Fui Ser Viajante

Viagem de carro pelo sul da Bahia: nosso roteiro de 22 dias

Viagem de carro pelo sul da Bahia

Foto: Fui Ser Viajante

Compartilhar

O sul da Bahia é um dos destinos mais gostosos do Brasil: combina cidades charmosas, praias paradisíacas e praticamente desertas, povo acolhedor e comidas com tempero da Bahia.

Uma viagem de carro pelo sul da Bahia é a proposta perfeita para quem quer curtir um pouco de isolamento, e para os viajantes que tem aquele espírito desbravador e não abrem mão de uma aventura na estrada.

Nós fizemos uma viagem de 20 dias pelo sul da Bahia, rodando de carro pelas principais cidades e praias da região. Gastamos mais 2 dias de deslocamento com a ida e volta RJ – BA, dando um total de 22 dias de viagem de carro do Rio de Janeiro a Bahia.

Vou compartilhar nosso roteiro completo nesse post, com dicas de quanto tempo ficar em cada cidade, restaurantes que experimentamos e quais as melhores praias da região.

Foto: Fui Ser Viajante

Um detalhe importante é que fizemos essa viagem saindo de carro do Rio de Janeiro até a Bahia – então também vou falar nesse texto sobre como sair do Rio de Janeiro para a Bahia de carro (como é a viagem pela BR101 e como evitar perrengues).

Então, vamos nessa? Vou dividir o post em 2 partes: 1) planejamento – como pensar o roteiro e como nós fizemos a viagem, e 2) como é viajar de carro do Rio de Janeiro até o sul da Bahia – pedágios, estradas, carro, infraestrutura, etc.

Vem comigo!

Planejamento: o que saber antes de ir ao sul da Bahia

Para qualquer viagem, planejamento é super importante. Mas quando estamos falando de uma viagem longa, com várias paradas, o planejamento de viagem vira item obrigatório.

Falando de uma viagem pelo sul da Bahia, o mais importante é definir quais serão as cidades de parada. Estudar bem o mapa e entender que não dá pra visitar todas as cidades, todas as praias, todos os lugares – mesmo estando de carro.

Uma viagem pelo sul da Bahia envolve muita praia, muito sol – e isso cansa bastante. Uma viagem de carro também pode lidar com imprevistos na estrada ou no próprio veículo. O ideal é montar um roteiro com bastante folga no cronograma, para descansar e lidar com algum contratempo que aparecer.

Foto: Fui Ser Viajante

E por falar em viagem for de carro, você têm mais algumas coisas a considerar: vai viajar com carro próprio, ou alugado? Qual a distância total de deslocamento? Qual o tempo previsto na estrada (sem considerar trânsito, engarrafamento ou outros imprevistos?)

Vai dirigir por quanto tempo sem parar? Vai fazer paradas para descansar da direção? Vai revezar na direção com alguém? Quanto será o investimento em gasolina e pedágios? Qual a condição da estrada?

É muita coisa, eu sei. Mas é preciso conferir todos esses detalhes na etapa de planejamento, para não estar lá na sua viagem e aí ter que lidar com imprevistos que poderiam ter sido evitados com planejamento.

Como pensar um roteiro pelo sul da Bahia?

Esse não foi nosso primeiro roteiro de uma viagem grande de carro (já tínhamos feito duas viagens similares antes). Por isso, já começamos a montar o roteiro pensando nos erros e acertos que tivemos nas experiências anteriores.

A primeira coisa que tínhamos em mente é que menos é mais. Por mais que a tentação seja encaixar todas as cidades e praias possíveis no roteiro pelo sul da Bahia, não vale a pena fazer um roteiro na correria e acabar sem aproveitar nada.

Você não vai querer passar 20 dias pulando de praia em praia, só clicando uma foto e partindo pra o destino seguinte, certo? Primeiro, ninguém aguenta esse ritmo (nem o carro, nem você). Segundo, são férias, certo? E férias em um dos destinos mais maravilhosos do Brasil. Então vamos aproveitar bem? Vamos.

