25 pontos turísticos em Montevidéu: para se apaixonar pela cidade

Não importa se essa é sua primeira visita a Montevidéu, ou se você é um apaixonado e já visitou a capital do Uruguai muitas vezes. Nesse post, vamos trazer os principais pontos turísticos em Montevidéu e te ajudar a descobrir alguns tesouros pela cidade.

Preparamos uma lista com 25 pontos turísticos em Montevidéu (com mapa), desde os clássicos até aqueles lugares mais fora do óbvio, que você não vê normalmente nos roteiros de viagem pela internet.

Tem de tudo um pouco: atrações ao ar livre, para aproveitar o ótimo clima da cidade, dicas gastronômicas, e lugares para conhecer a história e arquitetura de Montevidéu.

Ah, e o melhor é que muitos desses pontos turísticos de Montevidéu são gratuitos. Isso mesmo, você pode conhecer vários lugares legais em Montevidéu sem gastar um centavo.

Mapa de Montevidéu: principais pontos turísticos

Para deixar sua viagem ainda mais fácil de planejar, organizamos os pontos turísticos de Montevidéu em mapa, para você encontrar facilmente o que fica perto do que.

25 pontos turísticos em Montevidéu para colocar no roteiro

Organizamos os pontos turísticos de Montevidéu por bairro, assim você vai saber organizar o roteiro de acordo com a proximidade das atrações:

Punta Carretas

1 – Rambla de Punta Carretas

Com certeza, o bairro que achamos mais interessante e bonito em Montevidéu foi Punta Carretas. As ruas são organizadas, limpas e arborizadas.

Vale muito a pena passear por La Rambla, a rua que margeia o Rio de La Plata. Seria o equivalente por aqui a uma orla ou avenida beira-mar.

Rambla de Punta Carretas. Pontos turísticos de Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

Dar uma volta pela rambla é bom em qualquer horário, especialmente no começo da manhã e no fim da tarde.

Sempre tem muita gente pela região, seja fazendo exercícios, tomando um chimarrão ou apenas relaxando com a vista.

Escolhemos nos hospedar em Punta Carretas e super indicamos esta área para hospedagem! Veja aqui alguns hotéis em Punta Carretas.

2 – Farol de Punta Carretas

Aproveitando que você está passeando pela Rambla de Punta Carretas, vale a pena dar uma passada no farol para apreciar a vista.

O farol de Punta Carretas foi um dos primeiros lugares que visitei na cidade, e é um dos pontos turísticos em Montevidéu que eu achei mais bonitos.

Fomos lá num fim de tarde e o pôr-do-sol visto dali foi incrível, embora o dia estivesse meio nublado. O visual é bem fora do óbvio e o lugar rende boas fotos.

Farol de Punta Carretas, Pontos turísticos em Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

3 – Castillo Pittamiglio

Um prédio bem curioso na Rambla provavelmente vai logo chamar sua atenção.

Um dos pontos turísticos de Montevidéu mais exóticos dessa lista.

Esse pitoresco castelinho hoje funciona como museu / centro cultural.

Na visita, você conhece detalhes da sua história, bem como de seu inusitado criador e principal morador, o alquimista Humberto Pittamiglio.

Há quem diga que o castelo é mal assombrado. Será?

4 – Shopping de Punta Carretas

Eu sei. Você deve estar se perguntando o que um shopping está fazendo na minha lista de pontos turísticos de Montevidéu.

O lance é que o Punta Carretas Shopping é uma mistura de turismo de compras e história.

Antes de virar shopping, ali funcionava a penitenciária de Punta Carretas, inaugurada por volta de 1915.

Durante a ditadura no Uruguai (por volta dos anos 70), aconteceu uma fuga de mais de 100 presos nessa cadeia.

Entre os fugitivos estava José Mujica, que mais tarde viria a ser presidente do Uruguai. O prédio passou por reformas e foi inaugurado como complexo logístico em 1994.

5 – Feira Villa Biarritz

Essa charmosa feira de bairro acontece todas as terças e sábados, no Parque Juan Zorrilla de San Martín em Punta Carretas.

Feira da Villa Biarritz, Montevidéu. Pontos turísticos de Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

Ficava bem perto do meu hotel, e amei passear por lá, apreciando as barracas de artesanato, roupas e acessórios.

Também tem uma sessão da feira dedicada às frutas e verduras. Não chega a ser uma feira muito grande, mas tem muita coisa interessante.

Se ligue no horário de funcionamento: vai desde bem cedo de madrugada até por volta das 16h, terças e sábados.

Pocitos

6 – Rambla de Pocitos

Pocitos é o bairro vizinho de Punta Carretas. Aqui o diferencial é a grande quantidade de restaurantes e cafés. O bairro é bem boêmio e super convidativo.

A rambla de Pocitos é a continuidade da Rambla de Punta Carretas, e da mesma forma é muito agradável  passear por lá. É na rambla de Pocitos que você encontra o letreiro com o nome de Montevidéu.

7 – Letreiro de Montevidéu

Caminhando pela Rambla de Pocitos, você vai chegar num trecho conhecido como Rambla da Kibón. Lá está o famoso letreiro Montevidéu, uma das atrações mais visitadas da cidade.

O letreiro foi inaugurado em 2012, durante a Assembleia Anual de Dirigentes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Desde então, segue como um dos mais famosos pontos turísticos de Montevidéu.

Letreiro de Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

8 – Montevideo Shopping e Cassino

O shopping mais antigo de Montevidéu foi inaugurado em 1985, como um arrojado projeto do engenheiro Eladio Dieste, usando a técnica da cerâmica armada, com tijolos aparentes, formas cilíndricas e abobadadas.

É o maior shopping da cidade (tem mais de 200 lojas e até uma supermercado).

Lá também funciona o maior centro de entretenimento do Uruguai. O complexo tem 10 cinemas, 2 teatros e um cassino para quem quer se aventurar na jogatina durante a viagem.

Parque Rodó e Bairro Sur

9 – Parque Rodó

Parque Rodó é o nome de um bairro residencial em Montevidéu, mas também é o nome do parque mais famoso da cidade.

O nome veio em homenagem ao escritor uruguaio José Enrique Rodó, um nome que sempre enalteceu a cultura latino-americana.

Construído em 1989, esse parque tem uma enorme área verde, com lagos, fontes e quadras poliesportivas.

Nas proximidades você também encontra um parque de diversões e o Museu de Artes Visuais de Montevidéu.

Dá pra aproveitar o dia inteiro relaxando com a família, fazendo pique-nique, tomando sorvete, andando de pedalinho, jogando futebol ou relaxando nos gramados…

Se você procura lugares para ver o por do sol em Montevidéu, o Parque Rodó é outra boa dica. Aproveite o fim de dia sentado na grama, com vista para a Praia Ramirez.

Aos domingos, também tem uma feira livre no Parque Rodó, das 10h às 15h.

Parque Rodó em Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

10 – Candombe

O Candombe é provavelmente o ritmo mais tradicional de Montevidéu, tanto que é reconhecido pela UNESCO como patrimônio imaterial da humanidade.

A manifestação cultural do candombe teve origem com a chegada dos negros escravizados, durante o período colonial.

É o ritmo tradicional do carnaval de Montevidéu, mas pode ser ouvido ao longo de todo o ano, com grupos tocando e dançando nas ruas, especialmente aos finais de semana e feriados.

É comum encontrar grupos de candombe na região do Parque Rodó aos finais de semana.

Também há duas festas típicas onde se pode ver muitas manifestações de candombe em Montevidéu:

  • o dia de São Baltazar (dia de reis), em 6 de janeiro,
  • na primeira quinta e sexta de fevereiro, quando ocorrem desfiles das llamadas, grupos de candombe que percorrem principalmente os bairros Sur e Palermo.

Centro e Ciudad Vieja de Montevidéu

11 – Avenida 18 de Julio e Mirador da Intendência de Montevidéu

Vamos começar agora a passear pelas atrações mais históricas de Montevidéu, localizadas pelo centro e arredores.

O primeiro ponto turístico de Montevidéu para visitar no centro é a Avenida 18 de Julho, provavelmente a avenida mais importante da cidade.

É nessa avenida que você encontra a Intendência de Montevidéu (prefeitura). Inclusive, há um mirante no 22° andar desse prédio (são mais de 80 metros de altura).

Intendência de Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

A visita ao mirador (como se diz em espanhol) é totalmente gratuita, e pode ser realizada todos os dias, das 10h às 16h.

A visita ao mirador da Intendência é um daqueles passeios que não pode faltar na lista de o que fazer em Montevidéu. Lá de cima você tem uma das mais belas vistas da cidade.

Para subir, é preciso retirar um ingresso no Centro de Informações Turísticas da Intendência, na esquina com a Rua Ejido.

12 – Feira de Tristán Narvaja

Gosta de visitar feiras livres nas suas viagens? Aprender e ver como funciona o comércio local?

Pois a feira Tristán Narvaja é seu lugar. Essa é a maior e mais famosa feira popular de Montevidéu.

Acontece nas manhãs dos domingos, na rua Tristán Narvaja. Mas acredite em mim quando falo que a feira grande, e se espalha por várias ruas ao redor.

Na feira tem de tudo e mais um pouco – mais ou menos separado pelas ruas. Ruas com verdureiros, com antiguidades, com roupas, livros, móveis, e assim vai.

É uma ótima dica de passeio para quem procura uma experiência de imersão na cultura local dentro dessa lista de o que fazer em Montevidéu.

Confesso que não gostei muito dessa feira porque era bem difícil aproveitar com tanta gente visitando ao mesmo tempo. Tinha muita gente MESMO no dia que fomos.

Fica mais fácil achar coisas interessantes nas feiras menores, que são menos concorridas (recomendo a do Parque Rodó e a Villa Biarritz).

13 – Plaza Independencia

A Plaza Independencia é outro ponto turístico de Montevidéu que sempre aparece nos roteiros pela cidade.

Plaza Independencia, Montevidéu. Pontos turísticos de Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

Bem no centro da praça, é possível visitar o Mausoléu do General Artigas. Para visitar o monumento funerário, é preciso entrar no subsolo da praça.

Ali estão os restos mortais de José Gervasio Artigas, militar e herói nacional da independência uruguaia, conhecido como o “pai da pátria oriental”.

Também em torno da praça fica o Museo de la Casa de Gobierno, dedicado à hisotria política uruguaia.

14 – Palácio Salvo

Nos arredores da Praça, o destaque entre os edifícios com certeza é para o Palácio Salvo.

A construção é de 1928, e por um bom tempo foi considerado o edifício mais alto da América do Sul.

Por sua arquitetura e história, é considerado “edifício-irmão” do Palácio Barolo, em Buenos Aires. Contam até que os faróis no topo de cada um eram usados como forma de comunicação.

É possível fazer visita guiada ao interior do Palácio Salvo, sempre às terças, quintas e sábados, durante a tarde.

15 – Puerta de la Ciudadela e Peatonal Serrandí

Logo em frente à praça, você encontra a Puerta de La Ciudadela, a porta de entrada da Ciudad Vieja, a antiga cidade murada de Montevidéu.

A partir dela, você pode caminhar pela Peatonal Serrandí, uma rua só para pedestres cheia de atrações e lojas interessantes, como ateliês e o Museu Torres Garcia, dedicado a obra desse artista uruguaio que desenhou o Mapa Invertido da América do Sul.

Caminhando pela Peatonal Serrandí você também vai encontrar muitos artesãos e artistas de rua, além de barracas com comida de rua típicas do Uruguai.

Para quem gosta de livros e arquitetura, no primeiro quarteirão da Peatonal Serrandí também fica a Livraria Más Puro Verso, com sua arquitetura de época e um convidativo café no segundo piso.

16 – Teatro Sólis

Ainda nos arredores da Plaza Independencia, você pode visitar o Teatro Sólis em Montevidéu, com seus mais de 160 anos de história.

A principal casa de espetáculos da cidade pode ser visitada inclusive por dentro. Os grupos guiados visitam o teatro de terça a domingo, durante a tarde. Às quartas-feiras, a visita é gratuita.

Teatro Sólis em Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

Se por acaso houve espetáculo ou ensaio acontecendo, a visita é reduzida (não se vai até os camarins e salão principal), mas não se cobra nada.

Mas atenção: durante a pandemia do coronavírus, as visitas guiadas ao Teatro Cólon estão suspensas.

17 – Mercado del Puerto

O Mercado do Porto (ou Mercado del Puerto) é um dos pontos turísticos de Montevidéu mais procurados por turistas. Por um motivo bem delicioso: gastronomia típica.

Boa parte dos restaurantes do mercado são especializados no jeito uruguaio de preparar carnes – a autêntica parrilhada.

A carne no Uruguai é muito saborosa, os cortes valorizam o sabor e o preparo é uma verdadeira tradição para o país.

Dá até pra dizer que a parrilla é um dos pontos turísticos de Montevidéu, porque não dá pra passar por lá sem provar um bom assado!

O mercado oferece várias opções de restaurantes, algumas lojinhas de lembrancinhas, e você pode presenciar o ritual de preparo da parrilhada nos restaurantes mais centrais, que tem uma churrasqueira aberta para o pátio.

Mercado del Puerto em Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

Você pode provar também as famosas sobremesas de doce de leite e o medio y medio, bebida tradicional uruguaia, preparada com partes iguais de vinho branco seco e espumante. 

A experiência no Mercado é única. Conhecer o lugar já vale o passeio.

Inclusive, vale avisar: como é tudo bem turístico, vá preparado para pagar um preço mais alto que em outros bairros da cidade. Talvez, por uma comida nem tão elaborada assim.

Existem outros restaurantes menos turísticos, com certeza, onde você paga menos e possivelmente come até melhor. Mas passear no mercado histórico de uma cidade é uma experiência que eu não abro mão.

18 – Feira da Plaza Constituición

Para terminar a lista de recomendações de feiras livres em Montevidéu, tem a feira da Plaza Constituición.

É uma feirinha bem pequena, com poucas barracas dando a volta na praça. A principal mercadoria são as peças de antiguidades. Uma oportunidade para quem gosta de um garimpo!

Aguada

19 – Mirador da Torre de Telecomunicações

Saindo um pouco da região mais central e turística, vamos agora explorar alguns pontos turísticos de Montevidéu que são menos óbvios.

Para começar, temos a Torre de Las Comunicaciones, ou Torre ANTEL, no bairro da Aguada.

É mais um mirante em Montevidéu que você pode visitar de forma gratuita, e que oferece um ângulo bem diferente da cidade.

Torres de las Comunicaciones, Montevidéu
Foto: Fui Ser Viajante

A Torre ANTEL é um arranha-céu projetado para sediar a ANTEL, a empresa estatal de telecomunicações.

O prédio tem uma arquitetura arrojada, e é o prédio mais alto da capital. A visita é gratuita e não precisa de agendamento.

A visita pode ser realizada de segunda a sexta, das 9h às 20h.

Chegamos na recepção do prédio e pedimos para subir ao mirador, e eles direcionaram uma funcionária para nos indicar o elevador panorâmico e subir conosco. No caminho ela deu algumas informações sobre o prédio.

O mirador fica no 26º andar do edifício de 160 metros de altura, e lá de cima você tem uma visão de 360 graus da cidade, com várias placas indicando os principais pontos turísticos em Montevidéu.

Nos arredores da Torre, você pode ver também os murais que a Oficina Torres García decorando as paredes do Hospital Saint Bois. Ali perto fica também a Antiga Estação Central General Artigas, construída na década de 1890.

20 – Palácio Legislativo de Montevidéu

Um dos pontos turísticos de Montevidéu que mais me surpreendeu foi o Palácio Legislativo.

A visita guiada que fizemos foi cheia de detalhes históricos e da arquitetura, valeu muito a pena! O prédio é lindíssimo!

As visitações acontecem somente nos finais de semana, sempre às 15h.

Infelizmente, durante a pandemia do coronavírus, as visitas guiadas ao Palácio Legislativo de Montevidéu estão suspensas.

Uma dica legal é combinar a visita guiada com a visita à Torre de las Comunicaciones, para apreciar o mirante bem na hora do por do sol.

Parque Batlle

21 – Estádio Centenario de Montevidéu e Museu do Futebol

É neste bairro, conhecido como o pulmão de Montevidéu, que você encontra um dos maiores parque da cidade (Parque José Batlle y Ordóñez).

Dentro do parque, há uma pista de atletismo, o Velódromo Municipal e o mundialmente famoso Estádio Centenario, cenário da primeira final de Copas do Mundo.

Fizemos a visita ao Estádio Centenário de Montevidéu, bem como ao Museu do Futebol, que funciona lá também.

Infelizmente, o estádio apresentava alguns sinais de abandono, o que deu uma tristeza quando pensamos na importância do Centenário para a história do futebol.

De toda forma, vale a visita se você é fã do esporte. O museu do futebol, apesar de simples, tem muitas peças interessantes e históricas também.

Cólon e Melilla

22 – Bodega Bouza

O Uruguai tem tradição em vinhos, por isso chegamos na região das vinícolas em Montevidéu!

Primeiro, vamos falar da mais famosa, a Bodega Bouza. Com certeza, um dos pontos turísticos de Montevidéu mais visitados por brasileiros e demais turistas.

O tour na Bodega Bouza inclui um passeio pelos campos e vinhedos até a adega, para conhecer o processo de produção de ponta a ponta.

No final do tour, há degustação dos vinhos da bodega.

23 – Bodegas Carrau

Apesar de ser vizinha da Bouza, as Bodegas Carrau são bem menos conhecidas pelos turistas em Montevidéu.

A bodega é uma empresa familiar, original da Catalunha. Há registros que a Família Carrau se dedica à produção vinícola no Velho Continente desde 1752.

Já são dez gerações ininterruptas de enólogos na família. No Uruguai, eles estão desde 1930.

Ao visitar as Bodegas Carrau, você vai conhecer uma das vinícolas mais antigas do país, construída em 1887 e recuperada pela família Carrau.

Tudo ali é histórico. Desde o casarão colonial, o parque e vinhedo da família já são parte da tradição de vinhos no Uruguai.

24 – Bodega Santa Rosa

Para fechar a tríade de viniccolas em Montevidéu, temos a Bodega Santa Rosa.

Considerada a mais antiga produtora de espumantes finos e naturais do Uruguai, é apelidada de “vinícola museu” e não é à toa. Já são mais de 115 anos de história.

É mais uma casa familiar e cheia de tradição. Quem visita tem o privilégio de conhecer uma das mais importantes caves subterrâneas da América do Sul, com mais de 4.000 metros de extensão.

Prado

25 – Parque Del Prado

Para terminar essa jornada pelos principais pontos turísticos de Montevidéu, vamos falar do maior parque da cidade.

O Parque del Prado fica bem afastado do centro da cidade, mas não desanime com a distância. Muita gente considera esse o ponto turístico mais bonito de Montevidéu.

A enorme área verde, junto com o riacho que corta o parque, convidam para uma caminhada ou um piquenique.

Ainda há outras atrações dentro do parque, como a Residência de Suárez, a morada oficial do presidente, o Castelo Soneira, o Jardim Botânico de Montevidéu e o belíssimo Rosedal, com mais de 300 espécies de rosas vindas a França.

Planeje sua viagem

Seguro viagem para o Uruguai

O Seguro Viagem não é obrigatório para viajar para o Uruguai. Mas mesmo sendo uma viagem bem perto do Brasil, a gente não abre mão de viajar com seguro para lá.

A gente nunca sabe o que pode acontecer, desde pequenos incidentes, bagagem extraviada ou qualquer outra intercorrência na viagem, é melhor viajar tranquilo contando com o seguro.

Na hora de fazer a compra de seguro viagem, eu sempre uso o site da Real Seguros. Esse site funciona como um comparador de preços entre as seguradoras. 

Basta colocar o destino e as datas da sua viagem, que você descobre facilmente qual o seguro que oferece o melhor custo-benefício pra você.

Não esqueça de contratar um Seguro Viagem antes de embarcar para o exterior!

> Faça uma cotação com a Real Seguros e aproveite o super desconto de até 16% no seguro viagem (11% OFF pelo link + 5% de desconto para pagamento em boleto).

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, pode ler mais sobre Seguro Viagem aqui no site.

Onde se hospedar em Montevidéu

Os dois bairros mais estruturados para receber os turistas em Montevidéu são Punta Carretas e Pocitos. Eu particularmente gostei muito do clima calmo e dos fantásticos restaurantes de Punta Carretas.

Pocitos tem uma vibe mais agitada, com mais pessoas e casas de festa. Se você procura mais agito, eu diria para escolher ficar por lá.

Algumas opções de hospedagem bem avaliadas na cidade são:

27 Suítes – nossa escolha, são flats confortáveis e bem localizados em Punta Carretas.

Esplendor by Wyndham Montevideo Punta Carretas 

Pocitos Plaza Hotel

Punta Trouville Hotel

Ainda não achou seu hotel ideal em Montevidéu? 

Veja aqui mais opções de hotéis e pousadas em Montevidéu e escolha o seu.

Faça suas reservas

Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Luciana disse:

Oi Klecia, adorei seu post. Estamos planejando uma viagem para o Uruguai e adorei saber das atrações grátis. Agora uma pergunta, no Mirador da torre de Telecomunicações da pra assistir ao por do sol? Sempre procuramos um local para essa hora do dia. Obrigada e parabéns pelo post

Klécia disse:

Oi Luciana, tudo bem?
Quando fomos, conseguimos exatamente esse horário no final do dia. Mas procurei em vários lugares o horário exato de funcionamento e não encontrei. Apenas o horário das visitas guiadas está descrito no site da Antel:

Horarios de visitas:

Lunes, Miércoles y Viernes: 15:30, 16:00, 16:30 y 17:00 hs.
Martes y Jueves: 10:30, 11:00, 11:30 y 12:00 hs.

Eles também deixam um email de contato, talvez você consiga perguntar com certeza por aqui: visitasguiadas_grupo@antel.com.uy

Abraco e boa viagem!

Eu não sei os motivos, mas eu tenho um caso de amor com o Uruguai antes mesmo de conhecê-lo =D Eu tenho MTA vontade de conhecer o país e roda-lo todo de carro. E aí eu que sempre julguei que Montevideu era uma cidade para 1 ou 2 dias me deparo com um post desse. =x Quanta coisa boa e a custo zero. =D

Eu iria com com certeza passar pelo mercado e por todas as feiras, eu tbm adoro conhecer os sabores e os aromas das comidas locais e acredito que são nesses lugares que conhecemos a verdadeira comida do país/cidade.

Passear pela orla e sem dúvidas me delicias com o pôr do sol. =D

Uruguai está mais do que na lista!

Klécia disse:

Oi Mayte, pra conhecer só os pontos turísticos principais, dois dias dá sim. Mas eu passei cinco dias por lá, e teria passado bem mais! Fui em quase todas as feiras, que são uma delicia! Caminhar nessa orla tambem é um programa delicioso!
Quando for fazer essa road trip, me chama? =D

Mas eu gosto assim, de aproveitar o destino e não simplesmente passar para conhecer! Muito bacana sua viagem. 😉 Opa com certeza, será um prazer! =D

Marta Chan disse:

Ehh adoro estes posts do que fazer nas cidades de graça 😀 Normalmente visito muitos parques, por isso o parque Rodo está na minha lista. Ja reparei que Montevideu é um destino famoso no meio dos brasileiros!

Excelentes dicas de viagem para o Uruguai. Já está tudo anotadinho aqui na minha lista para quando conseguir conhecer mais esse país da América do Sul. Belo post, parabéns!

Contramapa disse:

Que fome que me deu com essa parrillada! Parecem-me muito boas dicas! A América Latina é uma zona que ainda tenho de explorar…

Há tantas coisas boas para serem feitas em Montevidéu. Bom saber, porque muitos colocam sempre em dúvida se vale assim tão a pena.

Nem de propósito! Para o mês que vem estou a pensar ir a Buenos Aires e Montevideu 🙂 Estava com algumas dúvidas se valia a pena… mas acho que sim!!

Acredita que ainda não conheço o Uruguai? E sempre ouço falar tão bem desse país e de suas belezas, além do povo hospitaleiro e que gosta dos brasileiros. Mas está na minha lista e quando eu for visitar Montevidéu vou usar todas as suas dicas aqui. Ótimo post, parabéns.

Dani Bispo disse:

Sou louca para conhecer o Uruguai. Adorei o post. Muito direto e resumido. Vou guardar para quem sabe um dia poder usá-lo

Bjs
Dani Bispo
abolonhesa.com

Rui Baptista disse:

Sobram encantos a Montevideu. A segunda vez que aí fui gostei ainda mais. É como uma velha aristocrata sem saber se quer sair da sua encantadora decadência 🙂 Obrigado por me ter feito voltar a essa cidade.

Francisco Agostinho disse:

Começo a ficar curioso com este país o Uruguai que ara nós europeus é esquecido nos roteiros, óptimas dicas, obrigado e boas viagens !

Mariana disse:

Ótimas dicas Klécia, obrigada! E as fotos são lindas! Atrações gratuitas são as melhores atrações para nós viajantes 😀 Anotei quase todas aqui para a primeira visita!