Roteiro de um dia no Vaticano: o que fazer por lá

Eu tinha poucos dias em Roma nas últimas férias, mas uma das primeiras coisas que coloquei no planejamento foi o roteiro de um dia no Vaticano. Eu li bastante sobre o que dava para fazer por lá em apenas um dia. Queria aproveitar ao máximo o pouco tempo que eu teria no menor Estado soberano do mundo, mas sem muita correria. Pra conseguir cumprir o planejamento desse roteiro de um dia no Vaticano, começamos o dia bem cedo. Passamos o dia inteiro por lá, e só saímos do Vaticano por volta das 18:30h, com o sol já indo embora. Foi um dia bem cheio e com muitas filas, mas valeu cada segundo!

Só um dia no Vaticano: vale a pena?

Nao vou mentir pra vocês, o dia foi bem cansativo. Eu começo a suspeitar que fui a pessoa que mais pegou filas em Roma – e tinham me dito que abril ainda não seria tão terrível assim! As multidões chegam de vez em Roma para as férias de verão, a partir de junho. Mas no final de abril já encontrei uma multidão sem tamanho em todas as atrações da cidade, especialmente durante os finais de semana. Então, vá preparado para filas também. Roma parece ter muita gente o ano todo, todos os dias. Se você não encontrar multidões, esse roteiro de um dia no Vaticano pode ser executado com bem mais folga. Mas se o dia da sua visita for um dia cheio no Vaticano, dá pra fazer tudo que eu fiz em um dia sim, é só começar bem cedo!Roteiro de um dia no Vaticano

Qual o melhor dia da semana para ir ao Vaticano?

Bem, essa resposta depende basicamente da agenda do Papa, e se você quer encontrá-lo no Vaticano. Quando não está viajando, o Papa costuma fazer duas aparições semanais no Vaticano: na quarta-feira, para a Audiência Papal (precisa reservar um convite, mas é gratuito!), e aos domingos para o Angelus. Nesses dias, o Vaticano vai estar muito lotado, muito mesmo! Vai ficar difícil organizar as outras visitas, então nesse caso você precisaria de dois dias para conseguir fazer esse roteiro.

Eu optei por não ver o Papa dessa vez, e tentar visitar o Vaticano num dia com menos multidão. Eu teria em Roma a sexta, o sábado e o domingo. Com o domingo fora por conta da multidão, e descartando a sexta porque seria o dia da chegada e eu já perderia tempo entre o desembarque, a ida pro hotel e etc, reservei o sábado para visitar o Vaticano. Finais de semana são complicados em Roma, mas entre as opções que eu tinha, foi a melhor escolha para mim. Mas se você tiver outras opções, dê preferência aos dias de semana!Roteiro de um dia no Vaticano

Roteiro de um dia no Vaticano: o que fazer por lá!

Tudo no Vaticano é bem perto, então você não vai gastar muito tempo com deslocamentos. Eu organizei meu roteiro de um dia pelo Vaticano de forma que as atrações que precisavam de mais tempo fossem realizadas primeiro, então meu dia ficou assim:

1) Museus do Vaticano e Capela Sistina + almoço

Ainda no Brasil, reservei os ingressos para os Museus do Vaticano para o primeiro horário disponível, às 9h. O ingresso custou €20,00 (ingresso mais taxa de reserva pela internet), e a reserva foi feita no próprio site dos Museus do Vaticano. Reservar o ingresso com antecedência é muito importante! Chegamos nos Museus do Vaticano antes do horário agendado, e ainda pegamos uma pequena fila. Para quem não tinha ingresso, a fila era um verdadeiro desafio de paciência e dava a volta no quarteirão! Portanto, reserve os ingressos e leve o voucher impresso. Isso adianta todo o processo!

Eu gastei mais ou menos 4 horas nos Museus do Vaticano. Fiz o circuito completo de visita aos Museus, que termina na visita a Capela Sistina e almocei na Praça de Alimentação de lá. Praticamente não visitei os Jardins do Vaticano, dei apenas uma passada breve por lá. Primeiro porque eu já estava cansada de tanto andar nos Museus, e segundo porque eu dei prioridade para a visita à Basílica de São Pedro, que viria em seguida.

