O que fazer em Recife e Olinda

O que fazer em Recife e Olinda | Ah, que delícia falar de Pernambuco! Quando escrevo post do meu estado por aqui, parece que é mais especial pra mim, sabe?

Oxe, menino. Aprontar um roteiro de Recife e Olinda é como dar dicas para vocês explorarem a minha própria casa! E faço isso torcendo pra vocês gostarem demais da visita e voltarem outras vezes nessas duas cidades maravilhosas.

Pois essa é minha missão nesse post: mostrar o melhor que tem pra fazer em Recife e Olinda para quem está planejando visitar a cidade.

“Como é que pode a gente ter dois amores no peito? Eu amo Recife e adoro Olinda, mas não sei ainda quem fica em meu coração…” Petrúcio Amorim já cantava como é difícil escolher entre essas duas cidades.

Por que visitar só uma se você pode conhecer as duas? As cidades-irmãs são tão coladinhas que é até difícil saber quando termina uma e começa a outra, por isso faz tanto sentido esse roteiro unificado.

Aqui você dicas sobre o que fazer em Recife e Olinda durante 2, 3, 4 e até 5 dias nas cidades.

Tem atrações para todo gosto: história, praia, arte, gastronomia e muita alegria do povo pernambucano!

O que fazer em Recife e Olinda: um roteiro 2, 3 ou mais dias

As duas cidades tem muita coisa para conhecer, então eu separaria pelo menos 4 ou 5 dias para conhecer Recife, Olinda e arredores.

Mas como a gente sabe que nem sempre dá pra aproveitar esse tempo todo no destino, preparamos também opções de roteiro para quem tem poucos dias em Recife e Olinda.

Leia também: 10 museus para conhecer em Recife e Olinda

Praça do Marco Zero, Recife Antigo. O que fazer em Recife e Olinda.
Praça do Marco Zero, Recife Antigo.

Roteiro de 2 dias: o que fazer em Recife e Olinda em um final de semana

Na hora de decidir o que fazer em Recife e Olinda em apenas dois dias, a melhor opção é dividir um dia para cada cidade. Se for final de semana, separe o sábado para Olinda e o domingo para o Recife, para conseguir aproveitar o melhor de cada cidade no final de semana!

#dia1: Sábado em Olinda

Olinda é uma cidade de artes e ateliês. Pelas suas ladeiras, você encontra muita gente boa trabalhando com arte, e passear nessas ruas no sábado é certeza de encontrar tudo aberto, esperando os turistas.
Separe um calçado confortável, porque é mesmo muita subida e descida. Comece o dia pela Praça do Carmo, onde está a simbólica Igreja do Carmo. Daí, seu caminho é se perder nas ruas e ladeiras que ficaram tão famosas pelo Carnaval. Visite o Convento de São Francisco e o Mosteiro de São Bento. Aproveite as belezas dos museus regionais, casarões históricos e ateliês da região. Passe pela histórica Bodega do Veio, uma barraca cheia de itens curiosos da cultura nordestina.
Por fim, é hora de subir a íngreme ladeira da Sé, até o lendário Alto da Sé de Olinda. Por lá, além da Igreja da Sé, não faltam restaurantes e casas de artesanato. E tem a vista lá de cima, maravilhosa! Para o melhor ângulo, vale subir no elevador panorâmico do mirante da caixa d’água da Sé de Olinda, que do alto dos seus 20 metros, descortina uma vista linda das cidades-irmãs.
No final da tarde, o negócio pela praça da Sé começa a ficar ainda mais animado, com a feirinha da praça e os vários grupos de música que aparecem pelas ruas, vez ou outra. Dica gastronômica: experimente uma tapioca na feirinha, ou um acarajé. Uma delícia!

Igreja do Carmo, Olinda. Foto: Lásaro Trajano | Flickr
Igreja do Carmo, Olinda. Foto: Lásaro Trajano | Flickr

#dia2: Domingo no Recife

Comece o dia conhecendo a história de Recife. Visite o Pátio de São Pedro, cercado de atrações que tem tudo a ver com a cidade: a tradicional Catedral de São Pedro dos Clérigos, o Memorial Chico Science, o Memorial Luiz Gonzaga e o Museu de Arte Popular.

Seguindo pelas margens do Rio Capibaribe, encontre a linda Capela Dourada, a igreja mais visitada da capital pernambucana.
O almoço fica por conta do tradicional Restaurante Leite, que entra na briga pelo título de mais antigo do Brasil. O restaurante é famoso pelo seu bacalhau, mas não deixe de experimentar a cartola, a sobremesa mais deliciosa de Pernambuco!

Siga para o Recife Antigo e curta o fim de tarde no bairro mais boêmio de Recife! O bairro histórico tem atração pra todo gosto. Marco Zero, museus, parque de esculturas, artesanato, gastronomia, muita história! É o lugar onde a gente encontra a alma de Recife, e não tem bairro melhor para conhecer numa primeira visita à cidade. Depois de passear bastante, você ainda pode curtir a noite em um dos restaurantes do antigo porto, que está totalmente revitalizado.

Gostamos tanto do Antigo que temos um post cheio de detalhes de como aproveitar melhor o passeio. Você pode ler aqui:
Recife Antigo no coração: roteiro de um dia pelo centro histórico

Parque das Esculturas, Recife Antigo. O que fazer em Recife e Olinda.
Parque das Esculturas, Recife Antigo.

O que fazer em Recife e Olinda: roteiros para 3, 4 ou 5 dias

E se você for ficar mais tempo em Pernambuco, o que fazer em Recife e Olinda? Ainda restam muitas opções de lazer nas cidades, e recomendo que você também aproveite um pouco dos arredores! Anota nossas dicas de roteiro:

#dia3: Recife cultural + passeio de Catamarã

Aproveite um terceiro dia para conhecer o lado cultural da cidade de Recife. Os museus que eu mais recomendo são a Oficina Brennand e o Instituto Ricardo Brennand.

Recomendo esses dois para qualquer pessoa que vai visitar Recife. Como os dois ficam no bairro da Várzea, um pouco afastados do centro, você pode facilmente combinar os dois em um dia só.

O Instituto Ricardo Brennand só abre a tarde, então comece o dia pela Oficina Brennand. Almoce por lá e depois vá para o Instituto Ricardo Brennand.

Outras opções culturais em Recife são a Casa da Cultura, com as lojas de artesanato que funcionam nas celas da antiga penitenciária, e a visita ao tradicional Mercado São José, no centro.

Quem está por Boa Viagem também pode aproveitar um fim de tarde no Parque Dona Lindu (veja mais sobre a visita ao Parque Dona Lindo, pelo blog Cantinho de Ná).

Outra opção para terminar o dia é agendar um passeio de catamarã para assistir o pôr do sol navegando pelas águas do Rio Capibaribe, um dos rios que corta a capital pernambucana. Uma experiência para encantar e levar pra vida!

Oficina Brennand, Recife. O que fazer em Recife e Olinda.
Oficina Brennand, Recife.

#dia4: Praias de Pernambuco

Para quem fica alguns dias a mais em Pernambuco, vale dar uma esticada pelo litoral e conhecer as belas praias da região.

As praias da região metropolitana são as praias de Boa Viagem, do Pina e de Piedade. Mas nessas praias não dá pra dar aquele bom mergulho, por conta da ameaça de tubarões.

Para quem tem tempo e facilidade de deslocamento, vale pegar um carro e conhecer algumas das praias mais afastadas da capital.

No litoral norte, as mais procuradas são as praias de Maria Farinha (onde fica o Veneza Water Park, o parque aquático mais famoso de Pernambuco) e Itamaracá, onde podemos visitar a ilhota da Coroa do Avião e o museu do histórico do Forte Orange.

Já quem opta pelo litoral sul visita as praias mais famosas do Estado. Por lá, fica Porto de Galinhas, Maracaípe, praia dos Carneiros, Calhetas, e muitas outras praias lindas.

Eu escolho o litoral sul em 99% das vezes que vou a Pernambuco. Adoro visitar Porto de Galinhas (confira as dicas para conhecer Porto de Galinhas no blog Estrangeiras).

E tem mais. Sem medo de errar, digo que a praia dos Carneiros é uma das mais bonitas do Brasil – apesar da pouca estrutura de apoio, em comparação a Porto de Galinhas.

O blog Viagens Cine fez uma lista incrível com as 10 melhores praias de Pernambuco. Vale conferir pra escolher qual praia cane no seu roteiro!

Praia de Boa Viagem. O que fazer em Recife e Olinda.
Praia de Boa Viagem.

#dia5: Mergulho

Pouca gente sabe, mas Recife é conhecida como capital brasileira dos naufrágios. Então se você curte o esporte, essa é uma excelente oportunidade de viver uma experiência incrível!

No total, são 29 embarcações naufragadas (de propósito ou por acidente) na costa de Pernambuco, sendo que 18 ficam no Parque Artificial de Naufrágios de Pernambuco, em Recife.

A vida marinha e a boa temperatura da água são excelente atrativos para os mergulhos na região. É tanta beleza no parque de naufrágios que inúmeros mergulhadores são atraídos para as águas de Pernambuco, todos os anos.

O que fazer em Recife e Olinda. Vista de Olinda e Recife. Foto: André Canavelo | Flickr
Vista de Olinda e Recife. Foto: André Canavelo | Flickr

Dica bônus: Recife + João Pessoa

Outra coisa que eu fazia muito quando morava em Recife era tirar um dia (ou mais) para um bate e volta em João Pessoa.

Vocês não vão acreditar em como é pertinho! Uma hora de carro (sem trânsito) e você vai de um estado a outro, pode provar comidas e visitar praias dessas duas cidades massa!

Para explorar a cidade de João Pessoa, recomendo as dicas do Blog Até onde eu puder ir. Lá tem um roteiro completo sobre o que fazer em João Pessoa, com dicas de onde comer e o que fazer.

O que fazer em Recife e Olinda: Gostou do roteiro?

Então salve, compartilhe e comece a planejar essa viagem para Recife e Olinda!

Aproveita e salva esse post no seu Pinterest para consultar depois! 

O que fazer em Recife e Olinda
Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Marcelo Rabelo disse:

Ah, e falando no Parque da Jaqueira, seria muito interessante incluir a Zona Norte desses roteiros. É simplesmente a parte mais linda da cidade, com uma grande concentração de palacetes oitocentistas (nenhuma capital bate Recife neste quesito), a maravilhosa e histórica Praça de Casa Forte (tombada pelo IPHAN), a encantadora Estrada Real do Poço… e no centro faltou falar, por exemplo, do lindo conjunto arquitetônico da Praça da República.

Marcelo Rabelo disse:

Gente, faltou recomendar a maravilhosa e imponente Basílica do Carmo do Recife e Ordem Terceira, um conjunto lindíssimo, com a torre barroca mais alta do Brasil (50 metros), talha dourada de valor inestimável e lindas pinturas. Tem também a Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares, que Germain Bazin comparou com a Capela Sistina e que acabou de ser restaurada e está douradíssima, tem a Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio, tem a Igreja Madre de Deus com sua capela-mor de extremo bom gosto… sem falar que a Concatedral de São Pelo dos Clérigos vai passar por uma última restauração e ficará com o interior ainda mais impressionante. Mesmo a Capelinha da Jaqueira, na Zona Norte, é uma barroca muito lindinha e vale a visita porque dá também para aproveitar o maravilhoso parque homônimo, onde está situada.

Márcia disse:

Olá, pretendo visitar Olinda, recife e Porto de Galinhas…. você recomenda o aluguel de carro para se locomover inclusive dentro de recife?

Klécia disse:

Oi Marcia. Você vai com mais pessoas? Porque ai o carro compensa sim. Faz uma cotação com a Rentcars (tem o link aqui na barra lateral do blog) que ela compara as locadoras locais e acha o melhor preço pra você. Mas se estiver soZinha, o Uber atende bem e possivelmente sai mais econômico. Abraço e boas viagens

Eu nunca vou me perdoar por começar a dar valor para o nosso país somente depois de ter deixando ele pra trás. Não conheço Recife nem Olinda e são dois destinos que estão na lista, lendo seu post já me empolguei logo de cara quando você sugere que a gente se perca pelas ruelas de Olinda, me empolguei mais ainda com a ideia de provar a cartola no Restaurante Leite. Você fez tanta propaganda dele que hoje se tornou objetivo de vida =D

Com certeza o dia que eu for vou seguir a sua dica e ficar mais tempo, pois ir para Recife e não conhecer Carneiros e Porto de Galinhas é imperdoável, já sonho com aquela igrejiinha charmosa de Carneiros e as piscinas naturais de Porto de Galinhas.

Acabo de incluir nessa lista a Oficina Brennant e enquanto estiver em terras tupiniquins posso matar a saudades da minha cidade do coração: Barcelona!

Klécia disse:

Isso, Mayte! Vai com bastante tempo para ver e provar tudo! Todas as delicias da minha terrinha! 🙂 E não se torture pelo que você ainda não viu por aqui, estamos te esperando pra todas as visitas que você vai fazer 🙂

É vrdd, espero que tenha muitas idas e muitos passeios pelo Brasil! =D Antes de descer na sua terra, vou querer a lista completa do que DEVO provar 😉