Para montar nosso roteiro pelo sul da Bahia, começamos pelo básico: pesquisando sobre o destino. Quando falamos sul da Bahia, estamos falando de quais cidades, afinal?

Calculando deslocamentos: definindo a base do roteiro

O primeiro impulso foi pesquisar os destinos turísticos que estavam ao sul de Salvador e colocar tudo no mapa (usamos o Google Maps para calcular distâncias).

Mas aí caímos no primeiro impasse: de Morro de São Paulo (ali pertinho de Salvador) até Prado (no extremo sul da Bahia), são 550 km de estrada. É muito chão. Muita coisa pra 20 dias (lembrando que a gente ainda teria o deslocamento de carro RJ-BA, na ida e na volta).

Decidimos restringir mais um pouco: voltamos para o mapa e decidimos nos concentrar só nas cidades do extremo sul da Bahia. De Prado, até Santo André na Bahia (alguns quilômetros acima de Salvador), a gente iria percorrer 280 quilômetros – uma distância já bem mais possível para 20 dias.

Essa foi a distância-base. Porque na verdade a quilometragem foi bem maior, já que para acessar algumas cidades a gente precisava entrar por estradas menores, fazer desvios, etc.

Foto: Fui Ser Viajante

No total, na Bahia nós percorremos aproximadamente 600 quilômetros. Mais 2100 quilômetros de estrada na ida e volta RJ-BA.

Definimos então que para essa viagem de 20 dias no sul da Bahia, iríamos visitar destinos que estivessem entre Santo André e Prado. Essa seria nossa base de deslocamento no mapa.

Com isso em mente, decidimos o sentido da viagem. Resolvemos então que iriamos fazer a viagem “voltando pra casa”. Ou seja, a gente iria subir do Rio de Janeiro direto até Santo André, e de lá começaríamos a descer sentido Prado, visitando os próximos destinos do roteiro e depois seguindo na BR101 até chegar de volta ao Rio de Janeiro.

Definindo as paradas: que cidades visitar?

Com os limites geográficos estabelecidos, agora pensamos nas cidades e praias que gostaríamos de conhecer no sul da Bahia. Mais uma vez, voltamos para a pesquisa, apontando no Google Maps onde ficava cada um dos destinos, vendo o que era possível de incluir na viagem pelo sul da Bahia.

Decidimos também quanto tempo planejávamos dirigir por dia, e estabelecemos paradas para pernoite na ida – pensando em descansar da direção e evitar dirigir nas estradas durante a noite.

Com isso em mente, nosso roteiro planejado pelo sul da Bahia saindo do Rio de Janeiro ficou assim:

Dica de quem já foi: proposta de ajuste do roteiro

Foi um bom roteiro? Foi.

Ficou perfeito? Não.

Depois de executar o roteiro, sempre temos coisas que pensamos que poderíamos ter feito diferente para a viagem ficar ainda melhor. Por isso vou deixar aqui o que eu faria diferente hoje, se fosse fazer essa viagem de carro pelo sul da Bahia novamente, e quem sabe essas dicas podem te ajudar a ajustar alguma coisa no nosso roteiro proposto.

A principal mudança que eu faria hoje era tirado um dia de Porto Seguro do roteiro. Ficamos 2 pernoites, mas uma só seria mais que suficiente pra nosso estilo de viagem. A badalação dos Beach clubs não faz nosso estilo de viagem, preferimos praias mais desertas e paradisíacas.

Em um dia, você consegue conhecer o centro histórico de Porto Seguro, visitar um Beach Club para viver a experiência, e seguir viagem. Hoje, eu tiraria uma pernoite ali de Porto Seguro e colocaria mais um dia em destinos mais paradisíacos, como Arraial d’Ajuda, Praia do Espelho ou Cumuruxatiba.

Eu também mudaria a proposta de visita a Ponta do Corumbau: depois de conhecer a estrada e estrutura do destino, penso que é melhor fazer um passeio bate-e-volta saindo de Caraíva, ao invés de fazer o deslocamento até lá.

Apesar do destino ser muito lindo, a estrada estava em péssimas condições e a vila é muito, muito pequena, não oferece quase nenhuma estrutura. Eu não perderia a chance de conhecer Ponta do Corumbau, foi uma das praias mais lindas que vimos no sul da Bahia. Mas definitivamente iria preferir fazer um passeio bate-e-volta até lá do que ir de carro novamente.

Se você visitar nosso post de Ponta do Corumbau, explico direitinho como você pode fazer isso.

Lembrando que para chegar em Santo André é preciso fazer uma travessia de balsa, mas você pode atravessar com o carro tranquilamente. A travessia de Porto Seguro até Arraial d’Ajuda também é feita de balsa, mas pode atravessar com o carro, sem problemas.

O único lugar que você vai precisar deixar o carro num estacionamento e atravessar de canoa é Caraíva (já que na vila não circulam carros. Mas do lado do local onde você faz o embarque, existem vários estacionamentos com preços bacanas. Pode deixar o carro lá sem problemas.

Quando ir ao sul da Bahia?

A boa notícia é que você pode visitar o sul da Bahia o ano inteiro. A região tem chuvas bem espalhadas ao longo do ano, e o mais provável é que você pegue alguma chuva por lá em algum dia do roteiro, se for fazer uma viagem longa.

Lembrando que o sul da Bahia sofre influência das tempestades que atingem a região Sudeste – por isso se o clima ficar muito ruim nessa região, é provável que o sul da Bahia também pegue alguns dias de tempo ruim.

Nós fizemos nossa viagem pelo sul da Bahia no mês de novembro – e foi exatamente assim: pegamos alguns dias de sol, alguns dias de chuva. A boa notícia é que a chuva não chegava a estragar um dia inteiro de passeio. Chovia, mas parava ao longo do dia, então dava pra aproveitar a praia todos os dias, mesmo se o tempo não estivesse firme.

Ah, e mesmo com chuva, o termômetro não desapontava: estava sempre calor no sul da Bahia.

Foto: Fui Ser Viajante

Com é ir de carro do Rio de Janeiro até o sul da Bahia?

Uma viagem de carro do Rio de Janeiro até a Bahia é um desafio com gostinho de aventura (e vice-versa). A partir de Vitória – ES, a estrada tem muitos pedaços de pista simples, o que exige mais atenção e pode deixar você mais susceptível a longos trechos de engarrafamento.

Foto: Fui Ser Viajante

Também a partir de Vitória ES, a estrada começa a ser invadida pelos caminhões de madeira, que fazem o transporte do eucalipto para as fábricas de papel da região. Mais congestionamentos, trechos de lentidão e perigos na estrada.

Outro fator a considerar é que, especialmente depois de entrar na Bahia, a qualidade e segurança da estrada fica bem prejudicada. Os buracos começam a aparecer com mais frequência, a sinalização é falha em vários momentos. A gente não conhecia a estrada e, juntando tudo isso, decidimos que dirigir à noite nas estradas estava fora de cogitação.

Com isso, na ida decidimos fazer uma parada para descansar em São Mateus ES. Até lá, dirigimos cerca de 740 km depois do nosso ponto de partida, fazendo uma parada para almoço e algumas paradas para ir ao banheiro no caminho.

Essa pernoite em São Mateus foi essencial para descansar, e além disso nos salvou de dirigir a noite pelas estradas da Bahia. Pegamos um hotel bem simples, só pra dormir e descansar mesmo: o Hotel Gêmeos.

Na volta, o trecho a ser percorrido seria de Prado para o Rio de Janeiro (950 km de estrada). Saímos bem cedo do hotel (7h da manhã) e seguimos. Com as paradas para almoço e banheiro, chegamos no Rio de Janeiro por volta das 21h.

Decidimos não fazer parada para pernoite nesse trecho porque já conhecíamos bem a estrada no Rio de Janeiro. Mas se você não tem costume de dirigir longas distâncias, ou não estiver revezando a direção com ninguém, pode ser uma boa ideia fazer uma parada de pernoite na volta também.

Viajar com carro próprio ou alugado?

Essa é uma decisão muito pessoal. É importante pensar também nos prós e contras de cada opção.

Para ir com seu carro: qual modelo de carro que você tem? Você acha que ele tem condições de encarar cerca de 3000 km de estrada entre ida e volta RJ-BA? Você quer adicionar essa quilometragem ao odômetro do seu veículo – sabendo que isso tem impacto no valor final do carro quando você for vendê-lo?

A documentação do seu carro está em dia? O seguro também? Lembre-se que é essencial passar em uma oficina para fazer uma revisão geral do seu carro antes da viagem: pneus, freios, motor, tudo.

Para alugar um veículo: Você pode escolher o modelo do carro pensando em pegar a estrada em uma viagem longa. Pode dar preferência a modelos com mais espaço de mala, ou mais potência de motor, de acordo com suas necessidades.

Uma coisa que conta a favor do carro alugado seria que, nessa proposta de viagem, você iria pegar e devolver o carro na mesma cidade. Isso diminui os custos de locação (já que não seria cobrada aquela taxa de retirar o carro numa cidade e devolver em outra).

Outro fator que conta para o carro alugado seria a condição de manutenção do carro. Em geral os carros de locadora estão com a revisão em dia. Só nunca esqueça de fazer o seguro na hora do aluguel (e não economize na hora de investir em seguro, especialmente para uma viagem desse porte).

Alguns custos não mudam se você for com seu carro, ou com carro de locadora: gastos com combustível e pedágio serão exatamente iguais.

Para quem prefere alugar um carro, você pode fazer um orçamento online no site da RentCars. O site faz uma comparação gratuita do valor do aluguel em diferentes locadoras, e mostra o melhor custo-benefício dentro da categoria de veículo que você procura.

É um serviço online e gratuito, e você pode fazer a reserva online do carro sem custos extras também, até parcelando o valor da locação. Faça aqui uma cotação gratuita de aluguel de carro.

Cuidados antes de fazer uma viagem de carro

Visite uma oficina mecânica de confiança para fazer uma checagem geral – isso é essencial antes de qualquer viagem de carro, longa ou curta.

Aqui vão alguns itens que você precisa conferir antes de uma viagem de carro: condições dos pneus, suspensão, freios, lâmpadas (farol, seta, lâmpadas reservas, etc), líquido do radiador, estado das palhetas do limpador de parabrisa e óleo do motor.

Não esqueça também de conferir a validade da sua carteira de habilitação e a documentação do veículo.

Cálculo de gastos: quanto custa viajar de carro do Rio de Janeiro até a Bahia?

Os principais gastos de uma viagem de carro do Rio de Janeiro até a Bahia são os pedágios, as travessias de balsa e o combustível.

De pedágios, você vai gastar R$ 56,70 no trecho Rio de Janeiro/RJ – Santo André/BA, e R$58,10 no trecho Prado/BA – Rio de Janeiro/RJ (valores de abril de 2021).

O valor do combustível vai depender do tipo de combustível e consumo de seu carro. Existem alguns sites que podem te ajudar na estimativa, como mapeia.com.br.

Por exemplo: com o valor da gasolina a R$6/L, e um carro que faz 11km/L em média, a estimativa é que você gastaria R$ 582,15 no trecho Prado/BA – Rio de Janeiro/RJ. Você pode colocar o trecho, e os valores do seu veículo para fazer o cálculo de acordo com sua realidade no site.

Travessias de balsas:

Santa Cruz de Cabrália – Santo André: A barca funciona 24h e leva pedestres e veículos. A travessia do rio João de Tiba é tranquila e leva cerca de 10 minutos.

Saindo de Santa Cruz de Cabrália, há partidas a cada 30 minutos, das 6h até às 18h. A partir daí, há uma balsa a cada hora até meia noite, e depois uma balsa às 2h e outra às 4h da madrugada.

O preço da travessia de balsa para Santo André varia de acordo com o tipo de veículo e o dia da semana. 

Foto: Fui Ser Viajante

Para carros, a travessia Santa Cruz de Cabrália – Santo André custa R$ 18,60 em dias úteis, e R$ 22,90 em feriados e finais de semana. Para cada passageiro além do motorista, é cobrado mais R$ 5,00, independente do dia da semana. Valores atualizados em novembro de 2020.

Porto Seguro – Arraial d’Ajuda: a balsa funciona para pedestres e veículos, e tem saída a cada 30 minutos. Para pedestres, ela geralmente opera até às 18h. A balsa de carros funciona 24h. A travessia do Rio Buranhém é tranquila e leva cerca de 10 minutos.

De segunda a sábado (em baixa temporada), a travessia custa R$18 por veículo. Para cada passageiro além do motorista, é cobrado mais R$ 4,50, independente do dia da semana.

Em domingos, feriados e alta temporada, a travessia custa R$21 por veículo. Para cada passageiro além do motorista, é cobrado mais R$ 4,50. Valores atualizados em novembro de 2020.

Nova Caraíva – Caraíva: Pagamos R$7 por dia para deixar o carro em um estacionamento próximo ao píer de embarque, em Nova Caraíva. Para a travessia de canoa, pagamos R$5 por trecho, por pessoa (paga-se tanto na ida quanto na volta).

Dicas de paradas na estrada: posto de gasolina, lugares para comer e ir ao banheiro

Outra grande dúvida na hora de pegar a estrada é a infraestrutura. Afinal a estrada é quase sempre um território desconhecido, e a gente nunca sabe se vai encontrar lugar para abastecer o carro, fazer um lanche, ir ao banheiro e almoçar / jantar.

Se você vai pegar a estrada do Rio de Janeiro até o sul da Bahia, vou indicar alguns lugares que paramos e que tinham boas condições de atendimento e higiene.

Foto: Fui Ser Viajante

Lembrando de, como citei, as condições na estrada mudam muito rápido. Testamos esses lugares na viagem em novembro de 2020 – pode ser que na época da sua viagem, coisas tenham mudado, desde a gerência dos estabelecimentos até sua própria existência.

Por isso, é essencial em viagens longas de carro sempre levar lanches e água no carro, e nunca deixar o tanque de combustível chegar na reserva.

Foto: Fui Ser Viajante

Dicas de hotéis: onde ficamos hospedados

Para finalizar esse post com dicas para planejar uma viagem ao sul da Bahia de carro, vou deixar listado os hotéis que ficamos hospedados nessa viagem.

Foram escolhas de hospedagem pensando no custo-benefício. Pousadas confortáveis e bem localizadas – que atendiam bem para quem queria descansar depois de um dia inteiro de praias e sol.

Para cada cidade que visitamos no sul da Bahia, também tem um post aqui no blog com dicas de o que fazer por lá, que montamos com bases das nossas dicas dessa viagem. Vale a pena conferir cada um deles antes da sua viagem também.

Esta planejando uma viagem pelo sul da Bahia?

Que legal! Esse foi um dos melhores roteiros que já fizemos pelo Brasil. Conta pra gente aqui nos comentários quais cidades você vai passar, se vai usar alguma dica aqui do roteiro ou se tem alguma coisa pra sugerir.

E se tiver alguma dúvida sobre essa viagem de carro pelo sul da Bahia, comenta aqui também que vamos ter prazer em te ajudar nessa aventura.

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀   Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
  Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
  Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha até 16% de desconto em qualquer seguro do site (11% OFF + 5% para pagamento no boleto)
 Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: Tiqets e Get Your Guide
Sair da versão mobile