Fui Ser Viajante

Mapa da França – conheça as regiões turísticas do país

Compartilhar

Mapa da França e principais regiões turísticas | Eu tenho um sonho megalomaníaco: fazer uma viagem enorme pela França, explorando o melhor de cada uma das suas regiões turísticas.

Desde a primeira viagem para o país, fiquei completamente encantada. À medida que fui voltando e conhecendo outras regiões do país, o amor só aumentou.

Já conheci algumas das regiões turísticas da França e posso afirmar, sem medo de errar, que o país não para de surpreender. Com regiões completamente diferentes umas das outras, é possível explorar culturas, sabores e paisagens completamente indo de norte a sul do país.

Mapa da França: conheça as principais regiões turísticas do país

O mapa da França é dividido em diversas regiões turísticas, com características bem diferentes – praias, montanhas, castelos, vilarejos, jardins, patrimônios históricos e arquitetônicos, gastronomia…

Fiz um esquema ilustrado para apontar onde ficam e as principais características de algumas dessas regiões turísticas, e esse mapa da França vai nos guiar ao longo desse post.

Como dá pra ver, o país é bem grande e oferece destinos para diferentes tipos de viagem. Essa variedade é ótima porque oferece infinitas possibilidades dentro de um mesmo país.

Mas isso pode ser, também, um fator de dúvida que torna ainda mais difícil a escolha do roteiro da viagem. Como selecionar o que você quer ou não visitar na França?

Para quem quer explorar a França além de Paris, é importante conhecer quais são os principais atrativos de cada região, para assim escolher o que tem mais a ver com você, e até mesmo qual a melhor região para visitar em cada época do ano.

Neste texto, não vamos falar de todas elas, mas vamos te contar um pouco mais sobre as principais regiões turísticas da França e porque você devia conhecê-las.

– Île-de-France

No mapa, marcamos a região turística da Île-de-France com a famosa Torre Eiffel. Esse destino fica na região central do país, onde está localizada a capital Paris, a cidade turística mais visitada no mundo.

Por isso, essa região costuma ser a porta de entrada para quem viaja ao país.

Os atrativos históricos e culturais são o forte da região de Île-de-France. Por ser uma grande metrópole, Paris tem um pouco de tudo.

Desde os pontos turísticos famosos como a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, o Sacré-Cœur de Montmartre, até os museus como Louvre e Orsay, e os passeios clássicos como o entardecer num barco pelo Rio Sena.

Além disso, os bairros menos conhecidos de Paris são ótimos para andar a pé tranquilamente pelas ruas, desfrutando a cidade. Some-se a isso boa gastronomia e opções para quem quer curtir a vida noturna.

Um dos posts mais visitados aqui no blog é o roteiro de 5 dias em Paris, que usamos na nossa primeira viagem pra lá.

E depois de aproveitar tudo que a cidade oferece é possível conhecer os arredores em um bate e volta. Temos um post com 16 bate e volta que você pode fazer a partir de Paris, só pra te inspirar a ir além da capital quando visitar o país.

O mais procurado é o Palácio de Versalhes, que atrai milhares de visitantes todos os meses. Há, ainda, cidades menores bem charmosas e que ficam bem pertinho de Paris, como Montmorency, Nanterre, Évry, Mantes-la-Jolie, Pontoise e outras.

– Champagne-Ardenne

Está vendo as taças de Champagne no mapa da França, bem à direita da região de Île-de-France? Ali fica a região de Champagne-Ardenne.

A única região do mundo com certificado de autenticidade para produzir o “vinho com borbulhas”, o branco espumante que ficou mundialmente conhecido pelo nome do local onde é feito: Champagne!

Assim surgiu a Rota dos Vinhos de Champange, cada vez mais procurada por turistas.

Nós já visitamos essa região e tem um post aqui no blog contando nosso roteiro pelas principais cidades da rota do champagne na França – vale conferir e conhecer!

Por estar localizada perto de Paris (cerca de 150 km), é possível fazer um bate de volta de trem partindo da capital até a cidade de Reims, que foi reconstruída após ser destruída na Primeira Guerra Mundial e hoje conta com lugares históricos e vida noturna agitada.

Em Champagne-Ardenne, o que não faltam são caves e produtores de champagne para visitar!

É possível ver de perto o processo de fabricação de champanhe, fazer degustações, visitar as construções subterrâneas onde os vinhos ficam armazenados, além de conhecer parques naturais e praticar ecoturismo.

A melhor época pra visitar a região de Champagne-Ardenne é entre os meses de setembro e outubro, quando acontece a colheita de uvas e a região se transforma.

Nos meses de inverno, muitas casas de Champagne fecham para os visitantes, e a paisagem natural não é tão bonita quanto em outras épocas do ano. Por isso, o ideal é evitar viajar nessa época.

– Alsácia

O coração no mapa marca uma das regiões mais românticas da França: a Alsácia. Prepare-se para viver um verdadeiro conto de fadas!

Ali, você vai ficar na dúvida se está na França ou Alemanha. Localizada na divisa dos dois países e fazendo fronteira também com a Suíça, a Alsácia é a menor região francesa e tem forte influência alemã na arquitetura, na gastronomia, nos nomes de alguns lugares e em diversos outros costumes locais.

Sua principal cidade é Estrasburgo, que tem vários monumentos históricos e é sede formal do Parlamento Europeu, além de ter um grande número de estudantes universitários.

Mas a cidade mais conhecida e visitada é Colmar, apelidada de Pequena Veneza devido aos seus canais, e que tem construções que fazem você pensar que se transportou para alguma das histórias de princesas dos livros infantis!

A região da Alsácia tem ainda outros cenários que são verdadeiros cartões-postais e devem ser percorridos com calma, preferencialmente de carro, apreciando belas paisagens com castelos medievais, patrimônios históricos e muitas vinícolas.

– Auvergne-Rhône Alpes

Os Alpes franceses são outra sensação entre as regiões turísticas da França. Essa região está apontada com o pequeno esquiador à direita do mapa da França que ilustramos pra você.

Com grande parte do território localizado em montanhas, a região dos Alpes tem muita natureza e é muito procurada principalmente nos meses de inverno na Europa, de dezembro a fevereiro.

Além disso, é considerada por muita gente como a região francesa com a melhor gastronomia.

Por lá é possível conhecer o patrimônio arquitetônico e os museus de Lyon, uma cidade francesa que também se destaca pela ótima gastronomia.

Andar de bicicleta por Grenoble e fazer a trilha do Monte Bastille para ver a cidade do alto são outros pontos altos dessa região.

Caminhar pelas ruas cheias de história de Clermont-Ferrand e subir até o vulcão adormecido Puy de Dôme também não podem ficar de fora da lista.

Aproveite ainda para relaxar com a tranquilidade de Annecy, que é cercada de montanhas e fica à beira de um belíssimo lago.

Para os turistas que procuram onde praticar esportes de inverno na França, com certeza a região de Auvergne-Rhône Alpes é o destino ideal. A cidade de Chamonix-Mont-Blanc, que fica na base da maior montanha da Europa Ocidental, o Mont Blanc, é o destino mais indicado.  

Provence

Está vendo as lavandinhas ali no canto inferior direito do mapa da França? Ali é Provence!

Impossível não se encantar pelos enormes campos de lavanda, pelas cidadezinhas históricas e pequenas vilas entre montanhas, com construções medievais.

A gastronomia e os vinhos da Provence são outros pontos altos da viagem por essa região. Tudo isso faz com que seja uma das regiões mais procuradas pelos turistas que viajam pela França, ficando atrás apenas de Paris.

As principais cidades que podem servir de base para quem pretende visitar a região são:

Aix em Provence (destaque para os cafés, restaurantes e museus),

Arles (com muitas ruínas que são patrimônios da UNESCO),

Avignon (tem construções medievais e é Patrimônio Mundial da UNESCO) e

Baux (onde fica a mina de pedra Carrière des Lumières, cujas paredes são transformadas em telas para projeção de imagens de obras de pintores franceses).

Outros passeios recomendados na Provence são os cânions de Gorges du Verdon e a montanha de Sainte-Victoire, imagem presente em muitas obras do pintor Paul Cezánne, que é natural de Aix, cidade que fica próxima.

O verão é a temporada de viagem para quem desejar visitar os campos de lavanda e girassóis, que são marca registrada da região. Ao mesmo tempo, essa época é super concorrida na Provence (especialmente no mês de agosto), por isso os preços sobem e as pequenas cidades ficam lotadas.

Quem viaja na primavera e outono europeu perde as lavandas, mas ganha temperaturas mais amenas e preços mais em conta.

