Bate e volta de Paris: 16 destinos maravilhosos e como chegar

Paris é um destino dos sonhos e garanto que você poderia passar um mês inteiro só explorando a capital francesa, sem se cansar dos encantos da Cidade Luz.

Mas que tal aproveitar que você já está por ali para conhecer mais algumas charmosas opções de destinos que ficam bem pertinho de Paris?

Preparamos essa lista com as melhores opções de bate e volta de Paris. Afinal, numa eurotrip, tempo vale euro então vamos otimizar nosso roteiro. E não é só isso: você vai descobrir que existe muita beleza na França além da capital!

Quando vale a pena fazer um bate e volta de Paris?

Isso é muito relativo. Depende da sua proposta, se você prefere cidades grandes ou vilarejos, qual é o seu ritmo de viagem, se você viaja sozinho ou família, gosta do ambiente urbano ou prefere natureza.

Se é a sua primeira vez na França, eu diria que 5 dias em Paris seria um tempo bacana. Você pode escolher uma boa localização para se hospedar em Paris, perto do metrô e dos principais pontos turísticos, e explorar bastante.

Não vai dar tempo de ver tudo (uma vida não seria suficiente!). Mas você vai tempo de explorar as principais atrações da cidade e daí seguir para explorar os arredores da capital.

“Eita, mas eu não tenho todo esse tempo e quero muito dar uma voltinha em outros destinos”. Tudo bem. Como eu disse, é você que escolhe o que é prioridade, não importa o que os outros digam.

Se você prefere as cidades pequenas, natureza e os castelos, dá para, por exemplo, apertar seu roteiro na capital para 3 dias e depois encaixar um ou outro bate e volta de Paris no cronograma.

Lembrando que a opção bate e volta tem algumas vantagens interessantes.

Você pode conhecer uma outra cultura / gastronomia / paisagem sem precisar arrastar malas, reservar outro hotel, etc. Pode representar uma boa economia se você fizer tudo com planejamento.

Não esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório em toda viagem para a Europa.

O que nós fazemos na hora de contratar seguro viagem é pesquisar preços e coberturas em sites que comparam os planos de várias seguradoras, como o site da Seguros Promo.

Você pode parcelar seu seguro viagem em até 6x no cartão. Tem 5% de desconto pagando no boleto. E com o cupom FUISERVIAJANTE5 você ganha mais 5%.

Planejando um bate e volta de Paris

Viajar na França é muito fácil e você pode ir a (praticamente) qualquer lugar de trem. E a partir de Paris o que não faltam são destinos tentadores para fazer um bate e volta.

Outra opção (mais cara, porém mais confortável) é alugar um carro em Paris.

Dependendo de quantas pessoas viajam com você e das distâncias a serem percorridas, pode valer a pena.

Especialmente nos destinos que ficam mais longe da capital, ou que exigem dois meios de transporte para chegar até lá em um bate e volta de Paris.

E na hora de comprar os ingressos para as atrações do bate e volta de Paris, sempre vale a pena conferir o que está incluído no Paris Museum Pass.

Já falamos aqui como economizamos e não pegamos nenhuma fila em Paris usando esse cartão.

A boa notícia é que o Paris Museum Pass também é aceito em atrações fora da capital, como na entrada do Palácio de Versailles e do Château de Fontainebleau. Mais uma oportunidade de economizar na viagem pela França!

Como escolher o destino para um bate e volta?

Nessa lista, coloquei algumas opções que podem ser visitados em 1 dia a partir de Paris.

Tem destinos que ficam bem perto de Paris, mas também tem outros mais distantes. Na hora de escolher, considere que em um bate e volta você “perde” parte do dia com deslocamento.

Tem cidades pequenas, que você vai explorar em 1 dia com muita tranquilidade.

E cidades enormes, que valeriam uma viagem maior só pra elas – mas que podem ser visitadas em 1 dia se esse é o seu objetivo/sonho.

Quem faz as regras é você. Por que não?

No total, selecionei 16 sugestões de bate e volta de Paris. Dividi a lista por temática, para você escolher de acordo com a proposta que mais te atrai.

Castelos, histórias de reis e rainhas, cidades medievais, vilas de pescadores, paisagens naturais deslumbrantes, destinos cervejeiros – a lista tem um pouco de tudo e com certeza você vai encontrar algum destino que tem tudo a ver com você!

Existem outras opções para um bate e volta de Paris?

Sim. Mas os destinos que coloquei nessa lista são os que considero mais interessantes para serem explorados sem percorrer muito mais de 4 horas na estrada, pois todo esse tempo de deslocamento já torna qualquer bate e volta inviável.

Para aproveitar melhor seu bate e volta de Paris, lembre de acordar cedo, levar na mochila somente o necessário (você vai precisar carregá-la o dia todo) e vestir roupas confortáveis, já que a tendência num bate e volta é andar muito.

Bate e volta de Paris: TOP 16 destinos escolhidos para você

Quero visitar castelos!

1 – Château de Versailles

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 40 minutos.

O Palácio de Versailles é o clássico dos clássicos quando falamos em bate e volta de Paris.

