Shakespeare and Company: a imperdível livraria em Paris

Para quem ama livros, visitar uma livraria é quase como um ritual sagrado. Paredes repletas de livros despertam nossos sentidos, convidam para a oração. E não importa se a livraria é grande ou pequena, moderna ou bem antiga: o fascínio que elas provocam é bem parecido.

Se você compartilha comigo essa paixão pela palavra escrita, vou te dar a dica de um lugar imperdível: a lendária livraria Shakespeare and Company, em Paris.

>> Reserve sua hospedagem em Paris! Aproveite as ofertas!

Muito mais que uma pequena livraria de Paris…

Volte no tempo comigo. Estamos em 1951, quando o americano George Whitman abriu sua livraria em um prédio clássico do século 16, na simpática Rue de la Bûcherie, bem às margens do rio Sena, nas proximidades da catedral de Notre Dame.

Le Mistral poderia ser mais uma das inúmeras livrarias de Paris. Mas em 1964, ano do 400º aniversário do nascimento de William Shakespeare, Whitman muda o nome da loja pra Shakespeare and Company, em homenagem a uma antiga livraria de Paris.

Livraria Shakespeare and Company em Paris

Fundada pela também americana Sylvia Beach, a primeira Shakespeare and Company na Rue de L’Odeon em Paris, ganhou fama na década de 1920 por ser muito mais que uma livraria.

Além de vender livros, Shakespeare and Company funcionava como um abrigo para jovens escritores de língua inglesa.

Essa livraria independente acolheu futuras celebridades da literatura, a chamada geração perdida de Ezra Pound, Hemingway, Scott Fitzgerald e muitos outros, que dormiam em camas espalhadas entre os livros e faziam saraus literários pelas madrugadas parisienses.

Mas aí veio o nazismo e a livraria fechou suas portas. Mas não para sempre, já que o espírito da Shakespeare and Company renasceu com Whitman. A livraria passou a receber os escritores residentes, os chamados “tumbleweed“, nome em inglês para aquelas bolas de feno que rolam nos desertos.

E eles vieram de toda parte – até hoje a Shakespeare and Company já recebeu mais de 30000 artistas. Se você se interessar, é possível se inscrever para uma das vagas e, quem sabe, uma das camas entre os livros da Shakespeare and Company pode ser sua.

Em troca, três regras básicas precisam ser seguidas:

– Ler um livro por dia
– Ajudar nos afazeres da livraria durante algumas horas do dia
– Escrever uma biografia de uma página para registro na livraria.

Livraria Shakespeare and Company em Paris

Para mim parece um sonho, e quem me dera poder morar numa livraria e “viver da minha arte” por um tempo. Mas mesmo que dormir em meio aos livros da Shakespeare and Company não esteja entre as suas ambições, você deveria visitar esse lugar mesmo assim.

5 motivos para visitar a livraria Shakespeare and Company em Paris

1 – A atmosfera da livraria tem qualquer coisa de mágica!

Um passo para dentro e já dá pra sentir que a Shakespeare and Company não é qualquer livraria. Espalhados por todo lado, livros novos, livros antigos, lombadas multi-coloridas.

Uma sutil desordem parece teimar, apesar do sistema de organização dos livros nas prateleiras da Shakespeare and Company.

Logo de cara, a gente nota um tímido balcão no canto esquerdo e uma quantidade anormal de turistas (considerando que estamos falando de uma livraria). Alguns dias, até uma fila se forma na pequena porta, de tanta gente querendo entrar.

Não esqueça do Seguro Viagem! Ele é obrigatório para viajar para Paris e muitas outras cidades na Europa!
Livraria Shakespeare and Company em Paris

Mas como não gosto de desobedecer esse tipo de regra – e quero manter vocês no suspense sobre como é o interior da livraria – guardei o celular e só vou mostrar aqui fotos do exterior, ok?

Vai por mim, vale a pena chegar lá e ver tudo com os próprios olhos!

Respirei fundo – aquele ar parecia impregnado de histórias, esperando para serem contadas! Comecei a explorar a Shakespeare and Company.

São apenas dois andares, mas são tantos livros e pequenas salinhas, que a Shakespeare and Company parece bem maior do que na verdade é. Nas paredes, avisos de tinta nos fazem entender ainda mais o espírito do lugar.

“Be not inhospitable to strangers, lest they be angels in disguise”

É como se a cada novo espaço a livraria absorve mais um pouco da gente, a curiosidade e fascinação fosse aumentando. No segundo andar, as estantes de livros dividem espaço com camas e um piano.

Recados de pessoas, poemas, frases soltas escritas em post-its decoram as paredes da escada – em mais idiomas do que me arrisco conhecer. E mais um aviso: não faça barulho de dia, o gato precisa dormir.

De todas as coisas, temos uma certeza: Shakespeare and Company não é uma livraria qualquer. Lá dentro, esqueci do tempo, esqueci que estava em Paris e de todo o resto.

Fui gentilmente lembrada que precisava seguir viagem – mas creio firmemente que um pedaço da minha alma escritora agora mora para sempre entre os livros e as camas da Shakespeare and Company.

Horários da livraria: todos os dias, das 10-22h.

>> Hotéis em Paris com o menor preço. Reserve agora!

2 – Shakespeare and Company já foi cenário de filmes

Apaixonados pela sétima arte já podem ter visto Shakespeare and Company estrelando algumas películas famosas.

De todos, o mais famoso e recente com certeza é Midnight in Paris (Meia Noite em Paris), um dos meus favoritos dentre os dirigidos por Woody Allen.

Mas a lista vai além: Before Sunset, de Richard Linklater e Julie & Julia, de Nora Ephron também dão destaque à charmosa livraria.

George Whitman e sua livraria chegaram até a ganhar um documentário próprio em 2003, entitulado Portrait of a Bookstore as an Old Man (direção de Benjamim Sutherl e Gonzague Pichelin).

3 – Veja exemplares de livros raros

Ao lado da porta principal da livraria, você encontra uma outra portinha, bem menos badalada pelos turistas. Ali funciona o sebo alfarrabista da Shakespeare and Company.

A entrada também é gratuita. Lá, compram, vendem e trocam livros usados. Mesmo sem entrar, ainda da vitrine, é bem capaz de você dar de cara com alguns exemplares raros de livros clássicos, colocados a venda por uma quantia expressiva de euros.

Livraria Shakespeare and Company - Sebo

Mas entre, espie, procure. Quem sabe você não acha um exemplar interessante e que caiba no seu bolso?

Horários do sebo: terça a sábado, das 11-19h

4 – Carimbe seu livro como lembrança

Mesmo que você não queira desembolsar muitos euros num dos livros raros do sebo da Shakespeare and Company, considere desembolsar alguns trocados para comprar pelo menos um livreto para levar de lembrança.

Isso porque, ao pagar sua compra no pequeno balcão na entrada da livraria principal, o atendente vai te perguntar sorridente: você quer carimbar o seu exemplar?

Sim, claro que sim!

E essa é a história de como eu escolhi um livro de 5 euros, que falava de criatividade, e ganhei um carimbo da livraria mais charmosa de Paris.

Pois é, amigos. Eu tenho um livro comprado na Shakespeare and Company!

5 – Tome um café na livraria mais charmosa de Paris

There’s only one way to make a good lemon pie, you know.
—George Whitman, 1969

Livros e uma xícara de café parecem a combinação perfeita, não é mesmo? Pensando nisso, em 2015 a Shakespeare and Company cresceu mais um pouco, incorporando o edifício da esquina da rua e abrindo as portas de um café.

A livraria que sempre foi ponto de encontro de artistas e escritores agora pode receber você e seus amigos para uma xícara de chá e bolinhos.

Algumas mesas externas oferecem vista para a Notre Dame. Já no interior, a decoração minimalista agrada os olhos, enquanto o café aquece o coração.

O preço não é exatamente barato, mas também não é exorbitante. Pode ser o encerramento perfeito dessa visita à livraria mais charmosa de Paris.

Horários do café: segunda a sexta, 9:30-19h. Sábado e domingo, 9:30-20h.

Shakespeare and Company: entre os imperdíveis de Paris

George Whitman faleceu em 2011, aos 98 anos. Apesar disso, a chama da Shakespeare and Company continua acesa, agora alimentada pela filha dele, Sylvia (batizada em homenagem à primeira proprietária da Shakespeare and Company).

Livraria Shakespeare and Company em Paris

Até hoje, tumbleweeds continuam chegando, de todas as partes do mundo. Uma vez mais, Shakespeare and Company assume seu papel, que vai muito além de vender livros. Ser uma comunidade, um abrigo para mentes criativas, sedentas por contar histórias.

Como eu disse desde o começo: Shakespeare and Company não é uma livraria qualquer. Se você ama livros, você deveria mesmo incluir a Shakespeare and Company no seu roteiro em Paris.

Dica extra:

O Blog Dicas de Paris tem um post bacana sobre mercados de rua de Paris que vale a pena conferir. É um passeio cultural e interessante para conhecer melhor a alma da cidade, além de ser uma ótima oportunidade de comprar lembrancinhas.

Gostou dessa dica de Paris? Que tal retribuir e ajudar o blog?

Você pode ajudar muito a gente a continuar trazendo dicas bacanas e não precisa pagar nada a mais por isso! Reserve sua hospedagem em Paris com os links aqui do site!

Você aproveita as ofertas do Booking.com e nós ganhamos uma pequena comissão do Booking! Assim o site consegue se manter, sempre trazendo muito conteúdo pra você!

A gente agradece muito sua colaboração!

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Francine disse:

Saberia me dizer se nesta livraria tem livros em francês? Quero trazer uma lembrança de lá mas todo lugar diz que a livraria é especializada em livros em inglês. Obrigada

Klécia disse:

Oi Francine! A maioria dos livros da livraria é sim em inglês. Mas se não me engano, há uma pequena sessão de livros em francês também. Se comprar qualquer livro de lembrança, não esqueça de pedir no caixa para carimbarem seu exemplar com o carimbo da livraria 🙂

Erika disse:

Olá! Adorei esse post. Visitei a livraria há alguns anos. Na época, estava lendo Paris é um festa e não sabia de alguns detalhes que você apresentou aqui. Também não tinha o café ainda. Agora tenho bons motivos para voltar. Obrigada pelas dicas!

Rafael Cassemiro disse:

Oi Erika, A livraria é realmente incrível! E é sempre bom arrumar um novo motivo para voltar em Paris 🙂
Abraços e boa viagem