Fui Ser Viajante

Mercado Central de Belo Horizonte, o coração de BH

Compartilhar

Passeando pelo coração de BH.

Recentemente fui à Belo Horizonte e claro, uma das paradas foi no “Mercadão“.  Sei que quem é da cidade não costuma visitar muito o local, mas para turistas vale a pena, principalmente se você quer levar uns quitutes mineiros pra casa. Quem mora lá acha o local caro, mas pra quem não é de Minas, os preços são menores do que geralmente pagamos por esses produtos e você vai encontrar de tudo num só lugar.

Pra quem nunca ouviu falar, vai uma breve explicação: o Mercado Central foi inaugurado em 7 de setembro de 1929, atualmente possui uma área de  24.000m², com 400 lojas que empregam diretamente 2.850 funcionários e recebe mensalmente um milhão e duzentas mil pessoas de acordo com seu site.

O lugar oferece de tudo, de queijos e temperos à torneiras e buchas de banho. Por isso vou dar alguns avisos pois o lugar pode não agradar a todos e também umas dicas pra quem vai:

Primeiramente, não vá com fome, ele não é como o Mercadão de São Paulo que você encontra vários restaurantes tradicionais no segundo andar. No de BH há poucos bares e padarias dentro e servem mais petiscos e bebidas, recomendo passar antes pelo Savassi, que é um bairro com ótimos restaurantes e fica ali pertinho.

Se você não gosta de ver animais enjaulados sendo vendidos para abate, esse não vai ser o melhor passeio pois há uma área que tem muitos animais como galinhas, patos, codornas e coelhos à venda. É possível ver até mesmo cachorros e gatos para venda e adoção.

E se você não se sente bem em lugares com corredores e muitas gente, talvez não vá gostar. O Mercado está sempre cheio e você circula por corredores estreitos na maior parte do tempo.

Muito importante também: deixe esse passeio por último! Não tem como, você vai levar queijos e doces pra família e precisa levá-los fresquinhos. Então se possível vá um dia antes de ir embora pra chegar com o produto fresco em casa.

Avisos feitos, vamos ao que você encontra de melhor: queijos. Muitos queijos! Os blocos são divididos pelas iguarias, acredito que o maior seja o de queijos. Parmesão, Canastra, nozinho, requeijão, frescal, coalho, prato… o que você quiser e até mesmo os que nunca ouviu falar.  Pode pedir pra experimentar que eles servem com prazer.

Eu particularmente fiquei encantada pela “Queijaria do Noé“, além da grande oferta os funcionários são ótimos, muito educados e atenciosos. Sabiam explicar o detalhe de cada queijo e como armazenar. Não achei eles nas redes sociais mas peguei o cartão. No facebook do Mercado encontrei essa postagem sobre eles. Dá pra ver por que me encantei, é realmente um negócio da família levado com muito prazer por pai e filho.

Mas vale a pena bater perna e visitar quantas queijarias você puder.

Outra especialidade que vai encontrar são os doces e biscoitos. Gente, impossível sair de lá sem levar um docinho pra casa. São muitas variedades e marcas pra você levar pra toda família.

Cachaças!! Sim, muitas e muitas cachaças e outras bebidas pra você comprar e lembrar  de Minas nos momentos de celebrações com amigos e familiares.

Temperos sim!! Muitas especiarias pra você abandonar o sal e o Sazon e preparar comidas com os mais diversos sabores que pode imaginar.

E muitas outras coisas que você precisa conhecer. Como eles mesmos falam, o Mercado é um lugar de “Temperos, aromas, sabores, crenças, cores: todas as características mais marcantes da cultura mineira dão charme e muita personalidade ao mercado mais querido de Belo Horizonte”.

Infelizmente eu estava com pressa e não pude circular mais para conhecer cada detalhe do lugar, mas vale o passeio. O seu paladar e o dos amigos lembrados vão agradecer.  😉

 

Ficha Técnica

O quê? Mercado CentralSite

Onde? Av. Augusto de Lima, 744, Centro.

Quando? Segunda a sábado, das 7h às 18h. Domingos e feriados, das 7h às 13h.

Quanto? Entrada Gratuita.

Como chegar? Transporte público, Cabify, táxi, como quiser. É fácil acesso.

Salve esse post no seu Pinterest pra lembrar do nosso site sempre que for planejar sua viagem! 

Sair da versão mobile