Um mergulho nas belezas do AquaRio | Rio de Janeiro

Visita ao AquaRIO | O maior aquário marinho da América do Sul fica aqui no Rio de Janeiro, sabiam? O Aquário Marinho do Rio, ou o AquaRio, foi um dos legados da Olimpíada que aconteceu em 2016 no Rio de Janeiro (nossa, o tempo tá voando!).

Logo na inauguração, era fila que não acabava mais, ingresso esgotado e aquela loucura para dar uma olhada nos temidos tubarões e tirar fotos dos primos do Nemo, o peixe-palhaço.

Eu queria muito visitar – tenho uma fixação pelo fundo do mar, e estava muito curiosa pela bandeira de trabalhos ecológicos e ambientais que o Aquário Marinho do Rio estava realizando e apoiando.

Mas com uma procura tão alta, decidi que era melhor esperar.

Aproveitei a visita dos meus pais aqui no Rio de Janeiro para fazer o passeio. Sem fila, com o ingresso comprado pela internet e carregado no celular – obrigada, modernidade.

Foi só chegar no AquaRio na hora marcada para o passeio. Vamos nessa comigo?

Leia também:
+ Tour Pequena África no Rio de Janeiro
+ Praia do Secreto no Rio de Janeiro: como chegar e aproveitar
+ Como é morar no Rio de Janeiro
+ Guia de praias da cidade do Rio de Janeiro
+ 10 cidades românticas para conhecer num bate e volta do Rio

AquaRio: tudo sobre a visita ao Aquário Marinho do Rio de Janeiro

Vou explicar cada pedacinho da nossa visita ao AquaRIO, e espero que isso ajude você a conhecer esse lugar bacana!

O prédio do AquaRio fica na Zona Portuária revitalizada, que ganhou novos ares e atrações durante a reforma para as Olimpíadas Rio 2016.

No Boulevard Olímpico, você pode combinar o passeio do AquaRIO e conhecer o mural do Kobra e vários outros street art bacanas, o Museu do Amanhã, o museu de arte do Rio (MAR), além de outras atrações mais “secretas”, como o Mosteiro de São Bento.

Essa região é hoje uma das mais bacanas e bonitas da cidade. Eu adoro andar por ali e visitar as atrações da região.

Como chegar no AquaRIO?

Para chegar no AquaRIO, você pode ir de carro ou transporte público. Para quem vai de carro, o maior problema é a vaga para estacionar, vou falar mais disso no próximo tópico.

Já o transporte público mais fácil e recomendado para chegar ao AquaRIO é o VLT (veículo leve sobre trilhos). A linha 1 do VLT (sentido Rodoviária / Praia Formosa) te deixa bem na porta, é só desembarcar na estação Utopia AquaRIO.

Você pode pegar o VLT na Cinelândia ou Carioca. Para chegar lá, basta descer na estação do metrô com o mesmo nome.

Para quem vem de ônibus, é preciso descer na Avenida Rio Branco ou Presidente Vargas e caminhar até o AquaRIO.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Estacionamento no AquaRio

Táxi ou Uber podem te deixar bem na porta do AquaRio. Mas se você for de carro, precisa pensar onde vai estacionar.

Como a gente estava de carro, antes de ir demos uma olhada no preço do estacionamento próprio do AquaRio: por 4 horas, salgados R$38,00 para não-sócios com ingresso para visitar o AquaRio.

Optamos por parar em um dos estacionamentos do centro da cidade. Como era sábado, o centro fica mais vazio e foi muito fácil achar estacionamentos com vagas e preços mais em conta.

Durante a semana, fica tudo lotado no centro do Rio e o estacionamento do AquaRio acaba sendo uma boa opção.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Ingressos e recepção no AquaRIO

Compramos o ingresso online com antecedência pelo site do AquaRIO, com hora marcada para às 10:30h.

Chegamos um pouquinho antes, às 10h. Ficamos no hall de entrada, onde funcionam as lanchonetes, banheiros e a bilheteria para quem vai comprar ingresso na hora.

De cara, chama a atenção a ossada de baleia jubarte presa no teto. Enorme! Ao lado, encontrei um painel que conta a história da baleia que encalhou na praia do Recreio em 2014.

A ossada foi recuperada de um aterro sanitário, para ser homenageada ali na entrada principal do AquaRio. Achei bem bacana!

Uma outra surpresa: ali no hall também está funcionando uma unidade do Dreamland Museu de Cera (mesma empresa de Gramado). Eles vão ficar funcionando ali por um ano, em parceria com o AquaRio.

Você pode aproveitar e combinar as duas atrações no mesmo dia, e tirar muitas fotos com os bonecos de cera!

Visita ao AquaRIO: passo a passo

Um pouco antes das 10:30h, chamaram nosso grupo e entramos no elevador. A descoberta do mundo submarino começa pelo terceiro andar.

Lá em cima, somos recepcionadas com a instruções da visita. Nada de flash, nem tocar no vidro. Em uma pequena fila, vamos passando pelos expositores de projetos sócio-ambientais que colaboram com o AquaRio, enquanto não chega nossa vez de validar o ingresso nas catracas de entrada.

Quando passamos o ingresso, pronto! Hora de dar um mergulho fundo nas belezas do AquaRio!

Lá dentro, tinha bastante gente! Culpei o sábado, mas a verdade é que o AquaRio atrai muita gente da cidade do Rio, e muitos, muitos turistas. Especialmente em dias chuvosos e meses de férias, a lotação aumente.

Para quem prefere curtir tudo com mais calma, a melhor opção é fazer a visita durante a semana e fora dessas épocas de alta demanda.

