Fui Ser Viajante

Toledo na Espanha: conheça a cidade em 1 dia!

Compartilhar

Gosta de cidades medievais e cheias de história? Que tal incluir Toledo no seu roteiro? Conhecida como a cidade das três culturas, Toledo na Espanha é uma das cidades mais visitadas para um bate e volta a partir de Madrid.

E eu preciso ser sincera com você: motivos não faltam para justificar essa preferência. Toledo fica a apenas 30 minutos de trem de Madrid, o que favorece demais uma escapada de 1 dia.

Um destino recheado de cultura, arte e arquitetura. Uma história influenciada por 3 religiões.

Conta a lenda que houve um tempo em que judeus, cristãos e muçulmanos conviveram harmoniosamente dentro das muralhas de Toledo, embora muitas guerras e disputas estejam escritas na história da Espanha e de Toledo.

Além de tudo, Toledo tem uma localização privilegiada. Fica no topo de uma colina, cercada por três lados por uma das curvas no curso do Rio Tejo (Tajo, em espanhol). Um cenário privilegiado, pra dizer o mínimo.

Gostei tanto de conhecer Toledo, que hoje me pergunto porque não fiquei pelo menos uma noite na cidade. As atrações de Toledo são tantas que é difícil escolher o que fazer em apenas 1 dia na cidade.

Além disso, passear pelas muralhas com a cidade iluminada, depois que os turistas vão embora, deve ser uma experiência e tanto! Numa próxima vez, com certeza vou me hospedar pelo menos uma noite dentro das muralhas de Toledo.

Veja hotéis e pousadas em Toledo Espanha

Mas se nessa viagem você também só tem 1 dia em Toledo, vou te contar como aproveitar melhor um bate e volta de Madrid. Explorar Toledo em 1 dia é um passeio e tanto! Espero que minha experiência na cidade ajude você a planejar a sua!


Explorando a cidade de Toledo, Espanha

Reuni nesse post todas as dicas essenciais para um bate e volta em Toledo. Para encontrar as informações de forma mais prática e rápida, basta clicar no link para ser direcionado ao conteúdo que você precisa:

Dicas básicas: Entenda Toledo
História de Toledo na Espanha
A tradição das espadas de Toledo
Toledo nos dias de hoje
Como chegar em Toledo
Quando ir a Toledo?
Excursões para Toledo e passeios com agência
Free walking tour em Toledo
Principais pontos turísticos de Toledo: o que fazer por lá
Mapa com os pontos de interesse em Toledo
Vale a pena fazer um bate e volta em Toledo?
Dicas de hospedagem em Toledo
Pratos típicos de Toledo
Turismo cervejeiro em Toledo
Fotos de Toledo na Espanha

Dicas básicas: Entenda Toledo

A encantadora Toledo é um município da Espanha, um pouco ao sul de Madrid, num departamento chamado Castilla-La Mancha.

É uma terra com forte relação com a arte na Espanha, já que o famoso pintor renascentista El Grego nasceu em Toledo, e o escritor Miguel de Cervantes tinha amigos e amores na antiga cidade murada, por isso a visitava constantemente.

Inclusive, a cidade é citada por Cervantes em algumas de suas obras. O artista chegou a dizer que Toledo era “a glória da Espanha”.

Outro nome pelo qual Toledo ficou bem conhecida foi a cidade das três culturas. Isso por conta das influências judaica, cristã e muçulmana que são parte da história da cidade, as principais religiões monoteístas do Ocidente, que conviveram em Toledo ao longo dos séculos.

Foi esse misto de culturas que fez de Toledo um espetáculo arquitetônico e cultural único no mundo. O título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO veio em 1986.

História de Toledo: para entender a cidade

Quem gosta de uma viagem cultural com certeza vai encontrar em Toledo uma jóia a ser explorada.

Por isso vale a pena, antes de descrever os principais pontos turísticos da cidade, dar uma pincelada na história de Toledo, para despertar sua curiosidade de viajante para os segredos dessa interessante cidade espanhola!

Desde antes de Cristo, existem vestígios de ocupação humana nessa região. Não exatamente na colina onde está a Toledo de hoje, mas na que fica bem em frente, do outro lado do rio Tejo, conhecida como Cerro Del Bu.

As ruínas sobreviveram até os dias de hoje e existe um sítio arqueológico na colina Cerro Del Bu, no lugar dessas primeiras ocupações.

Em algum momento da história, os homens atravessaram o rio e fundaram a cidade de Toledo onde ela está hoje.

Acredita-se que desde 500 a.C., a população local já trabalhava o aço toledano, considerado incrivelmente resistente.

Os habitantes da região começaram a produzir espadas e armaduras de alta qualidade, que abasteceram os exércitos mais temidos da Antiguidade – inclusive as legiões romanas!

A riqueza do aço toledano trouxe prosperidade. E isso, como sempre na história, atraiu guerras e invasões. Primeiro os romanos, depois os germânicos, alanos, visigodos. Um após o outro, os povos foram dominando e deixando sua influência na arquitetura e história de Toledo.

Mas a história tomou outro rumo com a invasão muçulmana, entre 714 e 715 d.C. Um governo mouro, dominando uma cidade de maioria católica. Os livros contam que os muçulmanos reprimiram, tentaram converter e até escravizaram os católicos.

Ao mesmo tempo, eram simpáticos com os judeus, que começaram a chegar na cidade com muito dinheiro e instinto comercial.

Os muçulmanos se mantiveram no poder até 1085, quando o rei da Espanha Afonso VI de Castilla, que reconquistou a cidade para os cristãos e começou a perseguir os muçulmanos e os judeus.

A cidade permaneceu sob o domínio católico e se ergueu como a capital Reino de Castilla. Toledo permaneceu como capital por anos, até que em 1561, o rei Filipe II transferiu a corte de Toledo para Madrid. A partir daí, Toledo perdeu expressão política e econômica dentro da Espanha.

Existe uma coisa essencial para entender na história de Toledo. A coexistência dessas três religiões e culturas dentro dos limites da cidade murada foi determinante para que Toledo se destacasse como uma das cidades mais interessantes para visitar na Espanha.

A tradição das espadas de Toledo

O aço de Toledo ficou famoso desde muito antes de Cristo, por sua resistência e leveza. Dizem que os exércitos mais temidos da Antiguidade usavam espadas e armaduras forjadas em aço toledano.

Conta a lenda que havia algum mistério muito bem guardado no aço e na fabricação das espadas de Toledo. Uma suspeita era o teor de carbono do aço toledano, capaz de produzir armas muito leves, resistentes e fáceis de empunhar.

Fato é que a fama seguiu até os dias de hoje. Embora espadas e punhais não sejam exatamente um dos itens mais populares à venda hoje em dia, em Toledo elas seguem em alta.

Você pode ver inúmeras lojas vendendo espadas na cidade. Desde algumas peças muito antigas até outras mais moderninhas, como uma coleção de punhais com brasão das famílias do seriado Game of Thrones, que vimos em uma das lojas que visitamos.

Se você realmente gostar do tema, pode visitar um ateliê e ver um dos raros artesãos que continua trabalhando com aço em Toledo, até os dias de hoje.

Outro passeio interessante é visitar o Museu do Exército (Museu de Armas de Toledo), que funciona dentro do lindo prédio do Alcázar de Toledo.

Toledo nos dias de hoje

A antiga cidade medieval de Toledo está incrivelmente bem preservada, com portões e muralhas, ruas estreitas e calçamento de pedra.

Sinais da ocupação das três culturas estão por todos os lados. Caminhando em Toledo, você vai encontrar mesquitas decoradas com os tradicionais arcos em forma de ferradura, sinagogas históricas e uma das catedrais góticas mais bonitas da Espanha.

Mas enquanto a cidade vem preservando seu passado, a modernidade vai encontrando seu espaço em Toledo.

O trem de alta velocidade trouxe a enxurrada de turistas, que na sua maioria visitam a cidade num bate e volta desde Madrid.

As ruas estreitas da cidade murada agora recebem alguns carros, autorizados para circular dentro do casco histórico. Por vezes, os pedestres precisam encostar o corpo na parede enquanto o motorista dirige pelo labirinto de ruas apertadas.

Algumas construções muito antigas se destacam no cenário. A maravilhosa catedral gótica e o Alcázar de Toledo atraem os olhares e podem ser vistos de quase todos os pontos da cidade.

Como chegar em Toledo

Toledo fica a apenas 70 quilômetros de Madrid. Com a chegada dos trens de alta velocidade na Espanha (TGV), a distância pode ser percorrida em pouco mais de 30 minutos.

Essa viagem curta é um dos principais facilitadores do bate e volta em Toledo.

A frequência dos trens também ajuda muito. O TGV que faz a rota Madrid – Toledo parte da estação Puerta de Atocha em Madrid de hora em hora.

Para aproveitar ao máximo, nos programamos para chegar em Toledo por volta das 7 horas da manhã, antes mesmo do sol nascer (era inverno, as noites estavam mais longas).

Compramos as passagens antecipadamente, pelo site da Renfe. Comprando o bilhete ida e volta turístico, pagando €11,10 por trecho. Dessa forma, você precisa escolher o horário da ida e da volta antecipadamente.

Compramos o combo trem de ida às 6:30h e trem de volta às 19h.

Se você comprar os bilhetes de ida e volta separados, o preço sai um pouco mais caro.

Além do trem, é possível chegar em Toledo de ônibus (empresa Alsa, duração de 1h30min) ou de carro.

Para alugar um carro mais barato na Espanha, compare os preços e faça a reserva com a RentCars.

Quando ir a Toledo Espanha?

A cidade de Toledo fica a 500 m acima do nível do mar, e o clima continental varia bastante ao longo do dia nessa região da Península Ibérica. Noites mais frias, dias mais quentes.

Dezembro e janeiro são os meses mais frios do ano. No entanto, quase nunca neva em Toledo. Em fevereiro, ainda faz frio na região. Visitamos nesse mês e pegamos uma temperatura de 10 graus na madrugada. Com o sol, as temperaturas subiram e até tirei o casaco!

A temperatura começa a esquentar em abril, com os dias mais quentes entre julho e agosto. Esse período marca a alta temporada para o turismo em Toledo. Os preços sobem um pouco nessa época.

Tanto na primavera (março a maio) quanto no outono (setembro a novembro) as temperaturas são mais amenas, a multidão de turistas diminui um pouco e os preços ficam mais em conta. É uma época convidativa para visitar Toledo.

Além da estação do ano, é importante pensar nos dias da semana para planejar um bate e volta Toledo.

Evite finais de semana e feriados, quando Toledo recebe a maioria dos visitantes. Também recomendo evitar as segundas-feiras, quando muitos museus e pontos turísticos de Toledo estão fechados.

Excursões para Toledo e passeios com agência

Algumas empresas oferecem passeios e tour guiado em Toledo, saindo de Madrid.

Pode ser uma boa opção se você ficar inseguro para organizar um bate e volta por conta própria. Ou mesmo se preferir a comodidade de fazer o passeio junto com uma agência de viagem, acompanhado de um guia.

Veja abaixo algumas opções:

Excursão de meio dia em Toledo com a TicketBar

Excursão de dia inteiro em Toledo com a TicketBar

Tours e excursões com a Get Your Guide:

Free walking tour em Toledo

Uma boa opção para quem vai explorar Toledo por conta própria é se juntar aos grupos de Free Walking Tour. Esses grupos oferecem uma caminhada pelos principais pontos turísticos da cidade, acompanhado de um guia local.

Esses passeios gratuitos estão cada vez mais populares na Europa. Em Toledo, o Free Walking Tour tem saídas diárias, a partir da praça de Zocodover. Basta chegar na hora marcada e contactar um dos guias. Você pode identificá-los pelas sombrinhas coloridas.

No final do tour, você é convidado a dar uma retribuição financeira ao guia, de acordo com a sua experiência. Mas é tudo voluntário, ninguém é obrigado nem há valor determinado.

Como a gente só tinha 1 dia em Toledo, decidimos explorar por conta própria. Mas fica a dica se você quiser um passeio guiado na cidade: os grupos partem da Plaza de Zocodover!

Veja algumas opções de Free Walking Tour em Toledo aqui e aqui.

Principais pontos turísticos de Toledo: o que fazer por lá

Nós passamos um dia explorando os principais pontos turísticos de Toledo. Decidimos chegar bem cedo para aproveitar ao máximo e só fomos embora perto do por do sol.

Um dia em Toledo é suficiente para explorar o básico da cidade. Ter uma visão geral sobre a influência das 3 culturas na arquitetura da cidade, além de provar pratos típicos e apreciar a bela vista dos mirantes.

Vamos dar uma olhada no que a gente visitou em um dia explorando Toledo Espanha:

1 – Estação de trem de Toledo

Quem chega em Toledo de trem já vai conhecer uma das construções mais interessantes da cidade.

Quando eu falei que a arquitetura de Toledo merecia destaque, eu estava falando muito sério. O estilo artístico e arquitetônico que prevalece na cidade é o mudéjar, que esteve muito presente na península ibérica entre os séculos 12 e 16.

O termo deriva do árabe ‘domesticado’, fazendo referência aos muçulmanos ibéricos que foram dominados pelos cristãos na Idade Média e permaneceram no território, livres para exercer sua religião e costumes, numa convivência pacífica que permaneceu até a Idade Moderna.

A estação de trem de Toledo é bem mais recente, construída entre 1916 e 1920 para substituir um antigo prédio, com estilo bem mais sóbrio.

O estilo dessa construção é o Neomudéjar, que busca uma valorização do antigo mudéjar, reconhecido como um estilo arquitetônico essencialmente espanhol.

O interior da estação foi projetado para lembrar um palácio mudéjar, com ladrilhos e vitrais que dão um ar misterioso e encantador ao salão.

O exterior também impressiona, com seus arcos polilobulados e uma exótica torre de relógio também em estilo mudéjar, numa referência ao campanário das antigas igrejas espanholas.

Ah, é importante saber: a estação de trem fica fora dos muros da cidade. Você vai levar uns 15 minutos caminhando da estação de trem até Toledo. Para entrar na cidade murada, você vai passar pelas pontes que cruzam o Rio Tejo e se conectam com as portas da muralha toledana.

Se preferir, também há ônibus que saem do lado da estação de trem e desembarcam na Praça de Zocodover (onde você vai encontrar um centro de informação ao turista em Toledo).

2 – Mirador del Vale: vista e nascer do sol

Mas antes de entrar na cidade histórica de Toledo, que tal curtir uma bela vista da cidade?

Toledo tem alguns mirantes muito bonitos. Mas de todos, um eu posso dizer que é imperdível. O Mirador Del Vale fica fora da cidade muralha.

Nosso plano foi passar por lá antes mesmo de começar a explorar Toledo, para começar o dia com uma bela vista da cidade.

O ponto de observação do mirante fica no topo de uma colina, do outro lado do rio Tejo. Para chegar lá, você precisa encarar a subida na estrada que margeia o rio por fora da muralha de Toledo.

Para quem vai andando, como a gente fez, são 2,5km de caminhada desde a estação de trem até o mirante.

A subida é leve e agradável. Vamos margeando a estrada que contorna a cidade, ganhando perspectivas e ângulos diferentes ao longo do caminho.

Inclusive, nesse caminho você vai passar ao lado das ruínas do sítio arqueológico de Cerro del Bu, que marca a primeira ocupação na região de Toledo. Continue subindo.

O Mirador del Vale realmente oferece um cenário encantador. Lá de cima, você vai ter uma bela vista da colina onde está Toledo, abraçada por três lados pelas curvas do Rio Tejo.

Se caminhar não fizer o seu estilo, tem outras formas de chegar no Mirador Del Vale:

– pegar um táxi na estação de trem;
– ônibus turístico hop on – hop off de Toledo, que faz a parada do circuito no mirador. Saídas da estação de trem de Toledo a partir das 9:35h.

O ônibus turístico é uma boa opção. Ele faz a primeira parada no percurso no mirante e espera alguns minutos para que você tire fotos e volte para a cidade no mesmo ônibus.

Além disso, o bilhete do ônibus ainda inclui alguns outros benefícios como entrada grátis no Alcázar e na Catedral de Toledo e um guia para te acompanhar numa caminhada pela cidade.

O único problema do ônibus é que ele só começa a funcionar às 9:35h, o que era um pouco tarde para nosso planejamento.

Como chegamos em Toledo com tudo escuro no final da madrugada, a ideia era ver o sol nascendo no mirante. Por isso decidimos fazer o percurso a pé da estação até o Mirador Del Vale.

Também é possível contratar um táxi na estação de trem, e pedir para ele te levar direto até o mirante e esperar para te trazer de volta ao centro.

3 – Muralha e portas de Toledo

Depois desse nascer do sol inesquecível, voltamos caminhando para a cidade. Chegou a hora de explorar o interior das muralhas da Toledo medieval!

Caminhando de volta a Toledo, em um momento percebemos que um simpático caminho apareceu nas margens do Rio Tejo.

Pareceu bem tentador, comparado com a calçada sem graça que acompanha a estrada principal, que usamos para subir até o mirante.

Descemos até ela para ver o rio, a muralha e as pontes de Toledo de uma perspectiva totalmente nova. Aqui e ali, alguns locais passaram pela gente, caminhando ou levando o cachorro para dar uma volta.

Nós escolhemos entrar em Toledo pela Ponte e Porta de Alcântara, a mais fotogênica de todas as portas de Toledo. É a segunda ponte para quem volta caminhando desde o Mirador del Vale. Na Idade Média, era a porta usada para entrada de mercadorias em Toledo.

A Ponte de Alcântara é um clássico para fotos em Toledo. Seus belos arcos formam um reflexo perfeito nas águas do Rio Tejo, em determinadas horas do dia. O portão de entrada é também exuberante!

Além da Porta de Alcântara, você pode escolher outra entre tantas opções interessantes para entrar em Toledo. Não importa qual delas você vai escolher. Todas rendem fotos lindas e são cheias de história!

A maior de todas, a Porta Nova de Bisagra é a porta monumental de Toledo. Tem estrutura de inspiração árabe e está de pé desde o século 11. É o acesso mais utilizado por quem entra na cidade vindo da rodoviária ou estação de trem de Toledo.

Ao lado dela, está a Porta Velha de Bisagra, com seu emblemático portal em forma de ferradura. Este era o principal acesso da cidade nos tempos da ocupação árabe.

Conta a lenda que foi por ali que o rei entrou na cidade depois de sua reconquista em 1085, por isso também é conhecida como Porta de Alfonso VI.

Temos ainda a Porta do Cambrón, que ostenta a imagem de Santa Leocádia, padroeira de Toledo – é a única das portas aberta ao fluxo de veículos.

Já a Porta do Sol foi a que mais me encantou. Depois de algumas reformas, hoje ostenta o estilo mudéjar. No alto da porta, está representada a aparição da Virgem Maria a São Idelfonso, que dizem ter acontecido em solo toledano e é o maior orgulho da história cristã na cidade.

Dica esperta viajante:
Você não precisa sair procurando todas as portas na muralha de Toledo. A ideia é ir caminhando pela cidade e elas vão se apresentar pra você ao longo do dia. 🙂

4 – Estátua de Miguel de Cervantes

Entrando pela Porta de Alcântara e subindo algumas ruas, você vai chegar na Calle Miguel de Cervantes, batizada em homenagem a um dos maiores escritores espanhóis de todos os tempos – e que tinha vínculos familiares, de amizade e amorosos na cidade de Toledo.

No final da rua, desde 2005 foi colocada uma estátua do artista, toda em bronze e com 2 metros de altura.

Sem pedestal, foi pensada para que a estátua se misture com as pessoas que cruzam as ruas de Toledo. Todos podem tirar fotos e olhar para a estátua num clima mais amigável, ‘olho no olho’.

5 – Arco de Sangre e Plaza de Zocodover

Logo atrás da estátua de Cervantes, uma porta em forma de arco abre espaço para a praça de Zocodover. Mesmo de manhã cedo, foi interessante notar como essa praça já recebia muito movimento, especialmente de turistas.

A praça tem um importante significado histórico para Toledo. Era ali, no Arco de Sangre, que os prisioneiros eram executados da antiga Toledo.

Hoje, ao redor da praça encontramos um bom número de restaurantes. A maioria deles, no estilo “pega-turista”. Mas vale procurar um pouco até achar um lugar autêntico para forrar o estômago antes de começar a explorar a cidade murada.

É da Praça de Zocodover que começam os Free Walking Tours em Toledo. Para se unir a um grupo, basta falar com os guias com sombrinhas coloridas.

6 – Alcázar de Toledo

A poucos passos da Praça de Zocodover fica o prédio mais impressionante de Toledo. O Alcázar de Toledo se destaca tanto na paisagem que você vai vê-lo de praticamente de todos os pontos dentro e fora da cidade.

O prédio já foi residência oficial dos reis da Espanha. Depois, foi utilizado como ponto defensivo e de resistência durante a Guerra Civil Espanhola, período no qual sofreu muitas avarias.

O prédio só recobrou seu esplendor depois da guerra. Hoje abriga a Biblioteca de Castilla-La Mancha e o Museu do Exército (museu de armas de Toledo).

Esse é um dos principais pontos turísticos de Toledo. A construção é linda por dentro e oferece uma vista inacreditável da cidade.

Só não cometa a bobagem que eu fiz: visitar Toledo numa segunda-feira, único dia da semana que essa atração (e muitas outras em Toledo) não abrem.

Não esqueça que o bilhete de entrada no Alcázar de Toledo está incluído no tour no ônibus hop on – hop off de Toledo. Eu não perderia a chance de entrar!

Se você visitou o Alcázar de Toledo por dentro, deixe um comentário no final o post para contar como foi a sua experiência!

7 – Ruas de Toledo

Isso mesmo, caminhar pelas ruas de Toledo é uma das maiores atrações da cidade! Arrisque-se por pelo menos uma hora numa caminhada sem rumo, sem roteiro.

Apenas caminhe e descubra os segredos de Toledo. Veja as ruas estreitas, que mais parecem labirintos. Esprema seu corpo contra a parede para deixar um carro passar pelas ruelas.

Encontre as lojas de espadas de Toledo, espie um artesão trabalhando nas armas, descubra uma vitrine de doces típicos, tome um café numa mesa ao ar livre.

Observe os detalhes da influência judia, moura e cristã na arquitetura. Procure os pequenos azulejos no canto de algumas ruas, que serviam para identificar qual a religião dos moradores de cada parte da cidade.

Outro ponto de interesse na caminhada é encontrar alguns produtos e mercados locais. Na Plaza Mayor, perto do Teatro de Rojas, está o prédio do Mercado Municipal.

Ele foi recentemente reformado e abriga alguns pequenos stands de produtos locais (como presunto ibérico, doces marzipans e o tradicional queijo de cabra (queso de ovejaor). 

Infelizmente a maior parte do Mercado Municipal de Toledo é ocupado por um supermercado tradicional (Unique), mas até esse espaço pode ser útil para pequenas compras de última hora.

8 – Catedral de Toledo

A apenas alguns passos da Plaza Mayor está a Catedral Gótica de Toledo, uma das principais igrejas do estilo na Espanha. Com toda razão, é a atração mais visitada de Toledo.

A Catedral recebeu mais de 750 vitrais em um projeto que buscou valorizar a luz e a amplitude dos espaços. Além disso, a construção está repleta de elementos do estilo mudéjar.

Você compra o ingresso num escritório / loja de lembranças que fica em frente à entrada. No preço da visita está incluído um áudio-guia.

O ingresso geral dá direito a conhecer a nave da igreja, os museus do seu interior e a pinacoteca, onde estão algumas obras do pintor espanhol renascentista El Greco.

Está também em exposição na igreja a pedra que, segunda conta a tradição, a Virgem Maria pisou na terra ao aparecer para Santo Idelfonso em Toledo.

Você pode pagar um pouco a mais pelo ingresso e ter acesso à Torre do Campanário, onde está o maior sino de toda Espanha. A visita é em grupo, com horário marcado.

Curiosamente, esse sino rachou logo nos primeiros usos, por uma razão que até hoje permanece desconhecida. A vista lá de cima compensa os degraus do caminho!

A entrada é paga: € 10 para a igreja e museus ou € 12,50 para igreja + museus + campanário.

9 – Loja de espadas de Toledo

Desde a Idade Média, Toledo ficou conhecida pela excelente qualidade do seu aço. As espadas toledanas trouxeram fama e riqueza para a cidade.

Até hoje, é possível encontrar artesãos trabalhando o aço em suas oficinas, além de inúmeras lojas vendendo facas, espadas e até armaduras.

Se você admira ou mesmo coleciona armas brancas, em Toledo você vai encontrar um pequeno paraíso. Impossível não ficar curioso pelas raridades que você encontra nas lojas de espadas de Toledo.

10 – Mesquita do Cristo da Luz

A construção é bem simples, mas extremamente significativa. Esta é a única mesquita que restou dos tempos de dominação muçulmana em Toledo (a cidade chegou a ter 10 templos muçulmanos).

A data da construção é impressionante: estima-se que o templo está ali desde 1000 d.C. Sofreu com a dominação cristã, sendo convertida em uma igreja. Mas as características da arquitetura moura sobreviveram aos anos.

Hoje o trabalho de preservação destaca as origens mouras da mesquita. E há uma curiosidade associada à histórica da cidade.

Contam que quando o rei Alfonso entrou triunfante em Toledo, após vencer os mouros e reconquistar a cidade para os cristãos, ele passou em frente à mesquita e, bem ali, seu cavalo tropeçou.

A pedra onde o cavalo do rei teria tropeçado ainda pode ser vista na rua, em frente à mesquita.

A entrada é paga (€ 2,80).

11 – Judería

Lembra que Toledo é a “cidade das três culturas”? Você vai encontrar influências das tradições cristãs, muçulmanas e judaicas dentro da cidade murada.

Um dos momentos mais interessantes do nosso dia em Toledo foi quando entramos na Judería, o antigo bairro judeu. Considerada por muitos como ‘uma cidade dentro da cidade‘, o antigo bairro judeu corresponde a mais de 10% da cidade murada.

Há registros da existência de um bairro judeu em Toledo pelo menos a partir do século 5 ou 6. Daí em diante, o espaço ocupado pelos judeus foi se expandido ao longo dos anos.

Nos séculos 12 e 13, a comunidade judaica se tornou a mais rica e mais populosa de Toledo. A Judería reúne construções de todos esses séculos.

Curiosamente, algumas das principais atrações de Toledo ficam na Judería. Algumas delas tem relação com os judeus. Outras mostram a influência das demais culturas em Toledo, como igrejas, monastérios e mesquitas.

Só para nomear algumas das principais construções que estão localizadas na Judería:

– Sinagoga de Samuel ha-Leví (sinagoga de trânsito) e Museu Sefardí: sinagoga com arquitetura mudéjar, que hoje abriga um museu dedicado à tradição judaica na Espanha, com objetos que pertenceram aos judeus sefarditas (originários de Portugal e Espanha). Fechado às segundas.

– Museu del Grego: que abriga as obras desse pintor toledano. Também fechado às segundas.

– Sinagoga Santa María La Blanca

– Convento de Santo Domingo El Antiguo: linda construção do século 11, que abriga uma das principais obras de El Grego, a Assunção da Virgem.

Monastério de San Juan de los Reyes

– Casa do Judeu: casa de um dos judeus mais ricos de Toledo, que conta a lenda foi o financiador da viagem de Cristóvão Colombo.

– Igreja de São Thomé: além de linda, abriga mais uma obra-prima de El Greco: O enterro do Conde de Orgaz.

Explorando as três culturas em Toledo

Já deu pra perceber que, em um dia, vai ser praticamente impossível visitar todas essas atrações de Toledo. Então, como escolher?

Nós decidimos explorar pelo menos um templo para cada uma das 3 culturas e religiões em Toledo:

Na cultura cristã, visitamos a Catedral de Toledo (definitivamente imperdível) e o Monastério de San Juan de Los Reyes.

Esse prédio data do século XV e tem estilo gótico-flamenco. De tão lindo, virou um dos meus lugares favoritos em Toledo. Não deixe de visitar o lindo claustro, construído para representar o paraíso de Deus para os homens.

A entrada é paga (€ 2,80).

Na cultura judaica, visitamos a Sinagoga Santa Maria La Blanca, que fica na mesma rua do monastério. Construída no século 12, tudo indica que foi a principal sinagoga para os judeus de Toledo Espanha.

A arquitetura é um destaque. Inspirada na tradição moura, o que é justificado pelos arquitetos muçulmanos que coordenaram as obras. Colunas brancas, muitos arcos em forma de ferradura.

O tempo e as trocas de poder em Toledo transformaram esse templo numa igreja cristã, por isso você vai encontrar altares e uma cruz na antiga sinagoga.

Procure pela única estrela de Davi que restou no edifício (estrategicamente colocada no topo de uma coluna central, no fundo do templo).

A entrada é paga (€ 2,80).

Na cultura muçulmana, coloque no roteiro a Mesquita do Cristo da Luz.

Pulseira de atrações de Toledo: forma de economizar em Toledo Espanha

Como deu pra perceber, a maioria das atrações de Toledo são pagas. Embora o valor seja pequeno, se você decidir visitar muitas delas vai acabar desembolsando uma boa quantia.

Para quem planeja visitar muitas atrações em Toledo, existe uma forma de economizar: a pulseira turística de Toledo.

A pulseira custa €9 e dá direito a visitar 7 atrações em Toledo Espanha:

Real Colegio de Doncellas Nobles
Iglesia de los Jesuitas
Monastério de San Juan de los Reyes
Mezquita del Cristo de la Luz
Iglesia de San Thomé
Iglesia del Salvador
Sinagoga de Santa Maria la Blanca

O preço do ingresso avulso para cada uma dessas atrações é €2,80. Se você pretende visitar todos esses pontos turísticos em Toledo, a pulseira turística representará uma boa economia.

Como a gente só tinha um dia na cidade, preferimos não lotar nosso roteiro com atrações. Queríamos ficar com mais tempo livre para restaurantes, lojas locais e a ida ao mirante.

Por isso, decidimos não comprar a pulseira turística. Dessa lista, visitamos uma atração de cada religião (Monastério de San Juan, a Mesquita do Cristo da Luz e a Sinagoga de Santa Maria La Blanca), comprando 3 ingressos avulsos de € 2,80, gastando no total € 8,40.

Se você planeja visitar mais de 4 atrações, já vale a pena investir na pulseira.

Os ingressos avulsos podem ser comprados na portaria de cada atração. A pulseira turística também pode ser comprada nas bilheterias das 7 atrações.

Lembrando que a Catedral de Toledo não está incluída na Pulseira Turística.

Mapa com os pontos de interesse em Toledo

Confira o mapa completo com os principais pontos turísticos de Toledo:

Vale a pena fazer um bate e volta em Toledo?

Como eu já disse e repito: se você tem mais tempo para curtir os principais pontos turísticos de Toledo com calma, fique! Pelo menos um pernoite na cidade, ou até duas noites para realmente desvendar cada segredo dessa cidade medieval.

Mas se você só tem um dia, não é motivo para desistir do bate e volta em Toledo. Faça valer a pena essa escapada de 1 dia em Toledo!

A primeira dica para aproveitar um bate e volta em Toledo é realmente se programar para curtir 1 dia inteiro na cidade. Então nada de preguiça!

Compre as passagens de trem com antecedência, para o horário mais cedo que ficar viável pra você.

Onde se hospedar em Toledo?

Toledo é rica em cultura e sua lista de atrativos poderia facilmente preencher 2 dias de viagem. Se tiver mais tempo no cronograma para explorar a cidade, fique!

Aproveite para viver a experiência de dormir dentro dos muros de uma cidade medieval, sentindo o clima depois que os grupos de turistas vão embora.

Veja algumas opções de hospedagem em Toledo Espanha:

Beatriz Toledo Auditório e Spa

Hotel Cigarral el Bosque

Eugenia de Montijo

Alojamientos TurisToledo

Ou veja outros hotéis e pousadas em Toledo

Pratos típicos de Toledo

Como uma das principais cidades da Espanha, Toledo tem tradições gastronômicas também, mas é claro! Tem algumas coisas que você não pode deixar de provar na sua visita:

Marzipan: Um pequeno pastelzinho doce, feito com açúcar e amêndoas, que serve como sobremesa ou petisco. A tradição tem duas versões para a origem do doce: ou o marzipan veio da cultura árabe, por volta do século 8, ou da tradição cristã, produzida por freiras do convento de São Clemente em Toledo.

O marzipan é parte da tradição de natal na Espanha, mas em Toledo esse doce pode ser encontrado o ano todo. Compramos uma caixinha numa loja de lembranças em Toledo para provar.

Presunto ibérico: Espanha, né mores? Precisa explicar esse que é um dos principais ingredientes da culinária espanhola? O tradicional presunto na Espanha é produzido com carne pura de porcos ibéricos 100%.

O que pouca gente sabe é que o presunto tem a ver com a perseguição aos judeus, que tradicionalmente não comem carne de porco.

Conta-se que na época da inquisição, comer presunto marcava a conversão para o cristianismo. Alguns judeus chegavam a pendurar uma peça de Jámon Ibérico bem à vista em lojas e pousadas, para fugir da perseguição religiosa.

Carnes de caça – comer carne de caça foi uma tradição acumulada ao longo dos séculos em Toledo, favorecida pelo relevo acidentado da região. Um dos pratos mais populares é o Ciervo en salsa, veado cozido ou ensopado, preparados com vinho tinto e legumes.

Outro prato que você encontra em praticamente todo restaurante de Toledo é a Perdiz a la Toledana. A perdiz vermelha é um pássaro muito comum na região.

Elas são fervidas com cebolas em rodelas finas, vinho branco e cabeças inteiras de alho, sendo servidas acompanhadas de batatas.

Queso de ovejaor – queijos de cabra produzidos em Toledo. O tradicional é feito com leite não pasteurizado e esfarela facilmente ao ser manuseado. Já foi escolhido pelo World Cheese Awards como um dos melhores queijos do mundo.

Tapa de Carcamusa – as tapas são aperitivos servidos em pequenas porções em toda a Espanha. A tradicional tapa em Toledo é servida com carcamusa, com carne de porco cozida lentamente, ervilhas, tomates e vinho branco.

Para os dias de inverno, uma boa dica é provar a carcamusa como prato principal, com o cozido servido com pão crocante e acompanhado de uma taça de vinho tinto.

Turismo cervejeiro em Toledo

Uma grata surpresa que tivemos em Toledo foi descobrir uma enorme quantidade de marcas de cervejas artesanais.

Toledo é a casa de três grandes marcas cervejeiras espanholas: Domus, Ebora e La Sagra, entre outras marcas de menor expressão. Você pode inclusive visitar fábricas, ou visitar os bares cervejeiros mais famosos de Toledo para experimentar as birras.

Nós escolhemos almoçar na Cervecería El Tirador, com um preço muito em conta, pratos tradicionais no cardápio (simples, mas gostoso) e uma boa variedade de cervejas locais e regionais plugadas.

Experimentamos a Burro de Sancho (Blond Ale, La Sagra), a Castellana Ahumada (Rauchbier, La Sagra) e a Akira (Pale Ale, Monkey Beer), que são marcas toledanas. Direto de Madrid, experimentamos West Cost Heroes (Imperial IPA, La Quince Brewery).

Outras opções de bares para provar cerveja em Toledo: El Tirador Real’, Cervecería Entrecalles, Cervecería Lúpulo.

Fotos de Toledo na Espanha

Já te convencemos a fazer esse bate e volta em Toledo Espanha? Para não ficar nenhuma dúvida, aqui vão mais algumas fotos de Toledo para inspirar sua próxima aventura na Espanha!


Vem ser viajante com a gente!

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookInstagramTwitter e Youtube
Para mais dicas e inspirações de viagem, siga o nosso perfil no Pinterest

 

Nosso blog também é mantido por você, leitor que viaja com a gente!

Você sabia? Quando você reserva seu hotel com os links aqui do site, você não paga nada a mais por isso? Já nosso blog recebe uma pequena comissão, paga pelo Booking.com. É assim que você apoia nosso conteúdo e ajuda nosso blog a crescer.

Você também nos ajuda muito quando contrata seguro viagem com a Seguros Promo e compara preços e aluga carro com a RentCars (sem pagar IOF!).

Somos uma comunidade de pessoas que amam viajar, então muito obrigado a você que faz o Fui Ser Viajante acontecer!

Sair da versão mobile