Fui Ser Viajante

Kinderdijk, o parque de moinhos mais bonito da Holanda

Compartilhar

Não dá pra falar de Holanda sem lembrar dos famosos moinhos de vento. Tem vários lugares que você pode visitar no país somente para ver o clássico cenário holandês, com moinhos sendo sacudidos pelo vento. Nós mesmos incluímos alguns no roteiro, como não podia deixar de ser em uma viagem de carro pela Holanda. E de todos os lugares lindos que visitamos, nenhum me encantou mais que Kinderdijk, que eu elegi como o parque de moinhos mais bonito da Holanda!

Claro, essa decisão nunca vai ser unanimidade. Tem muita gente que prefere visitar Zaanse Schans, por conta da proximidade de Amsterdam e da excelente estrutura turística do parque. Mas é exatamente esse o motivo que me fez escolher Kinderdijk como meu favorito: afastado da capital, menos badalado e menos procurado por turistas, o parque de Kinderdijk me pareceu uma experiência mais autêntica.

Toda a atmosfera pacata e quase cinematográfica do lugar leva a gente em uma viagem no tempo. Por isso acho que vale a pena dar uma olhada em como visitar Kinderidjk e incluir no seu roteiro o parque de moinhos mais bonito da Holanda!

Porque vale a pena visitar Kinderdijk

Chegamos em Kinderidjk no final da tarde e o vento gelado do início da primavera holandesa já começava a soprar. Com o sol baixando no horizonte, aquele foi um dos cenário mais perfeitos que avistamos em nossos dias na Holanda: 19 moinhos perfeitamente alinhados, agrupados em duas fileiras espelhadas e separadas por um canal.

Nos meses quentes, passeios de barco levam a gente para passear pelo canal e ver os moinhos de Kinderdijk em um dos melhores ângulos do parque! Nos meses frios, turistas e locais se divertem patinando na água congelada do canal. Tem como um cenário ficar mais encantador?

Foto: Kinderdijk no inverno, Pixabay.

Os Países Baixos não tem esse nome a toa. Como grande parte do país, a região dos moinhos de Kinderdijk está localizada abaixo do nível do mar. E os moinhos centenários foram colocados ali com uma importante missão: manter a água do rio Lek afastada e preservar inundações. Mas é incrível ver como a engenharia dos holandeses vem resistindo em Kinderidjk desde 1740. Os moinhos continuam em perfeito estado de preservação – e funcionando!

Kinderdijk tem a maior concentração de antigos moinhos de vento da Holanda. O lugar é tão especial que foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1997. Mas esqueça os títulos: Kinderdijk tem uma alma campestre, bem bucólica, que faz a gente viajar no tempo. Passear por ali é como fazer parte de uma história fantástica, contada há muito tempo atrás!

Seguro viagem com desconto! O cupom FUISERVIAJANTE5 você tem 5% de desconto com a Seguros Promo!

Como é a visita em Kinderdijk

Chegamos em Kinderidjk no final do dia, perto das 17h. A maioria dos turistas já começavam a ir embora, o que deu um ar ainda mais intimista e exclusivo para nossa visita. O estacionamento é pago durante o dia (6 euros) mas quando entramos não tinha mais ninguém cobrando para estacionar.

Fui direto para a pequena casinha que recebe os visitantes e vende os ingressos do parque. A boa notícia é que caminhar ao lado dos moinhos de Kinderdijk é uma atividade completamente gratuita. Vemos muita gente do vilarejo vizinho, Alblasserdam, vindo passear no parque a pé e de bicicleta, a qualquer hora do dia.

Os ingressos que você pode comprar em Kinderdijk são para as atividades extras oferecidas pelo parque: o passeio de barco (5,50 euros) e a visita aos museus de Kinderdijk (8 euros), que dá acesso aos dois antigos museus-moinhos e inclui um filme sobre o parque, exibido no Centro de Visitantes Wisboomgemaal. Você pode ver o preço atualizado dos ingressos no site do Kinderdijk.

O último passeio do barco sai do pier às 17h, exatamente 30 minutos antes do fechamento do parque. Chegamos bem na hora! Já para visitar os museus dos moinhos, era preciso ter chegado mais cedo. Eles não vendem ingressos para os museus perto das 17h.

No parque de Kinderdijk não há muito mais de estrutura turística. Não vá esperando lanchonetes, restaurantes ou outros centros de atenção ao visitante. Kinderdijk é muito roots, e é bem linda assim mesmo.

Passeio de barco em Kinderdijk

Cruzar o canal de Kinderdijk dentro do pequeno barquinho foi uma das coisas mais bucólicas e bonitas que fizemos na Holanda. Ver os moinhos alinhados de cada lado, procurando novos ângulos para fotos, os patos nadando e voando pra lá e pra cá…

Não foi um daqueles passeios turísticos com guia que fala e fala sobre a história do lugar, sabe? O barco seguia no seu ritmo, parando nos pequenos píers dos 2 museus de Kinderdijk para recolher os turistas que queriam voltar para o píer principal e ir embora. O pessoal entrava e saia do barquinho, enquanto a gente seguiu no percurso completo, ida e volta.

O passeio durou cerca de 20 minutos e foi cheio de calmaria, beleza e tradição – pra mim, o melhor que a Holanda tem a oferecer. Provavelmente por isso escolhi Kinderdijk como meu parque de moinhos favoritos no país.

Pra ficar completo: caminhada em Kinderdijk

Quando o passeio de barco acabou, eu ainda não estava pronta para ir embora de Kinderdijk. Peguei a mão de Rafa e fizemos o percurso do parque todo de novo, agora a pé. Fomos caminhado lado a lado com aqueles moinhos de mais de 300 anos de idade, parando mais do que o normal para fotos e suspiros. Passamos por um dos antigos museus, cruzamos pontes e aproveitamos o melhor da vista por todos os ângulos. Como um lugar pode ser tão lindo?

Pra terminar o dia, ver o por do sol no parque foi um dos pontos altos do passeio. Os raios foram se pondo por trás dos moinhos, colocando cores mágicas em Kinderidjk. Uma lembrança da Holanda pra levar pra sempre no coração!

Como visitar Kinderdijk: Como chegar?

Kinderdijk fica na província da Holanda do Sul, um pouco afastada de Amsterdam mas a apenas 25 km de Rotterdam.

Nós visitamos o parque de carro. Saimos de Rotterdam e em menos de 30 minutos estacionamos em Kinderdijk. Bastou apenas seguir o GPS, que nos levou sem problemas pela via N915.

Leia também: O que fazer em Rotterdam, na Holanda

Para quem prefere usar o transporte público, existem três rotas para chegar em Kinderdijk:

– Linha 202 – funciona de maio a outubro. Permite que o passageiro siga em um Waterbus de Rotterdam ou Dordrecht direto para Kinderdijk, em menos de 30 minutos. O Waterbus é a companhia de transporte público aquático da Holanda. O ponto de saída de Rotterdam é em Erasmusbrug, no píer bem embaixo da Ponte Erasmus. Um bilhete de ida e volta Rotterdam – Kinderdijk custa €8,00 quando comprado a bordo e €7,60 quando comprado online no site do Waterbus. A tabela de horários da linha 202 está disponível no site do Waterbus e dá pra combinar ida e volta no mesmo dia. Basta rreservar um total de 4h de viagem (deslocamentos incluídos) para aproveitar bem Kinderdijk.

– Linha 20 – funciona o ano todo e tem saída do mesmo porto em Rotterdam, Erasmusbrug. A viagem no Waterbus segue de Rotterdam ou Dordrecht até Ridderkerk, onde você vai precisar pegar um ferryboat em Driehoeksveer (Driehoeks ferry), que em menos de 5 minutos de deixa em Kinderdijk. O percurso total dura cerca de 40 minutos. Além do preço do waterbus, você precisa desembolsar a passagem do ferry, que custa €1.70. A tabela de horários do ferryboat está disponível no site do Driehoeksveer.

– Ônibus + bike – Você também pode seguir na linha 20 até Alblasserdam, o vilarejo vizinho de Kinderdijk. De lá você pode alugar uma bicicleta e em menos de 15 minutos você estará nos moinhos de vento de Kinderdijk.

Você também pode comprar um bilhete diário (somente na estação central de Rotterdam), que dá direito a usar todo transporte terrestre da cidade de Rotterdam e o waterbus, de forma ilimitada por um dia, por €13.50.

 

Sair da versão mobile