Roteiro Barcelona: para aproveitar Barcelona em 3 dias

Barcelona é a cidade que todo mundo quer visitar na Espanha. Vibrante e envolvente, Barça tem uma infinidade de atrações para ver, provar e curtir.

Para fazer essa viagem dar certo (especialmente se for sua primeira vez por lá), é preciso priorizar o que você quer ver e se planejar com antecedência para ter sucesso na hora de montar o roteiro Barcelona.

Reserve seu hotel em Barcelona com garantia de menor preço com o Booking.com

O principal limitante de uma viagem a Barcelona é o tempo. A cidade é grande, as atrações estão bem espalhadas no mapa e com o boom turístico dos últimos anos, a cidade vive lotada, com filas e mais filas nos restaurantes e atrações.

A gente só tinha 3 dias em Barcelona. Uma pena, eu poderia facilmente ficar uma vida inteira por lá – pra você ter ideia do quanto gostei de conhecer a cidade!

Se você também tem limitação de tempo, viaje com a certeza que o planejamento vai ser essencial para não deixar escapar o melhor da cidade.

Escolher as atrações que você quer muito visitar, comprar ingressos com antecedência para fugir das filas, organizar o roteiro.

Mas não se preocupe: viemos aqui para te ajudar a arrasar com o roteiro Barcelona, contando nossa experiência na cidade e tudo que visitamos nesses 3 dias em Barcelona!

Leia também:
+ Onde se hospedar em Barcelona: melhores bairros
+ O que fazer em Madrid: lista de atrações
+ Museus de Madrid: como visitar de graça
+ Onde se hospedar em Madrid: melhores bairros
+ Seguro viagem Europa: como funciona?

3 dias em Barcelona: como aproveitar o roteiro Barcelona

Montar um roteiro em Barcelona não é tarefa fácil. A cidade realmente tem muitas opções, pra diferentes gostos e bolsos.

A minha dica é pesquisar as principais atrações de Barcelona, com base no que você procura durante uma viagem. Eu organizei meu roteiro de três dias em Barcelona levando em consideração algumas prioridades.

  1. Eu queria conhecer a Barcelona Modernista, com atenção especial para as obras de arquitetura de Antoni Gaudí.
  2. Futebol é nossa paixão, então a gente precisava conhecer o Camp Nou, do FC Barcelona.
  3. Queria viver uma experiência bacana com a culinária espanhola.
  4. Fazia questão de conhecer cervejarias e bares locais como parte do nosso roteiro de turismo cervejeiro na Espanha

Com isso em mente, comecei a planejar meu roteiro em Barcelona.

1) Separei um dia inteiro para explorar a Barcelona Modernista de Gaudí. 

2) Fiz uma lista das atrações que eu queria muito visitar em Barcelona e que são muito concorridas. Nesses casos, o indicado é comprar os ingressos com antecedência.

Aqui estão os links para comprar os ingressos das atrações mais concorridas de Barcelona, que nós garantimos com antecipação:

Sagrada Família
Visita à uma das torres da Sagrada Família
Casa Milá (La Pedrera de Gaudí)
Casa Battló de Gaudí
Park Guell

TODOS esses ingressos são vendidos com hora marcada para a visita. Por isso, antes de montar o roteiro definitivo, é preciso comprar os bilhetes com antecedência, e com base nos horários disponíveis em cada atração, enfim montar seu roteiro Barcelona.

Ou seja, o roteiro definitivo só vai nascer quando você estiver com os ingressos na mão!

Roteiro Barcelona: o que fazer em 3 dias

Para ajudar você a entender a cidade e montar um bom planejamento de viagem, vamos incluir um mapa para cada dia do roteiro.

Dia 1 – Roteiro Barcelona

Esse é o dia mais lotado do roteiro Barcelona, dedicado a explorar a Barcelona modernista. Por isso, grande parte desse dia nós passamos entre as obras de arquitetura do mestre Antoni Gaudí (os maiores cartões-postais de Barcelona).

E mais: como nunca pode faltar nos nossos roteiros, exploramos algumas delícias da culinária catalã, cervejas locais e o “melhor chocolate quente de Barcelona”, num prédio histórico ma-ra-vi-lho-so.

Confira a lista de atrações que visitamos no Dia 1 do Roteiro Barcelona:

Manhã:

  • Sagrada Família
  • Passeig di Gràcia
  • Casa Milá (La Pedrera)
  • Sugestão de almoço: Lokal Bar

Tarde:

  • Faborit Casa Amantller
  • Casa Battló
  • Praça Catalunya
  • La Rambla
  • Mercado la Boquería
  • Sorveteria Rocambolesc

Noite:

  • Travel Bar + Aula de culinária espanhola

Sagrada Família

Você vai precisar começar a explorar bem cedo, com ingressos para o primeiro horário da visita à Sagrada Família de Barcelona: 9h da manhã.

Existem vários tipos de ingresso para a Sagrada Família. Nós optamos pelo ingresso mais completo, que dá direito a entrada + áudio guia em português + visita à uma das torres.

Roteiro Barcelona - Sagrada Família

No momento, duas torres estão abertas à na Sagrada Família, a Fachada da Glória e Fachada da Paixão.

Compramos ingresso para visitar a Fachada da Glória, mas infelizmente, no dia da nossa visita, aconteceu um problema (que eles não dizem o que é) e por segurança o acesso à torre foi interrompido.

Tudo voltou ao normal depois de uma hora e a gente ainda estava por lá, passeando pelo interior da Sagrada Família.

Mas como toda entrada nas torres é controlada pelo horário do bilhete e lotação, nos comunicaram que tínhamos perdido o direito à visita e iam devolver o dinheiro do bilhete via cartão de crédito. Frustrante, né?

Acabamos curtindo apenas a visita pelo interior da igreja, usando áudio-guia (que fez toda diferença para entender a história e os detalhes da Sagrada Família).

Uma última dica sobre a Sagrada Família: a atração mais visitada de Barcelona fica sempre cheia, por isso se programe para chegar um pouco antes da hora marcada no bilhete, pra encarar as filas da segurança e aproveitar a visita com mais calma.

Passeig di Gràcia

Se Paris tem a Champs-Elysées, Barcelona tem o Passeig di Gràcia. Da maravilhosa Praça de Catalunha até o bairro de Gràcia, é uma vitrine atrás da outra de puro glamour.

Lojas, restaurantes, centros de arte. Quem faz e acontece em Barcelona está no Passeig di Gràcia.

Inclusive, é nessa rua que você vai encontrar mais duas obras primas de Gaudí, as próximas paradas do nosso roteiro Barcelona: as famosas casas La Pedrera (Casa Milá) e a Casa Battló.

Casa Milà (La Pedrera)

Chegando no Passeig de Gràcia vindo da Sagrada Família, a primeira parada é na Casa Milá, chamada de La Pedrera por conta do aspecto “não convencional” da construção, que despertou opiniões controversas desde a época da sua inauguração.

Casa Milá - roteiro Barcelona

Esse prédio foi o último edifício residencial projetado por Gaudí e, por dentro, a construção consegue ser ainda mais surpreendente que sua fachada que desafia os maiores conceitos da arquitetura.

Pra coroar a visita, a vista do terraço superior de La Pedrera oferece um panorama maravilhoso de Barcelona, incluindo um enquadramento perfeito da Sagrada Família nas curvas arquitetônicas da Casa Milá.

Sugestão de almoço: Local Bar

A fome já deve estar apertando, então anota a dica desse bar super descolado e bacana para almoçar em Barcelona.

O Lokal Bar fica a apenas 2 quadras da Casa Milá e consta em várias listas como um dos melhores bares da cidade.

O atendimento foi daqueles que faz a gente se sentir em casa. Chegamos logo depois que o bar abriu, conseguimos uma mesa de primeira e o próprio dono nos recebeu, anotou pedidos e ainda conversou um pouco com a gente sobre o Brasil e Barcelona.

Famoso pelas tapas, o bar ainda oferece sangrias, cervejas locais e uma boa oferta de pratos principais. Minha dica: o polvo foi servido ao ponto, estava gostoso de lamber os beiços.

Faborit Casa Amantller

Guarde um espaço na barriga para pedir a sobremesa na nossa próxima parada. Caminhe de volta até o Passeig de Gràcia para nossa próxima parada.

A Casa Amantller fica num edifício modernista maravilhoso do Passeig de Gràcia, exatamente ao lado da Casa Battló. Essa cafeteria ficou conhecida por oferecer simplesmente o melhor chocolate quente de Barcelona.

E como se isso não fosse motivo suficiente para ir até lá, ainda tem a arquitetura modernista incrível do edifício, e o design arrojado e descolado da cafeteria, super fotogênica e acolhedora.

Falta vontade de ir embora. Sobra vontade de provar tudo que está na vitrine.

Casa Battló

A próxima parada é o prédio vizinho, a mundialmente famosa Casa Battló. Mais uma das obras de Gaudí, essa construída para ser residência do próprio artista.

Na casa toda, quase não se encontra uma linha reta. Mosaicos coloridos decoram os ambientes. No teto, as costas de um dragão nos levam para um passeio com uma bela vista de Barcelona.

A visita a Casa Battló dá direito a um aparelho de realidade virtual, que nos transporta para visitar a casa na companhia do artista.

Qual visitar: Casa Milá ou Casa Battló?

Muita gente pergunta se vale a pena conhecer as casas de Gaudí por dentro, e as opiniões se dividem.

Por isso, decidi visitar e tirar minhas próprias conclusões. Compramos o ingresso tanto para visitar a Casa Milá quanto a Casa Batlló.

Primeiro, já que você vai até Barcelona, porque não visitar? Exceto na situação de ter dinheiro para visitar apenas uma, eu diria que vale a pena entrar nas duas.

São projetos totalmente diferentes, que mostram a genialidade de Gaudí, cada uma a seu modo.

Eu confesso que as cores e formas da Casa Battló me encantaram mais. Já Rafa preferiu a ousadia arquitetônica, coroada com o terraço em La Pedrera. Por isso não conseguimos concordar aqui em qual das duas indicar.

Só posso dizer que as duas valeram a pena, exatamente para comparar as diferentes formas de expressão de Gaudí. Se estiver na dúvida e tiver dinheiro e tempo suficiente para isso, visite as duas.

Ah, num roteiro de três dias a melhor coisa é escolher uma das casas pra visitar. Exceto se você comprar os ingressos com antecedência e conseguir encaixar bem os horários das visitas, se tiver que comprar na hora e esperar fila, não dá de jeito nenhum para fazer tudo (as casas de Gaudí + a Sagrada Família) em 1 dia.

Praça Catalunya

Seguimos pelo Passeig de Gràcia até encontrarmos com a gigantesca Praça Catalunya.

Essa é a maior praça de Barcelona, e pra ser bem sincera, uma das maiores da Espanha. Nela, começam algumas principais ruas da cidade, como o Passeig de Gràcia, La Rambla e Rambla de Catalunya.

O movimento por ali parece que não pára nunca. Cercada por lojas e restaurantes, foi na Praça Catalunya que também encontramos uma das maiores concentrações de pombos por metro quadrado na Espanha. E muitas crianças brincando com os passarinhos.

Ainda na praça, o restaurante no terraço do El Corte Inglês oferece uma vista panorâmica e é uma boa opção de passeio para quem quer ver a Praça Catalunya por outro ângulo.

La Rambla

Seguimos caminhando, agora por outra rua muito importante para a cidade de Barcelona.

La Rambla, na verdade, foi a rua que eu mais gostei em Barcelona. Ela vai da Praça Catalunya até o antigo porto de Barcelona.

Ali tem de tudo um pouco. Gente vendendo, gente comprando, artistas de rua, mercados históricos (como o Mercado de La Boquería), teatros, lojas de lembranças, igrejas. Turistas e locais aos montes.

La Rambla tem a cara dessa Barcelona super agitada, quase frenética, mas com uma energia super pra cima. Só cuidado com os preços de tudo por ali, como em toda zona turística da cidade.

Mercado de La Boquería

Caminhando por Las Ramblas, não deixe de dar uma espiada no interior do Mercado de La Boquería, um dos mais antigos e tradicionais de Barcelona.

Tudo é muito bonito, mas o lance ali é fotografar e não comprar. Os preços são muito acima da média.

Mercado de la Boquería - roteiro Barcelona

Para não sair de mãos vazias, a dica é comprar um suco de frutas tropicais numa das barracas. Mas prefira as barracas mais ao fundo do mercado, que têm preços até 2 euros mais baratos em um copo de suco.

Sorveteria Rocambolesc

Ainda em Las Ramblas, tenho mais uma dica gastronômica. A pequena e colorida sorveteria Rocambolesc é uma delícia para os olhos e para o paladar.

Trata-se do empreendimento de Jordi Roca, um dos irmãos Roca, que participou do seriado da Netflix Chefs Table Sobremesas como “o mestre dos doces” e já foi reconhecido como o melhor confeiteiro do mundo.

A dupla de irmão Roca comanda o Celler de Can Roca em Girona, eleito 2 vezes como o melhor restaurante do mundo.

Não sei se posso chamar o Rocambolesc de melhor sorvete do mundo, mas a verdade é que provar o sorvete dos irmãos Roca é mais que uma simples degustação de sorvete.

Já imaginou voltar pra casa e contar que experimentou experimentou uma das criações de chefs que apareceram em Chefs Table?

Travel Bar + Aula de culinária espanhola

Para os mais dispostos, ainda dá tempo de viver mais uma aventura gastronômica em Barcelona.

Já imaginou aprender como se prepara alguns dos pratos mais típicos da Espanha, como sangria, princhos e paella?

Essa é a proposta de participar de uma aula de culinária em Barcelona. Existem diversas experiências do tipo disponíveis na cidade, nós nos inscrevemos em uma e não nos arrependemos!

Foi uma grande oportunidade de conhecer locais e turistas, bater um papo legal, colocar a mão na massa para aprender a cozinhar e, no final, comer tudo e se divertir de verdade.

Se puder participar de uma experiência assim, faça! De quebra, nosso ponto de encontro para o início do tour foi o Travel Bar, um bar bem local e com decoração temática viajante (simples e acolhedora), localizado no bairro Gótico.

Enquanto a gente esperava o início do tour, bebemos algumas cervejas locais com preço justo. Depois da experiência gastronômica, ainda voltamos para o Travel Bar com toda a galera do tour para mais um happy hour!

Dia 2 – Roteiro Barcelona

Manhã:

  • Barceloneta
  • Museu de História da Catalunha
  • Parque da Cidadela
  • Arco do Triunfo
  • Passeig del Born e La Catedral del Mar
  • Sugestão de almoço: El Xampanyet

Tarde:

  • Parque de Montjuïc e Estádio Olímpico
  • Museu Nacional de Arte de Catalunha (MNAC)
  • Fonte Mágica e Praça de Espanha
  • Arenas de Barcelona

Noite:

  • Extra: Mercat de Sant Antoni
  • Sugestão de Happy Hour: Bar Ølgod

Barceloneta

Tem gente que fala que Barcelona seria o Rio de Janeiro da Espanha. E se tem um lugar que dá sentido a essa analogia é a Barceloneta.

O bairro onde Barcelona se conecta com o mar vibra com as boas energias das ondas. Tem de tudo um pouco: restaurantes, festas, gente bonita, marinas luxuosas.

Barceloneta - Roteiro Barcelona

Lá você pode fazer compras, visitar o Aquário de Barcelona, provar mais um pouco da comida catalã com uma bela vista do mar.

Comece o roteiro pelo monumento a Cristóvão Colombo e siga pela marina de Porto Vell. Caminhe apreciando a vista. Como começamos bem cedo, estava tudo ainda vazio e tivemos a marina praticamente só nossa.

Foi mágico caminhar ao lado daqueles iates milionários, curtir a vista maravilhosa ao redor e enfim me apaixonar perdidamente por Barcelona. Sim, foi aqui que aconteceu.

Museu de História da Catalunha

O passeio na Barceloneta segue até um antigo armazém do porto, reformado para abrigar o Museu da História da Catalunha.

As exposições contam a história de mais de 3.000 anos de história catalã, e é no mínimo impressionante o quanto você pode aprender sobre esse povo e sua luta pela independência, com algumas horas de passeio.

A boa notícia é que o museu é mesmo incrível. A notícia ruim para quem está em um roteiro apertado é que dificilmente vai dar tempo de ver tudo com calma.

Não perca a vista do terraço do museu, onde também funciona um restaurante.

Compre antecipado: ingresso Museu da História da Catalunha

Estació de França

Quando fechar o circuito pela orla de La Barceloneta, você vai encontrar essa majestosa estação de trem, que merece mais do que uma olhada de fora.

Estação França - Roteiro Barcelona

A Estació de França data de 1929 e tem estilo art decô, com um interior maravilhosamente trabalhado em bronze e mármore. Respeitadas as devidas proporções, há quem diga que lembra a estação d’Orsay em Paris (a mesma do museu com as obras de Monet)

Parque da Cidadela

Atravesse a rua e entre no Parque de la Ciutadella, o coração verde de Barcelona.

Dificilmente você vai encontrar outro lugar tão bonito para relaxar na cidade. Fontes, árvores, lagos, pedalinhos, obras de arte e esculturas de Gaudi, Llimona e outros artistas catalães.

O Parque é bem grande mas vale investir algumas horas em descobrir cada cantinho.

Arco do Triunfo

Procure a saída do parque que dá de frente para o monumental Arco o Triunfo de Barcelona.

Arco do Triunfo - Barcelona Roteiro

Construído como acesso principal de Barcelona para a Feira Mundial (a mesma motivação da Torre Eiffel em Paris e do Atomium em Bruxelas), o arco tem o estilo neo-mudejar influenciado pelos mouros (e que vimos tambem com frequência quando visitamos Toledo na Espanha).

O mais bonito por ali é ver os artistas de rua, sempre presentes e divertindo quem passa. E conseguir uma foto do arco, claro, um dos maiores cartões-postais de Barcelona!

Passeig del Born e Catedral de Santa Maria del Mar

A partir do Arco do Triunfo de Barcelona, fomos caminhando em direção ao Passeig del Born, mais uma dessas ruas largas, lembra um pouco Las Ramblas de Barcelona (mas com muito menos lojas e agito).

O que achei bonito mesmo por lá foi a Catedral de Santa Maria del Mar. Mas a caminhada também rendeu boas fotos, já que toda essa vizinhança é bem charmosa.

Sugestão de almoço: El Xampanyet

Uma pequena portinha, tímida até. Quando entramos, não conseguia entender o que toda aquela gente fazia ali.

Daí, comecei a prestar atenção ao redor. Azulejos lindos e quadros divertidos na parede, deixam a atmosfera super aconchegante.

No balcão, todo tipo de tapas e muita gente animada, bebendo cerveja ou a Cava, espumante espanhol que é o grande chamariz do lugar (você pode, inclusive, levar uma garrafa pra casa).

Talvez um pouco de paciência seja necessária, para esperar pela fila. Especialmente no final da tarde, fica cheio demais.

Parque de Montjuïc e Estádio Olímpico

Para a tarde, pegue o metrô para os lados do Parque de Montjuïc, para conhecer um pouco da Barcelona das Olimpíadas de 1992.

O parque é muito grande, por isso comece pelos arredores do Estádio Olímpico (com portões abertos para um mirante com vista do interior do estádio, entrada gratuita).

Ali pertinho fica o museu do esporte olímpico, bem como a torre de telecomunicações (torre de Montjuïc), colocada bem ao lado do estádio, num parque super agradável e bonito – muitos jovens estavam relaxando por lá quando passamos.

Museu Nacional de Arte de Catalunha (MNAC)

Pegue a direção da Fonte Mágica. Descendo as escadas rolantes do parque, você vai passar ao lado do maravilhoso prédio o Museu Nacional de Arte de Catalunha.

A gente não teve tempo de visitar, mas com mais tempo com certeza não perderia a chance de ver essa beleza por dentro.

Compre antecipado: ingresso Museu Nacional de Arte de Catalunha

Fonte Mágica e Praça de Espanha

Agora o caminho segue para baixo, passando ao lado da maravilhosa Fonte Mágica de Barcelona.

Fonte Mágica de Barcelona

No inverno, infelizmente a fonte é desligada para manutenção (e mesmo assim o lugar me impressionou muito!). Caminhando até embaixo nas escadarias, onde fica a Praça de Espanha, é impossível não se impressionar com a beleza da fonte com o Museu de Arte ao fundo.

Quando o tempo esquenta, a fonte volta a ser ligada e rola até um show de luzes à noite (lembra um pouco o Circuito de Águas em Lima). Se você gosta de espetáculos assim, vale voltar aqui quando escurecer.

Arenas de Barcelona

Para esperar o sol se por, uma boa pedida é atravessar a Praça Espanha até o Shopping Arenas de Barcelona.

Essa era a antiga arena de touradas da cidade, antes do esporte ser proibido por ali. Foi transformado em um shopping, com uma arquitetura pra la de diferente.

O mais legal não é o shopping em si, mas o terraço do último andar. Ele tem acesso gratuito por dentro do shopping, mas o legal é pagar €2 (dá direito a ida e volta) e subir no elevador panorâmico que fica na área externa, bem em frente à Praça Espanha.

Lá em cima, além da vista 360 graus, funcionam alguns restaurantes e você pode aproveitar para jantar por ali, enquanto espera o sol ir embora para ver o show de águas na Fonte Mágica.

Dia 3 – Roteiro Barcelona

Manhã:

  • Park Güell
  • Camp Nou

Tarde:

  • Bairro Gótico

Parque Güell

Mais um dos símbolos de Barcelona, o parque Güell é uma das principais obras de Gaudí e por isso sempre entra nos roteiros pela cidade.

Roteiro Barcelona - Parque Guell

Confesso que achei tudo muito bonito, mas o lugar estava tão lotado que a visita fica um pouco prejudicada (mesmo a gente tendo comprado ingresso para uma das primeiras horas da manhã).

Outra: a área de visitação é bem menor do que eu imaginava, então voltei pra casa um pouquinho desapontada.

O que valeu muito a pena foi, depois de sair da área privativa onde ficam as obras de Gaudí, começar a passear na área verde que circunda a colina onde está o parque.

Foi dali que descobri uma das mais belas vistas da Sagrada Família, sem esperar. Uma bela surpresa.

Compre antecipado: ingresso Parque Guell

Camp Nou

Saindo de lá, pegamos o metrô em direção a uma das atrações que a gente mais queria visitar em Barcelona: o Camp Nou, estádio do FC Barcelona.

Camp Nou - roteiro barcelona

Como viajamos no inverno (baixa estação), compramos o ingresso na hora, sem problemas. Para quem viaja nos meses mais disputados, o mais sensato é comprar com antecedência para não ter que esperar muito na fila.

O museu do clube é super tecnológico e interessante. Da mesma forma, ter a oportunidade de visitar os vestiários e pisar ao lado do gramado é algo realmente de tirar o fôlego, imperdível para todos os que amam futebol.

Ah, e se for passar em Madrid, aproveite para visitar o Santiago Bernabéu e assim conhecer os dois estádios mais importantes da Espanha.

Bairro Gótico de Barcelona

Nossa última parada foi no Bairro Gótico, uma das vizinhanças mais tradicionais de Barcelona. O bairro é bem grande, por isso faça uma listinha do que quer ver por lá.

Passamos pela bonita Praça Real e seguimos caminhando até a Catedral de Barcelona (fizemos a visita ao interior, que dá direito a subida ao terraço com uma bela vista das redondezas).

Em seguida, logo ali do lado está a Plaza Sant Jaime, onde hoje está o Palácio do Governo e onde antigamente estava também o centro da antiga cidade romana, chamada de Barcino (tem até um letreiro no chão com o nome).

Seguimos pela calle del Call para explorar um pouco do bairro judeu, entre as ruas Sant Honorat e Sant Doménec del Call. Lá existe uma antiga sinagoga, bem como restos da antiga muralha romana que protegia a cidade.

Por fim, duas últimas paradas na Plaza Sant Felip Neri e no museu da História da Cidade de Barcelona (que nós não visitamos pois já estava fechado).

O que fazer em Barcelona – outras dicas que valem a pena

Como falei desde o começo, um roteiro em Barcelona com apenas 3 dias é muito pouco. Deixei umas coisas que queria muito conhecer, de fora da minha lista.

Por exemplo, numa próxima viagem não perderei a oportunidade de conhecer o lindo prédio do Palao de la Música Catalã, bem como o prédio modernista do Recinto de Sant Pau.

Também está na mira o Tibidado, uma colina que abriga um parque de diversões, uma igreja e uma vista espetacular da cidade.

E, com mais tempo, já começo a me arriscar em alguns bate e volta a partir de Barcelona, como Montserrat, Figueres, Girona e Sitges.

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀

hotel  Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
aluguel de carros Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
seguro saúde Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha 10% de desconto em qualquer seguro do site!
ingressos Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: Tiqets e Get Your Guide

Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *