Maras e Moray: dica de passeio nos arredores de Cusco

Peru é uma surpresa atrás da outra. E quando a gente chegou em Cusco, a sensação era que estávamos fazendo parte de um capítulo surpreendente e interessante do History Channel. Cada dia na antiga capital Inca foi um aprendizado sobre a cultura e inteligência desse povo. É impossível não se maravilhar com a religião, costumes e força desses homens e mulheres, e seus descendentes, que buscam até hoje preservar as tradições mais antigas. O tour em Maras e Moray é um dos mais recomendados em Cusco, e uma excelente oportunidade para ver tudo isso de perto.

Tour Maras e Moray: o que você precisa saber

Moray fica a 50 km de Cusco, a aproximadamente 3500 metros de altitude (cerca de 100 metros acima de Cusco). Há várias teorias para o que era o lugar. A principal diz que Moray foi um laboratório agrícola experimental Inca, onde eles conseguiam simular diferentes micro-climas e produzir uma variedade enorme de produtos. Com isso, os Incas desenvolveram novas variedades de alimentos, especialmente batatas.

Não falei que os Incas eram danados de inteligentes?

Maras é uma cidade vizinha, que também pertence ao Vale Sagrado dos Incas. Está a aproximadamente 40km de Cusco e 3380 metros acima do nível do mar. Ela é conhecida por suas Salineras, minas de sal que existem desde os tempos dos Incas. A água salgada vem das montanhas próximas e se acumulam em poças. Com a evaporação, os blocos de sal podem ser minerados e a venda do produto é a principal fonte de renda da região.

Tour Maras e Moray - Cusco - Salineras de Maras

Como conhecer Maras e Moray?

Como todos os tours em Cusco, você pode optar por conhecer Maras e Moray por conta própria ou com um guia. Para quem vai fazer por conta própria, você pode ir até Maras e Moray com carro, ônibus, táxi ou Uber. Nesses casos, você pode contratar um guia privado para te acompanhar durante o tour. Muitos ficam na portaria de cada atração e isso vai enriquecer muito a sua experiência.

Nós optamos por fazer o passeio guiado em grupo. Compramos o tour Maras e Moray com a empresa Comfort Perú Travel, nos arredores da Plaza de Armas de Cusco. Por 30 soles por pessoa (setembro de 2017), o passeio durou um dia (saída às 8h), e estava incluído o guia e o transporte. Gastos extras: boleto turístico de Cusco, para entrar no sítio arqueológico de Moray, e 10 soles para entrar nas Salineras de Maras.

A grande preocupação na hora de montar seu roteiro em Cusco é a altitude. Você tem que se aclimatar com a altitude antes de encarar os passeios mais difíceis, que exigem maior esforço físico. O tour Maras e Moray não é um dos mais difíceis. Encaramos no nosso segundo dia em Cusco, e não tivemos nenhum problema grande. Só um pouco de cansaço nas subidas, mas eram poucas. Mas é importante dizer que o mal de altitude, ou soroche, não é brincadeira e pode estragar a sua viagem.

É importante se preparar com as dicas de viagem para evitar o soroche. E não esqueça de contratar o seguro-viagem antes de embarcar! Você pode fazer a cotação com nosso parceiro Seguros Promo, pagar o menor preço do mercado e ainda ajudar o blog, que recebe uma pequena comissão por cada venda.

Tour Maras e Moray - Cusco - Salineras de Maras

Como foi nosso tour por Maras e Moray

Encontramos nosso guia na Plaza Regocijo, bem ao lado da Plaza de Armas de Cusco. De lá, andando por uns 15 minutos até o local onde o micro-ônibus nos esperava. Recentemente, carros grandes foram proibidos de circular no centro de Cusco para preservar a área. Então, todos os dias de manhã a cena se repete: uma verdadeira migração de grupos de turismo, caminhando para fora do centro, até os ônibus.

Como sempre, no mesmo ônibus estavam pessoas que compraram o tour em diferentes agências e pagaram diferentes valores. Todos recebendo o mesmo serviço. Então o importante é pesquisar para pagar o menor preço na agência, porque o tour oferecido acaba sendo o mesmo na maioria das vezes.

O que visitamos no tour Maras e Moray?

1 – Chinchero

Nossa primeira parada foi no povoado de Chinchero, em uma casa onde mulheres com trajes tradicionais nos mostraram como eles trabalham de forma artesanal a lã (de alpaca, lhama) para limpar, tingir e tecer. No final da apresentação elas pedem uma contribuição voluntária para ajudar a comunidade de mulheres produtoras em Chinchero. Por lá também estão à venda os tecidos, roupas e artesanatos produzidos por lá.

Tour Maras e Moray - Cusco - Chinchero

O preço? Não tem jeito: quanto mais raro, original e artesanal, mais caro. Então pra sair do Peru com uma peça produzida com lã de alpaca bebê, o mais nobre de todos os fios produzidos nos Andes, se prepare para desembolsar uma nota.

Tour Maras e Moray - Cusco - Chinchero

Chinchero também tem um sítio arqueológico. O povoado foi construído sobre uma antiga comunidade Inca muito importante no auge dessa civilização. Chinchero ficava bem na rota do antigo caminho Inca que levava até Machu Picchu. As principais ruínas estão onde hoje fica a Igreja e a antiga praça. A visita ao sítio arqueológico de Chinchero está inclusa no Boleto Turístico de Cusco, mas ele é visitado durante o tour do Vale Sagrado dos Incas.