Não me decepcionei com a visita. Logo no começo, exposições educativas sobre o plâncton, sua importância para a geração de oxigênio e cadeia alimentar no fundo do mar. Com direito a microscópio para a criançada – e os adultos curiosos – darem uma espiada nos animais.

Leia também:
Ilha Fiscal: Um passeio nos últimos dias da monarquia no Brasil

Tanques de peixes do AquaRio

Eles vem logo em seguida! São vários: monocromáticos, multi-coloridos, cheios de peixes, enguias, tubarões.

Tudo muito lindo e é incrível ver a beleza das crianças tendo aquele primeiro encontro com o fundo do mar. Por toda parte, educadores dando explicações e monitorando o comportamento dos visitantes.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio
Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Existem alguns tanques mais concorridos. Desisti, por exemplo, de enfrentar a fila de quarenta minutos para “passar por dentro” do tanque de cardumes, uma redoma com lente especial que te dá a impressão de nadar junto com os peixes.

O tanque de tubarões, outro sucesso, sempre está lotado. Descobri que ele pode ser observado de dois lados, e você pode passar pelo primeiro, onde se aglomera a multidão, e ver tudo com mais calma no segundo vidro, dando a volta

Por fim, chegamos no mais disputado de todos, o grande tanque oceânico, repleto de arraias, tubarões e vários outros peixes, com o túnel que cruza o tanque sendo a maior estrela do AquaRIO.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Aproveitei pra tirar uma foto na entrada, enquanto não vinha ninguém. Por lá, sempre tem um educador pedindo para ninguém ‘estacionar’ na entrada, evitando tumultuar.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Museu do Surf

A visita termina com ao Museu do Surf, que conta a história desse esporte no Brasil e no mundo. Também há uma pequena exposição de conchas, de diversas cores e tamanhos.

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Como sempre, a saída é pela lojinha do AquaRio, cheia de lembrancinhas para quem quer levar uma recordação pra casa.

AquaRIO: Educação, Pesquisa e Conversação

Aquário Marinho do Rio - AquaRio

Quando conhecemos o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu levantamos a discussão da importância de um turismo consciente quando se trata de visitar atrações com animais.

Eu adoro animais, adoro fundo do mar, mas hoje faço questão de visitar apenas atrações que tenham uma proposta de preservação da biodiversidade.

O AquaRio defende os pilares da educação, pesquisa e conservação. Os biólogos marinhos do Aquário Marinho do Rio estão envolvidos em projetos de cultivo e manejo de corais, estudos sobre mudanças climáticas e seus efeitos em esponjas, análise de diversidade de arraias provenientes de diferentes ecossistemas, entre várias outras pesquisas.

Além disso, existe um trabalho de educação ambiental permanente, especialmente com as crianças que visitam o AquaRio.

Saber que isso está acontecendo em paralelo à nossa visita dá a certeza que ali não é apenas um local para fotos bonitas. É um ambiente que está lutando para preservação das nossas espécies e educação ambiental da nossa população. Bacana, einh?

Ficha técnica

O quê? Aquário Marinho do Rio – AquaRio | Site
Onde? Praça Muhammad Ali, Gambôa – Rio de Janeiro.
Principais atrativos? Tanques de diferentes ecossistemas marinhos. Tanque de toque.
Quando? Todos os dias das 10h às 18h, com entrada no circuito até 17h.
Quanto? A entrada geral custa R$80,00. Cariocas e moradores do Rio de Janeiro pagam a tarifa promocional de R$60,00. Pessoas com direito a ingresso de meia-entrada pagam R$40,00.
Estacionamento no local? Sim.
Como chegar? De carro, VLT, bicicleta, táxi ou transporte público. Para quem vai de VLT, a estação é Utopia – AquaRio.
O que levar? Máquina fotográfica para fotos sem flash.
Quanto tempo reservar? O circuito leva em média 1 hora, mas não há tempo estipulado para permanecer no AquaRio.
Não deixe de ver: O tanque principal, cheio de tubarões, arraias e outros peixes.

Agradeço ao AquaRIO pelo convite para (re)visitar o Aquário Marinho do Rio em agosto de 2019 e atualizar esse post com informações novinhas.

Confira os posts de outros blogs cariocas (grupo RBBV-RJ) que também visitaram o Aquário Marinho do Rio:

Olívia Garimpando por Aí | Chicas Lokas | Viagens Bacanas | Viajando com Daniela | Turista Full Time | Fora da Toca

Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Marcos disse:

Olá Klécia, obrigado pelo relato! Me tira uma dúvida, onde vcs estacionaram? mais especificamente? Onde ali no centro?

Obrigado!

Rafael Cassemiro disse:

Oi Marcos, Paramos em um estacionamento da rua 1o de Março (entre a Presidente Vargas e a Rua Visconde de Inhaúma). Nesse trecho entre 1o de Março e Rio Branco tem alguns estacionamentos também.
Obrigado pela Visita

Que passeio legal. Eu já escutei falar muito bem do aquário do Rio, mas nunca havia lido um relato. Fico feliz de saber que eles estão tendo todo o cuidado necessário não visando apenas lucro mas também a qualidade de vida dos animais.

Eu não sei pq, mas ando meio maluca por aquários rsrs é tudo tão bonito e curioso que vem me despertando cada vez mais interesse nesse tipo de passeio. Todos parecem iguais e ao mesmo tempo diferente rs…

Adorei sua foto no túnel, adorei como explorou o local e adorei ainda mais a baleia ser homenageada hihihi que bonitinha.

Klécia disse:

Eu gostei bastante do AquaRio! No dia que fui, o aquário de toque estava fechado, exatamente para cuidados com os animais. Achei importante, e bem bacana, a parte da conscientização ambiental, especialmente pra crianças. Um passeio completinho 🙂