Roma de cinema: filmes para ver antes de ir

Filmes para ver antes de viajar para Roma | Federico Fellini, um dos mais respeitados cineastas de todos os tempos, e que é italiano, uma vez disse: ‘Roma não precisa fazer cultura. Ela é cultura‘.

Lar de algumas das ruas mais antigas da Europa, bem como dos estúdios de cinema Cinecittà, a cidade de Roma tem um tom romântico perfeito para o cinema.

Nessa lista trazemos alguns filmes que farão você se apaixonar por uma das cidades mais emblemáticas do mundo e, quem sabe, já começar a fazer seus planos para visitar a Cidade Eterna.

Leia também: Roteiro de 3 dias em Roma (ideal para primeira viagem)

São 10 filmes gravados em Roma, ótimas dicas para viajar sem sair de casa, conhecer um pouco mais da cidade – e se apaixonar perdidamente por essa Roma dos cinemas!

10 filmes gravados em Roma: para se apaixonar pela Cidade Eterna

O Talentoso Ripley

Vamos começar essa lista de filmes para ver antes de viajar para Roma com um nome de peso!

Matt Damon entrega uma de suas performances mais aclamadas pela crítica no papel título do thriller psicológico indicado em diversas categorias do Oscar.

O filme tem cenas espalhadas por todo o mapa da Itália, mas a cidade de Roma é a verdadeira estrela da história.

Ao fotografar obrigatoriamente passeios de scooter por ruas estreitas e representações impressionantes dos clubes de jazz da cidade, o longa retrata uma verdadeira experiência romana, acima e abaixo do solo.

As locações italianas são tão deliciosamente sedutoras quanto aparecem na tela. O falecido diretor Anthony Minghella evoca artisticamente a Itália da década de 1960 a partir de uma colcha de retalhos de locais escolhidos de maneira elegante.

No entanto, esses passeios por outras cidades da Itália podem confundir um pouco sua localização geográfica. Eu explico.

Por exemplo, a boate Vesúvio, supostamente em Nápoles, onde Dickie (Jude Law) e Ripley tocam Tu Vuo ‘Fa L’Americano é, na verdade, o Caffè Latino, em Roma.

Já a casa de ópera ‘Roma’, onde Ripley se apresenta como Dickie, é o Teatro San Carlo, em Nápoles.

Em outra ocasião, após o assassinato de Dickie, Ripley fica em um apartamento na fictícia ‘Piazza Gioia’, que na verdade é perto do antigo gueto judeu de Roma, na Piazza Mattei.

O interior do apartamento – que também funcionava como a suíte Grand Hotel – é o Palazzo Taverna do século XIV.

A Grande Beleza

O premiado cineasta italiano Paolo Sorrentino nasceu na cidade de Nápoles. E talvez por isso, tenha conseguido imprimir uma visão tão peculiar sobre a Roma que vemos em A Grande Beleza.

Isso ajuda a explicar o belo, mas quase excessivamente estilizado retrato da cidade em seu filme, o que lhe confere uma qualidade hiper-real.

Considerado uma das obras mais importantes do cineasta, venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

O filme retrata a Itália de Silvio Berlusconi, e foi rapidamente aclamado como um clássico do cinema italiano. Tanto que existem muitos roteiros turísticos em Roma que levam você para visitar as locações do filme.

Conheça Roma com o tour pelos cenários do filme A Grande Beleza

O filme tem muitas cenas mostrando maravilhas arquitetônicas de Roma.

Mas as mais fascinantes são a incomum arte performática à sombra do Parco degli Acquedotti (Parque dos Aquedutos) e as festas no estilo Great Gatsby que Toni Servillo (protagonista da trama) participa.

Para Roma com amor

Woody Allen é um cineasta conhecido por explorar bem as locações e a fotografia das cidades onde seus filmes se passam.