– Côte d’Azur

Ali pertinho da Provence, nosso guarda-sol de praia no mapa da França marca a localização da Côte d’Azur, o destino de verão mais badalado da França (quiçá, da Europa).

Para quem gosta de praia, nenhuma região do país atrai mais que a belíssima costa azul, também chamada de Riviera Francesa, localizada entre a costa do Mar Mediterrâneo e as montanhas.

Esse é considerado um dos trechos litorâneos mais bonitos do mundo, e não é a toa!

Em aproximadamente três horas é possível cruzar de carro toda a região, que vai da Provence até a divisa com a Itália. Mas, com mais tempo, a dica é escolher algumas paradas estratégicas.

Entre as cidades mais conhecidas estão as luxuosas Nice, Cannes, Saint-Tropez e o Principado de Mônaco, que estão sempre nos holofotes por serem muito frequentadas por celebridades.

Também há cidades menos famosas e tão charmosas quanto, que podem ser opções mais em conta na hora de se hospedar, como Antibes, Menton e Èze. Em todas elas, os destaques são as águas azuis e as temperaturas agradáveis durante o ano todo.

– Pirineus

A cadeia de montanhas no sul da França, conhecida como Os Pirineus, é outra região turística muito procurada no Paris. É só olhar no mapa da França bem ao sul, onde colocamos as montanhas e os lagos.

A enorme cadeia de montanhas de mais de 340km de extensão forma uma barreira natural que demarca a fronteira entre França e Espanha.

Nos seus pontos mais altos, os cumes podem chegar a 3400 metros de altitude – e o que não faltam nas montanhas são cachoeiras, lagos com paisagens deslumbrantes, florestas e vida selvagem para você admirar.

A região dos Pirineus é ideal para os viajantes que procuram contato com natureza selvagem, com direito a muita trilha e escaladas.

A melhor época para visitar os Pirineus vai de maio a setembro, entre os meses de primavera e verão. No outono e inverno as condições climáticas dificultam o turismo na região.

– Bordeaux

Acima dos Pirineus no mapa da França você encontra a região de Bordeaux.

Famosa pelos vinhos que se destacam tanto na qualidade (alguns considerados de alto padrão, especialmente os tintos) como na quantidade – é o local onde se concentra a maior produção de vinho em todo o mundo.

A cidade de mesmo nome, localizada às margens do rio Garonne e com muitos atrativos como museus e lugares históricos, é o melhor ponto de partida para explorar as vinícolas da região. É possível fazer visitas guiadas e degustar a bebida. Este passeio pode ser feito por conta própria, de carro, ou em pacotes oferecidos por agências locais.

Ao todo a região de Bordeaux tem mais de 100 mil hectares de vinícolas, localizadas próximas de antigos castelos e em meio a belas paisagens.

– Vale do Loire

Tá vendo o castelo ali no mapa, um pouco abaixo da região de Île-de-France? Ali é o Vale do Loire, a região dos castelos na França!

Também fica perto de Paris. Para ir até lá, existem muitas excursões que fazem bate e volta de 1 dia saindo da capital, mas eu acho muito corrido e recomendo somente se for sua única opção e você quiser realmente conhecer o vale.

O ideal é passar pelo menos 3 dias na região, explorando alguns dos mais de 300 castelos e construções medievais do Vale do Loire, tudo em meio a grandes campos e paisagens bucólicas de tirar o fôlego.

Em cada um dos castelos do Vale do Loire, você vai ter a sensação de estar em um cenário de filme, ou vivendo um conto de fadas!

No passado esses castelos foram residências de membros da nobreza da França. Hoje a maioria deles pode ser visitada e alguns funcionam até como hospedagem.

Quem preferir, pode se hospedar nas cidades históricas da região, como Tours, Orléans e Blois.

Desde o ano 2000 o Vale do Loire é considerado como Patrimônio Histórico pela UNESCO.

Os principais castelos da região são Chambord, Villandry e Chenonceau. Temos aqui no blog um post com nosso roteiro de carro por 7 castelos do Vale do Loire na França, vale a pena conferir.

– Normandia

Localizada na costa oeste da França, com diversas cidades às margens do Oceano Atlântico, a Normandia é uma região tranquila e não muito explorada turisticamente, principalmente se comparada a outras partes da França.

Mas deixa eu contar uma coisa pra vocês: uma pena que tão pouca gente explore uma região tão bonita como essa! Nós fizemos uma viagem de carro pela Normandia Francesa e digo pra você: foi uma viagem das mais completas que já fizemos.

Fiquei apaixonada pela ótima gastronomia. Inclusive, marcamos a Normandia no mapa da França como um queijo, porque a região é famosa pela produção de queijos maravilhosos como o Livarot, Pont-l’Évêque, Neufchâtel e o mundialmente adorado Camembert de Normandie.

Mas nem só de queijos vive a Normandia.

Estamos falando de uma região bastante diversa, com cidades que oferecem desde cenários históricos (como Rouen e sua relação com a heroína Joana D’Arc e as praias do desembarque no Dia D, em Utah, Omaha, Gold, Juno e Sword), até centros de peregrinação religiosa (como a Basílica de Santa Teresinha de Lisieux) e bonitas paisagens como as falésias brancas de Étretat.

Ah, não poderia deixar de citar a encantadora Giverny, onde fica a casa e os belos jardins de Monet.

Há, também, o cartão-postal da região, o Mont Saint-Michel, a antiga cidade medieval que fica sobre um monte cercado pelo mar, onde diariamente a maior maré do mundo muda o cenário de uma forma rápida, quase encantada.

O Mont Saint-Michel é tombado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e considerado um dos lugares mais bonitos da França. E eu confesso que chorei ao assistir o por do sol lá, um dos momentos mais inesquecíveis das minhas viagens.

– Bretanha

Fica na divisa com o Reino Unido, separada pelo Canal da Mancha, e perto da Normandia. Com mais tempo, você pode combinar as duas regiões numa só viagem.

A Bretanha francesa é uma região cheia de cultura, de história e natureza.

Tem uma gastronomia bem típica, além de praias paradisíacas, falésias, florestas, cidades fortificadas, vilarejos medievais e misticismo – por isso a Bretanha está representada no mapa da França pelo mago, ali no cantinho esquerdo.

Rennes é a capital da região e uma de suas principais cidades. Por ter uma universidade, concentra um grande número de jovens, garantindo o agito da vida noturna.

Na vizinha Fougères, está uma das maiores fortalezas medievais desta região. 

Em Concarneau há muralhas construídas no século IV. Para aproveitar as praias, as melhores opções são os balneários de Dinard e a linda cidade murada de Saint-Malo (que fica bem pertinho do Mont Saint-Michel na Normandia. Nós inclusive visitamos as duas cidades uma depois da outra!).

Já os mais místicos podem gostar de Broceliande, a floresta do Mago Merlim.

Principais regiões turísticas da França: qual você quer colocar no roteiro?

Estas são algumas das principais regiões turísticas da França. Deu pra perceber que as opções são bem diversas e existe uma região perfeita para cada tipo de viajante e cada época do ano.

Agora é só avaliar o que você realmente deseja ver dentro do universo de possibilidades do mapa da França, ou que tipo de atrativo combina mais com seu estilo de viagem.

Vamos lá, explorar esse mapa da França de Norte a Sul?

Comece a planejar sua viagem!

Escolhemos parceiros caprichados para te ajudar a transformar a sua viagem em realidade! E quando você faz suas reservas usando os links aqui do site, você apoia nosso conteúdo e faz o blog crescer cada vez mais! 😀

  Reserve sua hospedagem no Bookingsão milhares de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos. Sem taxa de reserva, com programa de fidelidade (ganhe descontos a partir da 10a reserva) e com muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito!
  Aluguel de carro com a Rentcars: Para viajar no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a cotação do aluguel de carro no site da RentCars, que compara o valor das locadoras locais e mostra rapidinho qual o melhor preço para nossas datas. Dá pra parcelar em 12 vezes e o pagamento é sempre em reais (sem IOF!)
  Seguro Viagem com a Real Seguros:  O site compara os diferentes planos e preços oferecidos pelas seguradoras, para você escolher facilmente qual o seguro viagem com melhor custo-beneficio. E clicando por esse link você ainda ganha 10% de desconto em qualquer seguro do site!
 Economize e pule a fila: Compre ingressos antecipados para as principais atrações do seu destino. Não perca tempo na fila. Se a atração é muito concorrida, vale garantir seu lugar antecipado! Compare e encontre os melhores preços de ingressos e tours: TicketbarGet Your Guide

Sair da versão mobile