1 dia em Rotterdam, na Holanda: 10 atrações para visitar

Rotterdam em 1 dia, principais atrações Rotterdam | Quem passa rápido pela Holanda, corre o risco de pensar que rodar o país é ver ‘mais do mesmo’.

Cidades charmosas, canais, bicicletas e moinhos de vento. Será que para por aí? Claro que não!

A Holanda tem tudo isso, mas vai muito além. E o maior exemplo é Rotterdam, que foge bastante desse ‘padrão’ típico holandês, com muita modernidade pelas ruas.

Fazer um bate-e-volta em Rotterdam, curtindo um dia na cidade é uma boa opção para quem está em Amsterdam e quer ter uma perspectiva diferente dessa Holanda mais clássica.

Mas basta conferir a lista sobre o que fazer em Rotterdam, que garanto que você vai ficar tentando a esticar a viagem e passar mais alguns dias na cidade.

Leia também: Cidades da Holanda para conhecer (além de Amsterdam)

Rotterdam é a segunda maior cidade da Holanda e é lá que está o maior porto do país.

Uma cidade de arquitetura inovadora, consequência de uma grande reconstrução, já que a cidade foi quase completamente destruída pelos bombardeios nazistas na Segunda Guerra.

A gente ficou só um dia em Rotterdam. Chegamos bem cedinho, no dia da maratona de Rotterdam. A cidade estava em festa, cheia de gente e movimento.

E apesar de tudo, não tivemos sequer um problema com trânsito, estacionamento, comida ou super-lotação. Uma cidade moderna e acolhedora, sabe? Que inovou em arquitetura e foi planejada para ser um modelo de cidade futurista.

Gostamos tanto de Rotterdam que na hora de ir embora bateu aquele arrependimento: Por que não reservamos pelo menos uma noite na cidade?

Ficou a vontade de voltar qualquer dia para aproveitar mais de Rotterdam e também essa lista com as melhores atrações de Rotterdam para curtir em um dia, que a gente indica pra todo mundo!

Leia também: Pratos típicos da Holanda para provar na viagem

O que fazer em Rotterdam. Het Park

O que fazer em Rotterdam em 1 dia: 10 atrações essenciais

Centraal Station Rotterdam

‘Rotterdam é como a Disneylândia dos amantes de arquitetura’. Li essa frase antes da viagem e depois de conhecer Rotterdam, não podia concordar mais.

Tem prédios com design inovador e futurista por toda a cidade, começando com a estação central de Rotterdam, que é um espetáculo!

Se você não chegar de trem na cidade, aproveite para estacionar seu carro no estacionamento dos fundos da Centraal Station Rotterdam, para não perder a oportunidade de conhecer essa belezinha da arquitetura.

Dali, você pode ir para outras partes da cidade de ônibus, trem, tram e metrô. Dá também para embarcar para outras cidades e países da Europa, já que Rotterdam tem um dos maiores hub de trens da Holanda.

Centenas  de milhares de pessoas passam por ali todos os dias. A estação é referência na cidade.

No dia da maratona, por exemplo, o ponto de largada era ali pertinho, e na praça em frente à estação estava montada uma grande arena de atividades para crianças.

O que fazer em Rotterdam. Central Station Rotterdam

Mas a cidade também fez questão de preservar suas raízes durante a reconstrução.

Alguns exemplos de como o velho e o novo convivem muito bem em Rotterdam estão ali mesmo na estação: o grande relógio e as letras Centraal Station, na parede em frente à estação, pertenciam à construção antiga e foram incorporados ao novo projeto.

Museumpark

Da estação central, seguimos caminhando em frente por 20 minutos até a Museumpark.

A caminhada é bem leve e é ótima para ir pegando gosto pela cidade, e ver a mistura do novo e do velho pelas ruas (pode seguir pela rua Mauritsweg, bem em frente a estação, ou pela sua paralela, Westersingel.

Todo caminho ‘dá no Museumpark’, e a arquitetura do lugar foi planejada para receber a Bienal Internacional de Arquitetura de 2014.

Do estacionamento de carros até o reservatório de água que impede que o centro seja alagado em dias de chuva forte, tudo em Museumpark foi cuidadosamente projetado pelos arquitetos Rem Koolhaas, Yves Brunier e Paul de Ruiter.

Em Rotterdam, a arte recebeu esse espaço exclusivo de prédios bonitões, já que a área do Museumpark é especialmente dedicada aos museus da cidade.

Vale a pena incluir um dos museus no seu roteiro de 1 dia em Rotterdam, especialmente pelas diferentes opções – pelo menos um dos temas acaba interessando, sabe?

Minha dica para seu roteiro por Rotterdam é o Museu Boijmans Van Beunigen, o museu mais antigo (e a arquitetura mais impressionante do Museumpark, na minha opinião).

Mas além do Boijmans, tem também o Museu de História Natural, o Instituto de Arquitetura da Holanda, as exposições temporárias do Museu Kunsthal e o Museu Chabot.

Dá pra visitar todos eles com o Museumpark Ticket Rotterdam, que custa 27,50 euros e é válido por 6 meses!

E mesmo se você não quiser entrar em nenhum dos museus, só passear pelo Museumpark já é um baita programa para 1 dia em Rotterdam.

O que fazer em Rotterdam. Museumpark

Het Park

Seguindo até o final da rua Wytemaweg em Museumpark, chegamos ao Erasmus MC, um enorme centro médico da Universidade Erasmus.

Passamos por dentro do prédio, pelo estacionamento e hall, até chegar ao outro lado da rua. Ali, a gente já estava bem em frente ao Het Park, um dos parques públicos mais tradicionais de Rotterdam.

Projetado em 1850, o Het Park tem jardins com paisagismo francês, lagos, restaurantes e área para piquenique e churrascos.

Passear pelo Het Park é uma oportunidade de esquecer a cidade grande e aproveitar o verde bem no coração da Rotterdam.

Mas apesar de tanta beleza, o Het Park é muito mais conhecido como o Parque do Euromast por conta de sua principal atração.

O que fazer em Rotterdam. Het Park

Euromast

Para quem tem 1 dia em Rotterdam, o Euromast oferece a melhor vista que você pode ter da cidade! Inclusive, vale citar que o Euromast é a torre mais alta da Holanda, com 185 metros de altitude.

Para uma experiência completa, ao invés de ficar só no mirante, experimente o Euroscop, uma cápsula giratória que promove uma experiência de vista em 360 graus da cidade, acompanhada de histórias e curiosidades de Rotterdam.

O que fazer em Rotterdam. Euromast

Lá de cima, uma linda cidade para você curtir: a Ponte Erasmus, a vista do porto e das margens do rio Maas. Ali pertinho, ficam duas construções flutuantes que chamam atenção: um mercado chinês e um restaurante, o Beren Boot.

Outra forma de aproveitar o Euromast é investir um pouco mais para se hospedar lá em cima, nas suítes exclusivas do Euromast, ou curtir uma refeição em um dos restaurantes da torre.

Nesse post do blog Let’s Fly Away, você pode ler mais detalhes sobre a visita à torre Euromast.

O que fazer em Rotterdam. Euromast

Delfshaven

A cerca de 1,5 km do Euromast está o bairro Delfshaven, a parte mais preservada de Rotterdam, que mantém até hoje o clima da cidade no pré-guerra.

Esqueça os prédios futuristas e aproveite para as construções históricas às margens do antigo porto.

No estaleiro de Delfshaven também está sendo construído o De Delft, uma réplica perfeita de um navio de guerra do século XVIII que é uma das sensações do bairro.

Outros destaques são a Igreja dos Peregrinos (Pelgrimvaderskerk), onde conta a lenda que os peregrinos se reuniram para rezar antes de cruzar o oceano em direção às Américas.

Outro ponto imperdível para quem gosta de turismo cervejeiro e vai passar 1 dia em Rotterdam é a visita a cervejaria De Pelgrim, que muita gente defende como sendo a cervejaria mais importante de Rotterdam.

Ponte Erasmus

Saindo de Delfshaven, você pode aproveitar para passear de barco no rio Mass usando o Waterbus, o maior sistema público de transporte aquático da Holanda.

Embarque na estação St. Jobshaven e pegue a linha 18, em direção à estação Erasmusbrug, duas paradas depois.

Quando você desembarcar, vai estar bem em frente ao maior cartão postal de Rotterdam. Nova York tem a Estátua da Liberdade, Paris tem a Torre Eiffel e Rotterdam tem a Ponte Erasmus.

No dia que visitamos a cidade, a ponte era um dos principais momentos da maratona de Rotterdam e dava pra sentir a emoção dos corredores ao passar por ali.

Aproveite a vista do moderno Wilhelmina Pier, onde está o imenso prédio De Rotterdam, considerado o maior edifício da Holanda, com suas torres ocupando mais de 160,000 m² de área construída e 149 metros de altura.

Na pequena península ainda cabem outros prédios gigantes: a Torre Montevideo (152 metros), o World Port Center (124 metros), a Torre New Orleans (163 metros) e o Maastoren, o edifício mais alto da Holanda (181,20 metros do prédio mais o mastro do telhado), fazendo que o skyline de Rotterdam seja comparado a uma pequena Manhattan.

O que fazer em Rotterdam. Ponte Erasmus

Kop van Zuid e Hotel Nova York

Como o dia estava movimentado na ponte com a Maratona de Rotterdam, decidimos não atravessar para o lado de lá.

Mas se você tiver mais tempo na cidade, cruze a ponte Erasmus para ver de perto esse lado ultra-moderno de Rotterdam. Atravessando a ponte, podemos incrementar a lista de atividades sobre o que fazer em Rotterdam com outras opções bem interessantes.

Por exemplo, dá pra ver os prédios futuristas do bairro Kop van Zuid dividindo espaço com pedaços da história de Rotterdam, como o Hotel Nova York.

O prédio histórico abrigou por anos a sede da Holland America Line, de onde partiam os barcos que conectavam a cidade com Nova York.

O prédio vale a visita só pela arquitetura, mas já que você foi até lá, que tal aproveitar para tomar um café ou curtir um dos bares que funcionam no bonito prédio do Hotel Nova York?

O que fazer em Rotterdam. Ponte Erasmus

Witte Huis

Seguimos caminhando pela S-100, margeando o rio Maas. Andar por ali foi bem gostoso, fomos nos divertindo tentando acertar as bandeiras de cada país, que decoram a via.

Andamos por cerca de 1,5km até virar na Geldersekade e passar bem ao lado do Witte Huis, o primeiro arranha-céu construído na Europa, no ano de 1898.

Com seus 43 metros de altura e bonito design em art nouveau, a Casa Branca de Rotterdam é um dos poucos prédios desse lado de Amsterdam que sobreviveu aos bombardeios da segunda guerra.

E pra ser sincera, achei toda essa área do antigo porto, perto do prédio, bem charmosinha.

O que fazer em Rotterdam. Witte Huis em Rotterdam

Kijk-kubus, as casas-cubo de Rotterdam

Mais 200 metros e você vai chegar a outro clássico de Rotterdam: as famosas casas-cubo, Kijk-kubus ou Kubuswoningen.

O arquiteto Piet Blom foi quem teve a solução arquitetônica para construir casas combinadas com uma passarela de pedestres, lá nos anos 70.

As casas amarelas inclinadas a 45 graus são uma sensação em Rotterdam, e a gente aproveitou que tinham mais corredores passando pela rua para atravessar para o outro lado por dentro das casas-cubo – e tirar muitas fotos pela passarela.

O que fazer em Rotterdam. Casa-cubo

O lugar é super diferente e fotogênico, e o mais bacana é que dá inclusive para se hospedar nas casas-cubo de Rotterdam!

Você pode conferir o preço da hospedagem no hostel Stayokay Rotterdam e experimentar como é morar por uns dias em uma casa-cubo!

O que fazer em Rotterdam. Casa-cubo

De Markthal

A gente já estava andando há muito tempo pela cidade. A fome apertou forte, mas nossa última parada foi pensada estrategicamente para aproveitar o melhor da gastronomia em Rotterdam.

Chegou a vez de conhecer o Markthal, o moderno mercado de Rotterdam e que eu fortemente indico que esteja incluído no seu roteiro em Rotterdam, mesmo que você só tenha 1 dia na cidade!

O Markthal é o primeiro mercado indolor da Holanda e como não podia deixar de ser, tem uma arquitetura impressionante.

O formato de túnel com mais de 100,000 m², as cores, a quantidade de lojas, tudo impressiona no Markthal.

E claro que não iam se contentar em fazer só um mercado: lá também há lojas, restaurantes e até casas residenciais.

O que fazer em Rotterdam. Markthal

Quando a gente fala de gastronomia, opções diferentes não faltam. Com certeza você vai encontrar algo que vai tentar seu paladar.

Era tanta coisa bonita que eu provei doces e salgados no Markthal. Um passeio delicioso e com certeza a atração que eu mais recomendo na cidade! Vá sem pressa e se perca por lá!

O que fazer em Rotterdam. Markthal
O que fazer em Rotterdam. Markthal

Por que conhecer Rotterdam?

Rotterdam é diferente de tudo que você vai conhecer na Holanda. A cidade combina o antigo e o novo, mas o que realmente me impressionou foi o toque futurista das construções.

A cidade está evoluindo para se tornar uma capital cada vez mais moderna e sustentável, e o resultado tá ficando muito bacana de ver!

Achei 1 dia em Rotterdam pouco, no final das contas. Deu tempo de conhecer tudo que me propus, mas no final ficou aquele gostinho de “quero mais”.

Fiquei com vontade de ficar mais tempo em Rotterdam, especialmente para explorar o outro lado da ponte Erasmus.

Se couber no seu roteiro, minha dica é procurar as ofertas de hospedagem em Rotterdam e passar pelo menos uma noite por lá!

Bônus: Visite Kinderdijk, o parque de moinhos pertinho de Rotterdam

A última dica de Rotterdam: aproveite para fazer um bate-e-volta em Kinderdijk, o mais bonito parque de moinhos que visitamos na Holanda.

Uma avenida com 19 moinhos que você pode conhecer caminhando ou em um charmoso passeio de barco. Vale muito a pena!

Para ir de Rotterdam para Kinderdijk, você pode ir de carro (alugue um carro com a RentCars ou de waterbus. E claro que vou preparar um post exclusivo sobre nossa visita ao parque de moinhos! 😀

Leia aqui como foi nossa visita em Kinderdijk, na Holanda.

Ah, e saindo de Rotterdam você também pode visitar outras cidades holandesas com muita facilidade. Que tal dar um passeio em Delft ou Haia?

Não esqueça do Seguro Viagem!

Seguro Viagem é obrigatório em toda viagem para a Europa. Aproveite que você está planejando sua viagem para Rotterdam e faça uma cotação de seguro com a Seguros Promo.

O site faz uma uma comparação de preços de seguros e você consegue encontrar a opção com melhor custo-benefício para sua viagem.

O que fazer em Rotterdam.

Ingressos e atrações em Rotterdam

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Rebecca disse:

Oolá.
Adorei as dicas e voltei pra agradecer por elas porque foram bem valiosas. Pode ter faltado um detalhe ou outro, mas consegui conhecer um pouco de rotterdam graças a essas dicas . Não só eu mais o grupo que estava comigo se baseou nesse site também .
Muitíssimo obrigada. Pena que foi muito rápido minha visita lá, cheguei às 0930 e ja tinha que sair de lá as 1300. Consegui conhecer euromast, as casas de cubo, centraal station (mas só pra trocar o dinheiro) e o martkhal. Foi tudo uma correria. Mas como são pontos próximos, consegui conhecê-los com uma boa rota planejada, rs.
Os detalhes que poderia ter falado e seriam importantes é que o euromast só aceita cartão, nada de dinheiro, tivemos que pedir pra um morador comprar pela gente . Outra dificuldade encontrada foi Taxi, não foi fácil achar pontos ou então vê-los passando . Então perdemos muito tempo atrás deles . E mais um detalhe foi o Uber, não sei por qual motivo mas nao foi aceito pedir pra pagar em dinheiro .. só mais algumas dicas pra galera que vier ver seu site procurando informações
Mais uma vez parabéns pela lista do que fazer em rotterdam
Abraço

Rafael Cassemiro disse:

Oi Rebecca,
Ficamos extremamente felizes que nossas dicas te ajudaram com a sua viagem.
Obrigado pelas informações complementares (vamos incluí-las no post em breve).
Grande Abraço e boas viagens pra você!