Cachoeira dos Cristais, uma beleza da Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros entrou para a lista de lugares mais fantásticos que já conhecemos no Brasil.

Os cenários são espetaculares, as cachoeiras são de tirar o fôlego! Durante quatro dias, fomos surpreendidos por lugares cada vez mais incríveis. Voltamos pra casa com muita vontade de voltar em breve, e cheios de lindas memórias.

Nossa primeira parada na Chapada dos Veadeiros foi em um lugar que quase ninguém conhece, mas que merece ser bem mais divulgado: a Cachoeira dos Cristais.

Escolhendo a primeira atração na Chapada dos Veadeiros

Na Chapada tem muita, muita coisa pra ver! Nós ficamos hospedados no município de Alto Paraíso de Goiás (GO), e depois do vôo partindo do Rio de manhã cedinho, e da estrada ~sem fim~ de Brasília até a Chapada, chegamos na pousada por volta das 14:30 horas.

Com alguns minutos, estávamos com o check-in pronto e muita vontade de explorar! Perguntamos quais eram as atrações mais próximas, para a gente aproveitar o restinho de dia.

Levando em consideração a proximidade em relação a Alto Paraíso de Goiás, e o tempo para conhecer a atração, ficamos entre duas opções. Ou a gente conhecia o Vale da Lua ou a Cachoeira dos Cristais nesse primeiro dia.

O Vale da Lua eu já conhecia, e estava no meu roteiro. Mas que Cachoeira dos Cristais? Essa eu nunca tinha ouvido falar…

Pra fechar a escolha, nos falaram que, para o Vale da Lua a gente teria que pegar um bom pedaço de estrada de terra, que não estava na melhor das condições.

Já a Cachoeira dos Cristais era de mais fácil acesso, e todo mundo garantiu que era uma boa opção de passeio. Com o cansaço da estrada, partimos para a Cachoeira dos Cristais torcendo para valer mesmo a pena!

Como chegar na Cachoeira dos Cristais

A Cachoeira dos Cristais está a mais ou menos 8 km de Alto Paraíso de Goiás. Saindo da cidade, é só virar a direita e pegar a estrada asfaltada (GO-118) no sentido do município de Cavalcante.

Com 5 km de estrada, tem uma placa grande indicando a entrada para a cachoeira, e são mais 3 km de estrada de terra. Em junho de 2017, a estrada estava bem conservada e foi fácil fazer esse trecho com carro de passeio.

O que tem por lá

A Cachoeira dos Cristais fica em uma propriedade privada, e a entrada custa R$20,00 por pessoa (junho/2017).  

O acesso à área das cachoeiras é permitido entre 8h e 18h. Lá tem uma ampla área de estacionamento e um espaço bem estruturado para camping (R$30,00 a diária, com direito a acessar as cachoeiras).

A estrutura de apoio da Cachoeira dos Cristais é bem interessante: na parte superior tem restaurante e lanchonete (fecha às 17:30h), redário, playground para as crianças, slackline, espreguiçadeiras e uma linda vista da Chapada.

Dá pra passar o dia inteiro por lá, e aproveitar com a família. Para quem tem filhos pequenos, dá pra dizer que a Cachoeira dos Cristais é uma das melhores opções na Chapada.

Dessa área de apoio, a gente pode seguir por duas trilhas:

Trilha Cachoeira dos Cristais

A trilha Cachoeira dos Cristais tem intensidade de leve a moderada. É praticamente uma descida, com alguns desníveis (lembrando que tudo que desce, tem que subir depois né, people?).

São apenas 500 metros de trilha, e no caminho você encontra sete quedas d’água: Poço da Vovó, Massagem, Paraíso, Recanto da Paz, Corredeiras, Segredo e Véu da Noiva. O Poço da Vovó é praticamente na entrada da trilha, e é uma excelente opção para crianças, por ser raso e ter águas calmas.

Depois, seguimos encontrando uma variedade de tipos e tamanhos de cachoeiras. A variedade de opções deixa o passeio interessante para toda a família. 

Tem cachoeiras pequenas, cachoeiras estilo ‘hidromassagem natural’, e poços bem tranquilos para banho.

A Cachoeira Véu de Noiva é a última, mais bonita e maior de todas. Resolvemos ir até lá primeiro, e na volta ir parando nas demais. Ela não é uma cachoeira enorme, mas é bem bonita.

De manhã cedo, ela pega a luz do sol diretamente e, com isso, a água fica naquela transparência mágica que só tem na Chapada dos Veadeiros. Como fomos a tarde, a água estava escura, com a luz do sol se escondendo atrás das árvores ao redor.

A água estava super gelada – o que também é normal na Chapada dos Veadeiros – mas depois do primeiro susto, a gente acostuma e não quer mais sair. 

Bem perto da queda, tem um platô de pedra bem seguro e tranquilo. Com cuidado para não escorregar, dá pra sentar bem embaixo da cachoeira e lavar a alma!

Depois de aproveitar bastante, começamos a subida, que pode ser um pouco cansativa pelos vários desníveis do percurso. Ainda aproveitamos um bom tempo na Cachoeira da Massagem, relaxando na hidro natural que a cachoeira faz!

Trilha da Água Fria

A trilha de 3.480 km (ida e volta) leva até a Cachoeira da Água Fria, passando por uma boa amostra de cerrado no caminho. Essa trilha tem uma intensidade um pouco mais pesada que a Trilha Cachoeira dos Cristais.

Não fizemos esse percurso, já que chegamos tarde. Preferimos aproveitar todo o tempo na deliciosa Trilha Cachoeira dos Cristais.

Vale a pena?

Gostamos bastante da experiência na Cachoeira dos Cristais. A estrutura de apoio é excelente, uma das melhores que encontramos na Chapada dos Veadeiros. A área coberta é bem ampla e atende tanto em dias de sol quanto aqueles com clima mais instável.

O local é bem familiar e o acesso, saindo de Alto Paraíso de Goiás, é bem tranquilo. A Cachoeira dos Cristais é uma atração muito boa para quem viaja com família e /ou  crianças menores.

Também é uma boa opção para quem, como a gente, quer ter um gostinho da Chapada dos Veadeiros com pouco tempo disponível e sem muito cansaço.

As trilhas são auto-guiadas e você não vai precisar de guia. O caminho da Cachoeira dos Cristais cansa um pouco na volta, mas mesmo quem não quer fazer todo o percurso pode aproveitar nas cachoeiras que ficam no começo da trilha, pertinho da área de apoio. 

Cachoeira dos Cristais

Endereço: GO – 118, Km 172, Alto Paraíso de Goiás Horário de funcionamento: das 8 às 18 horas. Site: Cachoeira dos Cristais Entrada: R$20,00 por pessoa. Há estacionamento amplo no local.

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
irma ferreira disse:

Obrigada por compartilhar