O que ver e fazer em Verona Itália: conheça a cidade de Romeu e Julieta

Exercendo papel importante durante o império romano e fazendo parte do Reino de Veneza até o final do século XVIII (18), Verona Itália é uma cidade belíssima, que guarda segredos históricos bem preservados.

Além disso, Verona também remete a todo o romantismo da história de Romeu e Julieta.

Eu estive por lá e vou te contar as melhores dicas para conhecer uma das principais cidades do norte da Itália. Boa leitura!

Verona Itália: o que saber antes de ir

Confira as principais informações que valem a pena você saber antes de ir a Verona.

Onde fica Verona

Verona fica na região do Vêneto, no norte da Itália, entre Milão e Veneza. A cidade também está próxima aos alpes italianos.

Verona e a história de Romeu e Julieta

Verona é a cidade de Romeu e Julieta, a peça, escrita entre 1591 e 1595 por Shakespeare.

Com certeza, você se lembra dessa história famosa que retrata o drama de um jovem casal de apaixonados que viviam um amor proibido, por conta de suas famílias serem inimigas.

Brigas entre famílias que envolviam conflitos sangrentos eram normais na idade média, e por algum motivo, Shakespeare considerou Verona o lugar perfeito para dar vida a sua história. 

Um fato interessante é que não há indícios de que o escritor tenha visitado a cidade, tudo era obra da sua imaginação e uma construção a partir dos relatos de outras pessoas que já tinham passado por lá.

Os anos se passaram e a ideia de Verona como uma cidade romântica por conta da peça se fortaleceu.

Somado a isso, a tradição local deu conta de instituir locais em meio a cidade que teriam feito parte da história, como a Casa de Julieta e a sua sepultura.


Vai viajar para a Europa e ainda não fez o seu seguro viagem?

Seguro viagem é essencial para uma viagem internacional!
Faça uma cotação gratuita agora com esse link e
aproveite o desconto de 16% para os leitores do FUI SER VIAJANTE!

>> Quero fazer a COTAÇÃO GRATUITA <<


Melhor época para ir

Os melhores meses para se conhecer Verona em termos de temperatura são junho, julho e agosto, durante o verão europeu, época em que também são registradas menos chuvas.

Porém, cidades turísticas da Itália costumam ficar extremamente lotadas nessa época. Visitei Verona em abril e mesmo assim a cidade foi uma das mais cheias que conheci na Itália.

Se você não tem problemas como frio, em dezembro e janeiro Verona também tem índices de chuvas baixos, porém, com uma temperatura média de – 1 °C. 

Quanto tempo ficar?

Verona é uma cidade rápida de se conhecer, eu por exemplo fiquei 1 dia. Mas se você deseja explorar o local com mais calma, entrar na casa de Julieta e ver uma apresentação na arena romana, por exemplo, sugiro 2 dias.

Como chegar em Verona

A maneira mais fácil de chegar em Verona é de trem, mesmo que você esteja em Roma (há 500 km de distância), você pode pegar uma locomotiva rápida e chegar à cidade de Romeu e Julieta em cerca de 3 horas.

Você pode conferir os horários e preços dos trens no site da Trenitalia, principal companhia do país.

Se possível, compre suas passagens com antecedência, as passagens para os trens da categoria frecciarossa (os mais rápidos) ficam mais caras conforme a data da viagem se aproxima.

Você também pode chegar em Verona de carro. Se você estiver vindo do sul basta pegar a A1 (autoestrada 1) até Bolonha e lá acessar a A22 (autoestrada 22).

O que eu sempre faço para alugar carro nas viagens é usar o site da RentCars para fazer uma comparação dos preços das locadoras locais.

O que o site faz é uma cotação gratuita, deixando mais fácil descobrir qual a opção de aluguel de carro com melhor custo-benefício.

A partir daí, é possível fazer a reserva do carro antecipada e sem taxas extras.

Como se locomover em Verona

Você pode se locomover por Verona facilmente a pé, a estação de trem da cidade está muito próxima das principais atrações.

A cidade também está equipada com diversas estações de bicicleta para aluguel, uma opção viável para quem deseja ir em todos os pontos turísticos mais rápido.

Os ônibus de transporte público não acessam todas as ruas, principalmente do centro histórico.

Onde se hospedar em Verona 

Durante o planejamento da minha viagem considerei passar uma noite em Verona antes de ir a Veneza, porém acabei me deparando com preços mais altos do que no restante da Itália.

Minha opção então foi dormir em Pádua, que fica no meio do caminho entre as duas cidades.

Mas, se você quer ter a experiência de passear pela cidade de Romeu e Julieta durante a noite e conhecer Verona mais a fundo, aqui vão algumas sugestões de hospedagem:

O que fazer em Verona: melhores passeios

Agora que já falamos um pouco sobre o planejamento de uma viagem para Verona, confira as principais atrações que você pode visitar quando estiver cidade.

Centro histórico

As principais atrações da cidade de Verona Itália estão em seu centro histórico.

Inclusive, vale mencionar que todo o centro histórico de Verona foi declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO, por conta de seu traçado urbano e do legado artístico e cultural que se concentra em suas ruas.

O centro histórico também é um importante centro comercial, andando por lá é possível notar que praticamente todos os prédios possuem lojas em seu primeiro andar, trazendo a sensação de um shopping ao ar livre.

Você pode conhecer o centro de Verona sozinho, ou contratar uma visita guiada – e isso vai tornar o passeio muito mais interessante, com certeza.

Também existe a opção de se juntar a um grupo de free walking tour em Verona.

Piazza Bra

A maior praça da cidade, e reconhecida como uma das maiores da Itália, ao seu entorno estão diversos café e restaurantes.

Além de ser um lugar agradável para descansar durante um passeio pela cidade, é na Piazza Bra que se encontra um dos monumentos mais icônicos de Verona, a antiga arena romana.

Piazza Bra Verona Itália
Imagem de Giuseppe Scozzaro por Pixabay

Arena de Verona

Construída no século I d.C., a arena de Verona possuía capacidade para até 30 mil pessoas, e junto à arena de Pompeia, é uma das mais preservadas que já vi.

Além de ser um cartão postal da cidade, a arena é famosa por ainda receber apresentações. Atualmente, a capacidade do local é de 15 mil pessoas, e por lá são apresentadas óperas e shows.

Arena Verona Itália

Esse é um dos motivos que faz valer a pena ficar mais 1 dia em Verona, não pesquisei muito sobre a arena e me surpreendi ao saber que se eu tivesse me organizado poderia assistir a um espetáculo lá dentro.

Você pode conferir o calendário de eventos e os preços dos ingressos no site oficial da arena, compre os seus tickets com antecedência para não perder essa experiência.

Casa de Julieta 

A julgar pelo número de pessoas que se amontoam na rua em frente e o breve sufoco que é conseguir passar pela porta que dá acesso ao jardim, a casa de Julieta é o ponto mais visitado de Verona.

A bela residência seria a casa da família Capuleto, a qual Julieta pertence na história, mito introduzido na crença local no século XVIII. 

É possível acessar o jardim gratuitamente, onde você encontra a réplica da estátua de Julieta (a original está dentro da casa) e a mítica varanda onde umas das cenas mais famosas da história teria se desenrolado.

varanda casa de julieta Verona
Imagem de Samuele Schirò por Pixabay

No pequeno corredor que leva até o acesso estão as paredes que eram utilizadas pelos viajantes para deixar mensagens e cartas a Julieta.

Esse costume foi popularizado pelo filme Cartas para Julieta de 2010, que era a única referência que tinha da cidade até visitá-la.

O interior da casa funciona como um museu, que mostra como era a vida de uma família veronense durante a idade média.

Os ingressos custam 6 euros para visitar apenas a casa e 7 euros com a entrada para a tumba de Julieta inclusa (que fica em outro local fora da cidade), ambos podem ser comprados online no site da Casa de Julieta.

Como a atração costuma estar lotada, também recomendo que você compre seu ingresso com antecedência.

Casa de Julieta Verona Itália
Imagem de Andreas Lischka por Pixabay

Piazza delle Erbe

Enquanto a Piazza Bra é a maior praça da cidade, a Piazza delle Erbe é o “coração” de Verona. A cidade cresceu ao seu entorno e lá era o principal ponto de encontro dos veronenses.

O nome da praça faz referência às ervas que eram vendidas no local, e ainda hoje a Piazza delle Erbe recebe feiras dos mais variados tipos.

Torre dei Lamberti

Na Piazza delle Erbe você encontrará a Torre dei Lamberti, uma construção de 84 metros de altura que começou a ser construída em 1172.

A torre é aberta a visitações, sendo necessário subir 368 degraus para chegar até seu topo e admirar a vista para a cidade e seus arredores.

A entrada custa 6 euros e pode ser comprada online no site da Torre dei Lamberti.

Ponte Pietra

A Ponte Pietra é a mais famosa e antiga de Verona, construída pelos romanos por volta de 100 a.C.

Infelizmente não é possível dizer que a ponte segue 100% original. Assim como todas as outras da cidade, ela foi bombardeada ao fim da 2ª Guerra Mundial e reconstruída posteriormente, seguindo todos os moldes originais.

Ponte de Pedra Verona
Imagem de alex1965 por Pixabay

O local é aberto apenas para pedestres e motos. Dela é possível observar o Rio Ádige, que corta a cidade e apresenta tons de azul turquesa, já que parte de suas águas são oriundas do degelo dos picos nevados dos alpes.

Piazzale Castel San Pietro

De diferentes lugares de Verona é possível observar uma construção cercada de árvores do outro lado do rio, o Castel San Pietro.

Você pode subir andando até a praça que fica ao entorno do castelo, apreciando uma bela vista para o rio que corre logo abaixo e toda a cidade.

Saindo da Ponte Preta o percurso até a praça leva 7 minutos de caminhada, bastando subir alguns lances de escada.

Ponte Scaligero e Castelvecchio

O Castelvecchio de Veneza é uma antiga estrutura militar construída na idade média para abrigar a corte real e proteger a cidade.

A entrada para o seu pátio e arredores é gratuita, o que eu recomendo. A construção é extremamente preservada e você é realmente transportado ao passado.

Do lado oposto à entrada do Castelvecchio está a ponte Scaligero, que segue o mesmo padrão de arquitetura da estrutura militar.

Na época em que foi construída, também na idade média, a ponte possuía o maior vão do mundo.

Outros lugares para visitar em Verona

Além dos pontos citados acima, você também pode aproveitar sua visita à Verona Itália para conhecer a:

  • Basílica Santa Anastasia: maior igreja da cidade, construída em estilo gótico no século XIII (13).
  • Arco dei Gavi: arco romano do século I que fazia parte da muralha da cidade.
  • Basílica di San Zeno Maggiore: obra de estilo romântico construído na idade média, segundo a tradição, em seu interior Romeu e Julieta teriam se casado. Os claustros do antigo mosteiro são belíssimos.
Basílica San Zeno Verona
Imagem de Sandra por Pixabay

Verona Card

Se você vai ficar mais de 1 dia em Verona, vale a pena comprar o Verona Card, um bilhete único que garante a entrada direta em diversas atrações e linhas de ônibus da cidade.

Com o cartão você poderá entrar nos seguintes lugares:

  • Arena de Verona (visita à parte interna da arena);
  • Casa de Julieta, incluindo a varanda;
  • Torre dei Lamberti;
  • Museu do Castelvecchio;
  • Igreja de San Fermo Maggiore;
  • Museu arqueológico do teatro romano;

Se você tem intenção de conhecer esses pontos turísticos de Verona, o Verona Card pode ser um bom jeito de economizar. Veja mais informações sobre o Verona Card e veja se vale a pena para sua viagem.

Experiências para viver em Verona

Quer descobrir o que fazer em Verona além do básico? Confira algumas sugestões de tours que você pode fazer por lá:

  • Aula de culinária: tenha uma aula de culinária típica italiana com um chef local;
  • Aula de gelato: desvende os segredos do gelato italiano e prepare o seu próprio sorvete;
  • Tour de vinhos em Valpolicella: visite adegas e vinícolas da região
  • Bate e volta no Lago de Garda: passeie de barco pelo maravilhoso Lago de Garda, que fica há alguns quilômetros de Verona;
  • Santuario Madonna della Corona: este pitoresco santuário fica encravado em uma montanha há 45km de Verona.

Dicas práticas para sua viagem a Verona

  • Não deixe Verona fora do seu roteiro: Verona é uma cidade fácil de conhecer, até mesmo para quem possui poucas horas. Se você já pretende ir para Milão ou Veneza, por exemplo, dê uma paradinha na cidade de Romeu e Julieta;
  • Ler o livro ou assistir à peça de Romeu e Julieta, mesmo que em vídeo, torna a experiência na cidade mais interessante;
  • Lembre-se, há muito mais para se ver em Verona do que apenas a famosa Casa de Julieta.

Você já foi a Verona? Deixe nos comentários suas experiências e dicas sobre uma das cidades mais encantadoras da Itália!

E continue acessando outros posts aqui no site para planejar sua viagem! Temos posts sobre vários outros destinos na Itália e em outros países da Europa!

Resolva sua viagem

Queremos que você saiba: esse post pode conter links de afiliados. Isso quer dizer que, ao clicar e fazer sua reserva a partir desses links, nós recebemos uma pequena comissão por sua reserva. É uma forma de você apoiar nosso trabalho (sem pagar nada a mais por isso). Por isso, muito obrigado!

Para saber mais sobre nosso trabalho e conhecer nossos parceiros, consulte a política do blog.

Felipe Sawaf
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *