Restaurante Bira de Guaratiba: paz e boa comida no Rio de Janeiro

Se tem uma coisa que eu adoro, é essa deliciosa missão de descobrir lugares maravilhosos para comer e beber nesse país Rio de Janeiro. Com a ânsia de quem adora comer bem e criar doces memórias com amigos ao redor de uma mesa, passo horas zapeando na internet, procurando ‘achados gastronômicos’ na Cidade Maravilhosa. E foi numa dessas buscas que eu encontrei o Restaurante Bira de Guaratiba.

Descobri o restaurante por causa de uma lista. O Restaurante do Bira foi o único carioca a figurar entre os 101 melhores lugares para comer no mundo, segundo a revista americana Newsweek. Isso não podia ser pouca coisa, certo? Um restaurante de pegada rústica e afastado do circuito turístico desbancando todos os badalados restaurantes da Zona Sul. A curiosidade foi imediata.

Leia também:
Restaurante Aprazível em Santa Teresa | Rio de Janeiro

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Restaurante Bira de Guaratiba: um pouco de pesquisa e muitas descobertas

Comecei a procurar mais informações sobre o lugar, porque como recém-carioca, além de não conhecer o restaurante eu nunca tinha ouvido falar em Barra de Guaratiba. Primeiro descobri que Barra de Guaratiba é longe, muito longe do centro do Rio. Fica pertinho da Restinga da Marambaia, na Zona Oeste. É preciso ir de carro, ou mesmo de táxi se você pretende beber no Restaurante do Bira. E nesse caso, é preciso agendar o retorno, porque o Restaurante do Bira fica afastado mesmo: por lá não existe serviço de táxi.

Descobri também um pouco da história do restaurante. O proprietário Ubiratan de Souza Leal, o Bira, é filho de uma família de pescadores, na qual sua mãe, a Tia Palmira, se destacava como uma cozinheira de sabores inacreditáveis. O restaurante especializado em frutos do mar nasceu para unir as duas tradições da família: a pesca e a cozinha de temperos apurados.

De segunda a quarta, o restaurante fica fechado. É quando o Bira vai pescar as delícias que serão servidas de quinta a domingo, sempre com casa cheia. O Restaurante Bira de Guaratiba não trabalha com reservas mas o lugar está sempre cheio: principalmente de turistas, mas também de cariocas. Por lá, também não faltam personagens famosos que são clientes fiéis, como o renomado chef Claude Troisgros, e vários artistas globais.

Ah, mais uma coisa: tem essa vista da varanda do restaurante!

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Uma experiência pra não esquecer jamais

Colocamos o endereço no GPS e fomos vendo a paisagem mudar à medida que nos afastávamos do centro da cidade em direção à Zona Oeste. De repente, estávamos fora das ruas movimentadas, indo devagar por entre pequenas comunidades de pescadores em Guaratiba. Outros restaurantes aparecem no caminho, também bastante movimentados. Mas seguimos em frente, até parecer que já nem estávamos mais no Rio de Janeiro. Mas a gente estava: num Rio de Janeiro que a gente quase esquece que existe. Um Rio de paz, longe da confusão do centro e das loucuras da capital. Um Rio de Janeiro que consegue se revelar ainda mais lindo.

Estacionamos em frente ao portão tímido, sem letreiro. Fomos descendo a rampa de acesso ao restaurante. O ar rústico e simples que toma conta de tudo já começa a nos envolver. As árvores crescem no meio do pátio, dividem as mesas que se estendem com vista para a mágica restinga da Marambaia.Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Quem nos recebeu foi o próprio Bira. Chegamos cedo e conseguimos ainda uma mesa na varanda, com vista para a restinga. Suspiros. Sentamos com nossa roda de amigos e começamos a conversar. Na mesa ao lado, alguns artistas das novelas que vemos na TV. Essas coisas que o Rio de Janeiro te proporciona. E aquela paisagem emoldurando um dos cenários mais bonitos da minha vida carioca. O dia estava um pouquinho nublado. O sol que se infiltrava pelas nuvens deixava a atmosfera mais acolhedora e intimista.

Esse lugar só pode ser mágico!Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

O que pedimos

Prepare o paladar (e o bolso). O Restaurante Bira em Barra de Guaratiba coloca os sabores do mar em panelas de barro. Serve tudo com amor e com sabor, escolhendo os melhores temperos colhidos ali mesmo, na horta do restaurante. Do urucum a banana que vai no pirão.

Mas viver tudo isso tem um preço, e esse preço só pode ser pago em dinheiro ou em cartão de débito.

De entrada, os pastéis de siri, camarão ou queijo custam R$8,00 a unidade. Pastéis pequenos, gostosos e bem recheados, servidos com uma pimenta saborosa e ardida na medida certa. Esse foi a única entrada que arriscamos, porque as outras fugiam bastante do orçamento do nosso almoço (vinagrete de frutos do mar – R$150,00, pasta de siri – $130,00, camarão frito – R#130,00).

Para beber, pedimos sucos naturais, por R$10,00 o copo, e todos estavam muito gostosos. Também há cervejas longneck (R$10,00), caipirinha (R$25,00) e outros destilados. Para prato principal, provamos dois: Moqueca mista (R$280,00) e Filé de Robalo com Arroz de Frutos do Mar (R$310,00). Os pratos demoram em torno de uns 40 minutos, porque segundo o atendente, é tudo feito ali, na hora do pedido.

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

A moqueca estava muito boa, e lindamente servida: foi meu prato favorito. O peixe abafado também estava muito bom. Os pratos são extremamente grandes. Éramos seis, comemos bem, repetimos e ainda sobrou muita comida. Eu diria que um prato pode servir até 4 pessoas, ou três pessoas que comem bastante. Estávamos tão cheios que não sobrou espaço para sobremesa.

Restaurante Bira de Guaratiba: O que achamos 

O Restaurante do Bira não é sobre comida, apenas. É sobre uma inteira experiência na Cidade Maravilhosa. É sobre chegar nesse lugar abençoado por uma natureza espetacular, e provar sabores em frente a uma paisagem que você não vai mais conseguir tirar da cabeça.

A comida é gostosa. Não é que seja espetacular, mas é preparada com sabor. Tem aquele sabor de mar apurado na panela de barro. O único contra, é que não dá pra negar que o preço está acima do que a gente costuma pagar. No Restaurante do Bira, paga-se também pela vista, pela exclusividade de fazer uma refeição saborosa em meio à natureza, afastado da loucura e dos problemas da nossa vida de todo dia.

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

Ir ao Restaurante Bira de Guaratiba é criar uma memória. De um dia bonito, numa paisagem deslumbrante, ao redor dos amigos numa mesa recheada de pratos saborosos. É se sentir descobridor dos segredos dos artistas, que aparecem sempre nesse cantinho de paraíso. Depois de ver tudo isso, entendi porque o Bira não precisa de placa, nem de muita propaganda.

Restaurante Bira de Guaratiba - Rio de Janeiro

O sucesso do lugar é o rústico, é o segredo, é o boca-a-boca de quem vai, prova e aprova a experiência. E passa pra frente que ali, em Barra de Guaratiba, tem um tal de Restaurante do Bira, que é um dos melhores lugares para se comer no mundo.

Ficha técnica

O quê? Restaurante Bira de Guaratiba | Site
Onde? Estrada da Vendinha 68 A, Barra de Guaratiba – Rio de Janeiro.
Principais atrativos? A vista incrível e a moqueca, especialidade da casa.
Quando? Quinta a domingo  e feriados, das 12 às 17 horas. 
Quanto? Pratos que servem bem 3 ou 4 pessoas custam em média de R$250,00 a 300,00.
Estacionamento no local? Na rua, em frente ao restaurante.
Como chegar? De carro ou táxi / Uber.
O que levar? Máquina fotográfica, dinheiro ou cartão de débito, nas bandeiras Visa e Mastercard. Não aceita cartões de crédito.
Quanto tempo reservar? Vá sem pressa, para uma tarde inteira. É uma experiência gastronômica.
Não deixe de ver: A vista ao lado do portão de entrada, antes de descer a rampa de acesso ao restaurante. Uma paisagem incrível!

 

Salve esse post no seu Pinterest pra lembrar do nosso site sempre que for planejar sua viagem! 😊

Restaurante Bira de Guaratiba

 

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Pacotes de Viagens disse:

Parabéns pelas fotos e pelo texto. Adorei.

Klécia disse:

Obrigada pela visita e pelo comentário 🙂