Saiba mais sobre o Boleto Turístico de Cusco!

2 – Sítio arqueológico de Moray

A segunda parada do tour é em Moray. Visitamos as ruínas Incas dos antigos terraços e plataformas onde funcionava o laboratório agrícola experimental. São 3 grandes conjuntos de terraços, que ocupam uma grande área. O guia nos perguntou se queríamos fazer o caminho mais longo, que dá a volta por todos os terraços, ou pegar o atalho que passa pelo meio deles (e diminui o tempo do tour). Nós optamos por dar a volta e ver todos os detalhes das construções históricas.

Fomos caminhando lentamente (olha a altitude!), enquanto ele explicava que Moray, em quéchua, significa círculos. Ele também explicou uma coisa muito interessante:

Incas eram os antigos reis, mas o nome do povo era Quéchua. Quéchua também é o nome da língua que eles falavam, e que ainda é praticada por algumas pessoas na região!

Enquanto a gente dava a volta nos três grandes conjuntos de terraços de Moray, percebemos que eles foram construídos aproveitando a geografia do lugar, entre várias montanhas. A forma circular e os vários níveis de plataformas estão acompanhando as montanhas. Já a posição de cada terraço leva em consideração as rotas dos vento e o sol. Tudo isso permitia a geração de diferentes micro-climas, experimentação e cultivo de diversas espécies.

Tour Maras e Moray - Cusco - Terraços de Moray

Só pra dar um exemplo, quanto mais baixo o terraço, mais quente e úmido, ideal para produtos mais tropicais. Os terraços mais altos eram mais frios, secos e sujeitos ao vento, e simulavam o clima andino.

Os terraços ainda contavam com um sistema de irrigação e é possível ver traços do caminho que a água percorria. Apesar das ruínas de Moray estarem bastante prejudicadas de uma forma geral, é incrível perceber como muita coisa sobreviveu aos séculos de erosão, chuvas, terremotos e outras condições adversas. Um lento trabalho de contenção de danos e reconstrução vem sendo executado, o que é essencial para preservação de uma das principais atrações da região do Vale Sagrado dos Incas.

Tour Maras e Moray - Cusco - Terraços de Moray

3 – Maras

Quando chegamos em Maras, nosso micro-ônibus fez uma primeira e breve parada na praça central da cidade, para que a gente pudesse visitar um pequeno comércio local. Se acostumem, isso acontece em todo tour em Cusco. Você vai entrar em mil lojinhas de artesanato, feirinhas e lojas de roupas de lã de alpaca. Prepare o bolso ou a paciência 😀

Tour Maras e Moray - Cusco - Comércio em Maras
Tour Maras e Moray - Cusco - Praça em Maras
Tour Maras e Moray - Cusco - Praça em Maras

Essa parada foi boa para comprar lanche e água, já que esse tour não inclui almoço e a fome começava a apertar. De lá, seguimos para as salineras. Já na chegada, o motorista avisa para olharmos para a direita no ônibus e vem a surpresa:

Aquela imensidão de branco no meio da montanha!
Tour Maras e Moray - Cusco - Salineras de Maras

Como a entrada na região das salineras não está incluída no boleto turístico, pagamos mais 10 soles por pessoa. Antes de nos liberar para um passeio livre, o guia explicou um pouco da história e de como funciona a produção de sal. A água salobra vem das montanhas, se acumula nas poças e começa a evaporar.

No final do processo, cada poça é um enorme bloco de sal, que é minerado por uma das famílias de Maras. Cada família tem direito a explorar cerca de 40 poças.  Segundo os locais, o sal extraído de Maras tem diferentes propriedades: para cada cor, um uso que vai desde o alimentar ao medicinal.

Tour Maras e Moray - Cusco - Salineras de Maras

Começamos a caminhar pela Salinera, na área delimitada destinada aos turistas. Não podemos pisar nas poças de água, nem entrar na região onde as famílias estão trabalhando para extrair o sal. Passamos pela lateral, nos desviando dos outros tantos turistas que estão fazendo o mesmo caminho. Mas vale muito a pena! É inacreditável estar em uma mina de sal que tem mais de mil anos de história!

Coloquei a mão na água que desce das montanhas e provei o sal na ponta da língua, igual eu fiz no Salar de Uyuni, na Bolívia. Coloquei a mão na água que começava a evaporar de uma das poças, e minha mão secou esbranquiçada e desidratada! É muito sal, gente! A saída é por mais um grupo de lojinhas locais, com muito sal à venda, e vários outros artesanatos. Claro, não pode faltar!

Tour Maras e Moray - Cusco - Salineras de Maras

Gostou do tour Maras e Moray?

O passeio termina por aqui. Começamos o regresso até Cusco. Chegamos na cidade por volta das 15h, com tempo pra almoçar e explorar um pouco do centro da cidade. Recomendamos fortemente o tour Maras e Moray. Você vai ter uma bonita experiência com a cultura Inca. Uma visão geral de como ela se desenvolveu no passado, e como sobrevive até hoje, nas famílias que moram na região do Vale Sagrado dos Incas.

Tour Maras e Moray - Cusco
Lila Cassemiro
Pernambucana, contadora de histórias e bem curiosa. Geminiana apaixonada por artes e culturas, sempre com a mala pronta pra viajar de novo. Eu gosto de gente.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *