Fui Ser Viajante

O que fazer em Rio das Flores no final de semana

Compartilhar

O que fazer em Rio das Flores RJ | Ta aí um dos destinos que mais me surpreendeu no estado do Rio de Janeiro. Sabe quando você vai visitar uma cidade pequena e imagina que não vai ter nada pra fazer por lá?

Foi exatamente assim que eu fiz as malas para conhecer a charmosa Rio das Flores, no antigo Vale do Café do Rio de Janeiro. Sul do estado, praticamente na divisa entre Rio e Minas, no vale do Paraíba.

E que surpresa boa foi chegar lá e descobrir que a região está repleta de atrativos – tantos que teve coisa que nem coube no nosso final de semana!

Vou contar nesse post tudo que visitamos em um final de semana em Rio das Flores, e no final do post ainda vou deixar sugestões de outros atrativos que merecem destaque na região mas a gente não conseguiu encaixar somente em 2 dias na cidade.

Preparado para conhecer Rio das Flores? Prometo que você vai se surpreender!

Leia também:
+ O que fazer em Visconde de Mauá, RJ: guia completo
+ O que fazer em Teresópolis: principais atrativos
+ O que fazer em Petrópolis, a cidade imperial do RJ
+ Cidades românticas para conhecer no Rio de Janeiro

O que fazer em Rio das Flores em um final de semana?

Rio das Flores está localizada numa região serrana do Rio de Janeiro, onde existe a maior concentração de fazendas históricas do estado. Por isso, claro que a história por trás do ciclo do café vai fazer parte do seu roteiro em Rio das Flores.

Mas além disso, a região tem uma beleza natural exuberante, que você pode curtir ao visitar cachoeiras, mirantes e trilhas.

Conhecer o centro histórico

O que o centro histórico de Rio das Flores tem de pequeno, tem de charmoso. Cara de cidade do interior, sabe?

A grande estrela fica por conta da Igreja matriz de Santa Teresa d’Ávila, onde Santos Dumont e sua irmã Sofia foram batizados (inclusive, tem um busto do nosso maior aviador na pracinha em frente da igreja).

Ainda pertinho da praça, você encontra a escadaria da matriz (que eu achei bem fotogênica) e o Museu Histórico Padre Sebastião Pereira da Silva, que reúne peças e documentos sobre o modo de vida local nos séculos XIX e XX.

O local documenta o modo de vida na região entre o fim do século XIX e início do XX (incluindo material de tortura usadas no período escravagista).

Já a Secretaria de Cultura fica um pouco mais afastada, mas pode ser visitada com uma pequena caminhada.

O prédio tem história, já que no passado abrigava ao mesmo tempo a Prefeitura, a delegacia e o presídio de Rio das Flores.

Visitar a Cachaçaria Werneck

Cachaçaria orgânica e mundialmente premiada? Rio das Flores tem! A Cachaçaria Werneck é uma empresa familiar, comandada pelo Sr. Eli Werneck e sua esposa.

A família do sr. Eli tem uma longa história com a região, muito antes de Rio das Flores ficar famosa pela produção de café.

Na época, o tetravô dele (Barão do Pati de Alferes) plantava cana-de-açúcar na região. As histórias de família acenderam a vocação no sr. Eli, que depois da sua aposentadoria vem dedicando seu tempo a Cachaçaria Werneck, na zona rural de Rio das Flores.

O projeto é baseado em sustentabilidade, com certificação da Abio. A cachaça é orgânica e não existe isso de monocultura – sr Eli planta de tudo um pouco na fazenda.

Para visitar a Cachaçaria Werneck, é necessário fazer agendamento (via telefone ou e-mail), diretamente com o Sr. Eli.

E é ele que acompanha a visita, mostrando com orgulho toda a estrutura da fazenda, o alambique e o processo de produção da premiada Cachaça Werneck.

A gente ainda deu sorte, e conseguimos visitar a cachaçaria num dia que o sr Eli estava “alambicando”, ou seja, vimos o processo de produção da cachaça acontecendo ao vivo!

Foi um prazer conhecer Sr Eli, ouvir sua história e ver o amor com que ele faz tudo na Cachaçaria Werneck.

No final do tour, ainda sentamos juntos e degustamos os 5 tipos de cachaça produzidos na fazenda, batendo papo com o mestre cachaceiro.

Nesse momento, você também pode comprar garrafas da premida cachaça. Nós optamos por um kit degustação com 4 mini-garrafas das variedades produzidas na cachaçaria.

Na minha opinião, uma das melhores atrações para quem procura o que fazer em Rio das Flores.

Como chegar na Cachaçaria Werneck em Rio das Flores: o GPS do Waze marca certinho a localização. Você vai seguir pela estrada do Barreado até encontrar uma ponte de ferro. Depois da ponte, a porteira de entrada da fazenda fica um pouco à frente, à esquerda. Há placas indicando.

Almoço na Fazenda Santo Inácio

Depois de nos despedirmos do sr. Eli, voltamos para a estrada. Hora do almoço e a gente ia em busca da melhor comida de fogão a lenha na região.

Na estrada que liga Rio das Flores e Valença (RJ 145), bem perto do pórtico de entrada de Rio das Flores, fica a entrada da fazenda Santo Inácio.

Mais uma das fazendas históricas do Vale do Café, a Santo Inácio é uma propriedade de 1835, que hoje abre as portas para receber visitantes aos sábados e domingos, para um almoço típico da roça.

Quando chegamos, fomos recebidos com um sorriso e uma prosa, e o aviso que o “almoço estava quase pronto”. O cheirinho de comida de fazenda não deixava mentir.

Enquanto a gente esperava, fomos andando pela sede, explorando os salões cheios de mesas largas e muitas cadeiras, esperando as visitas de todo final de semana.

Nos quartos, mobília de época. O banheiro, uma verdadeira volta no tempo.

Por volta das 13h, a sirene toca pra avisar que o almoço estava servido. Tudo funciona no estilo self-service, cada um indo se servir na cozinha, com os pratos fartos no fogão à lenha, mais saladas montadas no aparador ao lado.

Coma e repita, a comida é deliciosa e vale a pena cada caloria. O valor fixo de R$ 45 permite você comer quanto quiser.

Mas guarde um espaço pra sobremesa: mais uma mesa de doces caseiros feitos na Fazenda enchem os olhos e é impossível não provar.

As bebidas não estão incluídas no valor, e você pode optar entre suco, refrigerante, cervejas ou vinhos. O café coado e quentinho no final da experiência é cortesia da casa.

Ah, é possível negociar para abrir a casa para almoço em dias de semana, para grupos e empresas. Contato via telefone (24) 2548 1307 ou email (fazsantoinacio@yahoo.com.br).

Como chegar na Fazenda Santo Inácio: embora o Google Maps consiga marcar a posição da fazenda em Rio das Flores, nem o Waze nem o Google Maps conseguem calcular a rota corretamente.

Os dois indicam para seguir por uma estrada vizinha, chamada Estrada Santo Inácio, mas a tal estrada não se comunica com a fazenda.

Para não errar, anota a dica. Na RJ 145, quem vem de Rio das Flores deve passar dessa entrada marcada no GPS (estrada de Santo Inácio) e entrar na seguinte à direita, que já comunica com o estacionamento da fazenda, bem perto da estrada. Há uma placa indicativa na RJ 145 (bem discreta).

Vindo de Valença, passe do pórtico de Rio das Flores e entre na primeira à esquerda.

Florart: artesanato local

Seguimos para os passeios da tarde, começando pela sede do Florart, a associação de artesãos locais.

São aproximadamente 70 artesãos associados e a mostra de obras e peças pode ser visitada em uma das antigas estações de trem da estrada de ferro Rio das Flores.

A Florart abre de quarta a segunda, de 9:30 às 17:30h. Além do valor histórico de visitar uma antiga estação de trem construída desde a época áurea do café, você pode valorizar o artesanato local.

Entre a boa quantidade de peças, quero destacar especialmente as cachaças e cervejas locais, bordados e esculturas. Uma ótima sugestão para comprar lembrancinhas da viagem. Não é permitido tirar fotos no interior da estação.

Como chegar na Florart: saia de Rio das Flores seguindo na RJ 145, em direção a Manuel Duarte. A Florart fica na rodovia, na antiga estação de trem de Manuel Duarte (perto da Igreja Nossa Senhora Aparecida).

Há placas indicativas. Muitas vezes, o GPS também erra a localização precisa da Florart mas não tem erro se você seguir as indicações acima.

Fazenda do Paraízo (tour guiado)

Saindo da Florart em direção à Rio das Flores, temos mais uma parada a fazer. Inclusive, é uma atração que se tornou uma das nossas favoritas nesse final de semana em Rio das Flores.

A Fazenda do Paraízo (com Z mesmo, como se escrevia na época da fundação) é uma das fazendas históricas com o conjunto arquitetônico mais preservado desde a época do ciclo do café.

A fazenda só pertenceu a duas famílias desde sua construção (entre 1845 e 1853): A do barão do Rio Preto e a atual proprietária, a família Belfort.

Talvez por ter passado por tão poucos donos, a casa está incrivelmente preservada. E é família Belfort que se responsabiliza por manter e restaurar o patrimônio histórico da Fazenda do Paraízo.

São eles que nos recebem para a visita guiada, que pode ser agendada de segunda a sábado, para grupos a partir de 2 pessoas.

O custo é de R$80 por pessoa, e nós visitamos a sede histórica (que hoje é a casa da família, por isso as fotos do interior não são permitidas), as tulhas e o pátio onde se secava o café (um dos poucos preservados na região).

Outros destaques da visita ficam por conta da capela, dos móveis de época, do maquinário para beneficiamento do café – que veio substituir as pessoas escravizadas na época da abolição, e do café com bolos e outros quitutes, tudo preparado no fogão de ferro da fazenda.

Inclusive, foi nessa visita que provei pela primeira vez o bolo de pão de queijo, receita que a Simone Belfort ficou feliz em compartilhar com a gente.

Como chegar na Fazenda Paraízo: basta colocar o nome do GPS. Fica na RJ145, para quem sai de Rio das Flores, fica antes do povoado de Manuel Duarte.

Para quem volta da Florart, é só seguir em direção de Rio das Flores para encontrar a entrada da fazenda poucos quilômetros adiante.

A visita à Fazenda do Paraízo precisa ser agendada por telefone. O pagamento deve ser feito em dinheiro ou transferência.

Mirante dos Sonhos

Ainda dá tempo de conferir o por do sol? O melhor lugar pra fazer isso em Rio das Flores é o Mirante dos Sonhos.

O caminho não é dos mais fáceis. Já na chegada tem uma baita subida, é preciso engatar a primeira marcha e ficar longe da grama para não perder a tração.

Mas lá em cima, a recompensa é uma visão panorâmica da região de Rio das Flores, e com certeza um dos melhores mirantes para ver o por do sol.

A entrada é paga (R$15 por pessoa) mas o valor é convertido em consumação no bar montado no lugar pelos proprietários, Bruna e Marcelo.

O atendimento é simpático e a estrutura é boa, com balanço, redes, bancos de madeira com vista para o infinito. No quiosque, mesas e cadeiras de plástico ainda tem deixam apreciar a vista da região.

Só torça para ser um dia de pouco vento. Nesse dia, foi só o sol ir embora que começou uma ventania danada, esfriou muito e a gente decidiu descer de volta pra cidade pra esquentar um pouquinho.

Como chegar no Mirante dos Sonhos: só colocar no GPS. Entrada fica pertinho da Fazenda União. O horário de funcionamento é das 15-20h.

Bares de cerveja artesanal

Turismo cervejeiro nunca falta nas nossas viagens, então lá fomos nós procurar um bom lugar pra tomar cerveja artesanal. Se for uma microcervejaria local, melhor ainda.

Estação das Flores e restaurante Escondidinho

Nossa primeira parada foi na Estação das Flores, restaurante no centrinho de Rio das Flores.

A carta de cerveja é bem servida, tanto de rótulos nacionais quanto importados.

Pedimos pra começar uma Irish Red Ale da Cervejaria Rioflorense, cerveja local. Saborosa, mas o lote que provamos trazia um problema de excesso de carbonatação, uma pena. Tentamos a IPA, que estava com o mesmo problema.

Ainda há mais 3 rótulos da cervejaria: Witbier, Blond e Dry Stout, mas essas não provamos.

Além da Rioflorense, você pode provar muitas outras artesanais. Tudo fica exposto nas geladeiras, é só pedir. Para acompanhar, o bar serve porções, pizzas e caldos.

Cervejaria Golen

Bem em frente a Estação das Flores, você encontra o bar da Golen, uma microcervejaria de Juiz de Fora, que abriu o bar em Rio das Flores.

Infelizmente não demos sorte, e no dia eles só estavam com o chopp pilsen plugado. Provamos, claro. Refrescante e saboroso.

Eles também servem sanduíches e porções, mas não provamos.

Cachoeiras em Rio das Flores

O município de Rio das Flores tem três quedas d’água: a cachoeira do Amor, que fica em propriedade privada, e as cachoeiras de São Leandro e Chuveirinho, que ficam no balneário municipal.

Como estava muito frio para banho de cachu, nós apenas paramos para admirar a Cachoeira Chuveirinho, que fica na margem da estrada, no caminho para a Fazenda do Paraízo.

Infelizmente o lugar tinha uma certa cara de abandono, com lixo espalhado. O lugar podia ser bem mais bonito do que está, infelizmente.

Já a Cachoeira do Amor não tinha esse problema, por estar em propriedade particular. Ela pertence à propriedade da antiga Fazenda Independência.

Além do banho, a água foi represada em um lago usado para pesca. Também há estrutura com quadras, banheiros e bar.

A entrada é paga, mas durante a nossa visita o Google sinalizada o lugar como fechado permanentemente. Esperamos que seja somente durante os meses de inverno e a cachoeira volte a operar no próximo verão.

Vale ligar e conferir se a Cachoeira do Amor está recebendo visitantes. O telefone de contato é (24)998348514. Falar com sr. Afonso ou Dona Dora.

Povoado de São José das Três Ilhas

Sem exagero: todos os lugares que visitamos em Rio das Flores, os locais perguntavam: já foram em São José das Três Ilhas?

O local parece ser mesmo um orgulho da região, embora oficialmente não pertença mais ao município de Rio das Flores, e sim a Belmiro Braga, Minas Gerais.

O pequeno povoado tem menos de 300 habitantes e fica a 27km de distância de Rio das Flores. Talvez você lembre do lugar se já assistiu o filme Menino Maluquinho, já que o filme teve cenas gravadas por lá.

No lugar, você vai encontrar um casario colonial preservado, e uma bonita igreja de pedra construída pelos barões de café da região, no final do século XIX.

O passeio em São José das Três Ilhas é uma volta no tempo. Todo o conjunto arquitetônico de igreja, cemitério (onde foram sepultados os barões) e casario está tombado.

O pessoal é pura simpatia. O local hoje já abriga uma pousada e restaurantes. Passar em Três Ilhas fica como sugestão para seu domingo, já que pode ser visitado como um desvio no caminho de volta para o Rio de Janeiro.

Se por acaso você chegar no povoado e a igreja estiver fechada, procure pela pousada e pergunte se alguém pode abrir para você ver o lugar por dentro. Simpatia não falta e fica a certeza que o tempo passa em outro ritmo em de São José das Três Ilhas.

Como chegar em São José das Três Ilhas: coloque no GPS que não tem erro. Boa parte da estrada é feita em estrada de terra, mas o que você podia esperar já que vai fazer uma viagem no tempo?

Outros atrativos para conhecer em Rio das Flores

Como expliquei desde o começo, a lista de atrações com o que fazer em Rio das Flores surpreendeu e não coube no nosso fim de semana.

Não conseguimos visitar todas as atrações turísticas e como algumas são um clássico da região, vai aqui a lista com outros atrativos que vale a pena incluir no seu roteiro em Rio das Flores.

Fazenda União

Entre todas as fazendas de café da região, possivelmente a Fazenda União é a mais famosa.

Construída no ano de 1836, a fazenda pertencia ao Visconde de Rio Preto. Hoje foi transformada em hotel de luxo (um dos mais glamourosos da região do Vale do Café).

Além do hotel, o local abriga uma impressionante coleção de arte sacra, junto com várias peças do século XIX que teriam pertencido à Imperatriz Leopoldina ou Dom João IV.

É possível agendar uma visita guiada e conhecer de perto a plantação de café (uma das poucas da região, já que a produção entrou em decadência e a maioria dos produtores migrou para a criação de gado de leite e corte).

A visita inclui ainda o casarão com mobiliário de época, seus quartos e até a antiga senzala. Destaque também para uma das mais completas coleções de pratos brasonados da aristocracia brasileira.

Eu queria muito fazer a visita guiada, mas infelizmente visitamos a região durante o final de semana de abertura do Festival do Café, e a fazenda não estava recebendo visitantes por estar envolvida com o evento.

Como chegar na Fazenda União: basta colocar no GPS. O endereço é Estrada do Abarrancamento (RJ 135), km 25.

Para visitar, faça o agendamento por telefone: (24) 2458-1701 ou (24) 99915-1210. Pagamento em dinheiro ou cartão de crédito.

Você também pode optar por se hospedar na Fazenda União (veja opções de quartos aqui) e, assim, ter uma oportunidade de ver tudo com mais calma, de pertinho.

No tour da Fazenda do Paraízo, conhecemos um casal que estava hospedado lá.

Com sorte, você poderá viver a experiência que eles tiveram: eles ouviram do próprio Mário Vasconcelos, responsável pela propriedade e curador de arte e peças históricas da Fazenda União, a história da propriedade e puderam praticamente viver a experiência de um tour exclusivo (numa semana que a fazenda nem estava oferecendo tours regulares!).

Se hospedar na Fazenda União com certeza tem suas vantagens…

Faça sua reserva de hospedagem na Fazenda União.

Alambique Vieira e Castro

Rio das Flores está mesmo despontando como região produtora de cachaça no estado do Rio.

Depois do sucesso da Cachaçaria Werneck, o Alambique Vieira e Castro abriu as portas como mais uma opção para os amantes da mais brasileira de todas as bebidas.

É uma empresa familiar, e pra visitar basta falar com a família por telefone para confirmar que eles estão na propriedade (e segundo informações que pegamos na cidade, eles sempre estão por lá).

Nós não visitamos o alambique porque já era hora de pegar a estrada de volta para o Rio e não dava pra fazer degustação de cachaça e dirigir. Mas se você tem um tempinho a mais, sua lista com o que fazer em Rio das Flores merece mais essa visita.

Como chegar no Alambique Vieira e Castro: basta colocar no GPS. O endereço é Estrada da Fazenda União, 4447.

Mirante Boa Vista

O mirante mais famoso de Rio das Flores fica a cerca de 3 km do centro da cidade.

Lá de cima, a vista da Serra da Boa Vista parecia de tirar o fôlego, mas por abandono do lugar, o atrativo foi fechado para visitação.

Ficamos na torcida para que o Mirante Boa Vista volte a funcionar e que na sua viagem já seja possível acessar o local.

Festival do Vale do Café

O evento Mais importante da região do Vale do Café acontece anualmente, geralmente em julho.

A ideia é levar a música para os ambientes das fazendas históricas do vale. Cada apresentação tem cerca de 200 lugares disponíveis e é preciso comprar ingresso com antecedência.

Você assiste a apresentação musical (música clássica, choro, bossa nova e outros ritmos), conhece a sede da fazenda e ainda pode experimentar culinária local.

As fazendas participantes mudam todo ano e é preciso conferir a programação no site do Festival do Café para saber quais cidades e fazendas da região serão contempladas em cada final de semana do evento.

Infelizmente o site é um pouco confuso e eu sempre me enrolo na hora de entender como comprar os ingressos antecipados.

Ainda não participamos de nenhuma apresentação do festival, mas está muito na nossa lista para as próximas edições!

Quer conhecer outras cidades do Vale do Café? O festival é uma ótima oportunidade! Dê uma olhada em o que fazer em Conservatória!

Onde se hospedar em Rio das Flores

Como a cidade de Rio das Flores é bem pequena, você não tem muitas opções de hospedagem. Mas as que existem são bem satisfatórias e convidativas.

Pousada Vila Flor

Foi nossa escolha de pousada em Rio das Flores. Bem no centro, fica na praça em frente à escadaria da matriz, perto dos restaurantes, padaria e farmácia.

Olhando de fora, o casarão histórico esconde uma pousada aconchegante e charmosa demais por dentro. Tem piscina, a decoração é caprichada e tem a cara da roça.

O café da manhã é gostoso e servido com a simpatia da dona Margareth, responsável do lugar.

Ela inclusive é a mãe do mestre cervejeiro da cervejaria Rioflorense. Eu que vim de cidade pequena sei bem como é: todo mundo conhece ou é parente de todo mundo 🙂

Dona Margareth também foi muito atenciosa nos indicando as melhores atrações para visitar, fazendo os contatos para agendamento de visita na cachaçaria Werneck e na Fazenda do Paraízo, e até indicando as atrações que estavam fechadas durante nossa visita, como o Mirante Boa Vista e o tour da Fazenda União.

Em resumo: a hospedagem foi 10 e a Dona Margareth foi um amor!

Faça sua reserva na Pousada Vila Flor

Fazenda União

Se você pode investir mais no valor da hospedagem, eu não perderia a oportunidade de viver a experiência diferenciada de se hospedar na histórica Fazenda União.

Um dos lugares mais bonitos e históricos da serra, a Fazenda União ainda faz parte da associação dos Roteiros de Charme no Brasil.

Faça sua reserva de hospedagem na Fazenda União

Outras pousadas no centro de Rio das Flores

Caso queira conferir outras opções de hospedagem em Rio das Flores, dê uma olhada nessas outras pousadas:

– Pousada Rio das Flores
– Pousada Taboas

Veja todos os hotéis e pousadas em Rio das Flores

Como chegar em Rio das Flores

Rio das Flores fica a cerca de 200 km do Rio de Janeiro.

Para ir de ônibus:

Saindo do Rio de Janeiro, é preciso pegar um ônibus até a cidade de Valença e de lá seguir até Rio das Flores de ônibus ou táxi.

Para ir de Carro:

Saindo do Rio de Janeiro, existem algumas opções de trajeto e vale a pena avaliar a melhor a partir do seu ponto de partida:

Como saímos do Centro, a melhor opção para nós foi pegar a BR-040 até a saída 21 em Três Rios, seguir pela BR-393 até a RJ-135 e daí mais 30km até chegar em Rio das Flores. Por esse caminho, você já passa em frente à fazenda União e ao acesso ao Mirante dos sonhos! A estrada tem asfalto novo, mas é estreita e sinuosa neste ultimo trecho!

Outra opção ainda subindo a BR-040, é seguir até quase a divisa com Minas Gerais e pegar a saída em direção a Simão Pereira/Valença/Rio das Flores, daí basta seguir pela RJ-151 por cerca de 50km até Rio das Flores. Por esse trajeto, você passa no acesso a São José das Três Ilhas (foi o nosso caminho de volta para o Rio, após visitar o povoado) A estrada é mais larga mas o asfalto estava um pouco deteriorado. (e pra quem vem de Minas Gerais é uma das melhores opções).

Se você está perto da Rodovia Presidente Dutra ou vem de SP, a melhor opção é seguir até o km 236, e pegar a saída em direção à Piraí/Barra do Piraí/Valença, e seguir pela Rodovia RJ-145 por cerca de 80km.

Clique aqui para fazer uma cotação grátis para aluguel de carro – compare o preço entre as locadoras locais e encontre o melhor custo-benefício viajar para Rio das Flores – RJ.

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀

  Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
  Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
  Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha 10% de desconto em qualquer seguro do site!
 Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: TicketbarGet Your Guide

Sair da versão mobile