Onde se hospedar no Rio de Janeiro: melhores bairros

Melhores bairros do Rio de Janeiro para ficar | Escolher onde se hospedar no Rio de Janeiro não é tarefa difícil. A cidade é a porta de entrada para o turismo do Brasil e, por isso, é totalmente estruturada para receber viajantes do mundo todo!

A Cidade Maravilhosa conta com uma farta rede hoteleira, com opções dos mais variados estilos e preços, espalhados por diversos bairros. Basta escolher qual deles mais combina com o tipo de viagem que você deseja fazer.

Prefere ficar perto da praia? Curtir a vida noturna? Um lugar com mais movimento ou tranquilidade? Quem sabe uma região histórica? Tem algum ponto turístico específico que queira visitar?

Tudo isso pode e deve ser levado em conta ao buscar onde ficar no Rio de Janeiro. Para te ajudar na tarefa, falamos um pouco mais de cada bairro e listamos alguns hotéis bacanas que valem a pena considerar para sua hospedagem no Rio de Janeiro.

Leia também:
+ 10 cidades românticas para conhecer no Rio de Janeiro
+ Hostels no Rio de Janeiro: pague menos de R$100 na diária!
+ 1 dia em Santa Teresa: roteiro de boemia no RJ
+ 41 museus para visitar de graça no Rio de Janeiro
+ Guia de praias da cidade do Rio de Janeiro

Onde se hospedar no Rio de Janeiro: bairro a bairro

Copacabana

A chamada “princesinha do mar” é não só a praia mais famosa do Rio de Janeiro, mas possivelmente a mais conhecida do Brasil e em muitas partes do mundo. Não dá para pensar no Rio sem pensar em Copacabana.

Na hora de considerar onde se hospedar no Rio de Janeiro, Copacabana sempre merece entrar na lista. É o bairro com maior número de hotéis, dos mais simples aos luxuosíssimos, como o lendário Belmond Copacabana Palace.

Além disso, Copacabana tem muitos restaurantes e bares (também para todos os bolsos e gostos), diversos mercados, lojas e comércio em geral. Mas isso significa, também, uma grande quantidade de pessoas e movimento 24 horas por dia.

Copacabana é um bairro bem extenso e conta com três estações de metrô (Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo). Ficar hospedado perto de qualquer uma delas é uma boa pedida.

Além da praia mais famosa do Rio, em Copa também ficam o Forte de Copacabana, a estátua de Carlos Drummond de Andrade e a Praça do Lido, que é um dos pontos de saída das vans oficiais que vão para o Corcovado/Cristo Redentor.

Copa também abriga alguns dos nossos barzinhos raiz mais queridos da cidade:

– Galeto Sat’s (peça o galeto com farofa de ovo!),
– Cervantes (qualquer sanduíche é enorme e delícia!),
– Bar do David (especializado em frutos do mar),
– Pavão Azul (os melhores pastéis)
– entre muitos outros restaurantes e barzinhos pra se jogar na boemia carioca.

Em uma das pontas da praia de Copacabana fica o bairro do Leme, uma extensão de Copa, mas um pouco mais tranquilo. A praia do Leme é um point delicioso para quem quer curtir a areia com menos gente (comparado com o restante da faixa de areia nessa parte do Rio).

Onde se hospedar no Rio de Janeiro: Copacabana

Hotel Atlântico Prime
Hotel Astoria Copacabana
Mirador Rio Copacabana
Ibis Budget RJ
Rio Design Hotel
Savoy Othon
Orla Copacabana Hotel
Hotel Copa Sul
Windsor Leme
Arena Leme Hotel

Ipanema

Fica ao lado de Copacabana e também é um bairro muito conhecido e procurado por turistas, mas não tem tanta oferta de hotéis.

Embora muito movimentado, pode ser considerado um pouco mais calmo e com menos fluxo de pessoas, o que o torna um dos bairros mais agradáveis do Rio.

De Ipanema é possível ir a pé até a Lagoa Rodrigo de Freitas, outro ponto muito conhecido da cidade.

Na orla, os destaques são a Pedra do Arpoador, de onde se vê um belo pôr do sol, considerado por muitos o mais bonito da cidade e digno de aplausos; o Posto 9, badalado e muito frequentado por jovens; e o trecho LGBTQ+ na praia, na altura da Rua Farme de Amoedo, um dos principais points gays do mundo.

Conta com algumas estações de metrô e tem também bons restaurantes e bares – um dos preferidos dos turistas é o Garota de Ipanema, que fica no local onde Tom Jobim e Vinícius de Moraes compuseram a música que é um clássico da MPB. De modo geral, é um bairro com preços mais altos.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Ipanema

Hotel Vermont
Everest Rio Hotel
Hotel Arpoador
Mercure Ipanema
Arena Ipanema Hotel
Ipanema Inn
Sol Ipanema Hotel
Best Western Arpoador

Leblon

Na sequência de Ipanema, separados por um canal, o Jardim de Alá, fica o Leblon.

É um bairro nobre, muito charmoso, com restaurantes sofisticados, shopping com lojas de marcas famosas e também bares que garantem o agito noturno em alguns pontos.

Seu principal atrativo é a praia e o Morro Dois Irmãos, que forma uma das paisagens mais bonitas do Rio de Janeiro. Para quem gosta de trilhas, é possível ir até o topo e contemplar um belo visual.

As ofertas de hospedagens no Leblon são poucas, é mais fácil achar flats para aluguel de temporada, pois é um bairro mais residencial e mais tranquilo. E é um dos lugares com o metro quadrado mais caro do Brasil!

Onde se hospedar no Rio de Janeiro: Leblon

Janeiro Hotel
Ritz Leblon
Sheraton Hotel e Resort
Flat Residence
Leblon Garden Studio

Botafogo

É considerado um “bairro de passagem”, por estar localizado entre o Centro e parte mais conhecida da Zona Sul – praias de Copacabana e Ipanema – além de estar entre o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar e próximo também do Jardim Botânico.

Mesmo não tendo praias próprias para banho, se hospedar em Botafogo pode ser vantajoso, por ter uma estação de metrô e por estar próximo de tudo, apenas alguns minutos das principais atrações turísticas.

E é um bairro bem movimentado, com farto comércio e vida noturna agitada, com diversos barzinhos, tanto na região chamada “baixo Botafogo” como na Cobal, que fica já na divisa com o bairro do Humaitá.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Botafogo

Novotel Praia de Botafogo
Ibis Budget Botafogo
Yoo2 Rio by Intercity
OYO Plaza Spania
Mercure Mourisco

Flamengo, Catete e Glória

São bairros próximos e parecidos, ficam na divisa da Zona Sul com o Centro, a cerca de 10 minutos da Lapa e de Santa Teresa e não mais que meia hora até as praias de Copacabana e Ipanema.

São bairros simples, com construções mais antigas, mas muito bem estruturados, seguros, com comércio, estações de metrô e alguns hotéis que, por estarem fora da área mais turística, podem ter preços mais baixos.

As principais atrações dessa região são o Museu da República, que no passado foi sede da presidência, quando o Rio de Janeiro era a capital; a Marina da Glória, que tem restaurantes e espaço onde acontecem diversos eventos.

Ali também fica o Aterro do Flamengo, que engloba todos eles, com uma enorme área verde, projeto paisagístico de Burle Marx, pista de caminhada/corrida e ciclismo, quadras esportivas e uma vista linda para o Pão de Açúcar, mas a praia não é própria para banho.

Do Largo do Machado saem vans oficiais para o Cristo Redentor.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Flamengo, Catete e Glória

Argentina Hotel
Diamond Hotel
Petit Rio Hotel
Windsor Flórida
Hotel Regina
Beija-flor Living Hotel

Santa Teresa

Um dos bairros mais charmosos do Rio de Janeiro, tem um clima de “Rio Antigo”, com suas ladeiras, casarões e o famoso Bondinho, que ainda circula indo de Santa Teresa até o centro.

É, também, um bairro com muitas manifestações artísticas, culturais e políticas, e repleto de bares e restaurantes.

Possui uma boa oferta de hotéis, muitos deles sofisticados, e também algumas opções mais simples.

Mas, para quem pretende turistar por outros cantos da cidade pode não ser uma boa escolha – embora tenha uma localização central, Santa Teresa fica no alto, tem poucos ônibus e não tem estação de metrô, o que pode dificultar um pouco a locomoção.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Santa Teresa

Villa Teresa
Hotel Viña del Mar
Mama Shelter
Vila Galé Rio de Janeiro
Santa Teresa Rio MGallery

Lapa

Bairro boêmio, com muitos bares, casas de samba, espaços de shows, botecos simples e barzinhos mais modernos e descolados, barracas de rua…

A Lapa tem um pouco de tudo quando o assunto é vida noturna. E muitos desses lugares funcionam em casarões históricos.

A região vem ganhando cada vez mais opções de hospedagem e tem preços bem competitivos.

Durante o dia não é tão movimentada, mas fica bem perto do centro, a poucos metros da estação de metrô da Cinelândia e também tem boa oferta de ônibus para as praias da Zona Sul.

Entre os destaques turísticos estão os Arcos da Lapa e a Escadaria Selarón, feita de azulejos coloridos. No primeiro sábado do mês acontece a Feira do Lavradio, com antiguidades, produtos artesanais e um clima muito agradável.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Lapa

Bristol Easy Plus
Hotel Selina
Days Inn by Wyndham 
Hotel Atlântico Prime
Casa Nova Hotel

Centro

Pelo centro é possível encontrar alguns hotéis voltados para executivos, mas que podem ser boas opções para viajantes. A desvantagem é que fica longe das praias.

Mas a região tem lugares que valem uma visita, como o Theatro Municipal, o Real Gabinete Português de Leitura, a Igreja da Candelária, entre outros.

E a área portuária, que foi revitalizada e se transformou em um belo espaço de lazer, com atrativos como o Museu do Amanhã e o AquaRio e muitos grafites coloridos pelos muros.

Como todo centro de cidade grande, é preciso ter um pouco mais de atenção ao andar, especialmente nas partes não turísticas.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Centro

Intercity Porto Maravilha
Hotel Atlântico Business
Belga Hotel
Windsor Guanabara
OYO Belas Artes

Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes

São os dois principais bairros da Zona Oeste, ambos com praias bem bonitas e perto de outras não muito frequentadas como Prainha e Grumari.

Mas estão distantes tanto das praias da Zona Sul como dos principais pontos turísticos do Rio. Podem ser uma boa escolha para quem quer uma viagem mais tranquila.

A região conta com shoppings, alguns restaurantes e bares. E tem atraído muitos turistas em épocas de festivais como o Rock’n Rio, por ser o local onde acontecem os shows.

Nas Olimpíadas também houve muito movimento. Tudo isso fez com que as opções de hospedagem aumentassem. Para se deslocar, a Barra conta com uma estação de metrô e, até o Recreio, funcionam os ônibus do BRT, o que facilita a locomoção.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Barra da Tijuca e Recreio

Grand Hyatt Barra
CDesign Hotel Recreio
Américas Barra Hotel
Windsor Oceânico  
Hotel Sol da Barra
Ramada by Wyndham Recreio

Zona Norte

Por ser uma região onde não há praias próximas, não costuma ser muito procurada por turistas, embora tenha alguns pontos famosos e que valem uma visita, como o Estádio do Maracanã e a Feira de São Cristóvão.

O fato de ser pouco turístico faz com que também não haja tantas opções de hospedagem como em outras regiões da cidade. Mas há alguns hotéis e os preços na Zona Norte costumam ser mais em conta.

Se a localização for próxima a uma das estações de metrô, pode valer o custo-benefício, já que o deslocamento para outros lugares será mais fácil.

O bairro da Tijuca é o mais conhecido e mais bem estruturado da região, tem shopping e bares. Próximos a ele ficam também os bairros do Maracanã e Vila Isabel.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Zona Norte

OYO Villa Tijuca
Gallant Hotel

Aeroporto Santos Dumont e Aeroporto do Galeão

Para quem procura onde se hospedar no Rio de Janeiro durante uma conexão longa, ficar próximo dos aeroportos pode ser uma boa opção.

Se hospedar perto do aeroporto também é uma boa para quem vai chegar muito tarde ou precisa partir muito cedo.

O Santos Dumont fica no centro da cidade e o Galeão (Aeroporto Internacional Tom Jobim) fica na Ilha do Governador, na Zona Norte. Há hotéis bem próximos de ambos.

Mas, para quem está indo passear pela cidade e pretende conhecer os pontos turísticos, estas não são as melhores opções.

Onde ficar no Rio de Janeiro: Perto do aeroporto

Prodigy Santos Dumont
Linx Galeão
Aerotel Galeão Terminal 2
Ibis Santos Dumont

Agora é só escolher onde se hospedar no Rio de Janeiro!

Estes são alguns dos melhores bairros para quem procura onde se hospedar no Rio de Janeiro.

Agora é só fazer sua escolha e aproveitar todos os encantos que a cidade maravilhosa tem a oferecer!

Crédito da imagem em destaque: Mel Gama por Pixabay 

Redação FSV
Descomplicando a sua viagem e mostrando que dá pra viajar mais pagando menos.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *