Praias do Rio de Janeiro: aproveite o verão na cidade!

Tim Maia já dizia: Do Leme ao Pontal, não tem nada igual no mundo. A cidade do Rio de Janeiro é privilegiada com muita beleza natural, não é a toa que é considerada um dos destinos mais encantadores por brasileiros e estrangeiros.

E em toda lista que nomeia as principais atrações da cidade, as praias do Rio de Janeiro sempre aparecem em destaque.

Cantadas nas mais bonitas canções da MPB ou retratadas em fotografias deslumbrantes, as praias do Rio encantam e despertam desejos.

Quem nunca sonhou em ser a Garota de Ipanema? Ou caminhar no calçadão de Copacabana, a princesinha do mar?

Guia de praias do Rio de Janeiro: um manual para o turista praiero

O Rio de Janeiro é incrível até na diversidade de estilos quando o quesito é praia. Tem praia – badalação, praia secreta, praia de naturismo, praia selvagem, praia urbana e praia com trilha.

São mais de 70km de um litoral cinematográfico. E você, qual praia faz mais o seu estilo?

Recentemente, ajudei duas amigas que vieram conhecer a cidade do Rio de Janeiro a entender onde ficava cada praia e os maiores atrativos de cada uma.

Com isso, percebi que aquilo que parece bem simples para quem mora aqui, pode ser a dificuldade de quem vem passear.

Onde fica cada praia do Rio de Janeiro? E o que fazer em cada uma delas?

Pensando nisso, nesse post vou tentar organizar as principais informações sobre as praias da cidade do Rio de Janeiro. Um post bem basicão mesmo, com um pequeno guia que pretende te mostrar de maneira fácil e rápida o que fazer em cada praia e onde fica cada uma das praias da cidade.

Perfeito para curtir o verão no Rio de Janeiro – esse é também aquele post pra salvar e levar pra vida, útil para uma viagem em qualquer época do ano!

Espero que esse pequeno manual das praias cariocas ajude você a escolher qual praia do Rio de Janeiro você quer visitar. Ainda mais: que você descubra os points bacanas que são pouco divulgados, aproveitando as nossas dicas locais.

Vamos nessa, pegar uma praia no Rio?

Praias do Rio de Janeiro: Zona Sul

A Zona Sul do Rio de Janeiro reúne a maior concentração de praias famosas – aqueles que aparecem nas novelas, nas canções e nos jornais. São as praias clássicas de todo roteiro no Rio.

Por aqui também fica a maior parte dos hotéis. Essa é uma ótima opção de hospedagem no Rio de Janeiro. Muito perto de vários pontos turísticos da cidade e uma região que é toda atendida pelo metrô.

Balneabilidade: quando o mar não está pra peixe

É, gente. Sabemos que a Cidade Maravilhosa enfrenta alguns problemas. Um deles é a balneabilidade de algumas praias. Infelizmente ainda se joga muito esgoto no mar (entre muitos outros lixos).

Algumas praias do Rio de Janeiro são impróprias para banho. Outras ficam temporariamente impróprias em alguns dias, dependendo de condições específicas.

Antes de cair no mar no Rio de Janeiro, vale conferir o relatório atualizado do Instituto Nacional do Meio Ambiente (Inea) para saber se o mar está pra peixe!

Confira aqui o relatório atualizado do Inea sobre a balneabilidade das praias do Rio de Janeiro.

Praia do Flamengo

De um lado a Marina da Glória, do outro o Pão de Açúcar. A paisagem é deslumbrante. Aqui fica o Aterro do Flamengo, um parque construído pelo aterramento de uma parte do mar, que contou com paisagismo do gênio Burle Marx.

Praias do Rio de Janeiro - Praia do Flamengo

Os cariocas adoram curtir o Aterro para atividades ao ar livre, correr, andar de bicicleta ou até mesmo uma água de côco. No final de semana, uma das pistas para carros é fechada e vira uma grande área de lazer.

Só um problema: o mar aqui faz parte da Baía de Guanabara. Linda de se ver, mas com a qualidade da água imprópria para banho na maior parte dos dias. Por aqui, melhor curtir o sol e relaxar na areia.

Além da praia, no Aterro do Flamengo você ainda pode visitar o Museu de Arte Moderna do Rio.

Praia de Botafogo

Na mesma extensão de areia, mais adiante encontramos a Praia de Botafogo. Ainda com o mar da Baía de Guanabara, o negócio por aqui não é o banho de mar.

Vale aproveitar a areia para praticar esportes, correr na pista de cooper ou mesmo só relaxar e curtir a paisagem da Enseada de Botafogo, com os barquinhos compondo o cenário com o Pão de Açúcar.

Uma das vistas mais clássicas (e mais lindas) do Rio de Janeiro.

Praias do Rio de Janeiro - Praia de Botafogo

A dica é atravessar a rua e subir até o último andar do Botafogo Praia Shopping, onde fica a praça de alimentação.

Lá, no terraço externo você vai conseguir um ângulo certeiro para aquela foto capa de revista da praia. E de graça!

Praia Vermelha

Entrando no bairro da Urca, você vai encontrar uma pequena praia bem ao lado do acesso ao Bondinho do Pão de Açúcar.

O nome veio da areia que ganha tons avermelhados sempre que o sol se põe. Mas o que eu sei é que a Praia Vermelha é uma das mais fotogênicas do Rio de Janeiro.

https://www.instagram.com/p/8WTDx-qjAH/

De um lado o morro, do outro uma fortaleza militar. Você pode ficar ali um tempão, se dividindo entre olhar o mar e o vai e vem dos bondinhos. Uma das praias mais bonitas do Rio, na minha opinião.

Essa praia fica no limite entre a Baía de Guanabara e o mar aberto. Por isso, a balneabilidade é variável. Vale a pena conferir as condições da água antes de ir, para decidir se vai cair no mar ou não.

Tenho 3 recomendações a fazer sobre a Praia Vermelha. A primeira: a praia é bem pequena. Para curtir bem, é melhor chegar cedo. Depois lota e já não fica tão boêmia.

Segundo: a varanda do restaurante Terra Brasilis, no canto direito da praia, é possivelmente uma das melhores paisagens para acompanhar um almoço no Rio de Janeiro.

E terceiro: vale a pena, além da praia, fazer o pequeno percurso da Pista Cláudio Coutinho, com acesso no canto esquerdo da praia. Ela circunda o Morro da Urca (inclusive com acesso a uma trilha que te leva até o topo do Morro da Urca de forma totalmente gratuita).

Ocasionalmente, as águas da Praia Vermelha ficam inadequadas para banho. Confira o relatório do Inea antes de cair no mar.

Praia do Leme

Atravesse o túnel. Agora você está na parte do Rio de Janeiro banhada por mar aberto! No canto mais esquerdo da faixa de areia, pertinho do morro do Leme, uma pequena praia atrai cada vez mais cariocas e turistas.

A praia do Leme leva o nome do bairro e do morro. Como fica bem ao lado de Copacabana, muita gente passa despercebido por ela, ou até se confunde pelos desenhos do calçadão e acha que é tudo por ali é Copacabana.

Mas o Leme tem identidade própria. Naquele 1 km de faixa de areia, o burburinho é menor e o mar costuma ser bem tranquilo. No sopé do morro, uma pequena passarela recebe pescadores desde o comecinho do dia. Não é a toa que o local ficou conhecido como Caminho dos Pescadores.

Eu adoro passar por ali e ver o movimento do mar quebrando nas pedras. Perto do morro também fica a estátua de Clarice Lispector, que morava no bairro e sempre estava por ali nos fins de tarde.

Em cima do morro do Leme você pode visitar uma fortaleza militar (Forte Duque de Caxias) que também oferece uma vista incrível (e bem pouco explorada) das praias do Rio de Janeiro.

Praia de Copacabana

A princesinha do mar, o calçadão mais famoso do Brasil, o cartão-postal das praias do Rio de Janeiro! Essa é Copacabana.

Seguindo pela mesma faixa de areia, depois do Morro e da praia do Leme, chegamos em Copa. A praia se extende por 4 km até a Pedra do Arpoador, um pequeno braço de terra que avança para o mar.

Praia de Copacabana - praias do Rio de Janeiro

Em Copacabana, a queima de fogos marca o réveillon, os fãs se aglomeram em frente ao Copacabana Palace sempre que uma celebridade chega na cidade, os dias de sol fazem a larga faixa de areia ficar completamente abarrotada de cariocas e turistas.

O mundo se encontra em Copacabana. Todas as tribos, muitos idiomas. Você vai encontrar gringos, locais, outros brasileiros. Quem veio para o Rio passa em Copa. Está em todo roteiro.

Beber um mate gelado com Biscoito Globo é o clássico carioca. O programa “tem que fazer” na praia. Mas você também pode alugar uma bicicleta e pedalar na ciclofaixa. Correr na areia. Ou tirar uma foto com a estátua de Carlos Drummond de Andrade (que fica mais no canto direito da praia, caminhando para longe da praia do Leme).

A apenas alguns metros, já perto da colônia de pescadores, a estátua do Dorival Caymmi (outro apaixonado por Copacabana), também marca presença na orla.

Leia mais sobre a relação de Dorival Caymmi com o Rio de Janeiro.

Ah, e quer uma boa dica de café da manhã com vista no Rio de Janeiro? O Forte de Copacabana, no extremo direito da praia, oferece além da visita ao Museu Histórico do Exército, a oportunidade de tomar um café na filial da clássica Cafeteria Colombo, com mesas na área externa que oferecem uma vista incrível da praia de Copacabana.

Se ela estiver muito concorrida (acontece especialmente nos finais de semana), a Cafeteria 18 do Forte também é uma boa opção!

Pedra do Arpoador e Praia do Diabo

Se você andou perguntando a algum carioca qual o melhor lugar da cidade para ver o pôr do sol, ele deve ter te falado da Pedra do Arpoador.

Pedra e praia do Arpoador - praias do Rio de Janeiro

A maior parte da praia do Diabo fica dentro da área do forte militar de Coacabana, e não é aberta ao público. Mas vale a pena conhecer a faixa de areia que tem acesso livre, que tem menos de 70 metros mas é muito linda: chamada de Praia do Diabo.

A pedra e a pequena faixa de areia do Arpoador (chamada de Praia do Diabo) separa os bairros (e as praias) de Copacabana e Ipanema.

O pôr do sol deixou o lugar famoso, mas o Arpoador também é point de surfistas e praticantes de SUP.

Uma salva de palmas compartilhada entre locais e turistas marca a despedida do sol no Rio de Janeiro, todos os dias.

No blog Te Vejo pelo Mundo tem um post todo dedicado à praia do Diabo no Rio de Janeiro. Vale a pena ler para saber mais sobre a história e como aproveitar a região.

Praia de Ipanema

Seguimos caminhando pela orla. Depois do Arpoador, já estamos na Praia de Ipanema. Essa praia do Rio de Janeiro que Vinícius de Moraes imortalizou em Garota de Ipanema continua encantando cariocas e turistas.

A praia de Ipanema é lugar de badalação, azaração, gente bonita e malhada desfilando corpos impecáveis.

Também é lugar de diversidade, com o posto 9 se mostrando há anos como o ponto de referência para a comunidade LGBT.

Praia de Ipanema - praias do Rio de Janeiro

Praticar esportes na areia, andar de bicicleta na ciclofaixa, tomar um chopp gelado nos quiosques do calçadão.

Ipanema é uma praia bem frequentada pela classe média-alta do Rio de Janeiro e está sempre movimentada, não importa a época do ano.

Praia do Leblon

Um dos metros quadrados mais caros do Rio de Janeiro marca o bairro seguinte. Depois de Ipanema, vamos pela orla até chegar no Leblon, o bairro das novelas de Manoel Carlos na Globo.

O point de referência no Leblon é o posto 12. É por ali o maior movimento se concentra.

Praia do Leblon - praias do Rio de Janeiro

A praia não é muito grande, mas tem todo o charme carioca. Por ali, sempre aparece um global ou outro.

Quem sabe você consegue uma foto com um famoso tendo a Praia do Leblon como cenário?

Praia de São Conrado

Mais uma das pequenas praias do Rio de Janeiro, no bairro residencial (e nobre) de São Conrado.

Os parapentes e asa-deltas que saltam da Pedra Bonita cortam o céu para pousar ali em São Conrado, num canto da praia conhecido como Praia do Pepino.

Praias do Rio de Janeiro: Zona Oeste

Parte 1 – Acessíveis com transporte público

Praia da Joatinga

Chegamos na Zona Oeste e pra começar, temos um dos tesouros secretamente escondidos pelos cariocas.

O acesso da praia da Joatinga é aberto ao público, mas é feito por dentro de um condomínio privado no bairro do Joá (Ana Paula Paiva).

A natureza privilegiada do lugar vem pontilhada aqui e ali por mansões suntuosas. Um cenário no mínimo peculiar.

Talvez a graça da Joatinga seja exatamente esse lance de praia (quase) secreta. É preciso encarar uma trilha (que não é das mais fáceis) por isso a praia permanece como refúgio de poucos privilegiados.

O mar com tons azuis e verdes é a recompensa para quem chega até lá.

Praia do Pepê

A praia do Pepê é uma parte da praia da Barra da Tijuca. Mas o lugar é tão badalado que tem identidade própria, por isso ganhou um destaque só dele aqui.

Essa é a parte da praia que acompanha a Avenida do Pepê, perto do quebra-mar da Barra. A praia foi batizada em homenagem ao nosso campeão de asa-delta, hoje falecido, o Pepê.

Só a visita ao quebra-mar já é um espetáculo e vale a visita. Mas ali também rola azaração, famílias, amigos, toda a galera se encontra no Pepê. Vai marcar com a turma na Barra? O Pepê espera por vocês!

Praia Barra da Tijuca

A Barra da Tijuca é um dos bairros mais recentes do Rio. Por isso lá tudo é mais moderno. Numa declarada tentativa de parecer com uma cidade americana, você vai encontrar shopping por toda parte na Barra da Tijuca.

Por aqui, a larga faixa de areia e o mar com ondas convidam tanto os banhistas quanto os surfistas e praticantes de esportes naúticos. Os campeonatos de surf no Rio, em geral, são realizados aqui.

Praia da Barra da Tijuca - Praias do Rio de Janeiro

Outra coisa muito comum na Barra é encontrar famosos e artistas correndo no calçadão ou aproveitando o mar.

Com muitos prédios novos e condomínios de luxo, é na Barra da Tijuca que os ricos e famosos encontraram seu lugar no Rio de Janeiro.

Praia da Reserva

Seguindo o litoral, depois da Barra chegamos na Praia da Reserva, que tem esse nome por estar dentro de uma área de proteção (Reserva Ecológica).

Essa é uma parte menos movimentada das praias da Zona Oeste. Embora tenha quiosques e vendedores, a estrutura de apoio é menor por conta da reserva ambiental, e muita gente acaba não indo pra lá.

É a parte mais indicada se você quer mais privacidade e sossego.

https://www.instagram.com/p/BWlEPrcHNYc/

Praia do Recreio

Aqui os condomínios ficam menores, mais baixos e o Rio vai ganhando cara de interior. A praia do Recreio é a próxima da orla.

Os prédios aqui tem no máximo 3 andares. É point de surfistas e de trilheiros que sobem a Pedra do Pontal para ter uma vista privilegiada da região.

Praia da Macumba

É a minha praia favorita na Zona Oeste. Aqui esqueço que estou na cidade grande e me sinto numa cidade praieira qualquer num cantinho do planeta.

A Praia da Macumba é separada do Recreio pela Pedra do Pontal. Também é praia de surfistas, ou de gente como eu, que quer curtir o mar num espaço mais sossegado da areia. Por lá, eu adoro levar o tênis pra dar uma esticada nas canelas.

https://www.instagram.com/p/BQ8DASZFWxW/

Como bônus, da praia da Macumba você pode começar uma trilha que vai te levar até mais um dos tesouros escondidos do Rio de Janeiro: a praia do Secreto. Que a bem da verdade, não é uma praia. É uma piscina natural que se forma na maré baixa e que, ano após ano, vem se superando como sensação do verão carioca.

É preciso ter cuidado: o mar nas mudanças das marés fica traiçoeiro. Inclusive, já foram registrados acidentes fatais por lá. Mas com cuidado e responsabilidade, é possível curtir mais essa jóia do Rio.

Veja como ir da Praia da Macumba até a Praia do Secreto no Rio de Janeiro.

Quer mais dicas para curtir o verão no Rio de Janeiro?

Alguns blogs parceiros se juntaram para publicar dicas para aproveitar o verão no Rio de Janeiro!

Nessa blogagem coletiva preparada especialmente pelos blogueiros cariocas, tem dicas de tudo: segurança, passeios, hospedagem e praias.

Dicas de segurança na praia e no mar, do blog Receitinhas e Viagens.

5 dicas do que fazer no verão no Rio de Janeiro, do blog Let’s Fly Away.

Cachoeira do Horto, do blog Até onde eu puder ir.

Do Leme ao Pontal, do blog Diário de uma Viajante.

10 hotéis com vista para conhecer no Rio, do blog Coisas que Amamos.

7 razões para ir a Copacabana, do blog Chicas Lokas.

Para conferir mais dicas do Rio de Janeiro, confira a #RioUnico nas redes sociais (Instagram e Facebook).

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Michelle disse:

ótimo guia de praias! E muito importante colocar a dica sobre a balneabilidade das praias do Rio, porque muita gente acredita que todas as praias são improprias, mas não é bem assim. Vamos valorizar o q temos!

Que post completo! Até hoje, mesmo morando na cidade não conheço todas as praias. Deu vontade de conhecer aquelas que nunca fui! Abraços!

Ana Paula disse:

Completíssima sua postagens das prais do Rio, muito bom!

Klécia disse:

Obrigada Ana Paula 🙂

Lulu Freitas disse:

Adorei o texto!!! Você conseguiu transmitir a alma de cada praia do Rio de Janeiro e ainda aliar dicas úteis como a balneabilidade e como chegar até cada uma. Além disso, ainda trouxe pequenos segredos que só quem mora no Rio conhece. Parabéns!

Klécia disse:

Que bom que curtiu, Lu! Nossa cidade é linda demais né? 😀