A proximidade ajuda, mas com certeza é a beleza estonteante desse castelo que faz de Versailles um dos TOP5 lugares mais visitados da França (atrás apenas da Torre Eiffel e o Museu do Louvre).

Leia mais: Guia completo para visitar o Palácio de Versailles

Château de Versailles - melhores bate e volta de Paris
Foto: AdamKinnwall, disponível em Pixabay 

Versailles é luxo, grandiosidade, é a história da realeza francesa sendo contada com muito ouro, quadros e jardins até perder de vista.

Chegar em Versailles é muito fácil. Temos um post completo com dicas para ir de Paris a Versailles, confira.

E você pode aproveitar um dia inteiro entre as salas ricamente decoradas do castelo (com especial destaque para o Salão dos Espelhos), aprendendo sobre a história da França de Maria Antonieta e rei Louis XIV.

Você pode comprar o ingresso básico, que dá acesso ao Castelo de Versailles e seus jardins, ou comprar o ingresso completo, com acesso também ao outros domínios do rei que ficam na propriedade, como o Trianon e Galerias das Carruagens.

Nós optamos pelo ingresso completo e como passamos o dia inteiro, deu pra conhecer tudo perfeitamente. Ficamos felizes com nossa escolha!

Se você vai com pouco tempo, talvez o ingresso só do castelo valha mais a pena. Mas já que você vai até lá, porque não se programar e conhecer tudo?

Os dois tipos de ingresso já incluem áudio guia em português, o que ajuda muito a entender melhor a história do palácio mais famoso da França.

E sempre compre o ingresso antecipado! Sempre! Você pode não conseguir o ingresso na hora, enfrentar filas e perder tempo de visita.

Tente sair bem cedo de Paris para aproveitar o dia ao máximo. Além do imenso palácio, os jardins também são grandiosos.

Tem até mini ônibus levando as pessoas entre as atrações dos jardins, como o Trianon e os domínios de Maria Antonieta.

Ou você pode alugar uma bicicleta e conhecer os jardins de uma forma diferente.

Uma coisa eu garanto: você vai perder noção do tempo enquanto passeia pelo Palácio de Versailles!

Como chegar em Versailles?

No post com dicas para ir de Paris a Versailles, falamos que a opção mais comum é o transporte público, com uma viagem de trem ou o RER.

A viagem dura de 30 minutos até 1h, e há várias opções de bilhetes. Confira qual a melhor pra você, a depender da estação que vai estar mais perto de onde você está hospedado em Paris.

Uma opção interessante é contratar um bilhete de ônibus turístico, exclusivo para o trecho Paris – Versailles.

O preço é em conta e é um jeito bem mais fácil e confortável para fazer o bate e volta que fazer a viagem de trem por conta própria.

2 – Château de Chantilly

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 25 minutos.

Quer fugir das multidões do Palácio de Versailles? Ou quem sabe você seja um aficionado por castelos – sempre cabe mais um no roteiro?

Château de Chantilly - melhores bate e volta de Paris
Foto: SofieLayla Thal, disponível em Pixabay 

Uma boa opção de bate e volta de Paris é ir até a charmosa cidade de Chantilly, apenas 50km ao norte da capital.

Cercado por uma enorme floresta está a maior atração da cidade: o Castelo de Chantilly.

O château hoje abriga o Museu Condé, um importante museu de arte clássico (a segunda coleção mais importante de pinturas antigas da França, depois do Louvre).

Os jardins do Château de Chantilly também são uma obra-prima à parte, e o castelo uma das mais impressionantes bibliotecas da França.

Antes de ir embora, não esqueça de tirar uma foto do reflexo do palácio sobre as águas profundamente azuis do lago que o circunda!

Temos um vídeo no Youtube sobre o castelo de Chantilly! Assista pra ter ideia de como é o passeio.

Os ingressos para visitar todo o domínio de Chantilly podem ser comprados no local ou pela internet.

Como chegar ao Château de Chantilly?

A partir da estação Gare du Nord em Paris, pegue um trem TER sentido Amiens, até a estação Chantilly – Gouvieux.

Outra opção é o RER linha D, desembarcando na mesma estação, porém com esse trem a viagem dura 45 minutos.

Não esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório em toda viagem para a Europa.

O que nós fazemos na hora de contratar seguro viagem é pesquisar preços e coberturas em sites que comparam os planos de várias seguradoras, como o site da Seguros Promo.

Você pode parcelar seu seguro viagem em até 6x no cartão. Tem 5% de desconto pagando no boleto. E com o cupom FUISERVIAJANTE5 você ganha mais 5%.

3 – Château de Fontainebleau

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 40 minutos

A lista de castelos para visitar na França nunca acaba, amigos.

Fontainebleau é mais um tesouro escondido nos arredores de Paris, que (ainda) não recebe a multidão de turistas que merece.

Château de Fontainebleau - Melhores bate e volta de Paris
Foto: edmondlafoto, disponível em Pixabay 

Sorte a nossa, Versailles rouba todos os olhares, deixando essas pequenas jóias guardadas para os viajantes mais curiosos.

Fontainebleau é uma pequena cidade ao sul de Paris, a apenas 40 minutos da capital.

A primeira construção foi um castelo medieval, que posteriormente foi transformado num suntuoso palácio que serviu de morada aos reis da França – e até para Napoleão!

Fontainebleau é um castelo com muito luxo e riqueza, mas não é só isso.

Seus mais de 1500 ambientes estão repletos de detalhes que contam importantes acontecimentos da história da França, como a cama de Maria Antonieta e a mesa onde Napoleão abdicou do poder, antes do exílio.

Para completar o bate e volta, aproveite para combinar o Château de Fontainebleau com a visita ao vizinho e também interessante Château de Vaux-le-Vicomte.

Como chegar no Château de Fontainebleau?

A partir da estação Gare de Lyon, pegue um trem até a estação Fontainebleau-Avon. A viagem dura aproximadamente 40 minutos.

Outra opção é contratar um tour guiado / excursão para combinar as visitas do Château de Fontainebleau com o Château de Vaux-le-Vicomte.

4 – Vale do Loire

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 1:30h minutos.

O Vale do Loire na França, conhecido por seus castelos, jardins, histórias e lendas de reis e rainhas, é uma das mais belas regiões para se visitar na França.

Château de Chenonceau - Vale du Loire - Melhores bate e volta de Paris
Foto: Guy Dugas, disponível em Pixabay 

A má notícia é que o Vale du Loire é muito grande, e pontilhado por mais de 300 castelos.

É praticamente impossível de ser explorado inteiro, mesmo que você fique um mês na França.

Para aproveitar bem, o mais recomendado é que você se programe para um roteiro de pelo menos 3 dias no Vale do Loire, para explorar os principais castelos da região.

E o que o Vale du Loire está fazendo nessa lista, então?

Dá sim pra ter um gostinho de conhecer o Vale du Loire em um dia a partir de Paris!

Meus castelos favoritos no Vale du Loire foram o castelo de Blois (que fica dentro da cidade de mesmo nome), o Château de Chambord e o Château de Chenonceau.

Recomendo que escolha um deles para seu roteiro de bate e volta.

Como chegar no Vale du Loire saindo de Paris?

Embora você possa ir de trem para as cidades de Blois e Orleans, como o Vale du Loire é muito grande, na experiência de um bate e volta de um dia, o tour guiado se torna a melhor opção.

Até pela opção de combinar até mais de um castelo.

Eles organizam tudo pra você e dá pra ter um gostinho de castelos de diferentes regiões de uma forma mais prática (e potencialmente mais econômica que se aventurar sozinho).

Tour no Vale du Loire saindo de Paris: Opção 1 | Opção 2 | Opção 3

Quero visitar parques de diversão!

5 – Disneyland Paris

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 45 minutos.

Que a Disney é um mundo mágico, a gente nem precisa te contar.

Por isso, visitar a Eurodisney em Paris é um programa imperdível para quem gosta de parques temáticos – não importa se são adultos ou crianças!

Eurodisney - melhores bate e volta de Paris
Foto: Chincchetta, disponível em Pixabay.

A Disneyland Paris fica a apenas 30km do centro da capital francesa, e a dica é tentar encaixar a visita num dia de semana, quando o ingresso é mais barato e o parque recebe menos gente.

Visitar a EuroDisney é tão fácil que basta uma viagem de trem de 45 minutos para sair do centro de Paris e chegar no parque!

Toda essa facilidade ajuda muito para que a Disneyland Paris seja o parque temático mais visitado de toda a Europa!

E nem precisa usar as crianças como desculpas para visitar o parque. Nós fomos para a Disney mesmo sem ter filhos, nos divertimos muito e adoramos a experiência!

A Eurodisney é bem grande e lá dentro cabem 2 parques diferentes (Disneyland e Walt Disney Studios), 7 hotéis /resort, além de várias lojas e restaurantes.

O blog Mapeando Mundo tem um relato completo de como é a visita à Disneyland Paris. Vale a pena conferir!

Para garantir o seu lugar na terra da magia em Paris, você pode comprar o ingresso antecipado.

Como chegar na Disneyland Paris?

Compre uma passagem de trem RER A, que te leva de Paris até a estação Marne La Vallee em cerca de 45 minutos.

Para quem quer mais conforto e tranquilidade pode optar por reservar um transfer de Paris até a Eurodisney (em ônibus ou carro privativo).

6 – Parque Astérix

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 30 minutos.

Se você que gosta MESMO de parques temáticos, o Parque Astérix é outra boa opção nos arredores de Paris.

Parc Astérix - melhores bate e volta de Paris
Foto: Raphael Gialluisi

Baseado na história em quadrinhos de sucesso mundial, o parque Astérix é sua chance de entrar numa aventura gaulesa junto com os heróis Asterix e Obelix.

Com 6 restaurantes temáticos, 5 shows por dia e cerca de 40 atrações (sendo pelo menos 10 dedicadas a crianças menores de 6 anos), o Parque Astérix é uma ótima opção de bate e volta de Paris, para aproveitar com toda a família.

A Ruthia, do blog O Berço do Mundo, tem um post super interessante sobre a visita ao Parque Asterix, vale conferir.

Compre antecipado: ingresso Parque Asterix

Como chegar no Parque Astérix?

O Parque Astérix oferece um serviço de transfer, com saídas a cada 30 minutos.

O valor é de €9 euros para adultos e €8 euros para crianças de 3-12 anos. Você pode reservar pela internet.

As saídas acontecem do aeroporto Charles de Gaulle. Saindo do centro de Paris (Gare du Nord), pegue o RER B até a estação “Aéroport Charles de Gaulle 1”.

A viagem dura cerca de 30 minutos. Lá, procure o balcão “Parc de Loisirs”, onde está o pessoal do parque organizando o transfer.

Se você prefere conforto e comodidade, pode alugar um transfer em carro privativo até o parque.

Quero destinos com natureza e arte!

7 – Jardins de Giverny e casa de Monet

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 1h.

Se você é fã das pinturas impressionistas de Claude Monet, a pequena cidade de Giverny precisa estar no seu roteiro.

Giverny - bate e volta de Paris
Foto: Nadrog disponível em Pixabay 

Na verdade, mesmo que você nem goste tanto assim do artista, um bate e volta de Paris a Giverny vale a pena se você gosta de flores e jardins maravilhosamente coloridos.

Giverny é um pedacinho de paraíso ao norte de Paris, cidade que o pai do impressionismo escolheu como lar.

Monet viveu, pintou e morreu em Giverny, mas não sem antes fazer sua maior obra-prima: seu maravilhoso jardim.

O jardim de Giverny foi pensado pelo artista para permanecer florido durante maior parte do ano – por isso repleto de diferentes espécies de plantas e flores.

A casa e os jardins de Monet, com o icônico lago que inspirou as obras da série As Ninféias, são a principal atração da cidade. Mas não se engane, Giverny tem muito mais a oferecer.

Aproveite o tempo do bate e volta de Paris para caminhar sem destino pelas ruas charmosas de Giverny.

Além disso, tomar um café nos pitorescos restaurantes com mesas ao ar livre, apreciar as obras do Museu dos Impressionistas e visitar os ateliês dos artistas, que estão por toda parte.

Da primavera ao outono, é sempre tempo de visitar Giverny. Evite o inverno, no entanto, quando a casa e jardins de Monet fecham para manutenção.

Como chegar a Giverny?

Giverny fica a aproximadamente 75 km de Paris. O melhor jeito de fazer um bate e volta é pegando um trem na estação Gare St. Lazare até a cidade vizinha de Vernon.

De lá, você pode alugar uma bicicleta ou pegar um ônibus convencional até Giverny. Nesse post, leia mais dicas sobre a visita à casa de Monet e como chegar a Giverny.

Outra opção é pegar uma excursão saindo de Paris: tem esse tour ou e esse também

8 – Étretat

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 4:30h.

Viajar pela Normandia foi uma bela surpresa pra gente. Juro que não esperava encontrar tantos lugares interessantes, tanto na questão cultura quanto na beleza mesmo.

E quando penso em beleza natural na Normandia, nenhum lugar supera a paisagem estonteante da praia de falésias brancas em Étretat.

Falésias de Etretat, bate e volta saindo de Paris
Foto: RENE RAUSCHENBERGER disponível em Pixabay 

Eu tinha uma grande expectativa para conhecer esse lugar, e afirmo sem medo de errar que foi uma das paisagens mais bonitas que já visitamos em toda a França.

Embora fique um pouco mais distante de Paris, vale cada hora na estrada para apreciar esse cenário que encantou pintores impressionistas como Monet Eugène Boudin.

As trilhas das falésias de Étretat são leves e revelam paisagens encantadoras. Por outro lado, a cidade é charmosa e acolhedora, com uma gastronomia especializada em frutos do mar.

E se você gosta de história, prepare-se para encontrar algumas curiosidades interessantes em Étretat, afinal essa encantadora praia já viu dias bem mais sangrentos durante os combates da segunda guerra mundial.

Como chegar em Étretat?

 Étretat fica a 200 km de Paris, e para chegar até lá transporte público, é preciso ir de trem até Le Havre (2:30 horas) e de lá pegar um ônibus L24, que faz a rota Le Havre – Fecamp, via Étretat.

Outra opção é o trem Paris – Breaute (2 horas), para então pegar o ônibus L17, que conecta Breaute a Étretat.

A última opção (a mais cara, mas também a mais confortável) é contratar um tour que te leve direto de Paris a Étretat.

Existem algumas opções disponíveis na internet, como este que te leva em 1 dia de Paris a Étretat, com direito a mais uma parada na vizinha Le Havre, também no litoral da Normandia.

Quero vinhos!

9 – Região de Champagne

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 50 minutos.

“Muitos lugares tem espumante, mas só a França tem Champagne!”.

Essa frase traduz bem a experiência de dar uma escapada num bate e volta de Paris até a única região do mundo certificada para produzir a glamourosa bebida com borbulhas!

Bate e volta de Paris: região de Champagne
Foto: Mamoru Masumoto disponível em Pixabay 

Reims é a maior cidade da região e serve como base para quem quer explorar a região em um dia.

A cidade abriga algumas das mais famosas maisons de Champagne, como Veuvet Cliquot e Moom, bem como algumas menores e mais familiares, como a Taittinger.

Você já vai ficar impressionado com os infinitos túneis subterrâneos onde acontece a maturação do Champagne francês. Mas não é só isso.

Conhecida como “a cidade dos reis”, ou “a cidade das coroações”, Reims tem muito mais a oferecer.

Num bate e volta de 1 dia, você pode escolher uma, ou até duas casas de champagne para visitar, e no restante do tempo aproveitar a cidade.

Visite a bonita catedral de Notre-Dame de Reims, onde tradicionalmente aconteciam as coroações dos herdeiros do trono francês.

A Basílica de Saint-Remi abriga o túmulo de Clóvis, primeiro rei da França unificada. Com mais tempo, vale a pena até visitar algum dos interessantes museus da cidade.

Outra opção é combinar Reims e a vizinha Epernay, lar da super tradicional Moet et Chandon. No caminho entre as duas cidades, relaxe e aprecie as paisagens cenográficas da Rota do Champagne na França.

Como chegar em Reims?

O jeito mais rápido para ir de Paris a Reims é com o trem de alta velocidade (TGV). Pegue o trem na estação Gare de l’Est. Em cerca de 50 minutos, você vai desembarcar na estação de Reims, a poucos metros do centro da cidade.

Outra opção é contratar uma excursão que te leva em 1 dia para explorar a região de Champagne na França!

Faça uma excursão de 1 dia entre Reims e Epernay

Quero cidades medievais e vilarejos!

10 – Provins

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 1:30h minutos.

A cidade de Provins tem o charme de uma vila medieval que sobreviveu ao passar do tempo.

Com suas casas de pedras e ruínas de castelos, é uma opção muito perto de Paris e com fácil acesso: basta uma viagem de trem de pouco mais de 1 hora para voltar no tempo ao visitar Provins.

Bate e volta de Paris até Provins
Foto: christels disponível em Pixabay 

A cidade ganhou fama ao atrair turistas para feiras temáticas medievais, com tudo que você possa imaginar que acontecia numa feira medieval de verdade: com cavaleiros, armaduras, batalhas de falcões e muito mais!

Como chegar em Provins?

O trem parte da estação Gare de l’Est em Paris. Depois de 1:24h e 7 estações, você já desembarca na estação Gare de Provins.

11 – Bruges

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 3h.

Uma opção de cidade medieval, com muito charme, cerveja, chocolate e batatas fritas à moda belga!

Bruges é a típica cidade conto de fadas na Bélgica, um dos destinos mais procurados por casais apaixonados, cervejeiros e fotógrafos que procuram cidades autênticas que rendem bons cliques.

Bate e volta de Paris a Bruges, na Bélgica
Foto: pixel2013 disponível em Pixabay

A cidade é cortada por canais, parques e repleta de construções dos tempos medievais.

A ideia de um bate e volta em Bruges é curtir um dia sem pressa, aproveitando o clima romântico, tomando umas boas cervejas belgas, quem sabe até visitando uma autêntica cervejaria, bem no coração da cidade.

Como chegar em Bruges

Os trens para Bruges saem da estação Gare du Nord em Paris. Você pode escolher tanto a opção direta (Paris – Bruges), quanto fazer passagem por Bruxelas (Paris – Bruxelas – Bruges).

Mais uma vez, pesquise as passagens no site Thalys. E aproveite para reservar com antecedência, para conseguir preços melhores.

12 – Mont Saint-Michel

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 4:30h.

Se eu pudesse te recomendar apenas um lugar para conhecer num bate e volta de Paris, esse seria o Mont Saint-Michel.

Tudo que eu puder dizer a você sobre a experiência de visitar o Mont Saint-Michel, ainda não estará aos pés do que eu senti ao conhecer esse lugar mágico.

Mont Saint-Michel, Bate e volta saindo de Paris
Foto: Brigitte Werner disponível em Pixabay 

Embora eu recomende fortemente que você durma pelo menos uma noite na região para apreciar toda a beleza do sol nascendo e se pondo, bem como o ciclo completo da maré.

A maré na baía do Mont Saint-Michel é a maior da Europa e modifica completamente e paisagem do lugar.

Mesmo se você não tem a chance de ficar um dia inteiro e ver o ciclo completo da maré, fazer um bate e volta vale pela chance de conhecer de perto a beleza única esse lugar.

Se você nunca ouviu falar do Mont Saint-Michel, imagine o cenário com uma cidade medieval murada, que cresceu em cima de uma pequena ilha na foz do Rio Couesnon. 

A água enche e esvazia a baía todo dia. Em alguns dias do ano, a maré sobe tanto que o Mont Saint-Michel vira uma ilha, completamente isolada do continente.

Lá dentro da cidade murada, além de caminhar pelas ruas medievais, é possível visitar a histórica abadia no topo do monte.

Tenha a melhor vista da região e aprenda muito sobre a história do lugar, tudo nessa visita! Mas garanta seu ingresso antecipado, as filas ficam quilométricas para quem vai comprar na hora.

Compre seu ingresso para a abadia do Mont Saint-Michel

Como chegar no Mont Saint-Michel?

De transporte público é bem difícil chegar no Mont Saint-Michel. A melhor opção é contratar um tour de dia inteiro que vai te levar de Paris até lá.

13 – Honfleur

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 2:40h.

Se o que você procura num bate e volta de Paris é uma cidade que mais parece um conto de fadas de tão linda, minha sugestão é visitar Honfleur, na Normandia.

Com arquitetura típica normanda e o charme irresistível dos antigo vilarejo de pescadores, Honfleur é um deleite em todos os sentidos.

Bate e Volta de Paris até Honfleur
Foto: JimboChan disponível em Pixabay 

Passear pela área do porto, provar as delícias da culinária à moda normanda (com gostinho de sal e mar), experimentar o liquor de Calvado, produzido com maça ou pera e que virou marca registrada da região.

São tantos prazeres que foi difícil ir embora depois de um dia passeando pelas ruas de Honfleur. Espero voltar em breve, essa pequena cidade ganhou meu coração e meu estômago!

Como chegar em Honfleur?

Para um bate e volta de Paris a Honfleur com transporte público, você pode combinar trem + ônibus.

Compre passagem para Trouville-Deauville e lá pegue o ônibus nº 20 Vert du Calvados. 

Nos fins de semana, outra opção é pegar um Flixbus direto até Honfleur. Existem duas opções de locais de saída da cidade: La Defense (com viagem até Honfleur durando 2:15h) e Bercy (que faz Paris – Honfleur em 2:40h).

Também existem passeios com agências, que oferecem um bate e volta de Paris até Honfleur.

Como Honfleur não é muito grande, cabe ainda combinar duas cidades próximas no mesmo bate e volta, como visitar Honfleur e Mont Saint-Michel.

Quero destinos com muita história!

14 – Rouen

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 1:10h.

Conhecida como a capital da região da Normandia, Rouen é uma cidade cheia de história.

Foi em Rouen que a heroína francesa Joana d’Arc foi julgada e condenada à morte na fogueira, por isso prepare-se para encontrar referências a ela espalhadas por toda parte.

Reims na França, opção de bate e volta saindo de Paris
Foto: Kirk Fisher disponível em Pixabay 

Rouen é uma cidade bem grande, mas a boa notícia é que o centro histórico é relativamente pequeno, o que torna o roteiro a pé perfeito para um bate e volta.

Opções de atrações em Rouen não vão faltar.

Preste atenção nas casas no estilo enxaimel. Não esqueça de visitar a linda Catedral e tire uma foto com o Gros-Horloge, o grande relógio de Rouen, na esquina mais fotografada da cidade.

Como chegar em Rouen?

Os trens de alta velocidade (TGV) saem de Paris em direção a Rouen a partir da Gare Saint-Lazare. O trajeto demora cerca de 1:10h.

Outra opção é contratar um tour que vai te levar de Paris até Rouen em um passeio guiado.

Quero destinos cervejeiros!

15 – Bruxelas

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 1:30h.

Tem muita gente que considera Bruxelas uma cidade de “trânsito”, que a gente só visita de passagem para outros lugares.

Pois a gente discorda totalmente dessa opinião! Bruxelas foi um dos melhores destinos que visitamos na Europa.

Cabe num bate e volta de um dia, mas até acredito que depois de conhecer Bruxelas de verdade, você vai querer ficar um pouco mais.

Bate e volta de Paris a Bruxelas
Foto: Dimitris Vetsikas disponível em Pixabay 

Talvez nossa opinião tenha sido fortemente influenciada pela cultura cervejeira incrível de Bruxelas. A cidade abriga alguns dos melhores bares e cervejarias na Europa.

Outra coisa que gostamos muito foi o clima acolhedor e cosmopolita da cidade.

O simpático TimTim e outros clássicos dos quadrinhos estão espalhados pelas ruas da cidade em murais gigantes de street art. A majestosa e festiva Grand Place impressiona com o movimento e os prédios do século XVII.

E tem mais: o curioso e minúsculo Manekin Pis e os chocolates belga, claro! Impossível deixá-los de fora do seu roteiro!

Como chegar em Bruxelas?

Uma viagem de trem de apenas 1:30h separam Paris de Bruxelas. Os trens da empresa Thalys saem da Gare du Nord de Paris e oferecem conforto e comodidade para um bate e volta até a capital cervejeira da Bélgica.

Da mesma estação, também saem trens de alta velocidade (TGV) em direção a Bruxelas, com viagens que duram 2:40h.

Quero visitar outra metrópole!

16 – Londres

Tempo de viagem para fazer um bate e volta de Paris: 2:30h.

Embora eu ache que Londres merece muito mais que 1 dia apertado em um bate e volta de Paris, se você tem o desejo de combinar sua estadia na França com a terra da rainha, saiba que não é apenas possível, mas muito fácil!

Londres, bate e volta de Paris
Foto: Walkerssk disponível em Pixabay 

Com o lançamento dos trens da Eurostar, o trajeto pode ser realizado em 2:30h.

Se você pegar o trem bem cedo e preparar um dia com bastante caminhada, pode explorar alguns dos principais pontos turísticos de Londres em um dia.

Com ajuda do metrô e um bom planejamento, dá pra incluir facilmente os clássicos de Londres no roteiro, como Big Ben e London Eye.

A Márcia do blog Mulher Casada Viaja fez um lindo (e poético) relato sobre o trajeto Paris – Londres de trem.

Como chegar em Londres?

Saindo de Paris na estação Gare du Nord, pegue um trem Eurostar em direção a Londres. Os trens saem a cada 2 horas e você vai levar 2:30h para ir de uma cidade a outra.

Se quiser tornar tudo ainda mais fácil, é possível contratar um tour que te leva até Londres e explora os principais pontos turísticos com você.

Um bate e volta de paris pra chamar de seu!

Depois de tantas opções, tenho certeza que você achou um destino que tem tudo a ver com você, e já está sonhando com seu bate e volta de Paris!

Mesmo se você tem um perfil de viagem mais slow travel e gosta de viajar mais devagar, vai encontrar prazer em explorar por um dia cidades pequenas e mais próximas de Paris, como Provins.

E se você quer testar seus limites e fazer algo realmente (louco) desafiador, e embarcar para explorar Londres por um dia?

Se você escolhe um bate e volta de Paris com base nessa lista, conta aqui pra gente nos comentários, que podemos te passar mais dicas para o seu bate e volta de Paris!

Resolva sua viagem

Queremos que você saiba: esse post contém links de afiliados. Isso quer dizer que, ao clicar e fazer sua reserva a partir desses links, você apoia nosso trabalho (sem pagar nada a mais por isso). Queremos te dizer muito obrigado!

Para saber mais sobre nosso trabalho e conhecer nossos parceiros, consulte a política do blog.

Foto de capa: Johannes Plenio, disponível em Pixabay.

Lila Cassemiro
Klécia Cassemiro (Lila, para os amigos) é fotógrafa, videomaker e editora de conteúdo no blog Fui Ser Viajante. Também é sommelier de cervejas, formada pelo Instituto Science of Beer. Viajante geminiana e curiosa, é especialista em desenhar roteiros fora do óbvio e descobrir os segredos mais bem escondidos de cada destino.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Maria Alice N Santos disse:

Boa Tarde
Informações valiosicimas! Obrigada!

Elba disse:

Adorei seus roteiros, assim como você sou apaixonada por viagens, também gosto de gente e sou nordestina como você,sou baiana.
Embora já conheça Roma, vou passar 2 dias lá em novembro, antes de embarcar em um cruzeiro, alguma sugestão para aproveitar melhor esses 2 dias?
Estou pensando em comprar,com antecedência, um a entrada para rever a Caoela Sistina, faz muitos anos que conheci, gostaria de voltar.Acha que devo comprar com antecedência, ou não precisa? E que outras sugestões me daria? Gosto de ficar ao ar livre e andar pela cidade. Muito obrigada

Rafael Cassemiro disse:

Oi Elba, como seu roteiro é bem restrito por conta do embarque no cruzeiro, eu reservaria a capela sistina com antecedência, pra não perder a data ou muito tempo na fila.
No restante do tempo você pode caminhar pela cidade, passando pelo panteão, fontana di trevi, temos um post com um roteiro de 1 dia pelo centro histórico de Roma
Grande abraço e boa viagem!

Rosiane Machado disse:

Muito bacana suas dicas, mas tenho uma dúvida com relação ao trem que parte da gare dúvida Nord para Bruxelas ou Bruges, no link da empresa thalys aparece o nome das duas cidades juntas na mesma opção, o trem vai pra onde afinal?

Rafael Cassemiro disse:

Oi Rosiane, o trem da Gare du nord da Thalys vai para Bruxelas (Brussel-Zuid e Bruxelles-MIDI são os nomes da mesma estação em Bruxelas), não tem trem de Paris direto para Bruges (Brugge). Para ir até Bruges, é necessário ir até Bruxelas e então pegar outro trem, ou até Lille (França) e de lá pegar outro trem para Bruges.

Grande Abraço e boa viagem!

Elizabete disse:

Oie eu amei muitooo estou com viagem marcada a Paris com multi destinos, mas gostaria muito de saber se da pra fazer um bate volta até a suica na cidade mais próxima, e com certeza vcs me ajudaram muito e vou voltar aqui contar minhas aventuras

Rafael Cassemiro disse:

Oi Elizabeth, a cidade Suiça mais próxima de Paris fica a cerca de 600km de distância. Se a sua viagem for em direção ao Sul da França (Lyon por exemplo), daria para incluir um bate e volta até Genebra (2hs de viagem de carro), mas não vejo como viável encarar uma viagem de quase 6hs de ida e mais 6hs de volta saindo de Paris.
Grande Abraço e Boa Viagem

Patrícia Sousa disse:

Oie meu amor! Eu to amando seu blog. Viajo pra Paris na segunda e tava tentar montar um roteiro rápido a partir de Paris mas estou tendo dificuldades. Eu queria conhecer Luxemburgo e de lá ir pra outro país, mas que não fosse Holanda, Itália, Espanha e nem Bélgica pq já fui. Que outro país a partir de Luxemburgo vc me indicaria pra conhecer?

Rafael Cassemiro disse:

Oi Patrícia, eliminando os países que você já conhece, a opção que sobraria perto de Luxemburgo seria a Alemanha!
Grande Abraço e boa viagem!

FCarraro disse:

Fantástico esse Blog! Pontual, claro, leve, preciso e precioso! Informações perfeitas! Obrigado!!!

Rafael Cassemiro disse:

Olá Carraro,

Obrigado pela visita e comentário!

thais disse:

Oi Lila, adorei suas dicas, o blog é otimo, tenho encontrado aqui informacoes aqui bem diferentes de todos outros sites. Sabe me dizer se esses bate e volta sao indicados no inverno? Estarei la esse ano entre 1 dez a 6 de janeiro, porem fico certamnte 2 semanas em paris.. natal e ano novo ainda sem roteiro. Vou pra estudar frances.Infelizmente o meu preferido era a casa do monet, que ja tirei da lista e borgonha, por ser periodo de chuva. 🙁 alguma outra dica? grata

Lila Cassemiro disse:

Oi Thais, no inverno algumas cidades ficam bem paradas, uma delas é exatamente Giverny, com a casa de Monet inclusive fechada para visitas. Eu pensaria em visitar os castelos do Vale du Loire, ou quem sabe a rota do Champagne, para conhecer algumas maisons. De toda forma, sei que muita coisa também fecha no inverno em Reims, vale verificar antes de reservar se você encontra maisons abertas, especialmente depois da pandemia muitos horários mudaram.
Para os dois destinos que citei, tem posts dedicados aqui no blog com dicas!

REGINA disse:

Mto útil suas dicas. Pensamos em Paris como base e de lá ir à Bruges, Bruxelas e Amsterdam por uns dois dias. Talvez ficar uma noite em Bruxelas. Precisamos de uma excursão assim . Sabe quem faz? Obrigada.

Lila Cassemiro disse:

Oi Regina, infelizmente não temos essa informação =/

Jessica disse:

Oie! Bate Volta para Amsterda da?

Rafael Cassemiro disse:

Oi Jéssica, da pra fazer bate e volta pra Amsterdam sim. Só precisa considerar pegar o trem no primeiro horário possível e voltar no último possível, já que a viagem leva cerca de 3h20!
Grande abraço e boas viagens!

Fabricio disse:

Uau! Que lista ótima! Eu já estive algumas vezes em Paris e acabava repetindo os mesmos passeios. Na próxima já sei o que fazer.

Klécia disse:

Eba, aproveita e depois conta pra gente como foi!

Rosana disse:

Olá!
Seria viável um bate e volta até a Suiça?

Rafael Cassemiro disse:

Oi Rosana, de Paris até Zurique são cerca de 650km de distância (6 horas de carro ou 5 horas de trem) para um bate-e-volta ficaria bastante cansativo. Para incluir a Suíça no roteiro eu recomendaria incluir ao menos 1 noite por lá!
Abraços e boa viagem!

ViReis disse:

Amei as dicas.
Que tal Luxemburgo para um bate e volta. É indicado?

Klécia disse:

Oi ViReis, sim, é mais um destino que cabe num bate e volta! Acabou não entrando na lista porque ainda não fizemos esse! Quem sabe na próxima? 😀

Ana Carolina disse:

Amei!!! Difícil será escolher apenas alguns desses lugares para conhecer, pois já quero todos! Obrigada pelas dicas

Klécia disse:

Opção de lugar bacana não vai faltar 😀

Carol disse:

Que lista mais completa!!!!! Amo fazer bate-volta , pois permite conhecer mais de um lugar em uma mesma viagem.

Klécia disse:

Quase sempre vale a pena, né Carol? Eu adoro também quando dá pra encaixar um bate e volta no roteiro!

Michelle disse:

Pra quem já conhece Paris, esses bate volta são a chance de dar uma variada na rotina, e mesmo pra quem não conhece, alguns como Versailles são imperdíveis.. Eu também recomendo muito a ida a Reimas.

Lulu Freitas disse:

Adorei a lista!!! São tantas opções que um viagem só não é suficiente para cobrir todas elas. Da sua indicação não faria bate-volta ao Mont de Saint-Michel. Sei que é bastante comum isso, mas acho que o tempo de viagem é longo e, principalmente, o local é tão especial que merece mais. Dos lugares listados, amo os castelos do Loire e a Casa de Monet. Foram passeios bem tranquilos de se fazer e maravilhosos.

Paris é tudo de bom, sempre que vou tento aproveitar e fazer alguns bate-voltas. Fiquei com vontade de ir no Parque Astérix. Agora Bruxelas e Londres eu acho que nao vale pra Bate Volta, sao cidades que merecem bem mais tempo.