Sua cidade favorita, sem sombra de dúvidas, é sua cidade natal, Nova York. Inclusive, falamos de filmes de Woody Allen gravados em Nova York em outro post, lembra?

Mas ele também espalhou seu talento em filmes gravados em outras cidades do mundo:

– Barcelona com Vicky Cristina Barcelona,

– Paris em Meia-noite em Paris,

e um dos filmes para ver antes de viajar para Roma, é claro:

Para Roma com Amor.

Na história, Jerry, interpretado pelo próprio Woody Allen, é um diretor de ópera duvidoso que visita Roma com sua esposa Phyllis(Judy Davis). Eles estão na cidade para conhecer o noivo de sua filha Hayley(Alison Pill).

Ele não está particularmente satisfeito com o noivo, Michelangelo (Flavio Parenti), e parece fazer questão de pronunciar mal seu nome.

Mas tudo muda quando ele ouve o pai do jovem (tenor de ópera da vida real, Fabio Armiliato) cantando no chuveiro, reconhecendo ali uma grande voz de tenor.

Além dessa história, o filme conta outras três, que não são necessariamente interligadas.

Falando sobre os cenários de Roma que são mostrados no filme, a película já se inicia mostrando a Piazza Venezia, que é uma das áreas turísticas mais movimentadas em Roma.

Em seguida, Michelangelo encontra Hayley, que pede informações sobre como chegar à Fontana di Trevi.

Leia mais: Onde se hospedar em Roma: melhores bairros

Essa interação ocorre na Cordonata Capitolina, que não fica muito longe da Fontana di Trevi, mas seria difícil explicar exatamente como chegar lá. Contudo, fica perto da Piazza Venezia, como diz o personagem na história.

Isso para citar apenas algumas das dezenas de locações da cidade mostradas logo no início do filme.

E, sinceramente? Talvez o que vá chamar mais atenção nesse filme sejam as belas paisagens, pois não é o melhor filme de Woody Allen, infelizmente…

A princesa e o plebeu

Se você é fã de clássicos do cinema e / ou quer ver como era a capital italiana nos anos 50, esse é o seu filme.

Esse é O FILME, ponto de referência para muitos quando se trata de filmes que se passam em Roma.

Roman Holiday (título original de A Princesa e o Plebeu) foi um dos muitos filmes produzidos no movimento ‘Hollywood on the Tibre‘, onde produtores americanos aproveitaram os custos mais baixos e tentaram surfar na onda do sucesso de 1951 Quo Vadis.

Com Audrey Hepburn e Gregory Peck nos papéis principais, este é um verdadeiro clássico da sétima arte.

Uma das suas cenas mais famosa é a sequência com a escultura Bocca della Verità (Boca da Verdade) na Basílica de Santa Maria em Cosmedin, fornecendo imagens elegantes e atemporais de Roma.

O casal vive um romance enquanto viaja sobre duas rodas pela Cidade Eterna e visita alguns dos monumentos mais emblemáticos de Roma.

Foi esse filme que deslanchou a carreira de Audrey Hepburn – ela ganhou um Oscar – e ainda é uma das representações mais amadas de Roma nas telonas.

Anjos e Demônios

Se você gosta de um bom mistério, esse é um dos filmes para ver antes de viajar para Roma que não podem ficar de fora da sua lista.

Baseado no livro de Dan Brown, Anjos e Demônios foi sucesso de bilheteria no cinema. O filme faz uma viagem por Roma e, especificamente, pelas igrejas romanas.

Mas nem só de igrejas se baseia o cenário do filme. Por exemplo, temos destacado no filme, o Castelo Sant’ Angelo, construído como uma tumba para o imperador Adriano no século II, foi usado como uma fortaleza até se tornar uma residência papal no século XIV.

Uma passagem secreta, a Passetto, conecta o local ao Vaticano. No filme, este é um antigo local secreto dos Illuminati usado no final da história.

Hoje é possível visitar o interior do Castelo Sant’ Angelo – que funciona como um museu de Roma – e, quem sabe, até assistir um dos concertos de verão realizados em seu interior.

Além disso, o filme também mostra pontos turísticos mais ‘famosos’ de Roma, como a Piazza Navona e a Fontana dei Quattro Fiumi. Outro monumento importante da cidade mostrado no filme é o Panteão de Roma.

Das igrejas de Roma que são mostradas do filme, todas valem sua visita. Cada igreja de Roma é um verdadeiro museu. Mas se você não quer entrar em todas, vou indicar uma que considero imperdível:

A igreja de Santa Maria del Popolo, que foi uma das primeiras igrejas renascentistas em Roma. Na Capela Chigi, criada por Rafael, existem mosaicos no teto e tumbas semelhantes a pirâmides, além de estátuas de Bernini.

Um ponto a ressaltar sobre essa história é: se você gostar do filme, provavelmente vai gostar muito do livro.

Anota a dica dos livros para ler antes de ir a Roma:

Anjos e demônios

O Código Da Vinci

Quatro Estações em Roma: Memórias de um escritor americano na Itália

Na minha opinião, os livros de Dan Brown são infinitamente melhores que os filmes. Especialmente falando deste filme aqui, cuja adaptação cinematográfica aproveitou apenas uns 30% do livro.

Mas para conhecer e explorar cenários belíssimos de Roma, o filme Anjos e Demônios vale muito!

Comer Rezar Amar

Comer Rezar Amar já apareceu em outra lista aqui no blog – dos filmes para quem quer viajar pelo mundo sem sair de casa.

E como uma parte importante da viagem de Elizabeth (Julia Roberts) se passa em Roma, ele é um filme quase obrigatório para falar de filmes que se passam em Roma.

Em Comer Rezar Amar, toda a parte dedicada a ‘comer muito bem’ se passa na capital italiana.

Na história, Elizabeth passa alguns meses vivendo em Roma, estudando italiano e tendo aventuras frequentemente baseadas em comida.

No filme, você verá belos takes do Coliseu, o ponto turístico mais popular da cidade. Você também verá os já citados aqui Panteão, Piazza Navona e Fontana di Trevi.

Além desses, vale sugerir uma visita aos Jardins da Villa Borghese, que também aparecem no filme. Os jardins são um ótimo lugar para fugir da agitação de Roma. É até difícil acreditar que você ainda está na cidade.

Dentro dos jardins fica a Galleria Borghese, que hoje é um museu de arte – e um dos mais impressionantes museus para visitar em Roma.

Mas já que o foco da protagonista é comer, que tal fazer como ela e experimentar uma das iguarias mais famosas da capital italiana? O sorvete!

A San Crispino é apontada como a melhor gelateria de Roma, e a descrição de Elizabeth ao provar seu gelatto (no livro no qual esse filme se baseia, nesse caso) fará você desejar que estivesse lá.

Inclusive, este é mais um filme que também vale a pena deixar a indicação do livro:

Veja mais sobre Comer, rezar, amar: A Busca De Uma Mulher Por Todas As Coisas Da Vida Na Itália, Na Índia E Na Indonésia

E por falar na sorveteria do filme, há mais de uma loja da Gellateria San Crispino em Roma, mas tem uma bem pertinho da Fontana di Trevi. Quando você for lá, fica a dica.

Quando em Roma

Quem gosta de comédias românticas pode se decepcionar um pouco com a fraca história desse filme, que poderia ser bem melhor.

Porém, ele entra na lista por trazer algumas curiosidades de Roma e um pouco de novidade em relação aos outros que já citamos nessa lista.

A protagonista, Beth, interpretada por Kristen Bell, rouba moedas da “famosa fonte do amor”, que é inspirada na Fontana di Trevi. Contudo, a fonte usada no filme foi especialmente construída e colocada no meio da Piazza Borghese apenas para o set de filmagem.

Consta que a fonte cinematográfica parecia tão real que os turistas que passavam por ali jogavam moedas nela, mesmo que o monumento não estivesse mencionado em seus guias turísticos.

Este filme também mostra a Piazza della Maddalena, o Fórum Romano, a Piazza di Spagna (também conhecida como Escadaria Espanhola), o Coliseu de Roma, o Panteão e a (real) Fontana di Trevi.

O Agente da U.N.C.L.E.

Se o seu negócio é filme de ação, então você pode gostar de O Agente da U.N.C.L.E. O filme de Guy Ritchie com Henry Cavill de protagonista, se passa em diversos lugares, mas principalmente em Roma.

O trio de agentes muito especiais fica no Grand Hotel Plaza, na Via Corso. Muitos marcos romanos importantes podem ser vistos no filme, como Coluna de Trajano e San Carlo al Corso.

A cena de assalto em que Illya (Armie Hammer‎) tem que se esforçar muito para não perder a calma ocorre no Teatro di Marcello, localizado entre o Coliseu e a Trastevere (uma área boêmia e excêntrica que se mantém fiel às suas centenárias raízes operárias).

É um filme bem divertido, com toques de comédia também. Vale a pena assistir, até mesmo porque nós, meros mortais, dificilmente poderíamos usufruir da vista do terraço do Grand Hotel Plaza, uma das hospedagens mais clássicas de Roma…

A barriga do arquiteto

Pra quem tá interessado mesmo é na arquitetura romana, A Barriga do Arquiteto de Peter Greenaway captura o melhor que a cidade tem a oferecer.

Vale até um alerta para que você: esse filme fará com que você queira comprar uma passagem e sair para explorar Roma instantaneamente. Se controle!

E outro alerta importante é sobre a narrativa do filme. É um filme bem artístico e não muito fácil de acompanhar. É bem ame ou odeie, então fica a seu critério decidir o que sente por ele.

Conta aqui pra gente nos comentários o que achou, inclusive.

Outros filmes que se passam em Roma

Existem diversos filmes para ver antes de viajar para Roma além dos citados acima que tem pelo menos algumas cenas filmadas na capital italiana.

São realmente muitos, então vou aproveitar para deixar aqui mais algumas indicações:

Zoolander 2 pode ser um dos filmes mais interessantes para quem quer ver paisagens de Roma. A produção vasculhou a cidade e os arredores para encontrar locais que se desviavam dos pontos turísticos típicos exibidos na maioria filmes que foram gravados em Roma.

O Palazzo della Civiltà Italiana, por exemplo, foi bem explorado no filme. Assim como o Palazzo dei Congressi. Ambos prédios foram construídos na era de Mussolini e são uma boa fonte de cultura e história.

Há também filmes que fazem uma verdadeira volta ao mundo, e entre os diversos pontos do planeta visitados, Roma está inclusa.

Entre eles, temos A Pantera Cor de Rosa 2, Doze Homens e Outro Segredo, Jumper, 007 Contra Spectre, Missão: Imposível III e até Madagascar 3.

Tem filmes de todos os gêneros e para todos os gostos. Dá pra fazer uma maratona de vários dias assistindo a todos e anotando cada cantinho que entrará no seu roteiro na próxima viagem a Roma.

E você, conhece mais alguns filmes para ver antes de viajar para Roma e quer indicar pra gente? Conta nos comentários!

Foto em destaque: Julius Silver por Pixabay 

Thiago Amaral
Thiago é um professor de Inglês que, apesar dos seus (já) 30 e poucos, ainda vai ser jornalista. Não viaja tanto quanto gostaria, mas também um dia o fará. Por ora, se arrisca escrevendo sobre assuntos aleatórios e eventualmente viaja com sua esposa Marcela e filha Alice. E por isso foi convidado a escrever (eventualmente) neste blog: para dar dicas e contar sobre a experiência de viajar em família e com criança.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *