Grutas de Mira de Aire em Portugal: uma viagem ao centro da terra!

Visita às grutas de Mira de Aire em Portugal | Eu sou o tipo de viajante que gosta de combinar no roteiro tanto o clássico quando aqueles pontos turísticos mais fora do óbvio. A história de como as Grutas de Mira de Aire entraram no nosso roteiro de carro por Portugal tem a ver com isso.

Eu ouvi falar de uma consulta pública feita em 2010, que tinha escolhido as 7 maravilhas de Portugal. Conferi a lista, olhei no mapa e vi que dava pra encaixar esses 7 clássicos no meu roteiro sem muita dificuldade.

E como uma coisa leva a outra, durante essa pesquisa vi que também existia uma outra lista, para falar das 7 maravilhas naturais de Portugal. Por que não, certo?

Comecei a conferir a lista, somente para descobrir que a maioria dessas atrações estava bem afastada do meu roteiro proposto, que ia de Lisboa a Porto. Todas, exceto uma: as Grutas de Mira de Aire.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

O maior complexo de grutas de Portugal está localizado bem pertinho do Santuário de Nossa Senhora de Fátima (que eu, inclusive, já ia visitar), ali pela região mais central do país. Quando vi que dava pra combinar as duas atrações no mesmo dia, não tinha nem mais o que pensar.

Para fazer essa visita, reserve em torno de 2 horas no seu roteiro (entre chegar, comprar os ingressos, esperar a vez do seu grupo, ver o filme de introdução e percorrer o trajeto subterrâneo da gruta em um tour guiado de mais ou menos 45 minutos).

Nesse post, vou contar algumas curiosidades da Gruta de Mira de Aire e falar sobre nossa visita. Espero que essas informações te deixem tão curioso quanto eu fiquei para conhecer esse lugar mágico e te ajudem a planejar sua visita.

Por que visitar a Gruta de Mira de Aire em Portugal?

Durante o inverno de 1947, alguns homens estavam procurando água e viram que uma neblina subia de uma pequena cavidade na rocha, por causa de um ar quente que vinha de dentro da terra e esfriava rapidamente ao encontrar o ar frio da superfície.

Como ser humano é bicho curioso, foram lá abrir espaço para espiar mais fundo nessa cavidade. E viram que lá dentro havia uma espécie de poço, tão fundo que não dava pra ver o fim.

Desceram de corda, até chegar numa grande câmara subterrânea esculpida na rocha calcária, com um rio passando ali, embaixo da terra. Todo mundo ficou sem acreditar. Como assim existia esse mundo paralelo inacreditável embaixo dos nossos pés, esse tempo todo?

O pessoal começou a explorar o lugar, encontrando outras câmaras, cascatas e formações inacreditáveis.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Em 1974, as Grutas de Mira de Aire foram abertas ao público, com área visitável de apenas 600 metros – que é uma pequena e surpreendente amostra dos mais de 11,5 km de túneis e cavernas que já foram mapeados em Mira de Aire.

Ao longo desse percurso, 3.000 lâmpadas foram instaladas para causar ainda mais impacto nos visitantes. É impossível não ficar surpreso, boquiaberto e até emocionado descobrindo esse novo mundo subterrâneo.

Leia também:
+ Lisboa: principais pontos turísticos
+ Roteiro para um bate e volta em Cascais
+ Visite Óbidos, a cidade medieval de Portugal

Como se formou a Gruta de Mira de Aire?

A região central de Portugal é rica no mineral calcário, formando um enorme maçico que vai desde a Serra de Aire até a Serra do Candeeiro.

Essa pedra calcária foi formada há 150 milhões de anos. Por conta de sua constituição porosa, esse solo não “sustenta” a água da chuva, que escorre para dentro da terra.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Por isso, em toda essa região você não encontra rios na superfície. Na sua passagem, a água vai dissolvendo o calcário do solo e ao longo de milhares de anos, formações geológicas diferentonas começam a se formar no caminho das águas.

Nessa região, os rios correm silenciosos por dentro da terra, escavando e esculpindo um maravilhoso complexo de grutas, câmaras e galerias nessa região central de Portugal.

Imagine mais de 11,5 km de túneis e cavernas, e uma profundidade de até 230 metros no seu ponto mais profundo. Essa é a Gruta de Mira de Aire, a maior e mais importante gruta de Portugal.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

No entanto, vale dizer que como o solo de toda essa região passou por esse mesmo processo geológico, e existem outras grutas na vizinhança, que foram da mesma forma esculpidas pela água das chuvas e que hoje são abertas à visitação. Só para dar um exemplo, o blog Passaporte com Pimenta visitou uma delas, a Gruta da Moeda.

Quer saber o mais surpreendente? As Grutas de Mira de Aire continuam em formação, sendo consideradas ativas. Isso quer dizer que a força das águas em contato com as pedras porosas de calcário segue esculpindo e dando forma às rochas – e assim será, por mais milhares de anos.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Como é a visita às Grutas de Mira de Aire

Ao chegar nas Grutas de Mira de Aire (coloque no GPS / Waze, que ele localiza sem problemas), você vai encontrar uma lanchonete / loja de lembranças.

Entre porque é lá mesmo que você vai comprar o ingresso.

Bilheteria das Grutas de Mira de Aire, Portugal

A primeira atividade da visita é um filme (em português) sobre a história da gruta. Formamos uma fila para esperar nossa vez na sala de projeção. Acredito que o grupo tinha cerca de 40-50 pessoas, equivalente a lotação das cadeiras desta sala.

Com o fim do filme, seguimos nosso guia pelas escadas para dentro da terra. O percurso total nos leva por um desnível de 110 metros abaixo da superfície, ao longo de 683 degraus, intercalados por várias plataformas.

Uma coisa importante a dizer é que, mesmo que você visite as Grutas de Mira de Aire no verão, é importante levar um casaquinho leve ou agasalho. Isso porque a temperatura dentro da gruta gira em torno dos 17 oC, o ano inteiro.

Também prefira ir de tênis ou sapato fechado, porque o ambiente é úmido e potencialmente escorregadio. Não é permitido tocar nas paredes da gruta, somente segurar no corrimão da passarela.

O percurso visitável da gruta tem cerca de 600 metros, e você vai fazer todo o trajeto acompanhado do guia.

O sistema de iluminação é espetacular e não há nada que te faça duvidar que você está embarcando para uma viagem em outra dimensão, num lugar que bem poderia ser cenário de livro ou filme. Inacreditável!

Grutas de Mira de Aire, Portugal

É importante seguir acompanhando o grupo e não ficar muito para trás, porque à medida que o grupo avança, as luzes do percurso vão sendo desligadas. Sim, você atrasadinho vai acabar sozinho e no escuro.

Ao longo do percurso, o guia mostra todos os destaques: o espaço por onde entraram os primeiros homens descobrindo a gruta, as câmaras, cachoeiras e formações rochosas que recebem nomes diversos, de acordo com o que elas lembram (como Galeria do Polvo ou Cara de Velha).

Também vemos os diversos momentos de uma gruta em formação, com estalactites e estalagmites sendo esculpidas em frente aos nossos olhos!

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Para você ter ideia da maravilha do processo, o crescimento de uma estalactite está na ordem de 0,3 mm por ano!

E elas crescem muito mais rápido que as estalagmites, que se formam a partir do chão e contra a gravidade…

E de repente, no meio do trajeto, vemos uma coluna – quando uma estalagmite e uma estalactite crescem tanto que se unem, formando um cilindro que vai de alto a baixo na gruta. Nem consigo imaginar quantas centenas de anos foram necessários para chegar nesse ponto.

O percurso todo dura uns 40-50 minutos, com paradas para explicações do guia e tempo para fotos.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

No final da visita, chegamos bem perto do Rio Negro, com a plataforma de passagem praticamente ao nível do lençol freático. No lago final, 14 fontes luminosas fazem um espetáculo de luzes que é uma das coisas mais lindas de toda a visita.

Quando as luzes se apagam, só o hall em frente aos elevadores de saída permanece acesso. O grupo precisa se dividir em 2, pois cada elevador tem capacidade para 33 pessoas.

Nosso guia subiu com o primeiro grupo, e ficamos esperando pelo segundo elevador porque eu queria ter mais um minuto para me despedir daquele lugar mágico.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Visitar as grutas de Mira de Aire foi como fazer uma viagem fantástica ao centro da terra. Descobrir um universo paralelo e mágico que a gente sequer poderia imaginar aqui da superfície.

O ponto de saída da gruta não é no mesmo lugar da entrada. Para voltar à lanchonete, é preciso percorrer 300 metros pela superfície, seguindo uma linha azul marcada no chão para indicar o caminho.

O estacionamento no local era amplo e gratuito, e fica bem ao lado da entrada da lanchonete / restaurante onde você compra as entradas do passeio.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Vale a pena visitar as Grutas de Mira de Aire?

Eu gostei demais da visita. É diferente de tudo que a gente tinha visto (ou mesmo planejado) para essa viagem a Portugal.

Esse lugar entrou para a lista dos mais espetaculares que já vi na vida e me sinto muito privilegiada por ter visto a beleza das Grutas de Mira de Aire de perto.

Se você tem interesse em maravilhas da natureza, grutas e cavernas e lugares fora do óbvio para visitar em Portugal, esse lugar não pode ficar de fora da sua lista.

Grutas de Mira de Aire, Portugal

Planeje sua viagem

Como chegar nas Grutas de Mira de Aire

Nós estávamos de carro alugado. Reservamos com a RentCars, que tem pagamento em real, e retiramos o carro em Lisboa. Levamos nossa PID (Permissão Internacional para Dirigir) e não tivemos nenhum problema para dirigir em Portugal.

Reserve seu carro com a RentCars

Colocamos Grutas de Mira de Aire no GPS / Waze e ele encontrou o local certinho, sem nenhum problema. De Lisboa até a Gruta, você leva cerca de 1:10h de estrada (115 km de distância).

Para quem prefere ir de ônibus desde Lisboa, é preciso pegar um primeiro ônibus até Terras Novas, e de lá pegar mais um ônibus para o segundo trajeto até as Grutas de Mira de Aire.

O trajeto de ônibus é estimado a levar mais de 3 horas, e o ponto final do ônibus em Mira de Aire ainda te deixa a 1,5km da entrada da gruta – que você vai precisar fazer caminhando ou de táxi.

Quanto tempo reservar?

A visita em si dura em média de 40-50 minutos. Nós ainda ficamos um bom tempo na fila (cerca de 20 minutos), esperando pela nossa vez de ver o filme e então começar o passeio.

Quem chega vai entrando na fila e eles vão deixando as pessoas entrarem até a sala de projeção lotar (cerca de 50 pessoas por vez).

Acessibilidade

A visita às grutas de Mira de Aire não são recomendadas para pessoas que apresentem dificuldades de locomoção, pela grande quantidade de degraus e piso molhado no local.

Pessoas com fobia de lugares fechados e elevadores também devem evitar a atração.

Horários de visitação

As Grutas de Mira de Aire são abertas todos os dias, incluindo finais de semana e feriados. Os horários mudam de acordo com a estação do ano:

De Outubro a Março –  das 9:30h às 17:30h
Abril e Maio –  das 9:30h às 18h
Junho e Setembro –  das 9:30h às 19h
Julho e Agosto –  
 das 9:30h às 19:30h

1 de Janeiro –   das 10h às 17:30h

A bilheteira encerra 30 minutos antes do fechamento da atração.

Quanto custa o ingresso?

Pessoas com 12 anos ou mais pagam € 7 pela visita. Crianças entre 5-11 pagam € 4,20. Menores de 5 anos não pagam. Preços de 2020.

Seguro viagem para Europa

Não esqueça que o seguro viagem é obrigatório para toda viagem para a Europa. Você precisa escolher um seguro com cobertura mínima de € 30.000,00. 

Na hora de fazer a compra de seguro viagem, eu sempre uso o site da Seguros Promo. Esse site funciona como um comparador de preços entre as seguradoras. 

Basta colocar o destino e as datas da sua viagem, que você descobre facilmente qual o seguro que oferece o melhor custo-benefício pra você.

> Faça uma cotação com a Real Seguros e aproveite o super desconto de até 16% no seguro viagem (11% OFF pelo link + 5% de desconto para pagamento em boleto).

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, pode ler mais sobre Seguro Viagem aqui no site.

Combinar com o quê?

Como fica na região central de Portugal, você pode facilmente combinar a visita às Grutas de Mira de Aire com uma visita ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, que fica bem pertinho.

Pode ainda visitar outras grutas próximas, como a Gruta da Moeda.

Ou mesmo visitar outras maravilhas culturais de Portugal que estão nas proximidades, como o Mosteiro da Batalha e o Mosteiro de Alcobaça.

Onde se hospedar?

Para explorar toda essa região central de Portugal, nós escolhemos nos hospedar na cidade de Batalha, que apesar de pequena, tem uma boa estrutura de comércio e hotéis, além de ficar perto de todos esses pontos turísticos que citei acima.

Na própria cidade, não deixe de visitar o Mosteiro da Batalha, considerado uma das maravilhas culturais de Portugal.

Reserve sua hospedagem em Batalha, Portugal

Ingressos e atrações em Portugal

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:

Um ótimo texto.
Aliás, como sempre são os textos do blog.
Mais bem detalhados e embasados impossível.

Parabéns!

Klécia disse:

Obrigada por acompanhar e pelo comentário, Antônio 🙂

Antonio Oliveira disse:

Impossível imaginar um texto mais detalhado e informativo do que esse.

A gente se imagina lá.

Klécia disse:

Que bom ler isso! A gente escreve pra gente viajar junto mesmo! <3