Foi bem cansativo, porque tem muita coisa pra ver e muita gente por toda parte, o que atrapalha um pouco o ritmo. Dá pra facilmente gastar um dia, ou mais de um dia, para visitar os Museus do Vaticano. Mas com 4 ou 5 horas dá pra fazer uma boa visita. Para ter noção do que você vai encontrar, e em quais salas você vai querer gastar mais tempo, leia o post completo sobre nossa visita aos Museus do Vaticano.

Leia mais:
Museus do Vaticano: um dos mais incríveis acervos do mundo!

Roteiro de um dia no Vaticano

2) Praça de São Pedro

A Praça de São Pedro é uma das mais lindas de toda a Itália, e vale muito passar um tempo dando uma volta pela praça e descobrindo suas belezas e muitos segredos. Eu combinei essa volta pela praça com a fila – enorme – que peguei para passar no detector de metais da segurança da entrada da Basílica. Como fiquei praticamente duas horas na fila, já aproveitei para ir passeando pela praça, fotografando e espiando aqui e ali.

Mas se você não visitar o Vaticano em um dia de fila, reserve algum tempo para dar uma volta pela praça! A emoção de estar nesse lugar, que você já viu tantas vezes pela TV, é enorme, independente de sua religião!!

Leia mais:
+ Um passeio cheio de mistérios e beleza pela Praça de São Pedro, no Vaticano

Roteiro de um dia no Vaticano

3) Cúpula da Basílica de São Pedro

Quando conseguimos passar pelo sistema de segurança da Basílica de São Pedro (as mochilas passam pelo raio-X e as pessoas pelo detector de metais), já eram quase 15:30h. Nem entramos na Basílica nesse momento. Como o acesso à Cúpula fecha uma hora antes do fechamento da Basílica, fizemos primeiro a visita à linda Cúpula da Basílica de São Pedro, que vale muito a pena!

Para visitar, é só procurar a porta que fica à direita da entrada principal da Basílica (indicada por placas), e comprar os bilhetes para a subida. A visita à Basílica de São Pedro é gratuita, mas para subir até a Cúpula e ter aquela vista magnífica da Praça de São Pedro, Roma e Vaticano do alto, é preciso desembolsar €6,00 (subida a pé pelas escadas – 551 degraus) ou €8,00 (subida com elevador até o terraço + 320 degraus de escadas).

Reserve uma hora para essa visita, e bastante disposição. Subimos com o elevador até parte do caminho, mas a metade mais íngreme e difícil só é percorrida com escadas. O passeio não é recomendado para claustrofóbicos, hipertensos e pessoas com dificuldade de locomoção. Para quem topar o desafio, a vista lá de cima compensa todo o esforço!

Leia mais:
+ O Vaticano do alto: subindo na Cúpula da Basílica de São Pedro

Roteiro de um dia no Vaticano

3) Interior da Basílica de São Pedro

O passeio pela Cúpula termina com a gente dentro da Basílica de São Pedro. Agora podemos aproveitar a Basílica até o fechamento, que acontece às 18:30h de outubro a março, e às 19h de abril a setembro. Tem muita coisa linda para ver por lá, então aproveite cada segundo. Não perca a Pietà de Michelangelo, o túmulo de São Pedro, o baldaquino de Bernini, o túmulo de João Paulo II e as muitas outras atrações e belezas de dentro da Basílica.

Leia mais:
+ Conhecendo o interior da Basílica de São Pedro, no Vaticano

Roteiro de um dia no Vaticano

4) Pôr do sol na Praça de São Pedro

Vale conferir qual o horário certinho do pôr do sol na época que você visitar o Vaticano. Provavelmente, vai ser bem perto do horário de fechamento da Basílica de São Pedro. Saia da Basílica para assistir o pôr do sol da Praça São Pedro. Eu fiz isso e foi um dos momentos de maior paz que já senti na vida!

Roteiro de um dia no Vaticano

Roteiro de um dia no Vaticano: Outras opções

Meu cronograma começa às 9h da manhã. Para quem quer começar o roteiro de um dia no Vaticano ainda mais cedo, é possível visitar a Basílica de São Pedro no começo do dia. Dessa forma, você seguiria esse meu roteiro ‘de trás pra frente’. A Basílica abre às 7h todos os dias, então você pode começar seu roteiro por lá. Eu não escolhi essa opção porque eu queria estar bem descansada para visitar os Museus do Vaticano, a principal atração para mim. Além disso, usei esse horário das 7h para passar pela Fontana di Trevi e conseguir uma foto mais vazia da atração, que fica sempre muito lotada ao longo do dia! Deu certo 🙂

Ah, não esqueça de tirar uma foto da Guarda Suíça Pontifícia, o serviço de guarda que faz a segurança oficial do Papa e do Vaticano. Eu acho eles muito bonitinhos com essas roupas!

Roteiro de um dia no Vaticano

Para um roteiro de um dia no Vaticano, essas são as atrações básicas. Além dessas atrações que visitei, existe uma outra que quero muito conhecer numa próxima visita ao Vaticano. A necrópole do Vaticano, onde estão as catacumbas mais antigas e históricas! Para esse passeio, é preciso reservar a data com antecedência e eu não consegui encaixar nas minhas datas. Mas fica a dica para quem vai ao Vaticano com mais tempo disponível!

 

 

Gostou do nosso roteiro de um dia no Vaticano? Então salve esse post no seu Pinterest! 😊

O que fazer no Vaticano - roteiro de um dia

 

Avatar for Klécia
Klécia
Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, mas que escolheu chamar o mundo inteiro de lar. Apaixonada pelas estradas e pelos destinos, acredita no poder dos encontros e descobertas de quem está sempre a caminho. O maior sonho? Colocar a mochila nas costas e dar a volta ao mundo ♥
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Camila disse:

Adorei as dicas e a forma clara e leve com que você escreve. Um dia quando realizar meu sonho de conhecer a Itália, vou usar suas dicas de roteiro!

Klécia disse:

Vai realizar esse sonho sim! Sonha alto que você pode ir muito longe obrigada por viajar com a gente aqui!

Nossa deve ter sido demais assistir ao por do sol do Vaticano. Infelizmente não tive essa sorte quando fui. Gostei muito das dicas sobre os melhores dias de visitar o Vaticano, já vou contar para algumas amigas. Bjs

Klécia disse:

O pôr-do-sol foi mesmo um ponto alto! Obrigada pelo comentário, Ana!

Roma e o Vaticana são maravilhosos, uma dia é bom mais daria para ficar vários dias na cidade do Vaticano para conhecer bem cada canto do museu e da igreja.

Klécia disse:

Com certeza, daria pra ficar muito mais tempo! Pretendo voltar e explorar mais e mais!

Muito legais as dicas do que fazer e ver no Vaticano em um dia. Realmente acaba sendo corrido mas dá para aproveitar bem. Eu quando fui não consegui entrar an Capela Sistina 🙁 mas fiz aquele tour subterrâneo no Vaticano que é bem interessante também.

Abraços

Klécia disse:

Eu tô doida pra fazer esse tour subterrâneo! Próxima vez ele não me escapa! 😀

Fabiana disse:

Já fui ao Vaticano e essas dicas fariam com que eu aproveitasse muito mais! Muito boa a matéria!

Klécia disse:

Obrigada, Fabiana! 😀

Adorei este roteiro de um dia! Perfeito! Acredito que a multidão que toma conta do Vaticano é diretamente proporcional às magníficas obras e belezas expostas por aí né?! Um dia eu tomo coragem e volto para ver tudo isso de perto! 🙂 bjinhos

Klécia disse:

Com certeza, diretamente proporcional, Ana!! Tô ansiosa pela sua volta a Roma! 🙂