosada funciona aos sábados, das 10h às 18h e é totalmente gratuita. Só há um tour em inglês por dia, às 12:30h. Os demais são em espanhol.

Para fazer a visita guiada na Casa Rosada, é preciso agendar pelo site (https://visitas.casarosada.gob.ar), informando data, horário e a quantidade de visitantes. Cada pessoa pode reservar o tour para até 5 visitantes.

No dia da visita guiada, é importante levar o comprovante de reserva e um documento com foto.

Formam-se filas na entrada, organizadas por horário. Há intervalos de 15 minutos entre os grupos.

No dia da nossa visita, fizemos a reserva para às 10:30h. O pessoal demorou para abrir os portões para o grupo das 10h, o que atrasou um pouco. Mas as filas andaram muito rápido e entramos no horário marcado.

Logo na entrada da Casa Rosada, passamos por uma revista simples e um equipamento de raio X. Recebemos um crachá identificando nosso grupo e fomos apresentados para o guia no hall de entrada.

Arquitetura da Casa Rosada: como é por dentro

A Casa Rosada é um prédio com arquitetura de estilo clássico europeu. As imponentes escadas de mármore foram presentes diplomáticos da França e da Itália.

E já começam as surpresas: por dentro, a cor predominante da Casa Rosada é o amarelo! Quem diria?

O tour guiado na Casa Rosada passa por diversas galerias e salões, que carregam a história da nossa vizinha Argentina.

Muitas áreas foram recentemente remodeladas em homenagem ao aniversário do Bicentenário da Independência Argentina.

Principais salões e galerias da Casa Rosada

A visita é bem maior do que eu imaginava, e temos acesso a muitos salões e galerias nesse tour pela Casa Rosada.

Só pra você ter uma ideia, olha aqui uma lista de alguns lugares que passamos:

O Salão Branco é a sala mais bonita da Casa Rosada, o ponto alto da visita pra mim.

Você já deve ter visto essa sala por aí, sempre que um presidente argentino faz um pronunciamento de dentro da Casa Rosada.

Mas acredite se quiser: esse salão é bem menor ao vivo do que na TV! Tudo por culpa de uma ilusão de ótica, graças à quantidade de espelhos no salão.

Outro destaque fica por conta da pintura em homenagem à Revolução de Maio, que decora o teto do Salão Branco.

Aqui, outro momento inesquecível do tour. Podemos ficar na mesma sacada onde Eva Perón fez seu lendário discurso.

Olhar a Plaza de Mayo a partir dali, tendo a mesma visão que ela teve, é qualquer coisa de especial.

A Plaza de Mayo é um lugar de intenso movimento político e social na capital argentina.

É onde a população se reúne para protestar e comemorar. Por isso ter uma visão tão emblemática da praça fala muito pra gente sobre a alma do povo argentino.

Pode-se tirar fotografias sem uso de flash na maioria dos ambientes (a guia indica quando houver restrição).

No fim do passeio, o procedimento de saída envolve a devolução das credenciais e uma última revista das bolsas.

Saímos por uma porta lateral que dá acesso aos jardins e para a Plaza de Mayo.

Visão geral do tour guiado na Casa Rosada

Nós achamos o tour guiado na Casa Rosada é muito interessante. Chegar na varanda da Casa Rosada e poder ver a Plaza de Mayo de uma nova perspectiva foi bem bacana!

Recomendamos o tour na Casa Rosada especialmente para quem gosta de história, arte e arquitetura.

Uma crítica ao tour na Casa Rosada é que os grupos são um pouco grandes e o passeio é bem corrido. Sabe quando a guia é meio acelerada e faz o grupo “correr”? Pois é. Mesmo assim, gostamos da experiência e recomendamos o tour.

Foi super legal ver que os argentinos dão tanto valor às personalidades que ajudaram a erguer o país e que são importantes para a história da nação, sejam eles caracteres históricos, das ciências ou populares.

A visita completa levou cerca de uma hora. Durante todo o percurso a guia nos contou particularidades da história argentina, da arquitetura e das peças de arte espalhadas pela Casa Rosada. 

Fizemos o tour em espanhol e foi bem tranquilo para entender tudo. Mas como comentei mais acima no post, existe a possibilidade de fazer o tour em inglês no grupo das 12:30h.

Atenção: antes o tour era ofertado aos sábados, domingos e feriados. Mas não é mais assim – agora o tour só acontece aos sábados!


Tenho pouco tempo na cidade: vale a pena o tour guiado?

Embora dê pra encaixar, fica difícil colocar a visita guiada dentro de roteiros menores (de até 3 dias em Buenos Aires), porque a cidade tem muito a oferecer e geralmente falta tempo para degustar tudo com calma em viagens mais curtas.

Mas se você tem vontade de fazer um roteiro Buenos Aires fora do óbvio, esse passeio é uma ótima dica. E mais: quem tem disponibilidade para passar de 5 a 7 dias em Buenos Aires, já pode incluir essa visita guiada sem medo de ser feliz!

Outros passeios guiados para fazer em Buenos Aires

Passeio guiado é uma ótima oportunidade para aprender mais um pouco sobre um lugar. Quase sempre vale a pena: o guia te ajuda a entender a história e ainda te conta umas boas curiosidades.

Além desse tour guiado na Casa Rosada, fizemos outros dois passeios guiados bem bacanas em Buenos Aires:

– o tour no Teatro Cólon, uma das mais belas casas de ópera do mundo,
– o tour guiado no Palácio Barolo, um prédio diferente e inusitado, inspirado no livro A Divina Comédia.

Como visitar a Casa Rosada em Buenos Aires?

Faça aqui a sua reserva para fazer o tour guiado na Casa Rosada.

Para mais informações, use o e-mail: visitascasarosada@presidencia.gob.ar

Casa Rosada | Informações técnicas
Endereço: Balcarce 50, 1064 Buenos Aires, Argentina
Telefone: +54 11 4344-3600

Gostou dessa dica de Buenos Aires? Aqui tem muito mais!

O Fui Ser Viajante está cheio de posts recheados de dicas sobre Buenos Aires!

Você pode conferir nossas sugestões de roteiros e passeios para fazer na capital argentina e outras cidades nos arredores, tudo aqui no nosso índice de posts da Argentina.

E se você gosta mesmo das nossas dicas, que tal retribuir e ajudar o blog?

Toda vez que você reserva seu hotel, compra seguro viagem ou reserva um passeio com nossos parceiros, você não paga nada a mais por isso e a empresa nos paga uma pequena comissão.

Você aproveita ofertas e descontos, e ainda contribui para manter nosso site sempre atualizado. É você que mantém nosso site no ar e a gente só tem a agradecer! 🙂

Reserve aqui o seu hotel em Buenos Aires

Post publicado em 2 de janeiro de 2017.
Post atualizado em 27 de março de 2019.

Sair da versão mobile