Fui Ser Viajante

O que fazer no Recife Antigo: roteiro de um dia pelo centro histórico

Compartilhar

De todas as coisas que sinto falta dos meus tempos de recifense, o domingo no Antigo’ é uma das maiores saudades. A gente juntava os amigos e procurava o que fazer no Recife Antigo, o bairro mais boêmio da cidade.

Vivendo na cidade, a gente acompanhou o Recife Antigo sendo revitalizado. A área do porto ganhando cara nova, os museus e restaurantes ocupando a área histórica, junto com um sentimento maior de segurança para um bairro que andava meio esquecido em Recife. 

Hoje, todos os meus amigos quando vão a Recife me perguntam sobre o que fazer no Recife Antigo. Esse post é para vocês que querem dicas sobre o bairro que é a alma de Recife 🙂

Veja opções de hotéis em Recife com os melhores preços!

O que fazer no Recife Antigo: um lugar de todo mundo

Desde sempre e até hoje, o Recife Antigo é o lugar de todas as tribos, o bairro com a cara da explosão multi-cultural que acontece em Recife. 

A diversidade de atrações atrai um público bem amplo, e isso talvez seja a coisa mais legal do Recife Antigo – tem espaço pra todo mundo.

Um passeio a pé pelas atrações do Recife Antigo junta história, cultura, arte, muita música e paisagens bonitas.

Nesse post, vou te passar o meu roteiro de domingo, meu dia favorito para explorar a região, com mais opções de o que fazer no Recife Antigo.

E se você vai a Recife, vai por mim: Recomendo fortemente que você inclua esse bairro histórico no seu roteiro em Recife!

Alugue carro em Recife com 5% OFF (pagando no boleto bancário!)

Descobrindo o Recife Antigo a pé

Por anos, eu sempre fiz o mesmo roteiro no Recife Antigo. Eu descia do ônibus no Cais de Santa Rita e atravessava a antiga Ponte Giratória para chegar na ilha onde fica o bairro histórico.

Dali em diante, começava o meu roteiro a pé pelo Recife Antigo, passando pelas principais atrações

1) Shopping Paço Alfândega

O ‘Paço’, como é chamado pelos recifenses, é um centro comercial que funciona num bonito prédio de 1732. O antigo Convento de São Filipe Néri passou a funcionar como Anfândega de Recife. Por isso o nome do Shopping.

Muito da antiga construção está preservado, e por isso o prédio é tão bonito. A decoração de pisos e paredes é inspirada na Arte Armorial.

Para quem não conhece, essa é uma corrente artística que busca criar arte erudita a partir de elementos da cultura popular do Nordeste Brasileiro. Um trabalho muito bonito e característico de Recife.

Esse é o único Shopping Center no Recife Antigo (e o melhor estacionamento para quem vai de carro).

Ah, tem um segredo que só um local pode te contar! Suba até o último andar do shopping, acima da praça de alimentação. Lá tem um terraço com uma vista linda do Rio Capibaribe, das pontes de Recife e do Cais da Alfândega.

2) Cais da Alfândega, Circuito dos Poetas e Igreja Madre de Deus

Seguindo pela rua do Cais da Alfândega, você vai encontrar algumas esculturas do Circuito dos Poetas.

São artistas de importância para a cidade de Recife, que foram homenageados com estátuas às margens do Rio Capibaribe.

Recife é poesia, é arte e cultura. Você vai sentir isso em todo lugar!

Na rua atrás do Cais da Alfândega (rua Madre de Deus), fica uma das igrejas históricas de Recife: Igreja Matriz Madre de Deus.

Ela foi construída em 1709 e é cheia de detalhes característicos do estilo rococó em seu interior.

A igreja é tao bonita que quase sempre, quando passamos a noite, tem casamento por lá. Vale a parada para espiar por dentro os detalhes da construção.

3) Praça do Marco Zero e Parque das Esculturas

“Eu vi o mundo, e ele começava no Recife”, já dizia o artista plástico Cícero Dias.

Seguindo pela rua Marquês de Olinda, você chega na Praça do Marco Zero. Na praça está o marco ‘de onde se medem todas as distâncias do Estado de Pernambuco’.

É só procurar pelo painel instalado no chão da praça, obra de Cícero Dias. A praça também marca o local onde nasceu a cidade, bem ao lado do Cais do Porto.

Cercada por casarões históricos, a praça do Marco Zero é um dos principais cartões-postais de Recife.

Da praça, podemos ver o estuário do porto do Recife, formado pelo Rio Capibaribe. Do outro lado do estuário, está o dique onde Francisco Brennand (aquele mesmo da Oficina Brennand) fez a instalação do Parque das Esculturas.

Como ir a Recife e não fotografar a enorme Coluna de Cristal com seus 32 metros de altura? E todas as outras peças que fazem parte do parque, curiosas, diferentonas.

Durante o dia, é possível atravessar de barco até o Parque das Esculturas e aproveitar um tempo por lá. Basta chegar perto do mar para os barqueiros começarem a oferecer a travessia (R$5,00 por pessoa, para ir e vir).

4) Armazéns do Porto – Centro de Artesanato e restaurantes

A revitalização do bairro do Recife Antigo trouxe grandes mudanças para a região. A maior delas foi a ocupação dos antigos armazéns do cais do Porto.

De um lado, os armazéns viraram restaurantes com uma linda vista do Rio Capibaribe. Do outro lado, foi instalado o Centro de Artesanato de Pernambuco, um espaço para a cultura e artesanato do estado.

É possível comprar peças, inclusive.

5) Museus do Recife Antigo

Nos últimos anos, os museus também se multiplicaram na região do Recife Antigo.

Um dos prédios mais clássicos do bairro, o casarão em frente à Praça do Marco Zero, abriga a Caixa Cultural.

Outra opção é o Museu Cais do Sertão, que emociona todo mundo, especialmente a gente que tem um pé lá no sertão e hoje só anda em Pernambuco de passagem.

A Katarina Holanda (minha conterrânea), fez um relato lindo sobre o Museu Cais do Sertão no Outro Blog. Acredite em mim: você precisa ler o post e visitar esse Museu!

Também dá pra visitar a Embaixada de Pernambuco dos Bonecos Gigantes de Olinda e o meu museu favorito do Recife Antigo, o Museu Paço do Frevo.

6) Rua do Bom Jesus

A pequena rua de paralelepípedos tem uma importância enorme para a história de Recife.

Seus casarões multi-coloridos são seculares, verdadeiros retratos do período holandês em Pernambuco. Andar pela antiga Rua dos Judeus leva a gente em uma viagem no tempo.

Com a abertura religiosa durante o Governo de Maurício de Nassau, ali se instalaram várias famílias judaicas, fundando inclusive a primeira sinagoga oficial das Américas.

Hoje, o prédio da Sinagoga Kahal Zur Israel é aberta a visitação todos os dias, exceto aos sábados.

É na rua do Bom Jesus que funciona a Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda, um verdadeiro passeio pelo carnaval pernambucano. 

No domingo, tem feirinha de artesanato na Rua do Bom Jesus. Os ensaios de grupos de maracatu aparecem sempre nos domingos a tarde pelas ruas do Recife Antigo também, ritmando nossa visita pelo bairro histórico.

7) Praça do Arsenal de Marinha e Torre Malakoff

A praça do Arsenal é a última parada da visita. A praça é ponto de encontro no Carnaval, sempre recebendo um palco de shows e concentrando muitos foliões.

Pela praça, tudo acontece. Tem a Torre Malakoff, construída no século XIX para servir como observatório astronômico e portão do Arsenal da Marinha.

Nos finais de semana, é possível agendar horário no térreo, para visitar o observatório da torre.

Na praça também funciona o Museu Paço do Frevo e um casarão-teatro, que recebe shows de teatro de mamulengos nos finais de semana.

Gostou das opções sobre o que fazer no Recife Antigo?

O bairro do Recife Antigo é, por vocação, o ponto de encontro de arte e cultura na cidade pernambucana.

A lista sobre o que fazer no Recife Antigo ficou bem bonita, cheia de coisas que eu adorava fazer por lá! Espero que vocês curtam bastante!

O melhor dia para visitar o Recife Antigo é o domingo. O bairro é fechado para o trânsito e utilizado como área de lazer e fervedouro cultural.

Entre as várias opções, escolha o que fazer no Recife Antigo com base no que você mais gosta!

São tantas opções que alguma vai te agradar. Visite museus, faça passeios de bicicleta pela área de lazer, dance com o maracatu ou atravesse de barco para o Parque das Esculturas de Brennand.

Seja qual for o seu programa, aproveite ao máximo a oportunidade de conhecer um dos bairros mais importantes para a história de Pernambuco.

Ei, dica extra! Que tal aproveitar que você que você está em Recife e fazer um bate e volta para conhecer a Praia dos Carneiros?

Confira o relato do blog Estrangeiras sobre a visita a Praia dos Carneiros e entenda porque muita gente considera essa a praia mais bonita do Brasil!

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀

  Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
  Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
  Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha 10% de desconto em qualquer seguro do site!
 Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: TicketbarGet Your Guide

Sair da versão mobile